Aftas: Como prevenir e tratar com 10 Fitoterápicos

Um caso simples que nos incomoda bastante são as Aftas na boca. Como será que elas surgem? E como podemos tratá-las com a fitoterapia? Você não precisa se acostumar com esse desconforto! No informativo deste mês, iremos entender com detalhes as causas, medidas preventivas e alternativas de fitoterápicos para auxiliar no seu tratamento de aftas. Vamos lá?

 

Se você já quiser saber quais são os fitoterápicos para Aftas, clique aqui!

 

O que é a Afta?

Você provavelmente já as conhece: Aftas são feridas internas na boca, muito comuns, sendo lesões não-contagiosas que incomodam bastante para falar ou para mastigar, mas que desaparecem por conta própria na maior parte dos casos. Elas podem surgir na língua, na gengiva, no céu da boca, na parte interna das bochechas e até debaixo da língua. São tão comuns que, no Brasil, a estimativa é de 2 milhões de casos ao ano.

Essas pequenas úlceras na nossa boca dividem-se em dois tipos:

 

Nossas próprias células de defesa podem ser parcialmente responsáveis pelo inchaço dessas aftas: elas migram até o local para curar essa lesão, mas a reação decorrente é uma inflamação que pode provocar dor e o característico inchaço, perceptível pela nossa língua dentro da cavidade oral. As células de defesa estão fazendo o seu trabalho para não deixar nenhum organismo estranho invadir nosso corpo enquanto a lesão se recupera, mas em consequência, temos essa sensação incômoda. As aftas que aparecem com muita frequência também têm um nome mais longo: Estomatite aftosa recorrente.

Sintomas da Afta

Os sinais das Aftas são bem característicos e o próprio paciente pode observar isso em si, embora seja fundamental lembrar que existem outras lesões com sintomas semelhantes. Outro aspecto importante a ser lembrado é que aftas recorrentes podem ser indícios de outros problemas de saúde sistêmicos, portanto é sempre bom buscar atendimento com profissionais da saúde.

Veja abaixo os sintomas da Afta:

 

Não se deve confundir Aftas com feridas de herpes, que se manifesta geralmente ao redor da boca e tem coloração diferente. Herpes é contagiosa e causada por vírus. Também não deve-se confundir aftas com candidíase oral, popularmente chamada de sapinho, que é causada por fungo e apresenta uma camada branca nas áreas atingidas da boca.

Dificilmente as aftas causam febre. Então se seus principais sintomas são alterações na cavidade bucal e febre, não deixe de buscar atendimento médico para conferir o que está acontecendo com a sua saúde!

 

Causas das Aftas

Embora as Aftas geralmente sejam simples de serem curadas, elas não possuem uma causa única. Vamos conferir uma lista delas a seguir:

 

E se você ficou com afta após tirar o siso, não precisa perder o sono: Os atritos que ocorrem durante a extração podem favorecer o surgimento das aftas. É bom conferir se está tudo bem devido aos pontos — caso você não tenha tirado ainda — então marque o retorno com o dentista para checar o estado da sua boca.

Como prevenir Aftas

Os cuidados preventivos de aftas estão muito relacionados com as causas citadas antes. Portanto, se você notou que surgem aftas com frequência, pense como anda a sua saúde de maneira geral e se não existe um fator ou conjunto de fatores que estão favorecendo o aparecimento dessas pequenas lesões.

Será que é um efeito colateral de um medicamento que você começou a tomar recentemente? Ou sua imunidade está baixa e você não está se alimentando bem? Para facilitar, confira a lista abaixo:

Checagens periódicas e exames podem avaliar se existem alterações hormonais importantes ou deficiência de vitaminas. Sempre é uma boa ideia buscar atendimento de profissionais da saúde!

 

Como tratar as Aftas?

As aftas podem simplesmente desaparecer sozinhas e não há um medicamento ou terapia específica para elas. É comum que as aftas te deixem em paz em uma média de duas semanas e, se estiver muito dolorido, um profissional pode indicar analgésicos ou outros produtos para bochechos.

Portanto, é seguro dizer que o tratamento de aftas depende das causas. A investigação da origem das aftas — lembrando que é multifatorial — dá pistas importantes sobre como é melhor tratá-las. Por exemplo, se a causa é uma infecção, profissionais da saúde receitarão antibióticos. Mas, se for algum problema de acidez estomacal, a indicação poderá ser relacionada ao estômago.

De maneira geral:

Atenção: Não aposte em soluções caseiras. O uso de Bicarbonato de sódio é muito comum para aftas e as pessoas até relatam alívio, mas o bicarbonato de sódio não acelera a cicatrização. Pode, na verdade, irritar mais a mucosa se aplicado puro diretamente sobre a afta.

 

10 Fitoterápicos para Prevenir e Tratar Aftas

Além das medidas preventivas que apresentamos anteriormente, existem itens fitoterápicos que fazem parte dos cuidados com as aftas, tanto na parte preventiva quanto no tratamento em si. Veja agora a nossa lista de principais plantas para cuidar de Aftas:

 

Para tratamento da ferida em si

1 - Enxaguatório de Malva composto (Menta, Zedoária, Calêndula, Equinácea e Stevia) 100ml — É composto por Malva e outros ingredientes que visam potencializar as propriedades adstringentes e antissépticas que vão te ajudar a combater essa ferida. É simples de usar como elemento final da higiene bucal diária. (ver produto)

2 - Spray Bucal (Mel, Romã e Própolis) 30mL — A combinação da Romã, Mel e Própolis tem uma poderosa ação anti-inflamatória, adstringente e antisséptica, ajudando no caso de aftas ou até quando a garganta está raspando. Também é prático de levar em qualquer lugar. (ver produto)

3 - Própolis — Possui ação antisséptica e antibiótica natural, sendo indicada para infecções na garganta e para o tratamento de aftas. (ver produto)

4 - Romã — Além de uma fruta muito apreciada pela cor e pelo sabor, as cascas da Romã possuem excelente atividade adstringente. A Romã reduz inflamações e tem ação antibacteriana, qualidades que ajudam o tecido a se regenerar de forma eficaz. (ver produto)

5 - Tanchagem — Essa planta é muito versátil e ajuda nossa saúde de várias maneiras. Suas ações antissépticas, cicatrizantes e anti-inflamatórias a tornam adequada também para o tratamento das aftas. Além de ajudar a cicatrização em si, caso a afta venha de acidez ou outros problemas estomacais, ela também poderá ajudar. (ver produto)

6 - Sálvia — É adstringente e cicatrizante, muito indicada para problemas bucais diversos! (ver produto)

 

Algumas destas plantas citadas acima podem ser utilizadas na forma de tintura, extrato fluido ou chá para fazer o enxague bucal.

 

Para prevenção de aftas recorrentes causadas por excesso de acidez ou outros problemas de estômago

7 - Espinheira Santa — Grande salvadora de casos de gastrite, a Espinheira Santa é uma aliada poderosa em problemas estomacais e diminui a acidez estomacal. Além disso, reduz refluxos e tem ação analgésica, ajudando na digestão e nas aftas. (ver produto)

8 - Alcaçuz Europeu — Age no sistema digestivo como cicatrizante das gastrites e úlceras. É antiácido e diminui os refluxos e os espasmos gastrointestinais (ver produto)

9 - Guaçatonga — Uma das principais indicações da Guaçatonga é no tratamento de gastrites e úlceras, devido a sua ação cicatrizante, mas sem dificultar a digestão de proteínas. (ver produto)

10 - Zedoária — Indicada para combater a má digestão, úlcera, gastrite, refluxo e halitose de origem digestiva. Também ajuda a reduzir processos inflamatórios na boca. (ver produto)

A leitura foi agradável? Esperamos que as informações passadas tenham sido, além de gostosas de ler, úteis para você cuidar melhor da sua saúde bucal. Com cuidados diários simples e fitoterápicos, sua qualidade de vida ficará excelente. Afinal, sua saúde e bem-estar são muito importantes.

Procure o apoio de profissionais da área da saúde para uma avaliação completa e cuide da sua saúde com muito zelo, sabendo que você também pode contar com o auxílio da Oficina de Ervas!

E se sobrou alguma dúvida, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

Bibliografia

https://saude.abril.com.br/coluna/cuide-da-sua-boca/aftas-em-detalhes-como-lidar-com-elas/

https://saude.abril.com.br/medicina/afta-o-que-e-como-tratar/

https://sorrisologia.com.br/w/bicarbonato-para-aftas-nao-e-recomendado-pelos-dentistas-veja-o-motivo_a9005

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2021/11/10/bicarbonato-de-sodio-ajuda-a-cicatrizar-feridas-na-boca-como-a-afta.htm

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Waldir Barbosa
Olá, poderia me informar como tratar as feridas da herpes zoster?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Waldir Pode fazer o uso da Unha de Gato que regula a imunidade. Para passar no local podemos manipular um creme específico para seu caso. Clique no link abaixo para mais informações sobre a Unha de Gato: https://www.oficinadeervas.com.br/unha-de-gato Para dúvidas e orientações clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• João Paulo Pires de Vasconcellos
Obrigado pelas informações. Como encomendar fitoterápicos de vocês?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, João. Você pode estar comprando através dos canais abaixo. https://www.oficinadeervas.com.br/ Telefone: (16) 21334455 WhatsApp (16) 982340111 e-mail: farmacia@oficinadeervas.com.br Ficamos a disposição.


Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024 Artigo Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios! 23 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos