Benefícios do Lúpulo: para que serve e como tomar

O Lúpulo é conhecido por aparecer na cerveja e dar aquele toque de amargor nessa bebida, mas esta erva possui ainda propriedades medicinais que ajudam no tratamento de ansiedade e insônia. Veja neste artigo os benefícios, efeitos colaterais e como consumir.

 

O que é o Lúpulo

O lúpulo é mais popular hoje pela sua presença em cervejas, mas essa planta também apresenta benefícios à nossa saúde e tem uma história mais antiga ainda — tanto é que nem sempre ela foi um ingrediente na produção de cerveja.

O nome científico do Lúpulo é Humulus lupulus, sendo que a segunda parte de seu nome em latim significa "pequeno lobo" devido a tendência de seus ramos estrangularem plantas próximas de forma semelhante ao que lobos fazem com ovelhas, conforme Plínio descreveu em História Natural.

Ele faz parte da família Cannabaceae, e talvez pelo nome você se pergunte se o Lúpulo tem alguma relação com a Cannabis. Na realidade, as duas plantas fazem parte da mesma família, mas são de gêneros diferentes e com propriedades distintas.

O Lúpulo tem origem no hemisfério norte e se espalhou ao redor do mundo com o decorrer dos anos — principalmente depois que foi adicionado ao processo de produção de cervejas, fato que só foi acontecer no século VII na Alemanha. É adaptado a climas temperados e de solo rico em húmus, bem drenado e com suportes para os ramos escalarem e se desenvolverem.

Existem relatos do século XI sobre sua ação anti-inflamatória, pelo médico árabe Mesué. Depois, no século XVI, Paracelsus indicou o lúpulo para indigestão. Há também citações do século XVIII sobre o uso dos cones de lúpulo em travesseiros para induzir o sono e, a partir do século XIX, passou-se a estudar mais sobre seus efeitos sedativos no organismo humano. Antes, durante a Antiguidade, era consumido como alimento por gregos e romanos.

Para a cervejaria, o lúpulo só apareceu no século VII, em uma recomendação do abade Adalhard, da Alemanha, sobre as quantidades recomendadas de ingredientes para a produção artesanal de cerveja. Em 1158, a abadessa Hildegard Von Bingen também menciona o uso de lúpulo para a bebida, justamente para evitar que estragasse tão cedo. Esta planta, portanto, é conhecida na indústria cervejeira por prolongar a vida útil da bebida — com sua propriedade antimicrobiana — além de conferir um sabor amargo e aroma para a cerveja. No Brasil, o cultivo de lúpulo só veio a acontecer em meados de 1950 na Serra Gaúcha.

Benefícios do Lúpulo: para que serve

O uso medicinal associado ao Lúpulo se refere principalmente aos seus efeitos calmantes. Mas como isso acontece? Vamos conferir com mais detalhes os componentes e ações desta planta para entender os seus efeitos.

As partes mais utilizadas são as inflorescências femininas da planta — os cones de lúpulo — mas outras partes da planta têm recebido maior atenção da ciência para serem aproveitadas, como as folhas e hastes. Seus componentes são:

 

O Lúpulo possui ações:

 

Ele é comercializado em diversos formatos como os pellets de lúpulo ou cones frescos, que são utilizados para a produção de cervejas. Há também relatos do uso tradicional de lúpulo em sachês em travesseiros para melhorar o sono, além de emplastros para tratamento de inflamações e ferimentos na pele.

A Oficina de Ervas vende o Lúpulo na forma de cápsulas e tintura para uso medicinal, que são opções mais práticas e seguras para você obter seus benefícios.

E quais são as indicações de uso do Lúpulo?

 

Lembramos também que a atividade antioxidante auxilia na prevenção de diversas doenças associadas a danos e envelhecimento celular, por exemplo doenças degenerativas.

Lúpulo: efeitos colaterais e contraindicações

Alguns dos efeitos do lúpulo podem ser desejados ou não, como a sonolência e a diminuição de libido. Portanto, não recomenda-se o consumo antes de realizar atividades que necessitem atenção, como dirigir e operar máquinas. Se a libido for um ponto importante — por exemplo, se você já tem um nível mais baixo — é algo a se considerar antes de optar pelo uso do lúpulo. Do contrário, se você tem um nível alto de libido, o lúpulo ajuda a diminuí-lo.

O princípio amargo pode provocar enjôos, náuseas e vômitos se consumido em excesso. Pessoas alérgicas e sensíveis ao Lúpulo devem evitar o consumo, assim como grávidas e lactantes. Também não é recomendado para pacientes com insuficiência renal, disfunção hepática, depressão e diabetes.

 

Lúpulo engorda?

O lúpulo não tem quantidades significativas de calorias e não é este ingrediente que deixa cervejas mais calóricas. Portanto, a menos que você apenas consuma o lúpulo em cervejas, esta planta não causa ganho de peso por si só.

 

Dosagem usual recomendada

Cápsula do pó: 200 a 400 mg três vezes ao dia.

Tintura: 20 a 40 gotas 3 vezes ao dia.

 

Lúpulo: preço e onde comprar

Você pode comprar o Lúpulo no nosso site, clicando aqui.

Em caso de dúvidas, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

Bibliografia

https://www.oficinadeervas.com.br/arquivos/monografia_estudofitoquimicoatividade.pdf

https://www.oficinadeervas.com.br/arquivos/lupulo-1.pdf

http://herbalgram.org/resources/herbclip/herbclip-news/2010/hops-to-relieve-tension-promote-sleep-and-alleviate-pain/

https://wa.kaiserpermanente.org/kbase/topic.jhtml?docId=hn-2108006

https://www.herbalgram.org/resources/herbalgram/issues/87/table-of-contents/article3559/

https://www.smithsonianmag.com/science-nature/science-and-history-hops-180960846/

https://universoracionalista.org/lupulo-e-maconha-proximas-porem-distantes/

https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/106710/2/206663.pdf

https://www.researchgate.net/profile/Caio-Morais-De-Alcantara-Barbosa/publication/334672293_A_Cultura_do_Lupulo/links/5d3dcb5a299bf1995b524c08/A-Cultura-do-Lupulo.pdf

https://www.zehnbier.com.br/2019/06/10/o-que-e-o-lupulo-e-seus-beneficios/

https://academics.hamilton.edu/foodforthought/Our_Research_files/hops.pdf

https://learningtohomebrew.com/do-hops-add-calories-to-beer/#Do_hops_increase_the_number_of_calories_in_beer

https://www.canr.msu.edu/uploads/236/71516/ipm_academy_2014_intro_to_hops.pdf

https://www.encyclopedia.com/sports-and-everyday-life/food-and-drink/alcoholic-beverages/hops

https://www.jstor.org/stable/4252069

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Cláudio Fernando da Silva Chalmes
Parabéns pelo esclarecimento do conteúdo do lúpulo...!!!
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Cláudio. Ficamos felizes em saber que você tenha gostado do nosso conteúdo. Agradecemos pelo seu comentário, pois é uma forma de avaliarmos o nosso trabalho. Estamos sempre à disposição.


• Marta Maria Martins
É liberado pela Anvisa? Tomo medicação para ansiedade, devo parar,,? Se caso começar usar o lúpulo?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Marta. Lúpulo é seguro para ser usado, ele é considerado um alimento, todos os produtos que trabalhamos são autorizados pelos orgãos sanitários. Não precisa deixar de usar seu medicamento para usar o Lúpulo. Para dúvidas e orientações posológicas clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos a disposição.


• Vera Lucia da Silva Pereira
Tomo remédio para dormir já faz uns 10 anos, quero me livrar dessas medicações. Quero saber se o lúpulo pode me ajudar. Obrigada
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Vera O Lúpulo auxilia a induzir o sono. Mas é importante informe aos nossos fitoterapeutas quais medicamentos você faz uso e se tem algum problema de saúde. Clique no link abaixo para falar com os nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos a disposição.


• Wylson Gonçalves de Freitas
Não conhecia essa planta, e suas propriedades. Agradeço pela informação. Muito esclarecida.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Wylson Ficamos felizes que gostou do nosso informativo. Para dúvidas e orientações clique no link abaixo para falar com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Debora de Castro
Essa planta serve pra quem tem crises convulsivas? Alguém pode me tirar essa dúvida.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Debora Clique no link abaixo para entrar em contato com nossos fitoterapeutas, assim vamos te auxiliar melhor. https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Conceição Aparecida de Oliveira
Tenho insônia vou começar a tomar o chá hoje 13.01.23 .tenho alguns pés plantados no meu quintal
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Conceição Certifique-se que é a planta correta e que estão higienizados para o uso. Qualquer dúvida, entre em contato com nossos fitoterapeutas pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Ficamos a disposição.


Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024 Artigo Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios! 23 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos