Saúde da Pele de dentro pra fora: Como cuidar além da Alimentação

Tudo o que a gente ingere se reflete na nossa saúde — e também na nossa pele! É verdade: a pele é um espelho dos nossos hábitos saudáveis ou da falta dele. Mas você sabia que existem mais aliados do que a boa nutrição e hidratação para deixar a pele mais saudável? No informativo deste mês, a Oficina de Ervas vai te explicar como tratar da pele de dentro para fora!

 

Primeiro, vamos entender a pele!

Os cuidados com a pele têm recebido cada vez mais atenção das pessoas, principalmente por conta de vídeos de influenciadores nas redes sociais mostrando diversas rotinas de skincare. Há quem faça vídeos com várias etapas — muitas delas desnecessárias e/ou com produtos inacessíveis financeiramente — e pouco comenta-se de fatores internos que influenciam a saúde da pele.

Mas nada adianta se armar com um arsenal inteiro de produtos caros e continuar com uma alimentação desequilibrada, sem se hidratar direitinho!

Por isso, a Oficina de Ervas veio conversar com você para explicar mais sobre o assunto, começando do básico: antes da pele ser alvo da nossa atenção estética, a pele é um órgão! E como qualquer órgão, é muito importante cuidar dele através de hábitos saudáveis.

Nós já falamos um pouco sobre a pele no conteúdo sobre argilas, que você pode ler clicando no link a seguir: "Argila Negra e Argila Verde: para que serve e como usar". Mas vamos também reforçar pontos importantes sobre a pele!

 

Esse lembrete da pele como um órgão parece banal, entretanto é importante entender a pele desse jeito para não cair nas falácias anunciadas com tanta facilidade na internet. Não, não existe receita milagrosa para a pele sem cuidar do básico e nenhum creme, hidratante, esfoliação ou receita caseira vai anular danos de sol e marcas profundas de forma instantânea e com eficácia total.

Outro ponto importante: a maioria dos cosméticos vai até a primeira camada da pele, afinal, a pele tem esse objetivo de manter coisas do lado de fora mesmo. Por exemplo, alguns compostos são mais responsáveis por manter a hidratação natural da pele, impedindo a água de sair, do que “inserir” maior hidratação nela. Isso não torna esse tipo de cosmético ruim, mas é melhor entender como funciona do que ser levado por uma falsa impressão — ou até pagar demais por um mecanismo simples que pode existir em opções mais baratas.

O inverso tem riscos: cosméticos que atravessam mais facilmente a primeira camada de pele podem trazer alguns incômodos temporários. Dependendo do composto, por exemplo o retinol, há perigo de alta sensibilização em peles sensíveis — o que pode ser bem complicado para peles com melasma ou rosácea.

 

 

A regra de ouro para dermocosméticos é tentar entender o seu tipo de pele e suas necessidades, fazer o básico e não cair em anúncios mirabolantes. E na dúvida, se consultar com especialistas.

Agora que você entende um pouco mais sobre a pele, vamos falar de algo ainda mais complicado: o tempo.

 

A pele e o envelhecimento

Hora de esclarecer um ponto muito importante: envelhecer não é um problema! O problema é a gente basear nossa autoestima (e ideais de beleza) somente na juventude, que naturalmente se esvai com o tempo. Existe beleza também com o passar dos anos com saúde! Então quando você olhar para o seu rosto no espelho da próxima vez, se enxergue com mais carinho e menos cobrança por algo inevitável, que é o passar do tempo.

De maneira geral, os sinais visíveis de envelhecimento na pele estão associados à diminuição de síntese de colágeno e elastina, redução da renovação celular e da produção de lipídios nas camadas da pele. Esses processos podem ser facilitados pela genética e fatores externos — e pela falta de cuidados "internos" também, como alimentação.

Os sinais clássicos de envelhecimento na pele são:

 

Há alguns fatores evitáveis, outros não.

É possível conservar melhor a saúde e a beleza da pele e, cada vez mais, desenvolve-se novas opções de skincare para a pele do rosto. Só não se esqueça que parte dos cuidados são internos, a maioria de todos os cuidados preventivos são simples e que saúde é beleza!

E cuidado: Muitas imagens que vemos hoje, como fotos de pessoas famosas ou até subcelebridades em redes sociais, passam por filtros, retoques e maquiagem profissional para ficar daquela forma impecável que observamos. Sabia que até fotos antigas de atrizes de Hollywood passavam por retoques? É, a manipulação de imagens não foi algo inventado no século XXI com a internet! É possível sim ter uma pele saudável e bonita, mas não entre na paranóia de ser exatamente como as pessoas (incluindo pessoas mais velhas) que você vê na mídia.

Manter as expectativas reais das nossas condições com a pele nos traz mais segurança e calma para enfrentar ideais de beleza no mundo. Infelizmente, pessoas cada vez mais jovens estão preocupadas com o envelhecimento da pele e não raramente buscam tratamentos que são desnecessários para sua faixa etária ou intervenções estéticas invasivas.

Se você é uma pessoa jovem que se identificou com isso ou é responsável por pessoas jovens que demonstram preocupações excessivas com a pele — além do natural, já que adolescentes são mais propensos a abalos na autoestima pelo surgimento de acne — tente entender melhor sobre o assunto e sobre como a indústria de cosméticos também é muito influenciada pelo marketing. Busque ajuda profissional para cuidar da autoestima!

 

 

Fatores Internos que afetam a pele

Você já sabe os fatores externos que afetam a nossa pele, como o sol, poluição, exposição à climas ou temperaturas rigorosas e os poucos cuidados (ou cuidados inadequados) com produtos. Só não podemos esquecer que beleza e saúde são indissociáveis — tanto é que alimentação e skincare estão mais próximos do que você imagina!

Veja abaixo a lista de fatores internos que afetam a pele:

 

Alimentação

Manter uma alimentação equilibrada é sempre uma orientação sensata, mas se você não sabe como isso está relacionado com a pele, vamos explicar: opções de alimentos mais saudáveis oferecem nutrientes fundamentais para o funcionamento dos nossos órgãos.

Ou seja, fica bem mais fácil para nossa pele funcionar certinho, recebendo substâncias indispensáveis (como vitaminas e minerais) para sua saúde plena. Em geral, deve-se evitar alimentos ultraprocessados, gordurosos e carboidratos simples, focando na grande variedade de legumes, verduras, frutas e grãos integrais.

Antioxidantes presentes em muitos vegetais fazem muito bem. Sabia que a vitamina C também ajuda internamente na saúde da pele? Pois é, ajuda na formação de colágeno e na manutenção de vitamina E, que também é antioxidante.

Cuidar da microbiota intestinal também vem sendo indicado para manter a pele saudável, já que a microbiota intestinal também desempenha um papel importante na absorção de nutrientes essenciais para o funcionamento dos órgãos, incluindo a pele. Alimentos como iogurte, queijo e até kombucha ajudam a microbiota intestinal e, felizmente, são opções acessíveis.

 

Hidratação

O mesmo raciocínio para alimentação vale para hidratação: Água é fundamental para o funcionamento pleno do nosso organismo!

Embora o consumo de água não vá direto para a pele (e sim o caminho normal no nosso trato digestivo, depois fazendo parte do nosso sangue e saindo através do nosso sistema urinário), a água é importante porque serve de veículo no sangue para nutrientes, minerais e oxigênio ser distribuído no corpo todo. Uma hidratação normal garante tudo isso! E também garante a eliminação de resíduos metabólicos e substâncias tóxicas no sistema excretor.

Além de ingerir água, aposte em outras opções como chás, água de coco e sucos. Só preste atenção na ingestão de açúcar! Tanto no inverno quanto no verão, devemos nos atentar ao quanto tomamos água — E nem é necessário exagerar. O excesso de água não traz mais benefícios que uma hidratação normal, só vai te fazer urinar mais.

 

 

Hormônios e suplementos

Pessoas do sexo feminino conseguem relacionar os efeitos de ciclos menstruais e surgimento de acne, que geralmente aumenta pouco antes e durante a menstruação. Existem mais detalhes nessa história! Todos nós, tanto do sexo masculino quanto feminino, temos glândulas sebáceas que aumentam atividade na puberdade — e que são influenciadas por hormônios androgênios, principalmente a testosterona.

E vale lembrar: não é o sebo em si que causa a acne, mas o bloqueio dos poros pelo excesso de sebo pode favorecer o surgimento de bactérias, incluindo aquelas associadas à acne. Os mecanismos de hormônios sexuais na pele ainda são estudados, mas em geral nota-se que androgênios tendem a aumentar a acne e outros hormônios, como o estrogênio e a progesterona, também têm seu papel na oleosidade e elasticidade da pele.

E o papel desses hormônios não se limita à puberdade, menstruação e libido. Existem outros detalhes que precisam ser averiguados: Pacientes com Síndrome do Ovário Policístico costumam ter níveis maiores de androgênios, que impactam em outros sintomas e afetam a autoestima.

 

 

Pessoas que passam por terapia hormonal, seja para tratamento de uma condição específica ou hormonização em pacientes trans, podem notar diferenças no aspecto da pele. Por isso, é importante manter um bom acompanhamento médico.

Em geral, formulações com testosterona podem aumentar a incidência de acne. Então, mesmo que você esteja tomando algo do tipo para aumentar massa muscular ou se optou pelo "chip da beleza" (um implante hormonal subcutâneo que tem diversos efeitos colaterais e preocupa médicos sérios), é possível que a acne seja mais evidente.

Existem outras questões hormonais que podem afetar o aspecto da pele, mas aqui nós focamos nas mais comuns e menos preocupantes. Pele amarelada, por exemplo, pode indicar problemas no fígado e ressecamento excessivo pode sinalizar questões na tireoide. O cortisol, que é outro hormônio, também tem seu impacto na pele. Vale sempre buscar avaliação médica!

Outros suplementos relacionados a alterações na pele são o suplemento de vitamina B12 e o uso de suplementos de proteína. Sobre a proteína, é necessária uma explicação: não são todas as pessoas que sentem aumento de acne com suplementação de proteína e geralmente isso está relacionado à alguma sensibilidade à lactose em suplementos derivados do leite. Pode ser resolvido com substituições simples, como suplementos vegetais e/ou ênfase na alimentação.

E não pare de suplementar vitamina B12 antes de conversar com profissionais da área da saúde! Ela é uma vitamina que desempenha muitas funções importantes no nosso corpo e, se estiver em falta, é bem possível que valha a pena ter mais acne durante um período.

 

 

Atividades físicas

A relação entre os benefícios das atividades físicas e a beleza da pele é indireta, mas você vai entender: Quando nos exercitamos, a circulação do nosso sangue é estimulada. Isso já melhora a oxigenação de órgãos e o fluxo de substâncias, incluindo nutrientes, pelo corpo — e também melhora de maneira sistêmica a saúde e condicionamento físico.

A transpiração, ainda que possa ser desagradável para muitas pessoas, é também bem importante para regular a temperatura e eliminar toxinas através do suor. E se você está se perguntando se o suor em si não prejudica a beleza da pele, calma: é só usar roupas adequadas para as atividades físicas e tomar um bom banho em seguida.

Exercícios também melhoram a microbiota intestinal (que já falamos na parte de alimentação acima), a produção de hormônios benéficos ao humor e reduz o cortisol. No caso do cortisol, há relação desse hormônio com a perda de elasticidade da pele. O sono também é melhorado com a rotina de atividades físicas, que é outro fator que impacta a pele.

Se for praticar atividades físicas ao ar livre, não se esqueça do protetor solar e outros itens como bonés, chapéus, óculos escuros e garrafa d’água!

 

 

Sono

Os malefícios de noites maldormidas são subestimados e, na beleza da pele, impactam muito mais do que no surgimento de olheiras. É no sono que nosso organismo se recupera e se restaura a nível celular, favorecendo o reparo de tecidos, síntese de proteínas e crescimento muscular. São benefícios bem abrangentes que abraçam a melhora do humor, do condicionamento físico, do sistema imune e também aparência da pele.

Se você tem problemas relacionados ao sono, é bom investigar para melhorar sua saúde em geral, não somente pela beleza. Leia nosso informativo sobre Distúrbios do Sono clicando aqui.

Que tal planejar uma rotina mais calma no desfecho do dia? Você pode tomar chás e também incluir produtos tópicos para passar no rosto antes de se deitar.

 

Estresse

O estresse é muito comum na vida contemporânea e é bom evitá-lo por diversas razões: tanto pela sua sensação de paz e qualidade de vida, quanto pela sua saúde — e também pela beleza da pele.

O cortisol, também chamado de hormônio do estresse, piora a elasticidade da pele. O estresse crônico impacta no sono e também favorece o excesso de radicais livres, que impactam negativamente o nosso equilíbrio celular. Ou seja: envelhecimento e danos na pele acelerados. Além disso, nervosismo e estresse estão relacionados a surgimento de dermatites, alergias, erupções cutâneas e podem influenciar também no desencadeamento de vitiligo (ainda que isso seja mais comum em pessoas com algum fator hereditário).

 

 

Outras dicas valiosas

O consumo de álcool e abuso de substâncias (fármacos sem prescrição, álcool, tabaco, vape, pod, etc) também impactam diretamente na saúde, também afetando a pele. Evite sempre que possível e busque ajuda caso não consiga largar vícios.

Como dá para perceber, muita coisa afeta a nossa pele — e não é só pele do rosto! Todos os fatores explicados anteriormente afetam a pele do corpo também, por exemplo o desequilíbrio hormonal e a suplementação de vitamina B12.

Se você enfrenta principalmente problemas com acne no corpo, como ombros, colo e costas, é uma boa estratégia conferir o que internamente pode influenciar a questão. Será que não é Síndrome do Ovário Policístico ou sinal de que é melhor dar uma revisada na sua alimentação e/ou suplementação?

Para acne corporal, há cuidados externos também. Talvez eles não sejam tão comuns ou recebam a mesma atenção de muitas empresas de dermocosméticos, mas não precisa ser complicado.

Prefira tecidos leves e arejados, não se exponha diretamente ao sol e higienize bem a pele após transpirar. Outra orientação é conferir se você se enxagua direitinho no banho. Para quem tem cabelo comprido, essa orientação é bem importante: certos produtos capilares são oleosos e podem escorrer pelas costas e, se não enxaguados corretamente, obstruem os poros e favorecem a acne. Teste curvar o corpo para frente ao lavar o cabelo, sem que a água escorra com produtos para as costas, ombros e colo.

Tratamentos convencionais apostam em elementos como ácido salicílico, ácido glicólico e o peróxido de benzoíla — e esse último tende a ser mais intenso (concentrações de 5% e 10%), podendo manchar roupas. Por isso, geralmente é usado à noite. É bom consultar especialistas para não usar algo forte demais!

E se você procura alternativas mais naturais, a Oficina de Ervas pode ajudar também: Temos o Gel de Bardana Composto Anti-acne (ver produto) e o Sabonete Própolis Composto Anti-acne (ver produto) que podem fazer parte do seu tratamento facial e corporal.

 

Lembrete dos cuidados externos

Até o momento, explicamos sobre fatores internos que impactam a aparência da pele, pois são pontos que afetam a nossa saúde em geral e que podem explicar alguns períodos de maior incidência de acne. Entender essas questões pode melhorar nossos cuidados, expectativas e também nossa autoestima!

E para lembrar, alguns cuidados simples externos fazem muito bem. Veja abaixo rotinas fáceis que podem ser seguidas em poucos minutos:

 

Rotina de skincare matinal:

  1. Limpeza com sabonete adequado ao seu tipo de pele
  2. Tônico, se necessário
  3. Tratamento: sérum, antioxidantes tópicos, hidratantes... Depende do seu objetivo
  4. Filtro solar


Rotina de skincare noturna:

  1. Se estiver de maquiagem, use produtos mais adequados para remoção de maquiagem: demaquilantes ou os famosos cleansing oil ou cleansing balm
  2. Limpeza com sabonete adequado ao seu tipo de pele
  3. Tônico, se necessário
  4. Tratamento: Sérum, antioxidantes e anti-aging mais fortes, hidratante... Depende do seu objetivo. Costumam ser tratamentos mais potentes e que podem sensibilizar mais a pele em caso de exposição à luz, por isso são usados antes de dormir, à noite.

 

 

Novidades da Oficina de Ervas:

Esfoliar a pele garante maior renovação celular dessa camada superficial da pele, pois ajuda a eliminar as células mortas. Assim, sua pele fica mais uniforme e, devido a outros ativos dos dermocosméticos, mais hidratada e saudável!

E já que queremos opções seguras, listamos aqui as novidades:

1 — Sabonete gel esfoliante de Romã, Hibisco e Nozes

Pode ser usado 1 vez ao dia, com movimentos suaves sobre a pele úmida, sempre levando em consideração a força aplicada. Faça movimentos suaves, enxágue e seque a pele com delicadeza.

2 — Peeling enzimático de Romã Zyme 10%

Pode ser usado 1 vez por semana. Diferente dos esfoliantes físicos, o esfoliante enzimático é químico: tem enzimas que ajudam a quebrar e retirar essas impurezas sobre a pele. Basta aplicar na pele limpa e seca, quantidade suficiente para espalhar uma camada média e uniforme sobre a pele. Aguarde 20 minutos e enxágue.

3 — Peeling enzimático de Romã Zyme 30%

Deve ser usado apenas 1 vez por mês. Esse produto possui maior concentração de ativo, de 30% do extrato enzimático de Romã Zyme, com o efeito mais potente. O método de uso é igual: Aplicar na pele limpa e seca, espalhando todo o conteúdo do sachê uniformemente sobre a pele. Aguarde 20 minutos e enxágue.

Os peelings são mais intensos do que o sabonete esfoliante, principalmente o de Romã Zyme 30%. Antes de usar, avalie a sensibilidade da sua pele e jamais saia ao sol logo depois, ainda mais sem protetor solar.


E também lançamos novas opções de sérum!

O sérum nada mais é que um produto geralmente aquoso que é usado depois da limpeza convencional da pele com sabonete e tonificantes — lembrando que nem todo mundo precisa usar tonificante.

O sérum leva ativos diferentes, composto por elementos que combinam entre si, como vitaminas e antioxidantes.

Vamos poupar seu tempo na decisão enquanto o tempo desacelera com esses 3 tipos de sérum anti-aging!

1 — Sérum de Ácido Hialurônico Pele Jovem 20+

Composto por:

 

2 — Sérum de Ácido Hialurônico Pele Madura 30+

Composto por:

 

1 — Sérum de Ácido Hialurônico reconstrutor 50+
Composto por:

E como usar? Basta aplicar o sérum na pele seca e limpa, quantidade suficiente para formar uma camada uniforme. O sérum pode ser aplicado de 2 a 3 vezes ao dia, sempre usando seu filtro solar de preferência logo após.

 

Skincare de dentro para fora

Agora que já conversamos sobre diversos fatores que afetam a saúde e a beleza da pele, além de dar dicas de como montar uma rotina de skincare simples, vamos mostrar aliados que podem fazer parte dos seus cuidados com a pele!

1 — Pinus pinaster — As cápsulas de Pinus pinaster, embora não substituam o uso de produtos como protetor solar e clareadores de manchas, são uma alternativa eficaz para complementar o tratamento de melasma e prevenir o reaparecimento de manchas. E não é só isso: combate radicais livres e diminui a degradação do colágeno e da elastina. (ver produto)

2 — Polypodium leucotomos — Essa planta possui ação fotoprotetora oral, como se fosse um “protetor solar” em cápsulas, e pode ser utilizada para ajudar no tratamento de vitiligo, melasma e manchas de pele. Também previne o fotoenvelhecimento precoce! Então, quem já possui a pele mais sensível ao sol, além de usar o protetor solar, também pode consumir o Polypodium leucotomos. (ver produto)

3 — Panaceia — Essa planta também tem o que chamamos de ação depurativa, que estimula a eliminação de resíduos metabólicos; retirando toxinas exógenas e endógenas da circulação, que serão eliminadas pelo fígado. Depurativos são conhecidos por promover a desintoxicação do corpo e melhorar a digestão e as funções do fígado, vesícula, bexiga e rins. Os resíduos que se acumulam abaixo da superfície da pele também se movimentam e são retirados do corpo. A Panaceia é usada como depurativa e ajuda na urticária, dermatites, eczemas e psoríase. No caso da psoríase, essa planta também auxilia no tratamento de forma tópica e nós temos um creme especial para isso. (ver produto)

4 — Bardana — Os ácidos fenólicos da Bardana são os componentes apontados como responsáveis pelo estímulo das funções hepáticas, melhorando o metabolismo de substâncias. A digestão também é facilitada! E a atividade antioxidante, por sua vez, tem papel na diminuição de estresse oxidativo. Todos esses processos geram impacto no aspecto externo da nossa pele, pois nosso organismo consegue processar melhor resíduos metabólicos, o que pode ser chamado de ação depurativa. A Bardana também pode ajudar de forma tópica! (ver produto)

 

 

5 — Salsaparrilha — É outra planta depurativa, que vai auxiliar na eliminação de acne, furúnculos, abcessos e também psoríase. Além disso, a Salsaparrilha favorece a excreção do ácido úrico e da ureia, auxiliando no tratamento de gota. E é por isso que muitas pessoas dizem que a salsaparrilha limpa o sangue! (ver produto)

6 — Verisol com Vitamina C — Esse produto patenteado é um peptídeo de colágeno do Tipo 1, que está relacionado a elasticidade e firmeza da pele. Os efeitos são percebidos de dentro para fora dentro de um mês. Além disso, quando se toma o Verisol associado à vitamina C, sua ação é potencializada! Também é fácil de consumir, pois é uma versão em pó que pode ser diluída em sucos ou água. (ver produto)

7 — Bioarct com Exsynutriment — O silício é uma substância que ajuda a renovação celular e a imunidade, embora sua principal atuação seja na beleza da pele. Porém, a absorção desse mineral diminui com o tempo. O Exsynutriment é uma forma estabilizada e concentrada de Silício Orgânico, que atua no tecido conjuntivo, reestruturando as fibras de colágeno e elastina! Quando é associado ao Bio Arct, que é antioxidante e antienvelhecimento, as ações são potencializadas. (ver produto)

Esperamos que tenha gostado do informativo! Cuidar da pele pode se tornar uma atividade para cultivar a beleza e nossa autoestima, reservando um tempo para autocuidado e relaxamento. E mais do que isso: cuidar da saúde reflete toda a nossa beleza interior! Que tal começar a cuidar mais de si hoje?

Em caso de dúvidas, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

 

 

Referências

https://saude.abril.com.br/coluna/com-a-palavra/a-incrivel-conexao-entre-o-intestino-e-a-saude-da-pele

https://www.olanskydermatology.com/blog/how-does-nutrition-affect-your-skin

https://g1.globo.com/saude/noticia/2024/04/02/cosmeticos-quais-substancias-nossa-pele-consegue-ou-nao-absorver.ghtml

https://www.eucerin.com.br/problemas-de-pele/pele-envelhecimento/envelhecimento-da-pele-em-geral

https://www.em.com.br/app/noticia/saude-e-bem-viver/2023/03/24/interna_bem_viver,1473032/alerta-cuidado-com-receitas-caseiras-de-skincare.shtml

https://www.todamateria.com.br/camadas-da-pele

https://recreio.uol.com.br/noticias/corpo-humano/qual-e-o-caminho-que-a-agua-percorre-no-nosso-corpo.phtml

https://vogue.globo.com/beleza/noticia/2024/01/beber-agua-realmente-hidrata-a-pele-especialistas-respondem.ghtml

https://beyoung.com.br/blog/beneficio-exercicio-fisico-pele/

https://www.cnnbrasil.com.br/lifestyle/adolescentes-preocupados-com-as-rugas-geracao-z-esta-alimentando-boom-de-beleza/

https://www.bbc.com/portuguese/articles/cjrg01r8y2ko

https://dritalorachid.com.br/quais-sao-os-sinais-de-disturbios-hormonais-na-pele/

https://helloclue.com/pt/artigos/ciclo-a-z/pele-e-o-ciclo-como-os-hormonios-afetam-a-sua-pele#

https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/sua-pele-sob-estresse-espinhas-rugas-opacidade-e-muito-mais/

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2018/09/02/fatores-que-prejudicam-muito-a-sua-pele.htm

https://medium.com/@Beautynside0ut/unlocking-the-secrets-of-beauty-from-the-inside-out-99bd744c0cea

https://www.douradosnews.com.br/beleza-e-estetica/de-dentro-para-fora-saiba-como-sua-alimentacao-pode-afetar-seu/1151544/

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos