Trombose tem cura? Entenda o que é, sintomas e como tratar

Falar de trombose já causa um arrepio em qualquer um! Afinal, é uma doença preocupante, que pode não apresentar sintomas ou então causar dores e inchaços! E se não tratada, suas complicações podem evoluir para quadros mais sérios. Mesmo que não seja agradável falar sobre trombose, é melhor entender o que é trombose e para poder evitá-la e tratá-la. No informativo deste mês, vamos conferir todos esses detalhes e daremos dicas especiais de tratamento. Vamos resolver esse problema juntos?

 

Se você já quiser saber quais são os fitoterápicos indicados para trombose, clique aqui!

 

O que é Trombose?

Nem sempre a trombose dói ou causa inchaços, mas muita gente pode começar a desconfiar dessa doença por esses sintomas — principalmente quando já existem casos na família e esses sintomas são sentidos nas pernas.

O que fazer nessa situação? Primeiro, vamos entender o que é trombose e, em seguida, veremos tratamentos e dicas de fitoterápicos!

A trombose é caracterizada pela formação de coágulos — ou seja, aglomerados de sangue já em estado semissólido ou um tanto gelatinoso — em locais em que não ocorreu um sangramento. Esses coágulos também são chamados de trombos.

Toda vez que sofremos um ferimento, o coágulo acontece para justamente estancar o sangue, afinal, não é nada vantajoso para qualquer ser vivo manter hemorragias e permitir a entrada de microorganismos no sangue. O natural é que o coágulo se dissolva com o tempo e a integridade do nosso corpo retorne ao normal. Porém, nem sempre o corpo funciona da melhor maneira em todas as pessoas.

Quando ocorre a trombose, é porque aconteceu um coágulo interno, sem sangramento. E já que o restante do sangue não consegue circular bem, podem ocorrer inchaços e dores.

Porém, existem consequências mais graves do que apenas dor ou inchaço — e há pessoas que têm trombose e sequer sentem sintomas. Vamos entender mais abaixo!

 

O que causa Trombose?

Vamos conferir algumas causas da trombose. Vale lembrar que dificilmente as tromboses são consequências de um evento isolado, mas de certos episódios (como lesões) somados a fatores de riscos que podem variar.

Fatores de risco para Trombose

Conheça agora alguns dos fatores de risco que podem aumentar as chances de desenvolver trombose:

 

Tipos de Trombose

A trombose é classificada de acordo com a área atingida e se a veia é arterial ou venosa.

 

Quais são os sintomas de Trombose?

Nem toda pessoa apresenta sintomas e vale lembrar que a trombose é variada, podendo atingir até o cérebro, caso o coágulo se desprenda, circule pelo corpo e vá até esse órgão — e coágulos podem atingir outros órgãos também. Por isso, pode causar outros sintomas que parecem outras doenças, como AVC ou infarto, por exemplo. Se você se enquadra nos fatores de risco, é bom acompanhar bem a saúde.

A trombose nas pernas é mais comum e pode apresentar os seguintes sintomas:

Complicações da Trombose

Infelizmente, a trombose pode levar a óbito. Geralmente a trombose venosa profunda na perna — que é a mais comum — não apresenta tantos riscos de morte, mas se o coágulo de sangue se desprender e circular no corpo, atingindo órgãos vitais como o pulmão, pode ocorrer uma embolia pulmonar e então, o possível falecimento do paciente.

São complicações graves que ocorrem caso a trombose não seja tratada.

 

Como evitar a Trombose?

Devido a fatores genéticos e outras questões, como uso de hormônios ou até internações, a trombose pode ocorrer. Ninguém deseja favorecer os fatores de risco, mas não é culpa de pacientes se verem acometidos por doenças; e não existe uma receita única que possa garantir sem falhas que problemas de saúde não irão acontecer.

Mas existem algumas recomendações gerais que podem ajudar a manter esse problema mais distante:

 

Diagnóstico de Trombose

O diagnóstico leva em consideração o relato e o histórico do paciente, avaliando também se existem casos na família. Existem exames, como o ultrassom com doppler, que auxiliam no diagnóstico.

Como tratar Trombose?

Os tratamentos convencionais de Trombose envolvem identificar os coágulos por meio de exames e traçar estratégias para evitar que aumentem, se desprendam ou que ocorram outros trombos. Por isso, após consultas médicas, geralmente são recomendados:

Todas essas opções são discutidas com profissionais da área da saúde, já que cada quadro pode ter suas especificidades. A trombose, além de tratamento, tem cura.

Fitoterapia para Trombose

Será que existem outras alternativas que podem ajudar no tratamento? A resposta é sim! Mas não deixe de conversar com profissionais da saúde antes de incluir fitoterápicos na sua rotina e nem deixe de tomar medicamentos antes de conversar com médicos.

