2022-07-05

5 Plantas para Tratamento de Varizes

Nem toda veia aparente na perna é diagnosticada como varizes, mas quem tem mesmo as varizes sofre com dores, inchaço e também autoestima abalada. E será que existe como evitar ou resolver a questão das varizes? Sim! No informativo de Agosto, serão tratados detalhes como as causas, prevenção e alternativas de fitoterápicos para auxiliar no seu tratamento. Então ponha os pés para cima e acompanhe o nosso informativo!

 

Se você já quiser saber quais são os fitoterápicos para Varizes, clique aqui!

 

O que são as Varizes?

De forma sucinta, as varizes são veias que se dilatam e apresentam deformações, podendo inclusive ficar salientes em relação à pele. Aparecem nas pernas e são infelizmente comuns para pessoas que passam muito tempo em pé, afinal, direcionar o sangue no sentido dos pés para os membros exige mais do nosso corpo — simplesmente por uma questão de gravidade.

As Varizes são conhecidas pela humanidade há milênios, assim como tantas outras doenças que são mais pesquisadas e tratadas atualmente. O primeiro indício registrado de varizes foi em 340 a.C., em uma estátua que retrata um homem segurando uma perna com varizes. Essa estátua esculpida em mármore era um agradecimento por um tratamento que aliviou suas dores.

E como hoje, no século XXI, trabalha-se muito em pé, é natural a preocupação com varizes. Segundo a SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular), quase 40% dos adultos sofrem varizes.

Ainda assim, nem todo mundo irá desenvolver varizes e nem toda veia um pouco mais colorida na perna é um sinal sério da sua saúde. Pode ser mais comum com o avançar da idade e se a pessoa possui, além de predisposição genética, uma rotina sedentária, por exemplo.

De qualquer forma, é importante ressaltar que todos devemos prestar atenção na nossa saúde e cuidar muito bem dela, pois mesmo que as varizes sejam geralmente benignas, podem indicar algum outro tipo de problema circulatório que precisa ser averiguado com maior profundidade.

Agora que você já entende melhor o que são as varizes, seguiremos com o informativo para compreendermos mais sobre seus sintomas, fatores de risco e como tratar!

Varizes

Sintomas de Varizes e Diagnóstico

Como as varizes são bem características, elas são facilmente identificadas pelo próprio paciente e não necessitam de maiores exames laboratoriais na maior parte dos casos. Caso seja solicitado pelo profissional da área de saúde, variam entre eco-doppler e ultrassom.

Para a sorte de muitos, varizes não apresentam sintomas graves como dores excruciantes — limitam-se a uma questão estética que também deve ser levada em consideração pelo bem-estar dos pacientes.

Outro ponto a ser lembrado é que o reconhecimento de sintomas em fases iniciais favorece um tratamento mais conservador no início, sem partir para cirurgias ou ablação, que é feito por laser ou radiofrequência. Se a pessoa já possui histórico familiar ou individual, é também melhor prestar atenção nestes sintomas para uma investigação mais precisa.

Confira exemplos de sintomas de varizes:

  • Veias escuras, inflamadas
  • Dores nas pernas
  • Sensação de peso nas pernas
  • Inchaço
  • Hiperpigmentação na pele
  • Formigamento
  • Coceira
  • Sensação de calor nas pernas

 

Busque sempre a avaliação médica para o acompanhamento de um tratamento mais adequado.

Causas das varizes

E quais são as causas das Varizes?

Não é possível atribuir uma causa única ao surgimento de Varizes, mas existem fatores de risco que contribuem para o aparecimento — ou avanço — delas. Vamos conferir?

Fator genético — Caso você tenha parentes que tenham varizes, como pais e/ou irmãos, existe maior chance de desenvolvimento de varizes.

Sexo — Embora homens também possam ter varizes, mulheres tem maior propensão para as varizes. Isso sugere que questões hormonais influenciam no desenvolvimento delas.

Idade — É mais comum surgirem a partir dos 30 anos.

Obesidade — Maiores taxas de gordura corporal e, por consequência, mais peso aumenta a pressão sobre as veias e complica a circulação para o retorno venoso nas pernas.

Sedentarismo — Além de uma rotina de exercícios consistente ser sempre uma boa atividade para sua saúde, os exercícios facilitam o bombeamento de sangue. Sedentarismo e/ou muito tempo em pé, parado, dificulta o funcionamento das veias.

Gravidez A gestação exige mais do corpo, pedindo mais sangue circulante e desgaste das veias. Então, na gravidez, é possível que surjam varizes.

Hormônios — Conforme já mencionado, os hormônios influenciam o surgimento de varizes. Portanto, reposições hormonais, desregulações hormonais e uso de quaisquer medicamentos que influenciam em hormônios (como pílulas anticoncepcionais) podem favorecer o aparecimento de varizes.

Calor Temperaturas mais altas provocam maior dilatação e desconforto em varizes. Por este motivo, muitas pessoas buscam fazer tratamento de varizes no inverno ou outono, pois temperaturas mais amenas evitam a inflamação.

O que e varizes

Prevenção de Varizes

Movimentar o corpo e manter uma rotina com bons hábitos alimentares é imprescindível para manter sua saúde, inclusive para evitar o surgimento de varizes ou deter o avanço delas. Mas existem muitos fatores envolvidos e nem sempre essas medidas são suficientes, tanto que não é culpa do paciente caso seja acometido pelas varizes. Confira algumas atitudes que irão te ajudar:

  • Exercícios físicos que não sobrecarreguem membros inferiores. Cuidado com peso e frequência!
  • Não consuma medicamentos que influenciam hormônios sem acompanhamento médico.
  • Evite permanecer muito tempo sentado ou em pé. Se o seu trabalho envolve isso, tente se movimentar mais durante o expediente.
  • Meias de compressão são suas aliadas! Com a compressão de certos pontos das pernas, o retorno do sangue para o coração é facilitado! Avalie o uso dessas meias com profissionais.

Prevencao de varizes

Tratamentos para Varizes

Não tenha medo de tratamentos mais sofisticados! Hoje, existem técnicas muito modernas para lidar com as varizes, que prometem ser seguras.

Ablação: Através de laser ou radiofrequência, a parede do vaso das varizes é queimada. É uma opção menos invasiva.

Escleroterapia: Por meio de um tipo de espuma — o princípio ativo polidocanol — as células da veia são destruídas e o vaso das varizes, após algumas semanas, é absorvido de volta.

Cirurgia: É uma técnica conhecida e eficaz, sendo muito indicada pelos médicos por atender bem todos os calibres de varizes. A retirada desses vasos também não chega a impactar negativamente o paciente, pois eles já não funcionavam de maneira adequada.

Lembrete: Todas essas opções de tratamento devem ser avaliadas por médicos, justamente para a indicação de um método adequado ao caso e para a escolha de demais profissionais da área da saúde qualificados. Cada opção terá requisitos e características que devem ser respeitadas, como tempo de repouso por exemplo.

 

5 Plantas para Tratamento de Varizes

Com os cuidados já citados, é possível manter as varizes mais longe ou, pelo menos, sob controle. Mas além disso, existem plantas que podem nos auxiliar de maneira natural nos cuidados das varizes, principalmente por suas ações flebotônicas que ajudam no funcionamento venoso. Veja agora a nossa lista de principais plantas para Varizes:

1 - Castanha da ÍndiaAumenta resistência das veias, sendo também anti-inflamatória e analgésica. Indicada para varizes, hemorróidas e flebites. (ver produto)

2 - Hamamelis — É vaso-protetora, com ação hemostática, cicatrizante e reconstrutora de tecidos. (ver produto)

3 - Erva de Bicho — Além de ser usada em hemorróidas, essa planta trata as varizes, pois suas ações anti-inflamatórias e hemostáticas auxiliam na circulação, constrição de vasos e cicatrização. Seu uso tradicional é bem consolidado. (ver produto)

4 - MelilotusEstimulante da circulação venosa e linfática, diminuindo a dilatação das veias e aliviando sintomas de dor e sensação de peso nas pernas. As cumarinas em sua composição reduzem essas inflamações. (ver produto)

5 - Pinus pinasterDiminui a inflamação de veias varicosas, pois normaliza a vascularização e a circulação de sangue. Possui outras propriedades muito benéficas, como ação antioxidante e estimulante do sistema imunológico. (ver produto)

Bônus — Você também pode adicionar ao tratamento nosso Creme para Varizes, composto de Castanha da Índia com Hamamelis. (ver produto)

Esse informativo foi útil para você? Esperamos que a leitura tenha sido agradável e que agora você possa buscar um melhor tratamento de maneira personalizada, lembrando de fitoterápicos que podem te ajudar! Sua saúde e bem-estar são muito importantes! Portanto, não se esqueça de buscar o apoio de profissionais da área da saúde para uma avaliação completa e cuide da sua saúde com muito zelo, sabendo que você também pode contar com o auxílio da Oficina de Ervas!

E se sobrou alguma dúvida, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

Creme para varizes

Bibliografia

https://www.hcor.com.br/imprensa/noticias/inverno-e-o-periodo-ideal-para-tratar-varizes/ https://www.spacovascular.com.br/varizes-entenda-como-elas-surgem-e-quais-sao-os-possiveis-tratamentos/ https://saude.abril.com.br/medicina/varizes-saiba-por-que-surgem-e-como-tratar/

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/varizes/

https://www.veinscleveland.com/understanding-varicose-veins

https://www.saudebemestar.pt/pt/clinica/cirurgia-vascular/varizes/

https://bvsms.saude.gov.br/varizes/

https://saude.abril.com.br/medicina/varizes-pioram-com-as-altas-temperaturas-do-verao/

Comentários

Vamos lá, seja o primeiro a comentar sobre: 5 Plantas para Tratamento de Varizes

Deixe seu comentário sobre:
5 Plantas para Tratamento de Varizes