Amora: Para que serve e benefícios

A Amora é bem conhecida como uma frutinha escura, entre tons vermelhos e pretos, muito saborosa! Mas a árvore que dá origem à essa fruta oferece ainda mais benefícios para nossa saúde: infusões e fitoterápicos da amoreira-preta amenizam sintomas da menopausa, como o famoso fogacho! Veja neste artigo quais para que serve a Amora, como tomar e muito mais!

 

Comprar Amora

O que é Amora?

A Amora é uma querida: além de ser uma frutinha deliciosa por si só, ela faz parte de receitas ainda mais gostosas: é protagonista de geléias, sucos, mousses; também é inclusa em cheesecakes, cucas, tortas e sorvetes. Até em cosméticos ela aparece!

O que muita gente não sabe é que o termo "amora" não é tão específico. Vamos explicar: A principal Amora para fins terapêuticos tem o nome científico Morus nigra, da família botânica Moraceae. Ela é nativa do Cáucaso, mas foi introduzida e naturalizada em outras regiões. Ela também foi levada para a Inglaterra, na tentativa de ser utilizada para a sericultura, mas o bicho-da-seda prefere as folhas da amoreira-branca (Morus alba), que é nativa da China e muito usada para esse fim. Existe também a amoreira-vermelha (Morus rubra), nativa do leste dos EUA.

Todas elas são amoras! E os frutos podem ser bem semelhantes dependendo do estado de maturação. Amora vem do latim "morum", que foi o nome para designar mesmo o fruto. Não podemos esquecer ainda de outras amoras: os frutinhos do gênero Rubus, nativos da Europa e Ásia. Também aparece no Brasil, com arbustos identificados no Sudeste e no Sul. É comum encontrar-se o nome amora miúra, que usualmente especifica a Morus nigra L., uma variação da amoreira-preta.

A espécie descrita aqui tem grande respaldo na medicina tradicional sobre seus efeitos medicinais, com grande aproveitamento de várias partes da planta: folhas, talos e raízes.

A amoreira-preta Morus nigra pode alcançar entre 5 a 20 metros de altura, com folhas grossas. E por ser tão aproveitável, os estudos avaliam o uso de suas diferentes partes, inclusive seus frutos. Felizmente, essa versatilidade consegue atender bem a nossa saúde, em especial do sexo feminino: aliva sintomas negativos da menopausa e da TPM.

Vamos ver mais detalhes abaixo!

 

 

Comprar Amora

Amora: para que serve

As plantas do gênero Morus apresentam compostos fenólicos, incluindo flavonóides, flavonas, isoflavonas e mais; sendo que parte desses compostos são chamados de fito-hormônios, que podem ajudar na regulação hormonal do corpo humano. No caso das folhas da amoreira-preta, o hormônio favorecido é o estrogênio — que por sua vez ajuda muito em quadros de menopausa e TPM.

Na fitoterapia, as partes aéreas da amoreira são utilizadas: folhas e talos. As frutas, que são drupas, oferecem muitos benefícios nutricionais para nossa saúde também e podem ser adicionadas à sua alimentação.

Em geral, seus componentes são:

 

A Amoreira possui ações:

 

Ela é vendida na forma de cápsulas, extrato fluido, tintura e folhas para chá.

 

 

Comprar Amora

E quais são as indicações de uso da Amoreira?

As principais indicações do uso terapêutico da Amora se referem aos cuidados da saúde do sexo feminino, que exigem atenção em todas as etapas da vida — incluindo na meia-idade, quando vem o climatério.

Confira abaixo todas as opções de uso da Amora:

 

O período da menopausa traz mudanças hormonais e emocionais, e é também quando as chances de osteoporose aumentam. Portanto, é importante que busquemos alternativas saudáveis para aliviar sintomas como ondas de calor e que não acarretem em consequências graves a longo prazo, como o desenvolvimento de câncer. Alguns dos sintomas negativos do climatério são:

 

Certos componentes, como as isoflavonas presentes na Amora, tem certa semelhança com o estrogênio, um hormônio que acompanha o sexo feminino durante muitos anos de sua vida e prepara ciclos ovulatórios, ajuda o coração e mantém os ossos fortes. Porém, esse hormônio cai durante a menopausa e é por isso que pacientes buscam a reposição hormonal — ou acompanhamento com fitoterápicos.

Já que o estrogênio auxilia em muitas funções, como a mineração de ossos, o equilíbrio deste hormônio (por exemplo, com a ajuda de infusões e fitoterápicos de Amoreira), ajuda na redução de riscos de osteoporose, mesmo que não faça reposição de cálcio.

A diminuição de riscos de problemas cardiovasculares pode ser explicada pelo auxílio no tratamento de hipertensão através da diurese e por compostos antioxidantes e anti-inflamatórios que ajudam sensivelmente a condição de artérias; também ajudando os níveis de colesterol.

A rutina, que é um antioxidante em sua composição, também estimula o sistema imune, pois promove a produção de glóbulos brancos. Ela também é descrita como um composto com atividade anti-inflamatória, inibindo a enzima cicloxigenase.