1 - Castanha da Índia — Aumenta resistência das veias, sendo também anti-inflamatória e analgésica. Indicada para varizes, hemorróidas e flebites. Pode auxiliar no caso de trombose justamente por aumentar o tônus das paredes venosas e também pela sua ação hemostática, fazendo o sangue fluir. (ver produto)

2 - Ginkgo — É indicado principalmente para memória, mas pode auxiliar em quadros mais simples de trombose devido suas ações vasodilatadoras, antiplaquetárias e hipotensoras. (ver produto)

3 - Oliveira — As folhas de Oliveira têm ações vasodilatadoras, anti-inflamatórias e anti-hipertensivas. Portanto, além de ajudar na hipertensão, hiperlipidemia e aterosclerose, ajuda também, por consequência, nos casos de trombose. (ver produto)

4 - Alho — O Alho e o Óleo de Alho possuem mais de uma indicação para a saúde, sendo as principais indicações o auxílio à saúde cardiovascular. Pode ajudar no combate à trombose por também auxiliar no controle de pressão alta e endurecimento e espessamento das artérias. (ver produto)

5 - Guaco — O Guaco é mais famoso por ajudar em afecções respiratórias, mas as cumarinas em sua composição auxiliam em processos anticoagulantes também e, por isso, ajudam no combate à trombose. (ver produto)

6 - Salgueiro — O Salgueiro possui ação antiagregante plaquetária, além de ser anti-inflamatório. É indicado principalmente para dores e febres leves, mas também tem o potencial de auxiliar no tratamento de trombose. (ver produto)

7 - Pinus pinaster — Diminui a inflamação de veias varicosas, pois normaliza a vascularização e a circulação de sangue. Assim, também auxilia na prevenção de trombose. Possui outras propriedades muito benéficas, como ação antioxidante e estimulante do sistema imunológico. (ver produto)

8 - Cúrcuma — Ela pode parecer uma aliada inusitada para ajudar no tratamento de trombose, mas a Cúrcuma oferece auxílio porque é hipocolesterolêmica e anti-hipertensiva. Portanto, também ajuda no colesterol e na prevenção de problemas cardiovasculares, que são fatores de risco para trombose. Também há indícios de ser antiplaquetária e evitar a formação de coágulos nos vasos sanguíneos. (ver produto)

9 - Melilotus — Estimulante da circulação venosa e linfática, aliviando sintomas de dor e sensação de peso nas pernas. As cumarinas em sua composição reduzem essas inflamações. (ver produto)

Gostou do informativo? Preparamos esse conteúdo com muito carinho, pois Trombose pode se tornar uma questão séria de saúde e nós queremos que você tenha muita qualidade de vida!

Esperamos que as dicas tenham sido úteis para você se cuidar e saber corretamente quais itens escolher para seus cuidados preventivos. Sua saúde e bem-estar são muito importantes! Portanto, não se esqueça de buscar o apoio de profissionais da área da saúde para uma avaliação completa do seu caso e cuide da sua saúde com muito zelo, sabendo que você também pode contar com o auxílio da Oficina de Ervas.

E se sobrou alguma dúvida, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

 

Referências

https://bvsms.saude.gov.br/trombose/

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/trombose/

https://saude.abril.com.br/medicina/reposicao-hormonal-qual-o-metodo-mais-seguro-para-evitar-trombose-venosa

https://www.crmpr.org.br/Mitos-e-verdades-sobre-a-Sindrome-da-Classe-Economica-13-682.shtml

https://drdavicazarim.com.br/5-fatores-de-risco-para-a-trombose/

https://revistavisaohospitalar.com.br/tabaco-cigarro-eletronico-e-narguile-sao-elementos-de-risco-para-a-saude-vascular/

https://www.medcentersauderio.com.br/blogs/varizes-e-tromboses

https://www.gndi.com.br/blog-da-saude/a-relacao-entre-anticoncepcional-e-trombose

https://hilab.com.br/blog/transicao-hormonal-transgenero/

https://semprebem.paguemenos.com.br/posts/saude/tipos-de-trombose

https://drmarcelbrunetto.com.br/tipos-de-trombose/

https://www.hospitalmoinhos.org.br/institucional/blogsaudeevoce/entenda-as-causas-e-consequencias-da-trombose

https://www.tjdft.jus.br/informacoes/programas-projetos-e-acoes/pro-vida/dicas-de-saude/pilulas-de-saude/trombose-uma-doenca-perigosa-e-muito-frequente

https://jornal.usp.br/radio-usp/numeros-de-internacoes-diarias-por-trombose-no-brasil-merecem-atencao-e-acompanhamento-constante/

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Suelene Lopes do Nascimento
Maravilhosas informações tenho dores e vazinhos.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Suelene. Existem plantas que podem te auxiliar no controle e/ou tratamento das varizes e dores nas pernas. Entre em contato com nossos fitoterapeutas e relate suas necessidades, informando detalhes como a sua idade, sintomas, se usa medicamentos, se tem algum problema de saúde, etc. Deixo aqui o link para contato: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Ficamos à disposição.


• Renato Moreno
Esse trabalho realizado com muita propriedade é muito importante, visto nos dar um embasamento nas dúvidas comportamental em nossa vida. Espero continuar a ler e indicar essa leitura para diversos amigos.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Renato Ficamos felizes em saber que gosta de nosso conteúdo. Caso tenha alguma dúvida, clique no link abaixo para falar com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Ou através do WhatsApp (16) 9.8234.0111. Estamos à disposição.


• Erika Cristina
Eu fui diagnosticada hj c trombose e minhas pernas estão muito doloridas vermelhadas , ql tipo de remédio natural poderia me ajudar nesse meu caso
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Erika Pode ser usado a Cúrcuma em conjunto com o tratamento proposto pelo seu médico. Não pode deixar de fazer o acompanhamento e o tratamento que o seu médico prescreveu. Estamos à disposição.


Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos