Crajiru

Preço Especial A partir de R$ 37,00

Disponível

Resumo:

Crajiru, suas folhas têm potencial anti-tumoral, ajudando no tratamento do câncer. Crajiru trata carência de ferro Pague em até 6 x s/juros, Aproveite!
Ver descrição completa

 

Veja para que serve Crajiru

Crajirú (Arrabidaea chica)

Ação e Indicação do Crajirú:

Repositor de ferro e ação anti-tumoral. Há casos em que ele pode ser associado a outras plantas com ação antitumoral como a Graviola, Unha de Gato, Melão de São Caetano, Ipê Roxo, Cogumelo Agaricus e Astragalus

O Crajiru é uma planta medicinal também conhecida como cipó-cruz, chica, cajuru, cipó-pau, paripari, pariri, oajuru, carajuru, puca panga, chica cricket-vine (inglês), dentre outros nomes populares.

O Crajiru é uma planta comumente encontrada na Floresta Amazônica e pode ser utilizada para o tratamento de anemias cuja causa seja carência de ferro (anemia ferropriva), vez que possui grandes quantidades deste mineral em sua constituição.

Formas utilizadas do Crajiru:

- Cápsula (pó da planta);

- Tintura (líquido).

Curiosidades sobre Crajiru:

O chá de Crajiru preparado a partir de suas folhas verdes, é um líquido vermelho, tanto que seus frutos eram comumente usados por indígenas para a pintura de corpos e objetos. Há citações sobre esta propriedade corante na obra "Iracema" de José de Alencar: "Ao romper d´alva, Poti partiu para colher as sementes de crajuru que dão a bela tinta vermelha[…]".

Crajiru ou Pariri: para que serve e como tomar

O Crajiru é uma planta medicinal comum na Amazônia, também muito conhecido como Pariri. Seu nome científico é Arrabidaea chica Verlot e pertence à família Bignoniaceae.

Muito utilizado pelos índios da Amazônia, o Crajiru possui diversos benefícios para a prevenção e tratamento de doenças. Por conta dessas ações conhecidas pela cultura popular e indígena, ele é muito estudado, tanto aqui no Brasil quanto em outros países. Esses estudos acabam comprovando o uso da planta pela medicina popular e descobrindo seus compostos ativos e formas de ação.

Vamos conhecer para que serve o Crajiru (Pariri)?

 

Características do Crajiru (Pariri)

O Crajiru é uma erva medicinal arbustiva e trepadeira. Seus ramos são subtetragonos e suas folhas são compostas e trifoliadas, de fólios oblongo lanceoladas. Quando secas, as folhas adquirem uma coloração avermelhada. Suas flores são campanuladas e de cores rosa ou lilás, em panículas terminais medindo entre 18 e 20 cm de comprimento.

Outros nomes populares do Crajiru são: carajurú, crajurú, cipó cruz, paripari, capiranga, grajirú, guarajurupiranga, piranga, calajouru, karajura, krawiru, carajiru, cajuru, crejeru, oajuru, crejer, chica, cricket-vine e puca panga.

Ele cresce na África, América Central e América do Sul, desde o México até o Brasil. Mesmo prevalecendo na região Amazônica, o Crajiru nasce até o Rio Grande do Sul nas regiões de Mata Atlântica e Cerrado.

As partes utilizadas para fim terapêutico são as folhas. Que podem ser ingeridas na forma de chá, tintura ou cápsulas.

Além do uso fitoterápico, o Crajiru também é usado como corante. Suas folhas, quando passam por um processo de fermentação com anileira (Indigofera spp), soltam um corante vermelho-tijolo ou vermelho-escuro lipossolúvel, que os índios da Amazônia usam para pintar o corpo e utensílios. Esse corante também é usado para tingir algodão e é exportado em pequena quantidade com o nome de vermelho-americano. A substância responsável por essa coloração avermelhada é a 3-desoxiantocianidinas (Carajurina e Carajurona), também responsável por alguns dos benefícios do Crajiru.

