Graviola

Preço Especial A partir de R$ 6,90

Disponível

Resumo:

Compre graviola e saiba mais para que serve, os benefícios de sua fruta, árvore, chá e cápsulas! Pague em até 6 x s/juros, Aproveite!
Ver descrição completa

Fórmula Magistral Unitário Quantidade  

Chá 30g

R$ 6,90  

Tintura 60mL

R$ 33,00  

90 cápsulas de 300mg

R$ 42,00  

Extrato Fluido 60mL

R$ 45,00  

Tintura 60mL (Kit com 2 frascos)

R$ 66,00
R$ 59,40
 

90 cápsulas de 300mg (Kit com 2 frascos)

R$ 84,00
R$ 75,60
 

 

Veja para que serve Graviola

Graviola (Annona muricata)

AÇÃO E INDICAÇÃO:

Auxilia no controle de diabetes. Anti-tumoral.

Não existe evidência definitiva para mostrar que a Graviola funciona como a cura para o câncer. Entretanto, em alguns estudos de laboratórios, os extratos de Graviola foram capazes de eliminar alguns tipos de células de câncer de fígado e câncer de seio que normalmente são resistentes a algumas drogas quimioterápicas específicas. Os estudos mostraram ainda que, ao contrário destas drogas, a Graviola atacava as células doentes, mas não danificava as saudáveis.

Veja reportagem do matéria do Globo Reporter falando sobre as pesquisas relacionadas sobre a Graviola e Câncer.

FORMAS UTILIZADAS:

- Cápsula (pó da planta);

- Tintura (líquido);

- Extrato Fluido (líquido);

- Chá (rasura).

Graviola - conheça os benefícios da fruta e da árvore

graviola

A Gravioleira ou Graviola (Annona muricata L.) é uma árvore de pequeno porte, com altura de 4 a 8 metros, de copa pequena, poucos ramos e folhagem compacta. Suas folhas são alternadas e suas flores são amareladas, em duas séries de três. Ela produz frutos grandes, que chegam a pesar 8kg, são bastante aromáticos e de sabor agradável.

Essa fruteira, da família Annonaceae, é originária da América Tropical, mais especificamente das Antilhas, e atualmente é cultivada na região amazônica e encontrada em florestas tropicais.

As espécies do gênero Annona são utilizadas em diversas culturas para tratar diferentes doenças.

Benefícios da Graviola

Todas as partes da gravioleira são usadas na medicina natural na área tropical, incluindo os galhos, folhas, frutas e sementes. Diferentes povos da região usam cada parte para uma função, mas há benefícios parecidos que estão presentes em todas as partes da planta.

A gravioleira possui diversos compostos bioativos que são os responsáveis pelos benefícios da planta. Os principais componentes são:

  • Acetogeninas;
  • Alcaloides;
  • Óleos essenciais;
  • Flavonoides;
  • Terpenoides.

Os benefícios da graviola, presentes em toda a planta, são:

  • Regular o açúcar no sangue em casos de pré-diabetes e diabetes;
  • Tratar infecções parasitárias tanto internas como externas (vermes, giárdia, piolhos, etc.);
  • Ação antioxidante;
  • Ação analgésica;
  • Ação anti-inflamatória.

Além dessas ações gerais, há os benefícios específicos de cada parte da planta também.

Benefícios da fruta Graviola

graviola aberta

A fruta graviola é utilizada também para ajudar no tratamento de:

  • Febre;
  • Doenças respiratórias;
  • Malária;
  • Problemas gastrointestinais (diarreia);
  • Reumatismo;
  • Agitação;
  • Pouca produção de leite em lactantes.

A parte de dentro da fruta graviola, além de gostosa, também é muito nutritiva, contendo potássio, fibras e vitaminas B, B2 e C. Ela é feita de 80% de água, 1% de proteína, 18% de carboidratos.

Benefícios de cada parte da árvore de Graviola

Os galhos e cascas da árvore, além dos benefícios gerais, também são usados para agitação e problemas gastrointestinais, como diarreia e gases.

A folha da gravioleira é a parte mais utilizada na medicina natural da região, na forma de chá ou tintura (garrafada). Além das ações gerais, os benefícios das folhas de graviola também ajudam no tratamento de:

  • Doenças respiratórias (tosse, asma);
  • Problemas gastrointestinais (diarreia, gases);
  • Febre;
  • Pressão alta;
  • Malária;
  • Agitação;
  • Reumatismo;
  • Doenças autoimunes;
  • Dor de cabeça.

Sendo assim, é possível tirar benefícios da graviola como um todo, sem desperdícios. 

