Cardo Mariano: saiba o que é essa planta e para que serve

Conheça nossas fórmulas magistrais para Cardo Mariano (Silimarina). Veja nossa lista de opções:
Cardo Mariano pó 400mg - 90 cápsulas,   Silimarina (Ingrediente ativo do Cardo Mariano) 140mg - 90 cápsulas,   Tintura de Cardo Mariano 60mL,   Tintura 60mL (Kit com 2 frascos),   Silimarina (Ingrediente ativo do Cardo Mariano) 140mg - 90 cápsulas (Kit com 2 frascos),   

O mercado de fitoterápicos vem crescendo a cada ano, de acordo com o aumento da procura por um estilo de vida mais saudável, principalmente em países europeus e asiáticos. Plantas medicinais são usadas como suplementos alimentares e remédios naturais, por apresentarem eficácia no tratamento e prevenção de diversas doenças.

Dentre essas ervas medicinais, o Cardo Mariano já muito conhecido e usado desde antes de Cristo, com benefícios comprovados em diversas pesquisas científicas. Vamos conhecer mais sobre o que é e para que serve o Cardo Mariano?

 

Cardo Mariano: características e história da planta

O Cardo Mariano pertence à família Asteraceae e seu nome científico é Silybum marianum. Ele é nativo do Mediterrâneo, Europa, Oriente Médio e África, e hoje em dia, já se espalhou e se adaptou em todo o mundo. Popularmente é conhecido no Brasil como Cardo-mariano, Cardo-de-leite, Cardo-leiteiro, Cardo-branco, Cardo-de-Santa-Maria, Cardo-de-Nossa-Senhora e Cardo-Santo. Em inglês, é chamado de milk thistle, que significa cardo de leite.

O nome Mariano (marianum) foi dado em homenagem à Virgem Maria, pois reza a lenda que uma gota do leite materno de Maria caiu em cima de um cardo, e isso criou um desenho de veias brancas “de leite” na folha da planta. Até hoje, ele é associado à imagem de Maria.

A planta era cultivada na Europa como um vegetal, cujas folhas eram desespinhadas e usadas em saladas. Suas sementes eram utilizadas desde 400 A.C. como um remédio para várias doenças, especialmente do fígado, além de também serem torradas e consumidas como um substituto do café. A primeira menção do Cardo Mariano na literatura foi feita por Theophrastus, um filósofo e biólogo grego que era muito próximo de Aristóteles e contribuía com sua linha de pensamento fazendo diversas pesquisas.

O Cardo Mariano é uma planta robusta e ereta que pode medir até 3 metros de altura e possui uma cor verde pálida. Suas folhas são largas, espinhosas e possuem um desenho de veias brancas, que parecem veias de leite. Quando as folhas e hastes são cortadas, sai uma seiva branca e leitosa de dentro da planta. Suas flores são grandes, espetadas e com cores entre magenta e roxo.

Cardo Mariano planta

O que é a Silimarina?

A Silimarina é o nome dado ao extrato do Cardo Mariano, sendo composta principalmente de quatro ativos:

  • Silibinina;
  • Isosilibinina;
  • Silicristina;
  • Silidianina.

Dentre todos esses ativos, a Silibinina é a mais presente, compondo de 50% a 90% da Silimarina.

 

Benefícios do Cardo Mariano (Silimarina)

O composto da Silimarina é o principal responsável pelos benefícios do Cardo Mariano. Sua ação é principalmente antioxidante e protetora do fígado, mas pode se aplicar em diversas doenças e condições. Vamos ver com mais detalhes para que serve o Cardo Mariano (Silimarina).

 

Cardo Mariano (Silimarina) para doenças do fígado

O benefício mais conhecido do Cardo Mariano (Silimarina) é sua ação hepatoprotetora, ou seja, protetora do fígado.

Foi comprovado que a planta tem uma ação muito boa no tratamento de doenças do fígado, incluindo:

O Cardo Mariano (Silimarina) ajuda no tratamento dessas doenças devido à sua ação regeneradora das células do fígado. Ele estimula a síntese de proteína dos hepatócitos e outras células do fígado, fazendo com que eles de proliferem de forma saudável e mais rapidamente, recuperando o tecido de fígado que foi perdido.

Devido ao estímulo das células do fígado, há também um aumento na secreção de bile produzida pelo fígado, ajudando na digestão.

O Cardo Mariano (Silimarina) também protege o fígado de intoxicações causadas por:

  • Cogumelos venenosos (Amanita phalloides e Amanita virosa) cujas toxinas destroem as células do fígado causando sérios danos e até a morte;
  • Outros fungos tóxicos;
  • Poluentes industriais;
  • Remédios cujos efeitos colaterais danificam o fígado (como Paracetamol);
  • Drogas (como álcool);
  • Ferro em excesso.

Essa proteção contra intoxicação do fígado acontece porque a Silimarina do Cardo Mariano consegue se ligar aos receptores que ficam nas membranas das células do fígado (hepatócitos). Portanto, como a Silimarina já está tampando esses receptores, ela impede que as substâncias tóxicas se liguem a eles, ou seja, bloqueia as toxinas.

Cardo Mariano plantacao

Cardo Mariano (Silimarina) como antioxidante

Quando dizemos que o Cardo Mariano é antioxidante, fica difícil visualizar exatamente o que é essa ação. A oxidação ocorre quando moléculas do nosso corpo reagem com o oxigênio, causando envelhecimento e inflamações que podem virar doenças. Chamamos de antioxidante o composto que retarda a oxidação, ou seja, a reação com o oxigênio.

A Silimarina neutraliza os radicais livres, protegendo o nosso corpo da oxidação e suas consequências. Essa ação antioxidante é 10 vezes mais potente que a ação da Vitamina E. Ela protege as membranas das células de sofrerem um processo chamado peroxidação lipídica, que oxida a gordura da membrana e mata a célula. Portanto, além de proteger o fígado, o Cardo Mariano (Silimarina) também protege órgãos como:

 

Cérebro

A ação antioxidante do Cardo Mariano (Silimarina) previne e ajuda no tratamento de processos neurodegenerativos e neurotóxicos, como Alzheimer. Ele inibe o dano cerebral e melhora a condução das fibras nervosas em pacientes com diabetes. Atenua a peroxidação lipídica também no tecido do cérebro, na região do hipocampo, recuperando a capacidade de memória.

 

Coração

Além de proteger o coração do estresse oxidativo, o Cardo Mariano (Silimarina) também melhora o metabolismo de lipídeos (gorduras), controlando o colesterol e prevenindo a aterosclerose (entupimento de veias e artérias por placas de gordura).

 

Rins

Assim como no fígado, a Silimarina do Cardo Mariano vai parar nos rins, agindo da mesma forma como um regenerador de células, inibindo intoxicações e prevenindo a morte renal, principalmente a causada por diabetes.

 

Pâncreas

Além da oxidação, o Cardo Mariano (Silimarina) também protege o pâncreas contra alguns compostos químicos tóxicos. Como a insulina é produzida pelo pâncreas, o Cardo Mariano também pode ser usado no tratamento de diabetes, principalmente em pacientes com resistência à insulina, pois melhora o metabolismo da glicose.

 

Células do Sangue

Da mesma forma que as células dos órgãos são protegidas pela ação antioxidante, as células do sangue também recebem esse benefício. Além disso, o Cardo Mariano (Silimarina) ajuda a controlar a ferritina alta no sangue, conhecida como hiperferritinemia.

Cardo Mariano folha e semente

Cardo Mariano (Silimarina) como antitumoral

Diversas pesquisas foram feitas para descobrir como a Silimarina age em tumores e os resultados foram promissores em vários tipos de câncer, como:

  • Próstata;
  • Boca;
  • Mama;
  • Cervical;
  • Cólon;
  • Bexiga;
  • Fígado;
  • Pele.

Estudos in vitro e in vivo demonstraram que o Cardo Mariano (Silimarina) aumenta a apoptose nas células cancerígenas por várias vias de sinalização, ou seja, inibe o crescimento dessas células e faz o tumor regredir. A Silimarina ainda pode ser usada como preventiva do câncer de pele causado por produtos químicos e radiação Ultra Violeta. Além disso, a planta diminui os efeitos colaterais causados por remédios para câncer, podendo auxiliar no tratamento.

 

Cardo Mariano (Silimarina) como anti-inflamatório e imunomodulador

O nosso sistema imunológico é o sistema de defesa do nosso corpo, que nos protege de invasores como vírus, bactérias, fungos, parasitas, etc. Quando nosso corpo é invadido por um corpo estranho, vários componentes do sistema imunológico reagem para expulsar ou matar o invasor. Dentre esses componentes, temos um tipo de célula de defesa chamada de neutrófilo.

Os neutrófilos produzem uma substância chamada de óxido nítrico (NO) que serve para combater micróbios, parasitas e tumores. Só que, quando esse óxido nítrico (NO) é produzido demais, atinge também células saudáveis, e isso acaba causando problemas inflamatórios e autoimunes.

A Silimarina, extraída do Cardo Mariano, consegue inibir a produção de óxido nítrico (NO) pelos neutrófilos, controlando a quantidade produzida de forma que não cause danos às células saudáveis. Ela também consegue controlar a quantidade de neutrófilos que migram para o local inflamado.

Outra forma que o Cardo Mariano (Silimarina) age no sistema imunológico é pelas bactérias do intestino, que metabolizam os ativos, melhorando a saúde gastrointestinal e regulando o equilíbrio da microbiota (flora intestinal). Provavelmente, há um estímulo de proliferação de lactobacilus e bifidobactérias, que teria um importante papel imunomodulador.

Por conta de toda essa ação, a planta é utilizada em problemas de inflamação (como artrites, rinites, etc) e imunológicos (como psoríase).

 

Outros benefícios do Cardo Mariano (Silimarina)

Alguns estudos vêm sido feitos para entender melhor a ação antiviral do Cardo Mariano (Silimarina), pois ainda não há um acordo entre as pesquisas, principalmente com relação a hepatites virais, que algumas conseguem resultados promissores e outras não.

Em uma pesquisa in vitro com o vírus da Zika, foi comprovada uma redução na quantidade de vírus em todos os testes realizados, indicando que a Silimarina pode atuar em diversas etapas do ciclo de multiplicação do vírus, inclusive dentro da própria célula infectada. Dessa forma, o vírus não consegue se reproduzir.

Há menções, também, do Cardo Mariano (Silimarina) sendo usado como galactagogo, ou seja, para estimular a produção de leite em mães que têm uma produção insuficiente ou nula.

Semente de Cardo Mariano Silimarina

Efeitos colaterais do Cardo Mariano (Silimarina)

O uso do Cardo Mariano é seguro e não produz efeitos colaterais até a dosagem de 1500mg por dia em adultos. Uma dosagem maior que essa pode causar efeitos laxativos medianos, devido ao aumento de produção de bile pelo fígado.

Há alguns poucos casos de pessoas que possuem alergia à planta e que podem apresentar problemas gastrointestinais e dores de cabeça.

Grávidas, lactantes (mães que estão amamentando) e crianças de até 10 anos só podem consumir o Cardo Mariano com autorização e acompanhamento médico.

 

Como tomar Cardo Mariano: em cápsulas, tintura ou chá

Você pode tomar o Cardo Mariano em tintura, que é um extrato líquido da planta feito em meio alcoólico. Mas a forma mais prática é tomar o Cardo Mariano ou a Silimarina em cápsulas. As cápsulas de Silimarina pura, por já serem um extrato, terão uma ação mais forte que as cápsulas do pó da planta Cardo Mariano.

Há pessoas que procuram pelo Cardo Mariano na forma de chá, que é uma forma de consumo válida também, mas não é um chá muito fácil de encontrar por aqui.

A Silimarina atinge seu ponto máximo de concentração no sangue entre 2 e 4 horas após sua ingestão e é expelida, em média, em 6 horas.

 

Onde comprar Cardo Mariano e Silimarina

Tanto a tintura de Cardo Mariano, quanto as cápsulas de Cardo Mariano e de Silimarina, você encontra no nosso site mesmo, clicando aqui.

Em caso de dúvidas, nossos fitoterapeutas estão à disposição para esclarecimentos. Para falar com um deles, clique aqui.

Capsula de Cardo Mariano Silimarina

Fontes:

https://www.researchgate.net/publication/266211306_Phytotherapeutic_properties_of_milk_thistle_seeds_An_overview

http://nopr.niscair.res.in/bitstream/123456789/5665/1/NPR%207%282%29%20182-192.pdf

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4205984/pdf/jrip-1-3.pdf

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/ptr.1988

https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/118640/cesarino_vdo_tcc_botib.pdf?sequence=1&isAllowed=y

http://www.scielo.br/pdf/ramb/v46n3/3086.pdf

https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/30804/1/Dissertação_Nut_%20%20CAMILA%20RIBEIRO%20DE%20AVELAR.pdf

https://www.redorbit.com/news/health/917767/

https://journals.sagepub.com/doi/full/10.1177/2156587215571116

http://repositorio.uem.br:8080/jspui/bitstream/1/2045/1/000215313.pdf

https://plato.stanford.edu/entries/theophrastus/#BiolHumaPhysZoolBota

Comentários


  • Arivaldo Almeida Guanais
    ESSA PLANTA boa p problemas no figado.
    ⇒ Oficina de Ervas: Olá Ariovaldo. O Cardo Mariano é indicado para cirrose incipiente, intoxicação hepática, esteatose hepática, colagoga (estimula a contração da vesícula, provocando a saída da bílis para o duodeno.), colerética ( aumenta a secreção biliar)e hepatoprotetor. O uso deve ser feito juntamente com o tratamento prescrito pelo medico.Qualquer duvida entre em contato através do e-mail farmacia@oficinadeervas.com.br . Estamos a disposição.

Deixe seu comentário sobre:
Cardo Mariano: saiba o que é essa planta e para que serve