2020-10-30

Pinus pinaster: benefícios e como tomar

Conheça nossas fórmulas magistrais para Pinus pinaster.
Veja nossa lista de opções:
60 cápsulas de 75 mg E.S.,     60 cápsulas de 100 mg E.S.,     60 cápsulas de 50 mg E.S.,     

A nossa pele, quando é continuamente exposta ao sol, desenvolve manchas hiperpigmentadas, pois as células produzem mais melanina com o intuito de proteger o DNA através de um bloqueio físico ao redor dele. Com isso, também ocorre um envelhecimento precoce, pois o sol degenera as fibras colágenas e elásticas, provocando o enrugamento da pele e flacidez. Isso também provoca o ressecamento da pele, pois altera a permeabilidade da membrana tornando-a incapaz de absorver água e nutrientes e deixa a pele com um aspecto amarelado e desvitalizado.

Hoje em dia há diversos produtos naturais para ajudar a amenizar e atrasar esses sintomas, e uma das opções é uma planta chamada Pinus pinaster. Vamos conhecer mais?

 

Para que serve Pinus pinaster? Serve para tratar melasma?

Pinus pinaster

O extrato da casca do pinheiro marítimo francês, Pinus Pinaster é um medicamento natural a base de plantas, usado como suplemento oral e como um ingrediente cosmético. Há relatos de seu uso por mais de 2000 anos, tanto na Europa como nas Américas.

Antigamente era usado para a cicatrização de feridas e para o tratamento do escorbuto, pela sua ação potencializadora da vitamina C. Os estudos atuais mostram as diversas propriedades do Pinus pinaster e seus efeitos no tratamento de melasma, entre outros.

Estudos in vitro demostraram que esse extrato antioxidante de Pinus pinaster é mais potente do que as vitaminas E e C. Além disso, ele recicla a vitamina C, regenera a vitamina E e aumenta o sistema enzimático antioxidante endógeno.

Veja abaixo diversos benefícios do Pinus pinaster:

  • Ação protetora contra radiação ultravioleta.
  • Efeito anti-aging e tratamento de melasma.
  • Tratamento de veias varicosas, microvasos, distúrbios do fluxo microcirculatório cerebral e cardíaco e na alteração da fragilidade capilar.
  • Edema dos membros inferiores, na prevenção das complicações causadas pela insuficiência venosa e na prevenção da síndrome do viajante (a imobilidade a que se vê forçado o passageiro e que o predispõe à trombose).
  • Aumenta a resistência do colágeno e da elastina contra a degradação pela colagenase e elastase.
  • Combate radicais livres devido ao seu forte poder antioxidante.
  • Afecções respiratórias como sinusite, rinite, faringite, gripe, resfriado, bronquite.

 

O que é o Picnogenol?

O Pycnogenol® é o extrato da casca do pinheiro marítimo francês, Pinus Pinaster, conhecido também por Pinus marítima, Picnogenol, Pinheiro português e Pinheiro-bravo. Apresenta 95% de proantocianidinas. Na indústria farmacêutica já existe um medicamento chamado Flebon®, que possui em sua composição extrato seco de cascas de Pinus pinaster.

 

Quais as contraindicações do Extrato Seco Pinus pinaster?

Pessoas que têm hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula devem evitar usar o produto.

Mulheres grávidas e ou que estão amamentando devem usar apenas com acompanhamento do médico. Não há evidência científica de segurança no uso do extrato de Pinus pinaster na gravidez e na lactação.

Este medicamento não é indicado para uso pediátrico por falta de estudos.

Não há contraindicações para o uso em idosos até o momento.

 

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Extrato Seco Pinus pinaster?

Pode gerar em casos raros, desconforto gastrointestinal leve e transitório. Mas isso pode ser evitado se ingerir o Pinus pinaster após as refeições.

 

Quais cuidados devo ter ao usar o Extrato Seco Pinus pinaster?

Não há cuidados especiais quando administrado corretamente. 

 

Como usar o Extrato Seco Pinus pinaster?

O Pinus pinaster deve ser ingerido com o auxílio de uma pequena quantidade de água, durante ou após as refeições.

 

Posologia do Extrato Seco Pinus pinaster

Fotoproteção oral - Tomar de 75mg a 200mg ao dia, conforme necessidade, por pelo menos 3 meses. O uso a longo prazo é permitido, caso seja necessário.

Problemas circulatórios venosos, fragilidade dos vasos e inchaço (edema) - Tomar 150 mg a 200mg ao dia, por 30 dias, podendo ser usado por até 60 dias.

Síndrome do viajante - Tomar 200mg três horas antes de embarcar, 200mg seis horas depois da primeira tomada do medicamento e mais 100mg no dia seguinte.

Se necessário, a dose pode ser ajustada de acordo com a avaliação médica dos sintomas clínicos, sendo a dose máxima diária de 400 mg/dia.

 

Bibliografias

Uso-do-pycnogenol-no-tratamento-do-melasma.pdf

http://florien.com.br/wp-content/uploads/2016/06/PINUS-PINASTER.pdf

https://portal.unisepe.com.br/unifia/wp-content/uploads/sites/10001/2019/11/EFEITOS-DO-PYCNOGENOL%C2%AE-EXTRATO-DA-CASCA-DE-PINUS-PINASTER-COMO-ANTIOXIDANTE-E-CLAREADOR-%E2%80%93-REVIS%C3%83O-DE-LITERATURA.pdf

https://consultaremedios.com.br/extrato-seco-pinus-pinaster/bula

https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60137/tde-20092011-210914/publico/ANUNCIATO_TP.pdf

https://consultaremedios.com.br/flebon/bula

Comentários

Vamos lá, seja o primeiro a comentar sobre: Pinus pinaster: benefícios e como tomar

Deixe seu comentário sobre:
Pinus pinaster: benefícios e como tomar