Hiperplasia Prostática Benigna: o que é, quais os sintomas e tratamentos

Já que estamos na campanha do Novembro Azul, neste mês, vamos falar sobre uma condição que afeta a maioria dos homens conforme envelhecem: a Hiperplasia Prostática Benigna. Conhece?

Esse problema, abreviado como HPB, é popularmente conhecido como próstata aumentada e muitas pessoas o confundem ou o relacionam com o câncer de próstata. Por isso, já vamos adiantar: Hiperplasia Prostática Benigna não é câncer e nem causa câncer.

Contudo, a HPB pode causar sintomas que afetam muito a qualidade de vida do homem. Neste informativo, vamos explicar o que é a Hiperplasia Prostática Benigna, quais as causas, tratamentos e tudo que você precisa saber sobre esse assunto. Vamos aprender?

 

O que é Hiperplasia Prostática Benigna?

A palavra hiperplasia significa um aumento no número de células em um órgão ou tecido, podendo resultar no aumento desse órgão. Sendo assim, Hiperplasia Prostática Benigna é o aumento não canceroso (benigno) do número de células da próstata e, consequentemente, do tamanho da próstata. Daí o nome popular dessa condição: próstata aumentada.

Com o avanço da idade, a maioria dos homens apresentam esse aumento na próstata. A alteração ocorre lenta e gradualmente, mas muitos não descobrem que têm hiperplasia prostática benigna até que a glândula tenha crescido o bastante para causar sintomas. Contudo, quanto mais velho, maior a chance de apresentar HPB e seus sintomas, olha só:

 

Causas da Hiperplasia Prostática Benigna

Os especialistas ainda não descobriram a causa exata da Hiperplasia Prostática Benigna, porém sabem que a condição fica mais comum em homens a partir dos 40 anos de idade. Eles suspeitam que o aumento esteja relacionado a mudanças hormonais que ocorrem com a idade e que hormônios como a testosterona, a di-hidrotestosterona (DHT) e o estrogênio estejam envolvidos na regulação do crescimento da próstata.

Ainda, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, o consumo de gorduras saturadas e zinco pode aumentar o risco de o paciente desenvolver a Hiperplasia Prostática Benigna sintomática. E também há a questão hereditária: se o pai ou o irmão do homem têm próstata aumentada, ele tem três vezes mais chances de desenvolver o problema.

Confira uma lista dos fatores de risco que aumentam as chances de desenvolver a Hiperplasia Prostática Benigna:

Também é importante esclarecer que vasectomia e atividade sexual não aumentam o risco de desenvolver Hiperplasia Prostática Benigna.

 

--------

Você também pode gostar de:

Como o Melão de São Caetano pode ajudar no diabetes

Polifenóis podem prevenir problemas do coração

Pygeum africanum: A planta que previne os problemas de próstata

Saw Palmetto é um tratamento natural para Hiperplasia Prostática Benigna

--------

Sintomas da Hiperplasia Prostática Benigna

A próstata é uma glândula que só o homem tem. É um pequeno órgão em forma de maçã, que fica abaixo da bexiga e faz parte do sistema reprodutivo masculino.

Ela fica em volta de uma parte da uretra, o canal que carrega a urina da bexiga, através do pênis e para fora do corpo. E é responsável por adicionar fluidos ao sêmen (o líquido que contém espermatozoides e é eliminado na ejaculação).

Ao aumentar, a próstata comprime parte da uretra, afetando o fluxo urinário e esse é o primeiro sintoma da Hiperplasia Prostática Benigna que a maioria dos homens apresenta. Conforme a idade avança, a glândula pode crescer ainda mais e piorar o prognóstico, mas nem sempre um tamanho maior ou menor da próstata indica o grau de severidade dos sintomas.

Confira abaixo a lista de sintomas da Hiperplasia Prostática Benigna:

 

Complicações da HPB

Quando não tratados, os sintomas da Hiperplasia Prostática Benigna podem desencadear complicações muito sérias ao sistema urinário do homem. Um exemplo é a infecção urinária, que pode ocorrer quando o homem não consegue esvaziar a bexiga e as bactérias começam a crescer na urina residual.

Além disso, o homem pode perder a capacidade de contrair a bexiga, levando à incontinência urinária. E, em casos graves, até os rins podem ser afetados. Confira algumas das complicações que podem ocorrer se não for feito um diagnóstico e tratamento adequado da Hiperplasia Prostática Benigna:

Essas complicações são raras, contudo é preciso se precaver. Por isso, especialistas destacam a importância de fazer os exames urológicos anuais a partir dos 40 anos. A realização desse check-up possibilita um diagnóstico precoce e o tratamento adequado na fase inicial da Hiperplasia Prostática Benigna.

Hiperplasia Prostática Benigna causa impotência?

Muita gente tem essa dúvida, então vamos esclarecer. A próstata não tem nada a ver com a função sexual do homem, mas sim, com a função reprodutora, isto é, a capacidade de ter filhos. O nervo responsável pela ereção passa ao lado da próstata e raramente é afetado pelo seu aumento. Ou seja, não é verdade que a Hiperplasia Prostática Benigna causa impotência (disfunção erétil).


Hiperplasia Prostática causa câncer?

Como já falamos no início do texto, a Hiperplasia Prostática Benigna não é câncer, nem aumenta as chances de o homem ter câncer de próstata. Contudo, é importante notar que os sintomas da HPB são semelhantes aos de outras doenças, como tumores, infecções e até mesmo o câncer de próstata.

Por isso, é importante contar com um profissional de saúde e realizar os exames adequados. Só assim o paciente terá um diagnóstico adequado e poderá descartar outras possíveis causas dos sintomas.

Algumas plantas e vitaminas agem como antioxidantes, prevenindo o aparecimento do câncer de próstata:

 

Como é feito o diagnóstico da HPB?

Após tanta informação, talvez você esteja se perguntando como saber se tem a próstata aumentada. O diagnóstico da Hiperplasia Prostática Benigna é feito com base no exame clínico (avaliação do histórico e sintomas) e em exames laboratoriais, como:

 

Qual o tratamento para a Hiperplasia Prostática Benigna?

Existem diversos tratamento efetivos para a próstata aumentada, que incluem medicamentos, terapias menos invasivas e cirurgias. Para decidir qual a melhor opção para seu caso, o médico deve levar em conta o tamanho da próstata, a intensidade dos sintomas, suas condições de saúde e preferências pelo tipo de tratamento.

Conheça a lista de tratamentos tradicionais para a Hiperplasia Prostática Benigna:

Em caso de sintomas leves, existe a possibilidade de tratar apenas observando a evolução do caso clínico e o tratamento pode ser dispensável. Além disso, em até um terço dos casos leves de Hiperplasia Prostática Benigna, os sintomas se resolvem por conta própria.

Também é importante se sentir à vontade com seu médico para relatar possíveis efeitos colaterais dos medicamentos. Os medicamentos para fluxo de urina, por exemplo, podem reduzir ou provocar a ausência de ejaculação. Já os medicamentos para parar o aumento da próstata podem diminuir o desejo sexual e provocar disfunção erétil. A solução nesses casos é sempre conversar com seu médico e verificar a possibilidade de trocar o medicamento.

 

Mudanças no estilo de vida podem aliviar os sintomas de HPB

Quando o assunto é saúde, sempre há alguma coisa que podemos fazer em relação a nossos hábitos. Isso vale também para a Hiperplasia Prostática Benigna. Confira mudanças simples que podem ajudar a aliviar os sintomas da HPB:

 

Tratamentos naturais para Hiperplasia Prostática Benigna

Existem também plantas medicinais que podem ajudar com os sintomas da HPB. São ervas que possuem propriedades anti-inflamatórias, antiproliferativa (das células) ou ainda que reduzem os hormônios que influenciam o crescimento da próstata. A vantagem é que, por serem medicamentos naturais, não há (ou há menos) efeitos colaterais para o paciente.

Confira a lista de plantas terapêuticas que podem ajudar na Hiperplasia Prostática Benigna:

 

A importância da prevenção e do fim do preconceito

Por último, e não menos importante, vamos ressaltar mais uma vez a importância de os homens deixarem a resistência de lado e procurar um urologista. Preservar a saúde fazendo exames preventivos é a melhor forma de detectar precocemente um câncer ou qualquer outra doença como a Hiperplasia Prostática Benigna. O importante é sempre priorizar a saúde!

Esperamos que este informativo tenha te ajudado a entender melhor a Hiperplasia Prostática Benigna para que você se cuide e/ou incentive os homens que conhece a se cuidarem também.

Se tiver mais dúvidas, estamos aqui para te ajudar. É só falar com um de nossos fitoterapeuta clicando aqui.

 

Referências:

https://www.hospitaloswaldocruz.org.br/imprensa/releases/voce-sabe-o-que-e-hiperplasia-prostatica-benigna-sabe-como-trata-la

https://www.pfizer.com.br/sua-saude/saude-do-homem/hpb-hiperplasia-prostatica-benigna

https://www.saudedireta.com.br/docsupload/1331413833Urologia_cap22.pdf

https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/benign-prostatic-hyperplasia/symptoms-causes/syc-20370087

http://www.oncoguia.org.br/conteudo/voce-sabe-o-que-e-hiperplasia-prostatica-benigna/9594/426/

https://www.msdmanuals.com/pt-pt/casa/problemas-de-saúde-masculina/distúrbios-benignos-da-próstata/hiperplasia-prostática-benigna-hpb?query=Hiperplasia prostática benigna (HPB)

https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-prostata

https://www.oficinadeervas.com.br/conteudo/como-cuidar-da-hiperplasia-prostatica-benigna-hpb#mce_temp_url#

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/hiperplasia-de-prostata/

https://portaldaurologia.org.br/medicos/wp-content/uploads/2017/08/guideline_AUA_SBU-ilovepdf-compressed.pdf#mce_temp_url#

https://www.youtube.com/watch?v=3pNk9SOIMHs

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Ubirajara Alves Macedo
Mal cheiro na urnia e dou, uma queimação quando vo ao banheiro
⇒ Oficina de Ervas: Olá Ubirajara. Pode ser HPB ou infecção de urina. Você chegou a fazer algum exame? Se sim, peço para que nos envie os resultados. Entre em contato com nossos fitoterapeutas para mais orientações pelo e-mail farmacia@oficinadeervas.com.br . Estamos à disposição.


• Ubirajara de Lucena Pereira da Silva
Parabéns pelo texto, muito esclarecedor.
⇒ Oficina de Ervas: Olá Ubirajara. Obrigada pelo comentário. Ficamos felizes que tenha gostado do texto. Para mais dúvidas ou orientações entre em contato com nossos fitoterapeutas. Estamos à disposição.


• Robevalter
Hiperplasia prostática
⇒ Oficina de Ervas: Olá Robevalter. Para dúvidas e orientações de tratamento sobre hiperplasia prostática benignina entre em contato com nossos fitoterapeutas pelo e-mail farmacia@oficinadeervas.com.br. Estamos à disposição.


• Paulo Henrique de Oliveira e Silva
Gostei muito das informações contidas foi muito útil para e o será para quem tiver acesso.
⇒ Oficina de Ervas: É muito importante para nós que o conteúdo tenha uma serventia para o beneficio e conhecimento de todos.


• Rubens Pedro Domingues
Informações satisfatórias para pessoas com o problema, ajuda muito no tratamento e manutenção. Obrigado.
⇒ Oficina de Ervas: Olá Rubens. que bom que gostou das informações. Você pode entrar em contato com nossos fitoterapeutas sempre que precisar. Estamos à disposição.


• ALDO PEREIRA DE OLIVEIRA
ADOREI AS INFORMAÇÕES MUITO VERDADEIRAS
⇒ Oficina de Ervas: Olá Aldo. Que bom que gostou do nosso informativo. Agradeço por seu comentário. Estamos sempre à disposição.


• Nelson Célio de Mesquita Rocha
As informações são importantes, claras e objetivas, apresentando orientações fundamentais. Muito grato pela importantes ajuda.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Nelson. Ficamos muito felizes em saber que você tenha gostado de nosso informativo. Temos também uma equipe de fitoterapeutas que pode te orientar e esclarecer dúvidas pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos a disposição.


• Silvio M. Kaviski
Estou em busca de uma fórmula que seja um "blend" de todos os fitoterápicos que vocês dispõem em sua lista de agentes para a hiperplasia benigna de próstata. Tenho 55 anos, e estou vendo um urologista pois apresento PSA de 4 e tenho minha próstata relativamente grande. Segundo vi nos relatos no vosso site, é possível fazer uma composição com licopeno, curcuma, pygeum, sabal (saw palmeto)l, óleo de abóbora e urtiga... Pode ser feito tudo na mesma cápsula? Estou bem preocupado e quero resolver isso. Não tenho nenhum problema de saúde. Meus últimos (recentes!) exames estão super normais, exceto a próstata como relatei. Aguardo alguma sugestão. Obrigado.
⇒ Oficina de Ervas: Olá. Silvio Para te orientar melhor, clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Informe seu peso e se faz uso de algum medicamento. Estamos à disposição.


• Andre
Estou com o fluxo de urina muito diminuido e sensação de vontade de urinar mais frequente, estou com receio de estar com HPB pois ja fiz 60 anos. Vou fazer o psa e ja marquei consulta medica, lembro que meu avô teve o problema e curou com uma planta importada do Egito. Vocês poderiqm me informar qual planta poderia ser e como posso adquirir este material, somente o saw palmeto podw resolver ou seria bom associar com outros vegetais? Verifiquei que existem muitas versoes de fitoterapicos e nem todos apresentam eficasia ou são recomendados, alguns são caros e somente contem vitaminas, podem me indicar algum fitoterapico realmente eficiente e de boa procedencia, parece que os importados da Alemanha são os melhores .
⇒ Oficina de Ervas: Olá, André. O mais importante é fazer o diagnóstico correto, pois existem vários problemas que podem causar esse sintoma. Em caso de confirmação de HPB, a planta mais indicada é o Saw palmetto E.S. 160mg, para tomar cedo e de noite. https://www.oficinadeervas.com.br/saw-palmetto Esse tratamento pode ser associado ao uso do Pygeum africamum E.S. 100mg, a depender da necessidade. https://www.oficinadeervas.com.br/pygeum-africanum Existem outras plantas que podem auxiliar no tratamento, caso apresente também algum problema urinário, como a Urtica dioica. https://www.oficinadeervas.com.br/urtiga Todas as orientações podem ser feitas de acordo com a necessidade e sintomas apresentados. Caso você queira orientações após o seu diagnóstico médico, entre em contato com nossos fitoterapeutas pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Ficamos à disposição.


• Jocenir Rosa
Olá, tenho 69 anos e na minha última consulta ao meu urologista (SUS), ele me receitou um fármaco que combina Dutasterida + Tansulosina porque o ultrassom apresentou um peso de aproximadamente 47 g., vesículas seminais de aspecto anatômico, volume vesical pré miccional de 420ml e resíduo pós miccional de 5 ml. O problema é que esse medicamento alterou sensivelmente minha libido, interferindo em todas as funções sexuais normais. Senti também uma certa preguiça em fazer coisas que me dão grande prazer como pedalar por exemplo. Depois de 2 semanas parei com o medicamento e estou tentando fitoterápicos. Preciso saber se agi corretamente ou o melhor para um melhor nível de vida , no geral, seria voltar ao fármaco receitado. Grato.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Jocenir Seria interessante conversar novamente com o seu médico e explicar sobre as adversidades que está ocorrendo com seu uso, assim ele pode encontrar outras dosagens ou fazer a substituição. De qualquer forma não recomendamos parar o uso sem acompanhamento médico, o que podemos fazer é complementar com fitoterápicos. Para poder te orientar melhor, clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos