Magnolia officinalis: para que serve e efeitos colaterais

A ansiedade bateu? Pois é, esse transtorno atinge muitas pessoas hoje e há diversas frentes de tratamento! Uma delas é a Magnólia na fitoterapia, uma planta pesquisada por suas propriedades ansiolíticas. Mas será que é só isso que a Magnólia faz? É verdade que existe relação com emagrecimento? Vamos desvendar todos os benefícios e efeitos colaterais da Magnólia neste artigo!

 

Comprar Magnolia

O que é a Magnolia officinalis?

Aqui no Brasil, a Magnólia é famosa como flor e é bem apreciada pela sua beleza, além do cheiro adocicado e suave. Serve até mesmo como nome de pessoas! Mas para explicar os benefícios terapêuticos, precisamos especificar melhor qual planta é: Nós vamos falar da espécie cujo nome científico é Magnolia officinalis, da família botânica Magnoliaceae.

Ela é nativa das regiões montanhosas da China, sendo que uma árvore pode crescer até 20 metros de altura, com uma casca grossa, castanha e bem aromática. Já é conhecida há muito tempo na Medicina Tradicional Chinesa, chamada pelo nome popular “hou po” nos preparos medicinais; e também tornou-se uma opção terapêutica para outras regiões da Ásia, incluindo o Japão. Existem também combinações da Magnólia com outros fitoterápicos, levando nomes diferentes nos idiomas locais.

Com o passar dos anos, essa espécie também foi chamando atenção da medicina convencional por suas propriedades benéficas à saúde. Embora existam diversas indicações diferentes na Medicina Tradicional Chinesa, o foco na Magnolia se justifica por seu grande potencial ansiolítico — e a ansiedade hoje acomete muitas pessoas.

Para relembrar, a ansiedade tem um significado maior do que mera reação de preocupação natural do corpo. Por mais que a ansiedade seja uma reação automática e, até determinado ponto, saudável — antecipando como podemos reagir em determinada situação — essa emoção está entre a incerteza e a expectativa e, em excesso, prejudica demais a vida das pessoas.

Positivamente, a ansiedade pode se apresentar como uma inquietação por uma viagem, por uma mensagem, por uma apresentação ou resposta no emprego.

Mas é também um transtorno estudado e passível de diagnóstico. Acarreta em grande mal-estar físico e mental, provocando agonia nas atividades mais simples do dia, inclusive nas prazerosas: a mesma viagem, eventos ou mensagens que as pessoas tanto querem, trazem sofrimento.

Cada um deve buscar atendimento profissional adequado para as próprias particularidades e a Magnolia officinalis pode fazer parte do tratamento.

Agora que você sabe mais sobre a Magnólia, vamos conferir mais detalhes sobre sua ação sobre a ansiedade e como isso está relacionado com emagrecimento!

 

Comprar Magnolia

Magnolia officinalis: para que serve

A Magnólia serve principalmente como um regulador de humor, diminuindo sensações desagradáveis de agonia associados à ansiedade e quadros leves de depressão. Mas existem outras qualidades no uso desse fitoterápico.

Apesar da flor ser muito bonita e característica, as partes utilizadas da planta na fitoterapia são as cascas. Ela tem componentes variados, mas aqueles em destaque para se obter o extrato seco padronizado são:

 

A Magnólia possui ações:

 

Ela é vendida na forma de cápsulas!

 

Comprar Magnolia

E quais são as indicações de uso da Magnólia?

A Magnólia pode ser utilizada em várias situações, como:

 

Os principais compostos fenólicos da Magnólia, o Magnolol e o Honokiol, estimulam os receptores GABAa e induzem a neurotransmissão GABAérgica.

Para lembrar, GABA é um tipo de neurotransmissor responsável por reduzir a atividade neuronal para produzir sensação de calma e induzir sono. Desta forma, sendo estimulado, o ácido gama-aminobutírico (GABA) promove maior relaxamento ao inibir o excesso de atividade cerebral — sem que suas funções sejam prejudicadas.

Existem indícios de que o honokiol da Magnolia officinalis apresenta atividade ansiolítica através da modulação do receptor CB1. Esse receptor faz parte do sistema endocanabinoide (ECS), que ajuda a regular certas funções no corpo, como o humor, a sensação de dor, memória e até apetite. Por isso, existe muita motivação da Ciência para entender mais profundamente como funciona o ECS e como certas substâncias interagem com ele.