Graviola cura câncer?

A acetogenina, presente nas folhas, galhos e sementes da gravioleira, é uma substância que já era estudada, mas vem ganhando destaque no mundo acadêmico devido ao seu grande potencial na prevenção e tratamento de diversos tipos de câncer.

Estudos têm mostrado que a acetogenina possui atividade citotóxica em células cancerígenas, ou seja, a substância consegue selecionar as células cancerígenas para matá-las sem afetar as células saudáveis. Já foram feitas pesquisas em câncer de mama, pâncreas, próstata, pulmão, fígado e pele. Em algumas pesquisas, também foi observado que a acetogenina ajudou a inibir metástase, regular o sistema imunológico e reduzir inflamação causada pelo câncer.

A graviola pode ser usada como um substituto do Crajiru, planta comumente utilizada para as mesmas finalidades antitumorais no tratamento de câncer, mas que é difícil de ser encontrada por ser nativa do norte do país e pouco conhecida fora dessa região. (Saiba mais sobre o Crajiru aqui.)

Apesar desses estudos muito promissores, ainda não se pode descartar o tratamento convencional do câncer. O uso de graviola para tratamento de câncer deve ser acompanhado pelo médico especializado e a pessoa deve seguir suas orientações. Mas ainda é possível usar a graviola para prevenção de câncer pois, além da acetogenina, a planta possui alcaloides, que também ajudam a prevenir a doença.

flor de graviola

Graviola emagrece?

A graviola pode ajudar a emagrecer como um reflexo de sua ação antidiabética. Apesar de serem duas coisas distintas, ambas têm algo em comum: uma enzima produzida no intestino delgado que se chama alfa-glucosidase.

A enzima alfa-glucosidase é liberada no intestino delgado para quebrar as moléculas grandes de carboidratos que a gente come, como o açúcar. Quando os carboidratos são quebrados, ficam mais fáceis de serem absorvidos pelo nosso corpo. Então quanto mais enzima o nosso intestino produzir, mais açúcar e outros carboidratos nosso corpo vai absorver.

Quando o intestino delgado libera menos alfa-glucosidase, os carboidratos demoram mais tempo para serem absorvidos e as moléculas grandes que sobram são eliminadas nas fezes. É justamente assim que a graviola age no organismo. Alguns de seus compostos bioativos diminuem a liberação da enzima alfa-glucosidade, reduzindo a absorção de carboidratos, controlando o nível de açúcar no sangue e, por consequência, ajudando no emagrecimento.

Lembrando que a graviola pode ser usada para ajudar no emagrecimento, mas não vai resolver tudo sozinha. É importante fazer exercícios com frequência e ter uma alimentação saudável para manter a saúde e o bem-estar.

Como consumir Graviola: Tomar em cápsulas, chá ou suco

Existem diversas formas de ingerir a graviola e obter seus benefícios. Leve em consideração qual parte da planta deseja consumir, quais propriedades você busca para decidir como comer a graviola.

A fruta pode ser consumida in natura ou na forma de sucos, sorvetes, compotas, etc. Comer graviola e produtos derivados com frequência é uma forma gostosa e fácil de obter nutrientes e prevenir doenças. Mas, para tratamentos de saúde, a fruta pode não ter ativos suficientes, pois é composta por 80% de água como citamos acima.

como comer graviola

Outras partes da gravioleira podem ser consumidas na forma de chá, em cápsulas, tintura e extrato. Essas formas são mais concentradas e são melhores para ajudar em tratamentos. Dentre as opções, os extratos são os que possuem maior concentração de substâncias benéficas para o organismo. Além disso, consumir a graviola a partir do chá, em cápsulas, tintura e extratos, também ajuda a pessoa a padronizar melhor a dosagem diária da planta que é consumida.

Para fazer o chá de graviola, você pode usar a seguinte receita

Receita de chá de graviola:

Adicione 1 colher das folhas secas em uma xícara de água fervente. Tampe a xícara, espere 5 minutos e coe. Se quiser, pode adoçar o chá antes de beber, mas tomar sem açúcar é ainda melhor.

Como tomar graviola em cápsulas, tintura ou extrato

A cápsula de graviola pode ser tomada 3 vezes ao dia.

Já a tintura e extrato de graviola são consumidos em forma de gotas. Você pode consumir de 15 a 20 gotas de tintura ou extrato 3 vezes ao dia.

Preço e onde comprar Graviola

A fruta graviola pode ser comprada em mercados e feiras. Ela é relativamente fácil de ser encontrada, porém o preço varia bastante de uma região para outra. Já as outras partes da planta não são muito consumidas, por isso são mais difíceis de se encontrar na forma fresca. É mais comum encontrá-las na forma desidratada (secas) ou a graviola em cápsulas, chás, extratos e tinturas.

Você pode encontrar esses produtos manipulados de graviola aqui na Farmácia Oficina de Ervas, com garantia de qualidade e a preços acessíveis.

Para comprar graviola, clique aqui.

Compre graviola e saiba mais para que serve, os benefícios de sua fruta, árvore, chá e cápsulas! Pague em até 6 x s/juros, Aproveite!

Graviola  Diabete  Anticancerígeno  Muricata  Anti-tumoral  Annona muricata  Diabetes  Hiperglicemia  Câncer  Antitumural  Crajiru com graviola  Antitumoral 

Deixe sua avaliação

Avaliações de clientes reais

Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico (Informe Cientifico do fornecedor).

Não garantimos os resultados descritos, estes variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como, o uso correto do produto conforme descrito na posologia.

- Produto adjuvante e suplemento alimentar. A prática de atividade física regular e bons hábitos alimentares são imprescindíveis para manutenção da saúde;

- A(s) imagen(s) que indica(m) o(s) produto(s) é (são) meramente ilustrativa(s), sem nenhuma alusão técnica e/ou científica;

- De acordo com as normas da Anvisa, todo produto deve ser manipulado de acordo com o pedido do comprador, portanto será manipulado após o recebimento e aprovação do nosso farmacêutico;

- Trata-se de descrição do produto e não propaganda. Somos uma Farmácia de manipulação. Portanto, os produtos naturais anunciados neste site serão produzidos sob encomenda;

- Não faça uso de medicamentos ou produtos sem orientação de um profissional médico ou farmacêutico;

Aproveite as formas de comunicação do nosso site e saiba mais detalhes com nossa equipe farmacêutica:

Por e-mail: farmacia@oficinadeervas.com.br
Telefone: (16) 2133-4455
WhatsApp: (16) 98234-0111

- Se persistirem os sintomas, o médico ou farmacêutico deverá ser consultado;
- Evite a automedicação. O medicamento mesmo livre de obrigação de prescrição médica merece cuidado.
- As indicações postas não se tratam de propaganda, e sim de descrição do produto;
- Consulte sempre um especialista;
- As indicações dos produtos são baseadas no conhecimento científico do profissional farmacêutico e nos laudos de aquisição dos produtos junto aos fornecedores autorizados pela Anvisa.

Os medicamentos sob prescrição só serão dispensados mediante apresentação de prescrição de profissional habilitado ou cópia digital;

1- Mantenha todo e qualquer medicamento ou produtos para adultos longe do alcance de crianças;
2- Manter esse produto longe de fontes de umidade, calor, luz ou eletromagnéticas. Temperatura de melhor conservação: 15 a 30º C;
3- Não partir ou mastigar esse produto;
4- Tomar sempre com quantidades generosas de líquido;
5- Mantenha seus exames médicos em dia. A ação de fitoterápicos orais pode ser alterada em portadores de problemas de tireoide, síndrome metabólica, obesidade mórbida entre outros.
6- Exercite-se regularmente e alimente-se com bom senso. Isso garante a manutenção de sua saúde a longo prazo;
7- Não use nenhum produto com o prazo de validade vencido;
8- Mulheres grávidas ou amamentando e crianças devem consultar médico ou farmacêutico antes de utilizar este produto;
9- Os fitoterápicos, de maneira geral, possuem efeitos terapêuticos mais suaves, o que pode explicar a redução dos efeitos colaterais. Porém, alguns efeitos colaterais não descritos na literatura podem ocorrer;
10- Pessoas com hipersensibilidade às substâncias contidas na formulação não devem ingerir o produto;
11- Em caso de hipersensibilidade, recomenda- se interromper o uso e consultar o médico.

ATENÇÃO:

É permitida às farmácias e drogarias a entrega de medicamentos por via postal desde que atendidas as condições sanitárias que assegurem a integridade e a qualidade dos produtos, conforme legislação vigente.

O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário o direito à informação e orientação quanto ao uso de medicamentos solicitados por meio remoto.

RDC 44 de 17 de agosto de 2009

A dispensação de plantas medicinais é privativa das farmácias e ervanarias, observados o acondicionamento adequado e a classificação botânica e adequada orientação de profissional da saúde.

As embalagens não podem ter alegações terapêuticas.

(Lei 5991/73)

Mais Procurados