Crajiru arvore

 

Crajiru ou Pariri: Para que serve? Quais são os benefícios?

Desde muitos anos atrás, o Crajiru é usado pelas tribos indígenas para tratar diversas doenças, tanto na forma de chá quanto na forma de cataplasma para evitar ataque de insetos. Por causa de seu vasto uso popular, o Pariri é usado em diversas pesquisas que buscam descobrir sua composição e comprovar seus benefícios.

Vários compostos bioativos foram descobertos nas folhas de Crajiru. Veja abaixo os principais:

  • Ácido anísico
  • Compostos Fenólicos
  • Taninos
  • Ferro assimilável
  • Cianocobalamina (Vitamina B12)
  • 3-desoxiantocianidinas (Carajurina, Carajurona)
  • Antocianinas
  • Flavonoides (Kaempferol)
  • Antraquinonas
  • Esteróides
  • Triterpenos
  • Saponinas

 

Com o levantamento de pesquisas, podemos citar vários benefícios do uso da planta. Veja abaixo para que serve o Crajiru.

  • Antianêmico
  • Anti-hipertensivo e vasorrelaxante
  • Anti-hepatotóxico
  • Antioxidante
  • Antitumoral e pró-apoptótica
  • Antimicrobiano (bactérias, fungos e leveduras)
  • Antiparasitário (leishmania e trypanosoma)
  • Anti-inflamatório e antinociceptivo
  • Antiangiogênico
  • Cicatrizante e adstringente
  • Antiulcerogênico
  • Diurético
  • Imunomodulador

 

Além disso, o Crajiru tem potencial para possíveis tratamentos contra veneno de cobra. Em uma pesquisa, foi relatado que o extrato utilizado inibiu até 92,52% do veneno da cobra Crotalus após 6 horas de exposição por via intraperitoneal

Abaixo vamos nos aprofundar um pouco mais nas ações do Crajiru.

 

Crajiru cura câncer?

Há muitos relatos no Brasil sobre o uso do Crajiru para ajudar no tratamento de câncer. E por causa dessa fama, muitos pesquisadores quiseram investigar se a planta realmente ajudava no tratamento e, se sim, como ela agia no câncer. Com isso, foi descoberto que o Crajiru pode auxiliar no tratamento de câncer de diversas formas. Veja abaixo algumas dessas ações:

  • Aumenta os níveis de células sanguíneas, que costumam cair devido aos tratamentos de quimioterapia e radioterapia.
  • Reduz a toxicidade da quimioterapia, atenuando seus efeitos adversos.
  • Com menos efeitos colaterais, também ajuda a reduzir a mortalidade.
  • Dependendo do caso, possibilita a redução da dose efetiva do quimioterápico.
  • Inibe a proliferação de células tumorais.
  • Por ser antioxidante, protege as células saudáveis e ajuda a combater as células cancerígenas.

As antocianinas presentes no Crajiru são consideradas anticarcinogênicas por serem capazes de capturar radicais livres pela doação de átomos de hidrogênio fenólicos. Sua ação antioxidante é maior que as Vitaminas C e E, desempenhando um papel importante para a prevenção de várias doenças, como o câncer.

O Crajiru também possui outros compostos antioxidantes, como os constituintes fenólicos isoscutelareina, 6-hidroxiluteolina, hispidulina, scutelareina, luteolina e apigenina.

É importante ressaltar que o câncer deve ser tratado por médicos oncologistas e tudo que o paciente for ingerir durante o tratamento, precisa passar antes pela avaliação do médico.

 

Crajiru é bom para os rins?

Sim, o Crajiru possui ação diurética, ou seja, ajuda o corpo a eliminar líquido acumulado. Além disso, ele estimula a produção de urina. Por causa dessas ações, o Pariri ajuda no tratamento de doenças urinárias como cistite, insuficiência renal, pedras nos rins, etc. Segundo Amaral e colaboradores, essa ação de diurese pode estar relacionada à presença de flavonóides na planta.

Crajiru e diuretico

 

Crajiru serve para diabetes?

As antocianinas presentes no Crajiru ajudam na prevenção e tratamento de diabetes e obesidade, tanto por possuírem atividade antioxidante quanto por controlarem a expressão do gene adipocitocina nos adipócitos (células do corpo que armazenam gordura). O Pariri também melhora as taxas do colesterol HDL (colesterol bom), ajudando ainda mais quem sofre de diabetes e colesterol alto juntos.

Uma das complicações mais comuns do diabetes é a formação de úlceras na pele, e o Crajiru também pode ajudar nisso, devido à sua ação cicatrizante. Mais abaixo vamos falar sobre essa ação e como usar o Pariri para essa finalidade.

 

Crajiru aumenta a imunidade?

Ainda não há muitas comprovações sobre o aumento da imunidade com o uso do Crajiru. Porém, em uma das pesquisas, o Pariri apresentou efeito imunomodulatório, que segundo os autores, foi atribuído à presença de flavonóides (como o kaempferol) em sua composição.

Crajiru fortalece o corpo

 

Crajiru tira a dor?

Um estudo identificou que o Crajiru possui ação antinociceptiva, ou seja, reduz a capacidade de perceber a dor, agindo como um analgésico. Isso ocorre devido a compostos como flavonoides, antocianidinas e triterpenos, que estão presentes na planta. Os flavonoides ainda agem como anti-inflamatórios, contribuindo para a amenização da dor.

 

Crajiru cura anemia?

Apesar do Crajiru ser famoso por curar anemia, ele não possui quantidade de ferro suficiente para suprir sozinho a deficiência de ferro de quem tem anemia. Mas seu uso não deve ser descartado, pois a planta é muito rica em diversos outros minerais, principalmente o magnésio.

O magnésio é muito importante para o bom funcionamento do nosso metabolismo, auxiliando na formação de ossos e dentes, contração muscular e ativação de enzimas. E a quantidade de magnésio encontrada no Crajiru é suficiente para corrigir sua deficiência.

 

Crajiru abaixa a pressão?

Sim, o Crajiru auxilia no controle da pressão arterial de duas formas. Sendo que a primeira é por causa de sua ação diurética, pois diuréticos ajudam a controlar a pressão alta.

A segunda forma de controle é pela ação vasorrelaxante, ou seja, ação relaxante dos vasos sanguíneos. Isso acontece pois, quando os vasos se distendem, há mais espaço para o sangue circular, diminuindo a pressão arterial. Segundo a pesquisa, esse efeito ocorre devido à inibição da disponibilidade de cálcio (Ca+2) intracelular, que é bloqueado na membrana citoplasmática.

Crajiru abaixa a pressao

 

Crajiru cicatriza feridas?

Sim, é comprovado que o Crajiru ajuda na cicatrização de feridas, tanto na pele quanto em mucosas. A planta possui princípios ativos que estimulam o processo cicatricial, através do aumento da síntese de colágeno e da proliferação de fibroblastos, fazendo com que a pele ou mucosa se regenerem mais rapidamente.

Além disso, pela presença de quinonas e flavonoides na composição do Pariri, ele ajuda no tratamento de infecções de fungos, bactérias e leveduras de pele, que costumam causar lesões superficiais.

 

Crajiru cura úlcera?

Da mesma forma que o Crajiru age na cicatrização de mucosas, ele ajuda a cicatrizar úlceras do estômago também. A erva melhora o fluxo sanguíneo na região, aumenta os fatores de proteção da mucosa gástrica e inibe a peroxidação lipídica por radicais livres. Segundo a pesquisa, o Pariri também ajuda no tratamento de úlceras causadas por infecção de H. pylori.

 

Crajiru é bom para o fígado?

Os flavonoides contidos no Crajiru, como a quercetina, possuem atividade antioxidante e exercem uma variedade de efeitos sobre o metabolismo do fígado, protegendo-o contra toxinas. Em um dos estudos também foi observado que houve um estímulo ao consumo de oxigênio no fígado e a inibição da produção de glicose.

Crajiru bom para o estomago e figado

 

Quais os benefícios do chá de Crajiru (Pariri)?

Os benefícios do chá de Pariri são os mesmo citados anteriormente, no caso da ingestão do chá. Mas também há a possibilidade de usar o Crajiru para banho de assento, que é muito utilizado nas tribos indígenas.

Também é possível adquirir o Crajiru na forma de cápsulas e tintura, que vão agir no corpo da mesma forma que o chá. As cápsulas são feitas com as folhas moídas e a tintura é um extrato líquido também feito das folhas do Pariri.

Devido ao seu sabor adstringente, algumas pessoas preferem tomar o Crajiru em cápsulas para não sentir o gosto da planta.

 

Como tomar o chá de Crajiru?

Como as partes utilizadas do Crajiru são as folhas, a técnica para extrair os ativos da planta é a infusão. Veja abaixo o passo a passo de como preparar o chá:

  • Esquente 250ml de água até quase ferver;
  • Adicione 1 colher de chá das folhas rasuradas (cortadas em pequenos pedaços) no recipiente;
  • Despeje a água quente por cima das folhas;
  • Tampe o recipiente e deixe em repouso entre 5 e 10 minutos;
  • Agora é só coar e beber!

O chá deve ser consumido sem açúcar e em até 24 horas.

Cha de Crajiru

 

Banho de assento com chá de Crajiru

O Crajiru possui ações muito benéficas para a saúde íntima da mulher, por isso é muito usado em banhos de assento. São três ações principais:

Antimicrobiana - ajuda no tratamento e prevenção de doenças causadas por bactérias e fungos, como candidíase. Também pode ser usado para auxiliar no tratamento de herpes e sífilis.

Cicatrizante - ajuda no tratamento de machucados da região, podendo auxiliar na recuperação do pós-parto.

Anti-inflamatória - ajuda nas inflamações uterinas, ovarianas ou causadas por afecções na região.

Para fazer o banho de assento de chá de Crajiru, é preciso preparar o chá da mesma forma, mas utilizando 1 colher de sopa da planta para 1 litro de água quente. E tenha certeza de que a água não está muito quente antes de usar, para não queimar a pele.

 

Como plantar Crajiru (Pariri)?

As mudas de Crajiru são feitas através da estaquia. São estacas de ramos lenhosos e herbáceos, com aproximadamente 20cm de comprimento. O enraizamento da planta acontece de forma casual.

 

Quais são os efeitos colaterais e contraindicações do Crajiru (Pariri)?

A toxicidade do Crajiru é muito baixa, apresentando efeito colateral leve apenas com a dosagem acima de 5g/kg por dia. Ou seja, para aparecer o efeito colateral, uma pessoa de 80kg precisaria ingerir 400g da planta diariamente.

O uso do Pariri não apresentou efeitos mutagênicos e de genotoxicidade, não havendo danos no DNA. Pessoas que têm a pressão arterial baixa devem ficar atentos a ela, pois o Crajiru pode abaixar mais a pressão.

A única contraindicação é para gestantes e mulheres em fase de amamentação, por falta de estudos que comprovem a segurança de seu uso durante esses períodos.

 

Crajiru ou Pariri: onde comprar?

Você pode comprar o Crajiru aqui mesmo, no site da Oficina de Ervas, na forma de tintura e cápsulas.

Para comprar, clique aqui.

Crajiru folha

 

 

Bibliografia:

Descrição da planta, composição e benefícios:

https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/24786/1/folder-crajiru.pdf

Monografia Arrabidaea chica (Humb. & Bonpl.) B. Verlot (Bignoniaceae)

https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/15126/2/11.pdf

Investigação científica da atividade medicinal da espécie Arrabidaea chica (Pariri)

https://monografias.ufma.br/jspui/handle/123456789/3224

Extração, caracterização e avaliação bioativa do extrato de Arrabidaea chica~

https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20164

Potencial Terapêutico da espécie vegetal Arrabidaea chica Verlot

https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/23049

Antimicrobiana:

COMPROVAÇÃO DO POTENCIAL MEDICINAL DE Arrabidaea chica (BIGNONIACEAE)

https://www.researchgate.net/publication/285028753_COMPROVACAO_DO_POTENCIAL_MEDICINAL_DE_Arrabidaea_chica_BIGNONIACEAE

Cicatrizante:

Arrabidaea chica Verlot: Formulações de liberação sustentada para aplicação em úlceras de mucosa e pele

http://repositorio.unicamp.br/jspui/bitstream/REPOSIP/288228/1/Servat-Medina_Leila_D.pdf

ATIVIDADE CICATRIZANTE DO EXTRATO BRUTO DE Arrabidaea chica (HUMB. & BONPL.) VERLOT

http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/309829

Antitumoral e antioxidante:

Avaliação das atividades antiinflamatória, antiangiogênica e antitumoral de extratos da Arrabidaea chica (Humb. & Bonpl.) B. Verlot

https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/BUOS-8SFMJ9

Atividade de extratos de Arrabidaea chica (Humb. & Bonpl.) Verlot obtidos por processos biotecnológicos sobre a proliferação de fibroblastos e células tumorais humanas

https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-40422013000300014&script=sci_arttext

Efeito protetor do extrato de Arrabidaea chica contra o câncer de mama quimicamente induzido em modelo animal

https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28605

CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DA CITOTOXICIDADE DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DE Arrabidaea chica (Humb. & Bonpl.) B. Verlot. EM LINHAGENS DE CÉLULAS HUMANAS.

http://www.ppgcf.propesp.ufpa.br/ARQUIVOS/dissertacoes/shirleyferreira.pdf

Profile of phenolic compounds and carotenoids of Arrabidaea chica leaves and the in vitro singlet oxygen quenching capacity of their hydrophilic extract

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0963996919304752

Anti-hipertensiva e vasorelaxante:

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTI-HIPERTENSIVA DO EXTRATO DE Arrabidaea chica Verlot EM RATOS ESPONTANEAMENTE HIPERTENSOS

http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rcisaude/article/view/4064/0

Toxicidade:

Investigação dos efeitos toxicos e anti-hipertensivo de Arrabidaea chica Verlot (Bignoniaceae)

https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6828

Ação antinociceptiva:

Efeito de Arrabidaea chica Verlot na dor neuropática pós-traumática em ratos

https://tede2.ufma.br/jspui/handle/tede/2134

https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-17102006-153253/publico/ResumoDissert.pdf

Antiulcerogênico:

Avaliação da toxicidade, da atividade antiulcerogênica e antimicrobiana do extrato hidroetanólico de Arrabidea chica (Humb. & Bonpl.) B. Verl.

https://ri.ufmt.br/handle/1/1614

Ação antifúngica para candidíase:

Atividade inibitória in vitro de extratos de Arrabidaea chica (Verlot.) sobre Candida albicans

http://repositorio.unitau.br:8080/jspui/handle/20.500.11874/3440

Ação imunomoduladora

Effect of Arrabidaea chica extracts on the Ehrlich solid tumor development

https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-695X2012000200017&script=sci_arttext

Anemia

Determinação da concentração do elemento ferro e demais constituintes inorgânicos (zn, mg, mn, pb, cu, ni, cr) no solo, na folha, chá e tintura da Fridericia chica (Bonpl.) L. G. Lohmann

http://repositorio.unifap.br/handle/123456789/226

Crajiru, suas folhas têm potencial anti-tumoral, ajudando no tratamento do câncer. Crajiru trata carência de ferro Pague em até 6 x s/juros, Aproveite!

Crajiru  Câncer  Anti-tumoral  Cajuru  Paripari  Piranga  Chica  Pariri  Cipó-Cruz  Carajurú  Arrabidea chica  Arrabidaea chica  Anemia  Repositor de ferro  Antitumoral  Fonte de ferro  Grajiru  Cragiru  Crajuru  Gragiru  Carajuru  Oajuru  Guarajuru  Cancer  Tumor 

Deixe sua avaliação

Avaliações de clientes reais

Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico (Informe Cientifico do fornecedor).

Não garantimos os resultados descritos, estes variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como, o uso correto do produto conforme descrito na posologia.

- Produto adjuvante e suplemento alimentar. A prática de atividade física regular e bons hábitos alimentares são imprescindíveis para manutenção da saúde;

- A(s) imagen(s) que indica(m) o(s) produto(s) é (são) meramente ilustrativa(s), sem nenhuma alusão técnica e/ou científica;

- De acordo com as normas da Anvisa, todo produto deve ser manipulado de acordo com o pedido do comprador, portanto será manipulado após o recebimento e aprovação do nosso farmacêutico;

- Trata-se de descrição do produto e não propaganda. Somos uma Farmácia de manipulação. Portanto, os produtos naturais anunciados neste site serão produzidos sob encomenda;

- Não faça uso de medicamentos ou produtos sem orientação de um profissional médico ou farmacêutico;

Aproveite as formas de comunicação do nosso site e saiba mais detalhes com nossa equipe farmacêutica:

Por e-mail: farmacia@oficinadeervas.com.br
Telefone: (16) 2133-4455
WhatsApp: (16) 98234-0111

- Se persistirem os sintomas, o médico ou farmacêutico deverá ser consultado;
- Evite a automedicação. O medicamento mesmo livre de obrigação de prescrição médica merece cuidado.
- As indicações postas não se tratam de propaganda, e sim de descrição do produto;
- Consulte sempre um especialista;
- As indicações dos produtos são baseadas no conhecimento científico do profissional farmacêutico e nos laudos de aquisição dos produtos junto aos fornecedores autorizados pela Anvisa.

Os medicamentos sob prescrição só serão dispensados mediante apresentação de prescrição de profissional habilitado ou cópia digital;

1- Mantenha todo e qualquer medicamento ou produtos para adultos longe do alcance de crianças;
2- Manter esse produto longe de fontes de umidade, calor, luz ou eletromagnéticas. Temperatura de melhor conservação: 15 a 30º C;
3- Não partir ou mastigar esse produto;
4- Tomar sempre com quantidades generosas de líquido;
5- Mantenha seus exames médicos em dia. A ação de fitoterápicos orais pode ser alterada em portadores de problemas de tireoide, síndrome metabólica, obesidade mórbida entre outros.
6- Exercite-se regularmente e alimente-se com bom senso. Isso garante a manutenção de sua saúde a longo prazo;
7- Não use nenhum produto com o prazo de validade vencido;
8- Mulheres grávidas ou amamentando e crianças devem consultar médico ou farmacêutico antes de utilizar este produto;
9- Os fitoterápicos, de maneira geral, possuem efeitos terapêuticos mais suaves, o que pode explicar a redução dos efeitos colaterais. Porém, alguns efeitos colaterais não descritos na literatura podem ocorrer;
10- Pessoas com hipersensibilidade às substâncias contidas na formulação não devem ingerir o produto;
11- Em caso de hipersensibilidade, recomenda- se interromper o uso e consultar o médico.

ATENÇÃO:

É permitida às farmácias e drogarias a entrega de medicamentos por via postal desde que atendidas as condições sanitárias que assegurem a integridade e a qualidade dos produtos, conforme legislação vigente.

O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário o direito à informação e orientação quanto ao uso de medicamentos solicitados por meio remoto.

RDC 44 de 17 de agosto de 2009

A dispensação de plantas medicinais é privativa das farmácias e ervanarias, observados o acondicionamento adequado e a classificação botânica e adequada orientação de profissional da saúde.

As embalagens não podem ter alegações terapêuticas.

(Lei 5991/73)

Mais Procurados