O receptor CB1 é abundante no corpo humano, sendo esse tipo de receptor o mais famoso por interagir com o THC — que é a molécula mais estudada e com maior impacto da Cannabis. É nessa interação que podemos observar os efeitos relaxantes.

Esses indícios de que a Magnolia officinalis pode modular o receptor CB1 trazem novas perspectivas sobre os efeitos e o uso dela para a promoção da saúde.

Experimentos em roedores com Magnólia mostram resultados variados quanto à sonolência. Doses maiores podem acarretar na perda de reflexo e sono, sendo efeitos colaterais reversíveis e que variam de acordo com a dose.

O efeito da Magnolia officinalis sobre o sono, portanto, pode ocorrer de duas maneiras: é possível que induza a sonolência em doses mais altas, embora não seja comum ou recomendado. Mas, se o seu sono sofre pelo quadro de ansiedade, a ação da Magnólia sobre a ansiedade em si pode ajudar na hora de dormir. Também existem indícios da melhora da qualidade do sono.

Lembramos que a atividade antioxidante auxilia na prevenção de diversas doenças associadas a danos e envelhecimento celular, por exemplo doenças degenerativas como o Alzheimer. Existem indícios também da ação da Magnólia na inibição da acetilcolinesterase, que também é associada à diminuição de desempenho cognitivo.

A atividade antioxidante, somada à vasorelaxante e anti-aterosclerose, auxilia na prevenção de problemas cardiovasculares. Também é possível presumir uma melhora sistêmica na saúde do coração quando se pensa nos benefícios em geral da Magnólia: melhora do sono, da ansiedade, auxílio no combate à obesidade e melhora sensível de índices glicêmicos — diminuindo sensivelmente a resistência à insulina.

Esses fatores ajudam no bem-estar e na saúde do coração, mas mais pesquisas são bem-vindas para determinar melhor a ação da Magnolia officinalis nos sistemas do corpo.

O alívio leve de tosses pode ser explicado pela ação vasorelaxante e ligeiramente broncodilatadora, enquanto a ajuda em desconfortos gástricos vem da atividade anti-inflamatória.

 

Dosagem usual recomendada

Se você deseja conferir a dosagem ideal para você devido a alguma questão específica, converse com nossos fitoterapeutas sobre seu caso!

Geralmente, a Magnolia officinalis é manipulada junto com Phellodendron amurense, em casos de metas de emagrecimento. Também é comum que os pacientes alternem ciclos de uso dessa combinação devido à Berberina extraída do Phellodendron amurense, fazendo pausas no consumo dentro da dose usual.

Entre em contato com um de nossos fitoterapeutas clicando aqui. Assim, ficará mais fácil entender como tomar a Magnólia da melhor forma.

 

Comprar Magnolia

Magnolia officinalis é sinônimo de emagrecimento? Ou engorda?

Como pudemos ver nos tópicos anteriores, não existem ações específicas para emagrecimento na Magnólia, pois não possui propriedades específicas que reduzam taxas de lipídios depositados em excesso no tecido adiposo no corpo. Mas ela ainda pode fazer parte de uma jornada de emagrecimento devido ao seguinte motivo:

Pessoas ansiosas têm a tendência de recorrer à comida para aliviar a sensação de ansiedade. E não se trata de mera auto sabotagem! Existem indícios que este transtorno cause impacto na comunicação de neurotransmissores no corpo, fazendo com que o corpo interprete incorretamente a sensação de fome e de saciedade.

Muitas vezes, pacientes nem percebem e vão comendo poucas porções ao longo do dia (o famoso ato de "beliscar"), ou então vão logo em comidas que são mais calóricas, por exemplo chocolates e frituras.

Por amenizar os quadros de ansiedade, a Magnolia officinalis auxilia no controle de compulsão alimentar e ajuda em jornadas de emagrecimento, combatendo a obesidade. Quem está obeso também vai se beneficiar da Magnólia devido à diminuição de resistência à insulina e na prevenção de doenças cardiovasculares, que são questões metabólicas associadas à questão.

Cabe aqui também um lembrete que a ansiedade, a compulsão alimentar e a obesidade são temas muito sensíveis. Busque sempre atendimento profissional — se possível, procure orientações médicas multidisciplinares: psicólogos, nutricionistas, nutrólogos, psiquiatras... Existem muitas pessoas capacitadas e dispostas a te ajudar!

Se quiser entender mais sobre compulsão alimentar, leia nosso informativo! Basta clicar aqui: Você sabia que a dificuldade para emagrecer pode estar ligada à ansiedade?

Você pode conferir mais informações e dicas de ervas indicadas para emagrecimento em outro conteúdo nosso: É só clicar aqui para conferir 7 Dicas de Emagrecimento Saudável com Plantas.

 

Comprar Magnolia

Magnolia officinalis melhora a memória?

É muito importante esclarecer que a memória é complexa e envolve uma cadeia de mecanismos e processos bioquímicos do cérebro, podendo ser influenciada por outros fatores como atenção ou humor.

A Magnolia officinalis pode oferecer ajuda na memória por, primeiramente, diminuir a tensão pela ansiedade, auxiliando as pessoas a manterem o humor apto a prestar atenção e reter memórias. Ela costuma ser associada com o Phellodendron amurense, e a combinação de ambos é pesquisada pela diminuição de níveis de cortisol no corpo, que é o hormônio do estresse.

O sono regular também interfere na memória, pois enquanto dormimos, o nosso cérebro consolida as memórias importantes e descarta aquelas que não precisam ser armazenadas.

Por fim, a ação antioxidante e os indícios de inibição da acetilcolinesterase da Magnólia são outros fatores que contribuem para a memória.

Caso você queira entender mais sobre a memória e conhecer fitoterápicos mais específicos para esse fim, leia nosso informativo! Basta clicar aqui: Nootrópicos Naturais: o que é e para que serve!

 

Comprar Magnolia

Magnolia officinalis: efeitos colaterais e contraindicações

De modo geral, a Magnólia é bem tolerada pelo organismo. Efeitos colaterais, quando ocorrem, variam entre náusea, vômitos e diarreia.

E alguns de seus efeitos podem ser desejados ou não, depende de sua intenção ou horário em que será consumido; por exemplo: a sonolência provocada pela Magnólia não é recomendada antes de realizar tarefas que exigem atenção, reflexo e concentração, como dirigir ou operar máquinas. Não é um efeito colateral comum e depende da dose consumida.

Alguns pacientes podem consumir a Magnólia justamente por sua capacidade ansiolítica antes de provas, testes, vestibulares ou concursos, porém a possibilidade de sonolência pode impactar o desempenho.

Existem outros cuidados importantes para o consumo da Magnólia:

 

Comprar Magnolia

Magnolia officinalis: preço e onde comprar

Você pode comprar a Magnolia officinalis no nosso site, clicando aqui.

Em caso de dúvidas, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

Bibliografia

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5365644/

https://www.thieme-connect.com/products/ejournals/abstract/10.1055/s-2007-969825

https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0163725811000349

https://academic.oup.com/jpp/article/73/9/1161/6265594?login=false#301361961

https://www.hortusleiden.nl/en/the-hortus/collection/traditional-chinese-medicine-plants/chinese-magnolia-magnolia-officinalis-houpo

https://natureconservation.pensoft.net/article/36171/

https://www.healthline.com/nutrition/magnolia-bark

https://www.scielo.br/j/rprs/a/9Bj7ybHzRN9FY7mY7pB4tTR/?format=pdf

https://medium.com/mundo-molecular/a-transmissão-gabaérgica-de34c82188fd

https://www.dorcronica.blog.br/o-sistema-endocanabinoide

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Eugenio
Conheço a Magnóia de flor BRANCA . Magnolia grandiflora . Mesmas propriedades e efeitos colateriais ????????????
⇒ Oficina de Ervas: Olá Eugenio, A Magnolia de maior interesse é o da espécie Magnolia officinalis, as outras variedades podem ter outras propriedades e efeitos colaterais. https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Tanea Maria Carvalho Ferreira
Como posso usar diariamente. Gostaria de,saber também, se pode ser usada continuamente. Grata.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Tânea Usualmente - como a maioria dos fitoterápicos - pode usar 90 dias, pausar 20 dias e repetir o ciclo. Dosagem usual: Magnólia (extrato seco) 250mg - tomar 1 cápsula 2 x ao dia (manhã e noite). Clique no link abaixo para ver mais informações e valores: https://www.oficinadeervas.com.br/magnolia Qualquer dúvida, entre em contato com nossos fitoterapeutas pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Ficamos a disposição.


Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos