2020-10-30

Crajiru ou Pariri: para que serve e como tomar

Conheça nossas fórmulas magistrais para Crajiru.
Veja nossa lista de opções:
Tintura 60mL,     90 cápsulas de 250mg,     Tintura Composta 60mL (T. Crajiru 30mL + T. Graviola 30mL),     Tintura Composta 60mL (T. Carjiru 30mL + T. Unha de Gato 30mL),     Tintura 60mL (Kit com 2 frascos),     Tintura Composta 60mL (T. Carjiru 30mL + T. Unha de Gato 30mL) (Kit com 2 frascos),     Tintura Composta 60mL (T. Crajiru 30mL + T. Graviola 30mL) (Kit com 2 frascos),     90 cápsulas de 250mg (Kit com 2 frascos),     

O Crajiru é uma planta medicinal comum na Amazônia, também muito conhecido como Pariri. Seu nome científico é Arrabidaea chica Verlot e pertence à família Bignoniaceae.

Muito utilizado pelos índios da Amazônia, o Crajiru possui diversos benefícios para a prevenção e tratamento de doenças. Por conta dessas ações conhecidas pela cultura popular e indígena, ele é muito estudado, tanto aqui no Brasil quanto em outros países. Esses estudos acabam comprovando o uso da planta pela medicina popular e descobrindo seus compostos ativos e formas de ação.

Vamos conhecer para que serve o Crajiru (Pariri)?

 

Características do Crajiru (Pariri)

O Crajiru é uma erva medicinal arbustiva e trepadeira. Seus ramos são subtetragonos e suas folhas são compostas e trifoliadas, de fólios oblongo lanceoladas. Quando secas, as folhas adquirem uma coloração avermelhada. Suas flores são campanuladas e de cores rosa ou lilás, em panículas terminais medindo entre 18 e 20 cm de comprimento.

Outros nomes populares do Crajiru são: carajurú, crajurú, cipó cruz, paripari, capiranga, grajirú, guarajurupiranga, piranga, calajouru, karajura, krawiru, carajiru, cajuru, crejeru, oajuru, crejer, chica, cricket-vine e puca panga.

Ele cresce na África, América Central e América do Sul, desde o México até o Brasil. Mesmo prevalecendo na região Amazônica, o Crajiru nasce até o Rio Grande do Sul nas regiões de Mata Atlântica e Cerrado.

As partes utilizadas para fim terapêutico são as folhas. Que podem ser ingeridas na forma de chá, tintura ou cápsulas.

Além do uso fitoterápico, o Crajiru também é usado como corante. Suas folhas, quando passam por um processo de fermentação com anileira (Indigofera spp), soltam um corante vermelho-tijolo ou vermelho-escuro lipossolúvel, que os índios da Amazônia usam para pintar o corpo e utensílios. Esse corante também é usado para tingir algodão e é exportado em pequena quantidade com o nome de vermelho-americano. A substância responsável por essa coloração avermelhada é a 3-desoxiantocianidinas (Carajurina e Carajurona), também responsável por alguns dos benefícios do Crajiru.

Crajiru arvore

 

Crajiru ou Pariri: Para que serve? Quais são os benefícios?

Desde muitos anos atrás, o Crajiru é usado pelas tribos indígenas para tratar diversas doenças, tanto na forma de chá quanto na forma de cataplasma para evitar ataque de insetos. Por causa de seu vasto uso popular, o Pariri é usado em diversas pesquisas que buscam descobrir sua composição e comprovar seus benefícios.

Vários compostos bioativos foram descobertos nas folhas de Crajiru. Veja abaixo os principais:

  • Ácido anísico
  • Compostos Fenólicos
  • Taninos
  • Ferro assimilável
  • Cianocobalamina (Vitamina B12)
  • 3-desoxiantocianidinas (Carajurina, Carajurona)
  • Antocianinas
  • Flavonoides (Kaempferol)
  • Antraquinonas
  • Esteróides
  • Triterpenos
  • Saponinas

 

Com o levantamento de pesquisas, podemos citar vários benefícios do uso da planta. Veja abaixo para que serve o Crajiru.

  • Antianêmico
  • Anti-hipertensivo e vasorrelaxante
  • Anti-hepatotóxico
  • Antioxidante
  • Antitumoral e pró-apoptótica
  • Antimicrobiano (bactérias, fungos e leveduras)
  • Antiparasitário (leishmania e trypanosoma)
  • Anti-inflamatório e antinociceptivo
  • Antiangiogênico
  • Cicatrizante e adstringente
  • Antiulcerogênico
  • Diurético
  • Imunomodulador

 

Além disso, o Crajiru tem potencial para possíveis tratamentos contra veneno de cobra. Em uma pesquisa, foi relatado que o extrato utilizado inibiu até 92,52% do veneno da cobra Crotalus após 6 horas de exposição por via intraperitoneal

Abaixo vamos nos aprofundar um pouco mais nas ações do Crajiru.

 

Crajiru cura câncer?

Há muitos relatos no Brasil sobre o uso do Crajiru para ajudar no tratamento de câncer. E por causa dessa fama, muitos pesquisadores quiseram investigar se a planta realmente ajudava no tratamento e, se sim, como ela agia no câncer. Com isso, foi descoberto que o Crajiru pode auxiliar no tratamento de câncer de diversas formas. Veja abaixo algumas dessas ações:

  • Aumenta os níveis de células sanguíneas, que costumam cair devido aos tratamentos de quimioterapia e radioterapia.
  • Reduz a toxicidade da quimioterapia, atenuando seus efeitos adversos.
  • Com menos efeitos colaterais, também ajuda a reduzir a mortalidade.
  • Dependendo do caso, possibilita a redução da dose efetiva do quimioterápico.
  • Inibe a proliferação de células tumorais.
  • Por ser antioxidante, protege as células saudáveis e ajuda a combater as células cancerígenas.

As antocianinas presentes no Crajiru são consideradas anticarcinogênicas por serem capazes de capturar radicais livres pela doação de átomos de hidrogênio fenólicos. Sua ação antioxidante é maior que as Vitaminas C e E, desempenhando um papel importante para a prevenção de várias doenças, como o câncer.

O Crajiru também possui outros compostos antioxidantes, como os constituintes fenólicos isoscutelareina, 6-hidroxiluteolina, hispidulina, scutelareina, luteolina e apigenina.

É importante ressaltar que o câncer deve ser tratado por médicos oncologistas e tudo que o paciente for ingerir durante o tratamento, precisa passar antes pela avaliação do médico.

 

Crajiru é bom para os rins?

Sim, o Crajiru possui ação diurética, ou seja, ajuda o corpo a eliminar líquido acumulado. Além disso, ele estimula a produção de urina. Por causa dessas ações, o Pariri ajuda no tratamento de doenças urinárias como cistite, insuficiência renal, pedras nos rins, etc. Segundo Amaral e colaboradores, essa ação de diurese pode estar relacionada à presença de flavonóides na planta.

Crajiru e diuretico

 

Crajiru serve para diabetes?

As antocianinas presentes no Crajiru ajudam na prevenção e tratamento de diabetes e obesidade, tanto por possuírem atividade antioxidante quanto por controlarem a expressão do gene adipocitocina nos adipócitos (células do corpo que armazenam gordura). O Pariri também melhora as taxas do colesterol HDL (colesterol bom), ajudando ainda mais quem sofre de diabetes e colesterol alto juntos.

Uma das complicações mais comuns do diabetes é a formação de úlceras na pele, e o Crajiru também pode ajudar nisso, devido à sua ação cicatrizante. Mais abaixo vamos falar sobre essa ação e como usar o Pariri para essa finalidade.

 

Crajiru aumenta a imunidade?

Ainda não há muitas comprovações sobre o aumento da imunidade com o uso do Crajiru. Porém, em uma das pesquisas, o Pariri apresentou efeito imunomodulatório, que segundo os autores, foi atribuído à presença de flavonóides (como o kaempferol) em sua composição.

Crajiru fortalece o corpo

 

Crajiru tira a dor?

Um estudo identificou que o Crajiru possui ação antinociceptiva, ou seja, reduz a capacidade de perceber a dor, agindo como um analgésico. Isso ocorre devido a compostos como flavonoides, antocianidinas e triterpenos, que estão presentes na planta. Os flavonoides ainda agem como anti-inflamatórios, contribuindo para a amenização da dor.

 

Crajiru cura anemia?

Apesar do Crajiru ser famoso por curar anemia, ele não possui quantidade de ferro suficiente para suprir sozinho a deficiência de ferro de quem tem anemia. Mas seu uso não deve ser descartado, pois a planta é muito rica em diversos outros minerais, principalmente o magnésio.

O magnésio é muito importante para o bom funcionamento do nosso metabolismo, auxiliando na formação de ossos e dentes, contração muscular e ativação de enzimas. E a quantidade de magnésio encontrada no Crajiru é suficiente para corrigir sua deficiência.

 

Crajiru abaixa a pressão?

Sim, o Crajiru auxilia no controle da pressão arterial de duas formas. Sendo que a primeira é por causa de sua ação diurética, pois diuréticos ajudam a controlar a pressão alta.

A segunda forma de controle é pela ação vasorrelaxante, ou seja, ação relaxante dos vasos sanguíneos. Isso acontece pois, quando os vasos se distendem, há mais espaço para o sangue circular, diminuindo a pressão arterial. Segundo a pesquisa, esse efeito ocorre devido à inibição da disponibilidade de cálcio (Ca+2) intracelular, que é bloqueado na membrana citoplasmática.

Crajiru abaixa a pressao

 

Crajiru cicatriza feridas?

Sim, é comprovado que o Crajiru ajuda na cicatrização de feridas, tanto na pele quanto em mucosas. A planta possui princípios ativos que estimulam o processo cicatricial, através do aumento da síntese de colágeno e da proliferação de fibroblastos, fazendo com que a pele ou mucosa se regenerem mais rapidamente.

Além disso, pela presença de quinonas e flavonoides na composição do Pariri, ele ajuda no tratamento de infecções de fungos, bactérias e leveduras de pele, que costumam causar lesões superficiais.

 

Crajiru cura úlcera?

Da mesma forma que o Crajiru age na cicatrização de mucosas, ele ajuda a cicatrizar úlceras do estômago também. A erva melhora o fluxo sanguíneo na região, aumenta os fatores de proteção da mucosa gástrica e inibe a peroxidação lipídica por radicais livres. Segundo a pesquisa, o Pariri também ajuda no tratamento de úlceras causadas por infecção de H. pylori.

 

Crajiru é bom para o fígado?

Os flavonoides contidos no Crajiru, como a quercetina, possuem atividade antioxidante e exercem uma variedade de efeitos sobre o metabolismo do fígado, protegendo-o contra toxinas. Em um dos estudos também foi observado que houve um estímulo ao consumo de oxigênio no fígado e a inibição da produção de glicose.

Crajiru bom para o estomago e figado

 

Quais os benefícios do chá de Crajiru (Pariri)?

Os benefícios do chá de Pariri são os mesmo citados anteriormente, no caso da ingestão do chá. Mas também há a possibilidade de usar o Crajiru para banho de assento, que é muito utilizado nas tribos indígenas.

Também é possível adquirir o Crajiru na forma de cápsulas e tintura, que vão agir no corpo da mesma forma que o chá. As cápsulas são feitas com as folhas moídas e a tintura é um extrato líquido também feito das folhas do Pariri.

Devido ao seu sabor adstringente, algumas pessoas preferem tomar o Crajiru em cápsulas para não sentir o gosto da planta.

 

Como tomar o chá de Crajiru?

Como as partes utilizadas do Crajiru são as folhas, a técnica para extrair os ativos da planta é a infusão. Veja abaixo o passo a passo de como preparar o chá:

  • Esquente 250ml de água até quase ferver;
  • Adicione 1 colher de chá das folhas rasuradas (cortadas em pequenos pedaços) no recipiente;
  • Despeje a água quente por cima das folhas;
  • Tampe o recipiente e deixe em repouso entre 5 e 10 minutos;
  • Agora é só coar e beber!

O chá deve ser consumido sem açúcar e em até 24 horas.

Cha de Crajiru

 

Banho de assento com chá de Crajiru

O Crajiru possui ações muito benéficas para a saúde íntima da mulher, por isso é muito usado em banhos de assento. São três ações principais:

Antimicrobiana - ajuda no tratamento e prevenção de doenças causadas por bactérias e fungos, como candidíase. Também pode ser usado para auxiliar no tratamento de herpes e sífilis.

Cicatrizante - ajuda no tratamento de machucados da região, podendo auxiliar na recuperação do pós-parto.

Anti-inflamatória - ajuda nas inflamações uterinas, ovarianas ou causadas por afecções na região.

Para fazer o banho de assento de chá de Crajiru, é preciso preparar o chá da mesma forma, mas utilizando 1 colher de sopa da planta para 1 litro de água quente. E tenha certeza de que a água não está muito quente antes de usar, para não queimar a pele.

 

Como plantar Crajiru (Pariri)?

As mudas de Crajiru são feitas através da estaquia. São estacas de ramos lenhosos e herbáceos, com aproximadamente 20cm de comprimento. O enraizamento da planta acontece de forma casual.

 

Quais são os efeitos colaterais e contraindicações do Crajiru (Pariri)?

A toxicidade do Crajiru é muito baixa, apresentando efeito colateral leve apenas com a dosagem acima de 5g/kg por dia. Ou seja, para aparecer o efeito colateral, uma pessoa de 80kg precisaria ingerir 400g da planta diariamente.

O uso do Pariri não apresentou efeitos mutagênicos e de genotoxicidade, não havendo danos no DNA. Pessoas que têm a pressão arterial baixa devem ficar atentos a ela, pois o Crajiru pode abaixar mais a pressão.

A única contraindicação é para gestantes e mulheres em fase de amamentação, por falta de estudos que comprovem a segurança de seu uso durante esses períodos.

 

Crajiru ou Pariri: onde comprar?

Você pode comprar o Crajiru aqui mesmo, no site da Oficina de Ervas, na forma de tintura e cápsulas.

Para comprar, clique aqui.

Crajiru folha

 

 

Bibliografia:

Descrição da planta, composição e benefícios:

https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/24786/1/folder-crajiru.pdf

Monografia Arrabidaea chica (Humb. & Bonpl.) B. Verlot (Bignoniaceae)

https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/15126/2/11.pdf

Investigação científica da atividade medicinal da espécie Arrabidaea chica (Pariri)

https://monografias.ufma.br/jspui/handle/123456789/3224

Extração, caracterização e avaliação bioativa do extrato de Arrabidaea chica~

https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20164

Potencial Terapêutico da espécie vegetal Arrabidaea chica Verlot

https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/23049

Antimicrobiana:

COMPROVAÇÃO DO POTENCIAL MEDICINAL DE Arrabidaea chica (BIGNONIACEAE)

https://www.researchgate.net/publication/285028753_COMPROVACAO_DO_POTENCIAL_MEDICINAL_DE_Arrabidaea_chica_BIGNONIACEAE

Cicatrizante:

Arrabidaea chica Verlot: Formulações de liberação sustentada para aplicação em úlceras de mucosa e pele

http://repositorio.unicamp.br/jspui/bitstream/REPOSIP/288228/1/Servat-Medina_Leila_D.pdf

ATIVIDADE CICATRIZANTE DO EXTRATO BRUTO DE Arrabidaea chica (HUMB. & BONPL.) VERLOT

http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/309829

Antitumoral e antioxidante:

Avaliação das atividades antiinflamatória, antiangiogênica e antitumoral de extratos da Arrabidaea chica (Humb. & Bonpl.) B. Verlot

https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/BUOS-8SFMJ9

Atividade de extratos de Arrabidaea chica (Humb. & Bonpl.) Verlot obtidos por processos biotecnológicos sobre a proliferação de fibroblastos e células tumorais humanas

https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-40422013000300014&script=sci_arttext

Efeito protetor do extrato de Arrabidaea chica contra o câncer de mama quimicamente induzido em modelo animal

https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28605

CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DA CITOTOXICIDADE DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DE Arrabidaea chica (Humb. & Bonpl.) B. Verlot. EM LINHAGENS DE CÉLULAS HUMANAS.

http://www.ppgcf.propesp.ufpa.br/ARQUIVOS/dissertacoes/shirleyferreira.pdf

Profile of phenolic compounds and carotenoids of Arrabidaea chica leaves and the in vitro singlet oxygen quenching capacity of their hydrophilic extract

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0963996919304752

Anti-hipertensiva e vasorelaxante:

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTI-HIPERTENSIVA DO EXTRATO DE Arrabidaea chica Verlot EM RATOS ESPONTANEAMENTE HIPERTENSOS

http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rcisaude/article/view/4064/0

Toxicidade:

Investigação dos efeitos toxicos e anti-hipertensivo de Arrabidaea chica Verlot (Bignoniaceae)

https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6828

Ação antinociceptiva:

Efeito de Arrabidaea chica Verlot na dor neuropática pós-traumática em ratos

https://tede2.ufma.br/jspui/handle/tede/2134

https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-17102006-153253/publico/ResumoDissert.pdf

Antiulcerogênico:

Avaliação da toxicidade, da atividade antiulcerogênica e antimicrobiana do extrato hidroetanólico de Arrabidea chica (Humb. & Bonpl.) B. Verl.

https://ri.ufmt.br/handle/1/1614

Ação antifúngica para candidíase:

Atividade inibitória in vitro de extratos de Arrabidaea chica (Verlot.) sobre Candida albicans

http://repositorio.unitau.br:8080/jspui/handle/20.500.11874/3440

Ação imunomoduladora

Effect of Arrabidaea chica extracts on the Ehrlich solid tumor development

https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-695X2012000200017&script=sci_arttext

Anemia

Determinação da concentração do elemento ferro e demais constituintes inorgânicos (zn, mg, mn, pb, cu, ni, cr) no solo, na folha, chá e tintura da Fridericia chica (Bonpl.) L. G. Lohmann

http://repositorio.unifap.br/handle/123456789/226

Comentários

Vamos lá, seja o primeiro a comentar sobre: Crajiru ou Pariri: para que serve e como tomar

Deixe seu comentário sobre:
Crajiru ou Pariri: para que serve e como tomar