Erva de Bicho

Preço Especial A partir de R$ 33,00

Disponível

Resumo:

Erva de Bicho (Polygonum spp) AÇÃO E INDICAÇÃO: Indicada para tratamentos de hemorróidas, varizes e flebites. Uso extern Pague em até 6 x s/juros, Aproveite!
Ver descrição completa

Fórmula Magistral Unitário Quantidade  
R$ 47,00  
R$ 33,00  
R$ 38,00  
R$ 58,00  
R$ 116,00
R$ 98,60
 
R$ 37,00  

 

Ainda em dúvida? Clique aqui e fale com nosso fitoterapeuta

Veja para que serve Erva de Bicho

Erva de Bicho (Polygonum spp)

AÇÃO E INDICAÇÃO:
Indicada para tratamentos de hemorróidas, varizes e flebites. Uso externo para escabiose.

Uso Externo:

Shampoo Composto Anti-piorreico - Composto por Losna, Arruda, Erva de Bicho e Boldo Brasileiro.

Lavar os cabelos diariamente, deixando alguns minutos com a espuma para aumentar o tempo de ação.

Usar por pelo menos 2 meses consecutivos.


FORMAS UTILIZADAS:
- Cápsula (pó da planta);
- Tintura (líquido a 20%).
- Shampoo Anti-piolhos (Losna, Arruda, Erva de Bicho e Boldo Brasileiro)

Erva de Bicho: benefícios e contraindicações

É desconfortável falar sobre hemorroida, mas é mais desconfortável ainda sofrer em silêncio! Dói e incomoda nas atividades mais simples, como sentar, mas há tratamento! E se você está procurando por uma alternativa natural e eficiente, saiba que a Erva de Bicho pode te ajudar. Conheça todos seus benefícios, contraindicações e como usar!

 

O que é a Erva de Bicho?

O nome popular desta planta pode não ser muito convidativo, no entanto, há uma razão para essa erva ter sido nomeada popularmente assim: havia a crença de que os coxins — mamilos hemorroidários — eram causados por bichos. Assim, a planta utilizada para tratar essa condição foi apelidada de Erva de Bicho, embora possa ser conhecida também como capiçoba, cataria, capetiçoba, pimenta de água, pimenta-do-brejo e catalã.

Seu nome científico é Polygonum acre H. e também sofre variações, possuindo diversas sinonímias científicas.

O fato de ter sido chamada por diversos nomes populares no Brasil já oferece a dica de que é uma planta presente em diversos estados, de modo que cada variação regional irá chamá-la de uma forma diferente.

A Erva de Bicho é comum na América, bem adaptada aos climas diferentes ao longo do continente e preferindo, de modo geral, ambientes úmidos e semi-aquáticos. Há indícios de que seja nativa da Ásia e vale lembrar que não é a única espécie do gênero Polygonum.

Erva de bicho para hemorroidas

Essa planta tem um caule liso e de base nodosa, que floresce em cores esbranquiçadas ou rosáceas em uma espiga fina e flexível. Suas folhas são alongadas. Com popularidade inegável na medicina tradicional, a Erva de Bicho funciona tanto para uso interno — pode beber sua versão em chá, por exemplo — quanto para uso tópico.

Além de sua finalidade anti-hemorroidária e antimicrobiana, outro aspecto que explica seu uso recorrente pela população é o fato de que trata-se de um gênero botânico de crescimento relativamente fácil, até mesmo considerado invasor em campos agrícolas.

Sendo um gênero comum que divide-se em muitas espécies, alerta-se para verificar o nome científico e suas respectivas sinonímias a fim de ter a certeza de que você está consumindo algo apropriado para fins terapêuticos.

Que tal conhecer ainda mais essa espécie que traz esses benefícios para o ser humano? Vamos acompanhar abaixo outros detalhes que irão ajudar no tratamento da hemorroida.

Erva de Bicho trata hemorroidas

Erva de Bicho: para que serve

Desde o começo, citamos que a Erva de Bicho é utilizada no tratamento de hemorroidas, mas esta não é a sua única qualidade! Esta erva possui ações variadas que agem também no tratamento de varizes, pois auxiliam na circulação, constrição de vasos e cicatrização.

Partes utilizadas são suas folhas, e seus componentes em geral são:

  • Flavonóides
  • Taninos
  • Saponinas
  • Proantocianidinas condensadas
  • Leucoantocianidinas

 

A Erva de Bicho possui diversas ações, como:

  • Adstringente
  • Febrífuga
  • Diurética
  • Anti-hemorroidária
  • Anti-inflamatória
  • Hemostática
  • Hipotensora
  • Antimicrobiana

 

E ela é vendida na forma de cápsulas, tintura, shampoo e creme!

Erva de Bicho auxilia circula??o

E quais são as indicações de uso da Erva de Bicho?

A Erva de Bicho é indicada para tratamentos de:

  • Hemorroida
  • Varizes
  • Flebites
  • Cólicas menstruais

 

Dosagem usual recomendada
Cápsula: 1 cápsula de 250mg, 3 vezes ao dia.
Tintura: 25 gotas, 3 vezes ao dia.

Dosagem usual recomendada

Cápsula: 1 cápsula de 250mg, 3 vezes ao dia.

Tintura: 25 gotas, 3 vezes ao dia.

De forma externa, as hemorroidas podem ser tratadas de maneira mais prática do que um tradicional banho de assento. A Oficina de Ervas oferece um creme específico para hemorroida, sendo composto por Castanha da Índia, Hamamelis, Paeonia e a Erva de Bicho que tratamos aqui! Você pode clicar aqui para comprar diretamente esse creme.

Além desta alternativa para uso tópico, há o Shampoo Composto Anti-piorreico, ou seja, anti-piolhos. Ele é composto por Losna, Arruda, Erva de Bicho e Boldo Brasileiro. Você pode clicar aqui para comprar diretamente esse shampoo.

Um lembrete importante é fazer um acompanhamento profissional, pois quadros de hemorroida e varizes podem não ser tão simples. O importante é que você fique bem!

Erva de Bicho trata varizes

Erva de Bicho: efeitos colaterais e contraindicações

Não recomenda-se Erva de Bicho para:

  • Gestantes, pois seu efeito emenagogo aumenta as chances de má formação do feto
  • Lactantes
  • Crianças
  • Pessoas com hipersensibilidade aos seus componentes
  • Pessoas com doenças hepáticas e/ou renais

Reações adversas variam entre náusea e irritação no estômago.

 

Erva de Bicho: preço e onde comprar

Você pode comprar a Erva de Bicho no nosso site, clicando aqui.

Em caso de dúvidas, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

 

Bibliografia

https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/99265/sofiati_ft_me_arafcf.pdf?sequence=1&isAllowed=y

https://www.scielo.br/j/rbfar/a/zgXBbG47vnHGzCtgdsXLnQC/?format=pdf&lang=pt

https://sistemas.furg.br/sistemas/sab/arquivos/bdtd/0000011109.pdf

Erva de Bicho (Polygonum spp) AÇÃO E INDICAÇÃO: Indicada para tratamentos de hemorróidas, varizes e flebites. Uso extern Pague em até 6 x s/juros, Aproveite!

Erva de bicho  Polygonum  Hemorroidas  Varizes  Flebite  Dores nas pernas  Inflamação de veias  Piolho  Escabiose 

Deixe sua avaliação

Avaliações de clientes reais

Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico (Informe Cientifico do fornecedor).

Não garantimos os resultados descritos, estes variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como, o uso correto do produto conforme descrito na posologia.

- Produto adjuvante e suplemento alimentar. A prática de atividade física regular e bons hábitos alimentares são imprescindíveis para manutenção da saúde;

- A(s) imagen(s) que indica(m) o(s) produto(s) é (são) meramente ilustrativa(s), sem nenhuma alusão técnica e/ou científica;

- De acordo com as normas da Anvisa, todo produto deve ser manipulado de acordo com o pedido do comprador, portanto será manipulado após o recebimento e aprovação do nosso farmacêutico;

- Trata-se de descrição do produto e não propaganda. Somos uma Farmácia de manipulação. Portanto, os produtos naturais anunciados neste site serão produzidos sob encomenda;

- Não faça uso de medicamentos ou produtos sem orientação de um profissional médico ou farmacêutico;

Aproveite as formas de comunicação do nosso site e saiba mais detalhes com nossa equipe farmacêutica:

Por e-mail: farmacia@oficinadeervas.com.br
Telefone: (16) 2133-4455
WhatsApp: (16) 98234-0111

- Se persistirem os sintomas, o médico ou farmacêutico deverá ser consultado;
- Evite a automedicação. O medicamento mesmo livre de obrigação de prescrição médica merece cuidado.
- As indicações postas não se tratam de propaganda, e sim de descrição do produto;
- Consulte sempre um especialista;
- As indicações dos produtos são baseadas no conhecimento científico do profissional farmacêutico e nos laudos de aquisição dos produtos junto aos fornecedores autorizados pela Anvisa.

Os medicamentos sob prescrição só serão dispensados mediante apresentação de prescrição de profissional habilitado ou cópia digital;

1- Mantenha todo e qualquer medicamento ou produtos para adultos longe do alcance de crianças;
2- Manter esse produto longe de fontes de umidade, calor, luz ou eletromagnéticas. Temperatura de melhor conservação: 15 a 30º C;
3- Não partir ou mastigar esse produto;
4- Tomar sempre com quantidades generosas de líquido;
5- Mantenha seus exames médicos em dia. A ação de fitoterápicos orais pode ser alterada em portadores de problemas de tireoide, síndrome metabólica, obesidade mórbida entre outros.
6- Exercite-se regularmente e alimente-se com bom senso. Isso garante a manutenção de sua saúde a longo prazo;
7- Não use nenhum produto com o prazo de validade vencido;
8- Mulheres grávidas ou amamentando e crianças devem consultar médico ou farmacêutico antes de utilizar este produto;
9- Os fitoterápicos, de maneira geral, possuem efeitos terapêuticos mais suaves, o que pode explicar a redução dos efeitos colaterais. Porém, alguns efeitos colaterais não descritos na literatura podem ocorrer;
10- Pessoas com hipersensibilidade às substâncias contidas na formulação não devem ingerir o produto;
11- Em caso de hipersensibilidade, recomenda- se interromper o uso e consultar o médico.

ATENÇÃO:

É permitida às farmácias e drogarias a entrega de medicamentos por via postal desde que atendidas as condições sanitárias que assegurem a integridade e a qualidade dos produtos, conforme legislação vigente.

O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário o direito à informação e orientação quanto ao uso de medicamentos solicitados por meio remoto.

RDC 44 de 17 de agosto de 2009

A dispensação de plantas medicinais é privativa das farmácias e ervanarias, observados o acondicionamento adequado e a classificação botânica e adequada orientação de profissional da saúde.

As embalagens não podem ter alegações terapêuticas.

(Lei 5991/73)

Mais Procurados