"Deixe a natureza cuidar de você."

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Feno Grego

       

Fitoterápicos/ Produtos Naturais

Fórmula Magistral QTD Unitário
90 cápsulas de 500mg R$ 36,00
Tintura 60mL R$ 28,00
Ainda em dúvida? Clique aqui e fale com nosso fitoterapeuta.
* Seguindo as normas da ANVISA, todo produto deve ser manipulado de acordo com o pedido, portanto será manipulado após o recebimento e aprovação do farmacêutico.
* Após esta etapa, a manipulação e o controle de qualidade exigem em média 1 dia útil, seguindo depois para a postagem do pedido.

Veja para que serve Feno Grego

Adicionar Feno Grego a minha Lista de Desejo  

Feno Grego (Trigonella foenum-graecum L)

AÇÃO E INDICAÇÃO:

O Feno Grego é indicado nas anemias, na perda de peso, nas dispepsias hiposecretoras, na obstrução intestinal, na gastrite, bronquite crônica e na diabetes. Topicamente é usada na acne, nas faringites, nos eczemas, nos furúnculos, vulvovaginite, abscessos.

FORMAS UTILIZADAS:

- Cápsula (pó da planta - semente)

Feno Grego

Erva anual, de caules eretos e estriados, que pode chegar a medir até 80 centímetros de altura, muito ramosa, possuindo folhas alternas, compostas de três folíolos oblongos, denteados na parte superior, glabros, verdes na página superior e mais pálidos na inferior; suas folhas são sésseis, de cor amarelo-pálida ou brancacentas, solitárias ou geminadas nas axilas das folhas; o fruto é uma vagem séssil, lineararqueada, achatada, de 6 a 9 centímetros de comprimento, com nervuras longitudinais, que contêm as sementes ovóides, as quais constituem a droga vegetal, amareladas, poliédricas e transversalmente reticuladas. Toda a planta exala um odor característico (Corrêa, 1984).

Seu habitat natural é bem vasto: compreende parte da Índia, Ásia Menor, região da Mesopotâmia e sul da Europa (Grécia). Nestas regiões foi muito utilizada na Antiguidade pelos egípcios, romanos e gregos, principalmente como alimento para os doentes. Ainda no antigo Egito, as mulheres cozinhavam o Feno Grego em leite, dando maciez e frescor à pele quando friccionada (Corrêa, 1984).

Nome Científico: Trigonella foenum-graecum L (Soares, 2000).

Nome Popular: Feno Grego, no Brasil; Alforvas, em Portugal; Alholva, em espanhol; Fenu Grec, na França; Fenu Greeck, em inglês; Fieno Greco, na Itália; Helbeh, em árabe; Hornklee, na Alemanha; Mentooloo e Menthee Seed, na Índia (Soares, 2000).

Denominação Homeopática: FOENUM GRAECUM

Família Botânica: Fabaceae-Faboideae

Parte Utilizada: Semente

Princípios Ativos: Mucilagens; Proteínas; Compostos Fosforados: lecitina, fitina, o alcalóide: trigonelina e colina; Saponinas: diosgenina e fenugrequina; Fitosteróis: colesterol e sitosterol; Flavonóides: vitexina, saponaretina e homoorientina; Ácidos Graxos Insaturados: oléico, linolêico e palmítico; traços de Cumarinas, abundante em Sais de Ferro e Manganês; Vitamina A; iacina; Tiamina e Riboflavina; traços de Óleo Essencial: rico em anetol; Celulose (PR, 1998).

Indicações e Ações Farmacológicas: O Feno Grego é indicado nas anemias, na perda de peso, nas dispepsias hiposecretoras, na obstrução intestinal, na gastrite e na diabete.

Topicamente é usada na acne, nas faringites, nos eczemas, nos furúnculos, vulvovaginite, abscessos (PR, 1998).

Apresenta ação emoliente pela presença de mucilagens dentre seus constituintes.

Aumenta o apetite e é indicado como coadjuvante em tratamentos onde queira o aumento de peso do paciente. É digestivo, antianêmico, hipoglicemiante suave, hepatoprotetor, antiinflamatório e anti-séptico (PR, 1998).

Toxicidade/Contra-indicações: Devido à droga reduzir a absorção intestinal dos glicídios, é necessário que haja um controle da glicemia e as doses de insulina nos pacientes com diabete insulinodependentes (PR, 1998).

É contra-indicado o uso na gravidez, devido à presença de cumarinas e alcalóides, por promoverem um possível efeito abortivo e para lactantes, pois os princípios amargos contidos na droga passam para o leite materno (PR, 1998).

Dosagem e Modo de Usar:

Uso Interno:

- Extrato Seco (5:1): 150-300 mg/dia (PR, 1998);

- Extrato Fluido (1:1): 30-60 gotas, duas vezes ao dia (PR, 1998);

- Tintura (1:10): 50-100 gotas, uma a três vezes ao dia (PR, 1998);

- Pó: Em cápsulas de 500 mg antes das refeições (PR, 1998);

- Decocção: tomar pela manha em semanas alternadas (PR, 1998).

Uso Tópico:

- Decocção: em compressas, gargarejos, colutórios, irritações vaginais (PR, 1998).

Referências Bibliográficas:

CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984.

PR Vademecum de Precripción de Plantas Medicinales. CD-ROM. 3ª edição.

1998.

SOARES, A. D. Dicionário de Medicamentos Homeopáticos. 1ª edição. Santos

Livraria Editora. 2000.

Feno Grego é indicado nas anemias, na perda de peso, nas dispepsias hiposecretoras, na obstrução intestinal, na gastrite, bronquite crônica e na diabetes.

ATENÇÃO: O texto de todos os nossos produtos, são referentes a des­cri­ção técnica dos mesmos, não configurando pro­pa­gan­da e ou estímulo a auto-medicação.
Seguindo as normas da ANVISA, todo produto deve ser manipulado de acordo com o pedido do comprador, portanto será manipulado após o recebimento e aprovação do farmacêutico.

Outros Produtos Naturais

  • Valeriana
    Valeriana
    Valeriana possui ação sedativa, indicada para histeria, insônia crônica e nervosismo da menopausa. ... Saiba mais
  • Feno Grego
    Feno Grego
    Feno Grego é indicado nas anemias, na perda de peso, nas dispepsias hiposecretoras, na obstrução intestinal, n ... Saiba mais
  • Salgueiro
    Salgueiro
    Salgueiro (Salix alba)AÇÃO E INDICAÇÃO:Possui ação antinflamatória, analgésica, antipirética, adstringente, an ... Saiba mais