2021-02-15

Guaçatonga: para que serve essa planta medicinal?

Conheça nossas fórmulas magistrais para Guaçatonga.
Veja nossa lista de opções:
Chá 30g Kampo de Ervas,     Extrato Fluido 60mL,     Tintura 60mL,     90 cápsulas de 300mg,     Tintura 60mL (Kit com 2 frascos),     Extrato Fluido 60mL (Guaçatonga 30mL + Espinheira Santa 30mL),     

A Guaçatonga é uma planta nativa da Flora brasileira muito usada no tratamento de úlceras e gastrites. Ela é um arbusto de 3 a 4 metros de altura e está presente nos Biomas Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal.

Essa planta é da família das Flacourtiaceae e seu nome científico é Casearia sylvestris Swartz.

Guacatonga foto de Fernando Tatagiba

A Guaçatonga é usada há centenas de anos como planta medicinal pela população indígena e cabocla das regiões onde está presente.

Os índios foram os primeiros a usá-la para cicatrizar feridas de pele. Seu uso terapêutico contra veneno de cobra ficou conhecido ao se perceber que lagartos a comem quando são picados por esses animais.

A planta também é conhecida como erva de lagarto e língua de tiú. Há até uma crença popular de que o lagarto-tiú só enfrenta uma cobra se houver um pé de Guaçatonga por perto.

Outros nomes da Guaçatonga são: erva de bugre, marmelinho do campo, vassitonga, café-de-bugre, guassatunga, vaçatunga, cafezinho-do-mato, chá-de-bugre, caroba-falsa, bugre-branco, são gonçalo.

Lagarto tiu

Quais os benefícios da Guaçatonga?

A Guaçatonga possui as seguintes ações terapêuticas:

  • Cicatrizante
  • Antisséptica
  • Anti-inflamatória para artrites
  • Antiviral (para Herpes tipo 1)
  • Diurética
  • Tônica
  • Antimicrobiana
  • Fungicida
  • Depurativa
  • Bloqueadora de veneno de cobra

A parte utilizada para obter suas propriedades medicinais são as folhas e mais raramente se usa a entrecasca ou as raízes. Sua composição química é formada por: óleo essencial, terpenos, triterpenos, saponinas, ácidos graxos, taninos, antocianosídeo, resinas e flavonoides.

Guaçatonga para gastrite e úlceras

Uma das principais indicações da Guaçatonga é no tratamento de gastrites e úlceras devido a sua ação cicatrizante.

A planta exerce uma ação significativa para úlcera gástrica, reduzindo o volume de ácido clorídrico produzido. Porém, ela não aumenta o pH gástrico, em comparação à cimetidina (medicamento que reduz a acidez do estômago), o que é algo positivo, pois essa alteração pode dificultar a digestão das proteínas.

Leia mais sobre gastrite aqui

mulher com dor de estomago

Guaçatonga para cicatrizar feridas

A Guaçatonga é usada para tratar dermatoses como psoríase, herpes labial e genital, aftas, eczemas e picadas de insetos. Ela contém taninos, por isso forma revestimentos protetores na pele e mucosas, dificultando o aparecimento de infecções.

Conheça também o creme cicatrizante de Babosa, Cúrcuma e Confrei

Quais os efeitos colaterais da Guaçatonga?

A Guaçatonga é considerada uma planta segura, mas em altas doses pode causar vômitos e diarreia.

Ela pode potencializar a ação de anticoagulantes, dificultando o controle das dosagens, por ser uma antagonista da vitamina K. Além disso, recomenda-se que não seja usada durante a gravidez.

Também é importante saber que o uso da Guaçatonga para picada de cobra não exclui a necessidade de uso do soro antiofídico.

Como tomar Guaçatonga?

A Guaçatonga pode ser tomada em cápsulas, tintura, chá e extrato fluido. O modo de usar varia de acordo com a preparação a ser usada.

Chá de Guaçatonga

Deve-se fazer a decocção de 2 gramas de folhas para cada 200ml de água e tomar o chá até três vezes ao dia.

Guaçatonga em pó (cápsulas)

Deve-se tomar de 20mg a 40mg por quilo, por dia. Essa dosagem deve ser dividida em 3 ou 4 tomadas.

Tintura de Guaçatonga

Deve-se tomar 1 gota por quilo por dia, dividido em 3 tomadas.

Extrato fluido de Guaçatonga

Deve-se tomar uma gota por quilo por dia, dividido em 3 tomadas.

Aqui na Oficina de Ervas, manipulamos o extrato fluido de Guaçatonga com Espinheira Santa, potencializando a ação terapêutica no tratamento de problemas estomacais.

Conheça a Espinheira Santa, uma grande aliada contra problemas no estômago

Uso externo

A Guaçatonga pode ser usada em creme para herpes labial e lesões cutâneas ou como cataplasma para aliviar a dor de picada de cobra. A infusão da planta pode ser usada para herpes genital.

Onde comprar Guaçatonga

Você encontra a Guaçatonga em chá, extrato fluido, cápsulas e tintura aqui em nosso site. É só clicar aqui!

 

Bibliografia

Casearia sylvestris Sw.: uma planta brasileira de interesse do SUS

http://florien.com.br/wp-content/uploads/2017/06/GUA%C3%87ATONGA.pdf

https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/313896/1/Circular138.pdf

Ferro, D. Monografias de Plantas Medicinais, p. 57-58, Ribeirão Preto, 2000

Créditos da Imagem da Guaçatonga: Fernando Tatagiba

Comentários

Vamos lá, seja o primeiro a comentar sobre: Guaçatonga: para que serve essa planta medicinal?

Deixe seu comentário sobre:
Guaçatonga: para que serve essa planta medicinal?