 

 

Dosagem usual recomendada

A dosagem usual depende do quadro da sua saúde — que tipo de condição você está buscando tratar — e a forma que você prefere consumir a Amora. Afinal, esta planta é muito versátil e permite diferentes usos, por exemplo em cápsulas ou tintura. Converse com nossos fitoterapeutas sobre seu caso e não deixe a sua saúde de lado! Entre em contato com um de nossos fitoterapeutas clicando aqui. Assim, ficará mais fácil entender como tomar a Amora da melhor forma.

 

Comprar Amora

Amora e Melasma: há relação?

A melanina nada mais é que um pigmento do corpo que nos dá a nossa cor. É uma proteína que, além de oferecer essa pigmentação para pele, cabelos e até cor dos olhos, também evita danos de radiação solar. Peles negras têm maior quantidade de melanina, enquanto peles mais claras tem menor quantidade.

E quando somos expostos ao sol, nossa pele pigmenta mais ainda: é o nosso corpo reagindo — o que pode acontecer também com outros processos, como processos inflamatórios e irritativos.

Acne, foliculite, atritos e melasma são alguns dos processos que podem escurecer a pele, incluindo as peles negras.

O melasma ocorre por vários fatores: fatores hormonais, exposição solar e predisposição genética. No caso da questão hormonal, há indícios que infusões e fitoterápicos de Morus nigra podem oferecer ajuda!

Esses indícios foram encontrados em estudos variados da amoreira-preta na inibição da enzima tirosinase, cujo um dos produtos é a melanina. Ao que indica até o momento, a amoreira-preta tem antocianinas capazes de inibir essa enzima, ajudando no tratamento de melasma.

Mas ainda é cedo para afirmar de forma categórica, porque não há dose padronizada para uma recomendação específica, nem parte da planta determinada. Portanto, se você tem melasma e procura aliados para seu tratamento, não esqueça de investir em acompanhamento médico, protetor solar e acessórios para se proteger do sol.

A amora preta pode fazer parte da sua alimentação, assim como infusões e fitoterápicos; auxiliando parcialmente no melasma. Só não se esqueça que o tratamento envolve mais fatores!

Caso você queira entender mais sobre melasma, leia nosso informativo "Melasma: o que é e como tratar" clicando aqui.

 

 

Comprar Amora

Amora emagrece?

A amora e as infusões e fitoterápicos da amoreira-preta, por si só, não possuem propriedades específicas que reduzam taxas de lipídios depositados em excesso no tecido adiposo no corpo, apenas ajuda no controle de colesterol e triglicérides. Também pode reduzir levemente o peso eliminando retenção de líquidos devido a ação diurética.

No entanto, essa planta não é capaz de emagrecer o corpo sem uma rotina saudável. Ela pode ser parte do seu cotidiano através de chás, por exemplo, e promover sua saúde. É também esperado que o consumo possa trazer mais saciedade — a tendência é que refeições ou bebidas mornas/quentes, como chás, tragam a sensação de saciedade.

Você pode conferir mais informações e dicas de ervas indicadas para emagrecimento no nosso informativo também: É só clicar aqui para conferir 7 Dicas de Emagrecimento Saudável com Plantas.

 

Comprar Amora

Como fazer o chá de Amora?

O método de preparo desse chá é a infusão, que é o método de preparo que utiliza as partes mais delicadas das plantas, como flores e folhas. É uma opção prática e relaxante, principalmente quando consumido quentinho. Para preparar, basta adicionar água fervente sobre a erva, tampar o recipiente e deixar em repouso por aproximadamente 5 minutos. Depois, basta coar e consumir.

Para o chá de Amora, a proporção é de 5g da erva para cada xícara (250ml) de água. Além da tintura e das cápsulas, nós oferecemos essa opção de chá aqui na Oficina de Ervas!

 

 

Comprar Amora

Amora: efeitos colaterais e contraindicações

De modo geral, o consumo de Amora é bem tolerado, afinal, trata-se de uma frutinha. As infusões e fitoterápicos, geralmente feitos a partir das folhas da planta, precisam de mais atenção: Embora sejam considerados seguros, efeitos colaterais — quando ocorrem — variam entre náusea, vômitos, diarreia, constipação e tontura.

Há também contraindicações:

 

Comprar Amora

Amora: preço e onde comprar

Você pode comprar a Amora no nosso site, clicando aqui.

Em caso de dúvidas, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

 

Referências

https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/bitstream/123456789/13811/1/EloizaCristinadaSilvaTCCGraduacao2021.pdf

https://www2.assis.unesp.br/aprendendociencia/index.php/aprendendociencia/article/viewFile/28/pdf

https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/28204

https://www.scielo.br/j/rbfar/a/Pj9Nt3YHyWgyHdwVK4RF9sj/?lang=pt

https://www.mdpi.com/2072-6643/11/2/437

https://observador.pt/especiais/de-onde-vem-os-nomes-do-que-comemos-parte-5-cerejas-dos-lobos-e-macas-das-bruxas/

https://www.embrapa.br/agencia-de-informacao-tecnologica/cultivos/amora

https://www.embrapa.br/agencia-de-informacao-tecnologica/cultivos/amora/pre-producao/origem

https://hortodidatico.ufsc.br/amora-silvestre/

https://florien.com.br/wp-content/uploads/2016/06/AMORA-PRETA.pdf

https://www.sciencefocus.com/science/is-hot-food-more-filling-than-cold-food

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos