Romã

Preço Especial A partir de R$ 10,00

Disponível

Resumo:

Romã (Punica granatum L.) AÇÃO E INDICAÇÃO: Possui ação adstringente, para infecções da garganta. POMEGRANATE EXTRATO Pague em até 6 x s/juros, Aproveite!
Ver descrição completa

Fórmula Magistral Unitário Quantidade  
R$ 61,00  
R$ 10,00  
R$ 43,00  
R$ 25,00  
R$ 37,00  

 

Veja para que serve Romã

Romã (Punica granatum L.)

AÇÃO E INDICAÇÃO:
Possui ação adstringente, para infecções da garganta.

POMEGRANATE EXTRATO SECO PADRONIZADO A 40% DE ÁCIDO ELÁGICO

Fortes evidências científicas sugerem a aplicação do Pomegranate como auxiliar nos casos de neoplasias, infecções e doenças cardiovasculares. Pomegranate também pode ser útil nos quadros que exigem a detoxificação do organismo, uma vez que atua de modo positivo sobre o citocromo P450. Este produto ainda pode aumentar a proteção cutânea aos raios solares.


FORMAS UTILIZADAS:
- Chá (rasura)
- Cápsulas (Extrato seco)
- Tintura (líquido)
- Spray para garganta
- Enxaguatório Bucal (Equinácea, Sálvia, Malva, Zedoária, Calêndula, Romã, Stevia e Óleo Essencial de Menta)

Benefícios da Romã: para que serve

A Romã é uma fruta popular no final de ano, pois suas sementes são associadas à sorte e simpatias. Além de seu sabor e sua presença na alimentação, a Romã oferece benefícios para a nossa saúde, por exemplo no tratamento de inflamações na boca e na garganta. Confira neste artigo para que serve, efeitos colaterais e como consumir a Romã.

 

A Romã

A Romã é o fruto da romãzeira, uma árvore arbustiva que alcança 3 metros de altura e tem flores avermelhadas antes de formar seus frutos, que também são vermelhos. É considerada nativa da região do Irã até o norte da Índia, mas é popular também no Mediterrâneo e na Ásia. Conforme a região onde se encontra, possui variedades em características de acidez e grossura da casca.

Seu nome científico é Punica granatum, da família Lythraceae, e seu nome popular provoca certa discussão: existem afirmações sobre Romã ser originada do termo mala romana (maçã romana), porém os romanos chamavam o fruto de malum punicum ou malum granatum. Assim, outra hipótese diz que romã descende do termo árabe rummān.

Podemos facilmente conferir que a história da Romã é repleta de simbolismo e significado: Para os gregos na Antiguidade Clássica, a Romã era considerada o fruto dos mortos e aparece no famoso mito de Perséfone, que ingeriu sementes de Romã e precisou ficar no submundo por parte do ano. Esse fruto também aparece no Velho Testamento da Bíblia, no Alcorão e na Torá, indicada por suas qualidades de fertilidade, boa sorte e abundância; simbolismos que também aparecem na cultura chinesa e hindu.

Muitas culturas aproveitam a Romã na culinária, utilizada tanto em pratos salgados quanto doces, em sucos e xaropes. No Brasil, não é tão popular quanto outras frutas, mas no final do ano muitos se lembram da Romã para tentar ter mais sorte no ano seguinte. Vale a pena conferir os benefícios deste fruto para nossa saúde o ano inteiro!

Romazeira

Romã: para que serve

A romã pode ser consumida do modo convencional como fruta ou suco, mas não significa que aproveitamos somente estas partes. Outra parte utilizada é a casca e seus componentes em geral são:

  • Polifenóis (flavonóides, antocianinas e taninos)
  • Esteróis
  • Alcalóides
  • Vitaminas do complexo B
  • Minerais como potássio, fósforo e magnésio

 

A casca da Romã possui ações:

  • Antibacteriana
  • Antioxidante
  • Anti-inflamatória
  • Anticarcinogênica
  • Adstringente
  • Antiaterosclerótica

 

É claro que você pode comprar a fruta no mercado ou plantar uma romãzeira no quintal, mas saiba que a romã também é vendida na forma de chá, tintura, spray e enxaguatório bucal aqui, na Oficina de Ervas.

 

E quais são as indicações de uso da Romã?

De um modo geral, as cascas da Romã têm uma excelente ação contra inflamações na boca e trazem benefícios para a garganta, quando inflamada. Portanto, quem tem dor de garganta pode aproveitar muito o spray bucal de Romã com mel!

A casca da Romã também pode ser utilizada no tratamento de outras doenças, como:

Lembramos também que a atividade antioxidante auxilia na prevenção de diversas doenças associadas a danos e envelhecimento celular, por exemplo doenças degenerativas.

Roma para dor de garganta

Romã emagrece?

Estudos com roedores apontam ações favoráveis de melaços de Romã em dietas de emagrecimento, combinando a melhora do metabolismo pelas ações antioxidantes e sensível diminuição do apetite. No entanto, ainda é cedo para afirmar de maneira categórica a ação da Romã no emagrecimento, embora ela apresente benefícios à sua saúde e possa fazer parte de sua alimentação. Um estilo de vida mais saudável é sempre recomendado!

 

Romã é bom para o estômago?

Devido a suas ações anti-inflamatórias, há indícios de que a Romã possa ser usada no tratamento e prevenção de dores e úlceras no estômago, entretanto são necessários estudos mais aprofundados sobre a ação da Romã na acidez e inflamação gástrica e quais dosagens seriam ideais para esse tipo de tratamento. Você pode consumi-la, mas existem outras plantas com ação mais precisa em relação à gastrites e úlceras estomacais, como a Espinheira Santa, a Zedoária e o Alcaçuz Europeu.

 

Dosagem usual recomendada

Chá (rasura) - O modo de preparo é a decocção, ou seja, ferver a casca de 3 a 5 minutos. Pode ser usado para gargarejos em casos de problemas de garganta, como dores, infecções e inflamações. Em casos de diarreia, o chá pode ser ingerido, mas não pode exceder uma xícara por dia.

Spray para garganta - Pode ser usado sempre que a garganta estiver raspando, doendo ou infeccionada.

Enxaguatório Bucal - Pode ser usado de 2 a 3 vezes ao dia, depois de escovar os dentes, para aftas e ferimentos na boca. Nosso enxaguatório bucal é composto de Equinácea, Sálvia, Malva, Zedoária, Calêndula, Romã, Stevia e Óleo Essencial de Menta.

Tintura (líquido) - Tomar até 20 gotas 2 vezes ao dia. 

Cápsula de extrato seco - Tomar de 250mg a 500mg por dia.

 

Romã: efeitos colaterais e contraindicações

Efeitos colaterais da fruta são muito raros e relatos de adversidades são bem escassos. Mas os efeitos colaterais da casca podem afetar o fígado, por isso é contraindicado a ingestão em altas doses e para pessoas com problemas hepáticos. Também não é recomendado ingerir a casca da Romã quando o paciente tem obstipação intestinal (intestino preso). De um modo geral, recomenda-se que pessoas sensíveis ou alérgicas a romã evitem o consumo da casca da fruta, assim como gestantes e lactantes.

 

Romã: Preço e onde Comprar

Você pode comprar a Romã no nosso site, clicando aqui.

Em caso de dúvidas, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

Fruta Roma

Bibliografia

https://www.oficinadeervas.com.br/arquivos/roma.pdf

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/j.1541-4337.2010.00131.x

Balmé, F.; Plantas medicinais, ed. Helmus 1994.

https://journals.ashs.org/hortsci/view/journals/hortsci/42/5/article-p1088.xml

https://japsonline.com/admin/php/uploads/500_pdf.pdf

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3612487/

Romã (Punica granatum L.) AÇÃO E INDICAÇÃO: Possui ação adstringente, para infecções da garganta. POMEGRANATE EXTRATO Pague em até 6 x s/juros, Aproveite!

Roma  Romã  Punica granatum  Adstringente  Dor de garganta  Infecção de garganta  Faringite  Pomegranate  Detox 

Deixe sua avaliação

Avaliações de clientes reais

Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico (Informe Cientifico do fornecedor).

Não garantimos os resultados descritos, estes variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como, o uso correto do produto conforme descrito na posologia.

- Produto adjuvante e suplemento alimentar. A prática de atividade física regular e bons hábitos alimentares são imprescindíveis para manutenção da saúde;

- A(s) imagen(s) que indica(m) o(s) produto(s) é (são) meramente ilustrativa(s), sem nenhuma alusão técnica e/ou científica;

- De acordo com as normas da Anvisa, todo produto deve ser manipulado de acordo com o pedido do comprador, portanto será manipulado após o recebimento e aprovação do nosso farmacêutico;

- Trata-se de descrição do produto e não propaganda. Somos uma Farmácia de manipulação. Portanto, os produtos naturais anunciados neste site serão produzidos sob encomenda;

- Não faça uso de medicamentos ou produtos sem orientação de um profissional médico ou farmacêutico;

Aproveite as formas de comunicação do nosso site e saiba mais detalhes com nossa equipe farmacêutica:

Por e-mail: farmacia@oficinadeervas.com.br
Telefone: (16) 2133-4455
WhatsApp: (16) 98234-0111

- Se persistirem os sintomas, o médico ou farmacêutico deverá ser consultado;
- Evite a automedicação. O medicamento mesmo livre de obrigação de prescrição médica merece cuidado.
- As indicações postas não se tratam de propaganda, e sim de descrição do produto;
- Consulte sempre um especialista;
- As indicações dos produtos são baseadas no conhecimento científico do profissional farmacêutico e nos laudos de aquisição dos produtos junto aos fornecedores autorizados pela Anvisa.

Os medicamentos sob prescrição só serão dispensados mediante apresentação de prescrição de profissional habilitado ou cópia digital;

1- Mantenha todo e qualquer medicamento ou produtos para adultos longe do alcance de crianças;
2- Manter esse produto longe de fontes de umidade, calor, luz ou eletromagnéticas. Temperatura de melhor conservação: 15 a 30º C;
3- Não partir ou mastigar esse produto;
4- Tomar sempre com quantidades generosas de líquido;
5- Mantenha seus exames médicos em dia. A ação de fitoterápicos orais pode ser alterada em portadores de problemas de tireoide, síndrome metabólica, obesidade mórbida entre outros.
6- Exercite-se regularmente e alimente-se com bom senso. Isso garante a manutenção de sua saúde a longo prazo;
7- Não use nenhum produto com o prazo de validade vencido;
8- Mulheres grávidas ou amamentando e crianças devem consultar médico ou farmacêutico antes de utilizar este produto;
9- Os fitoterápicos, de maneira geral, possuem efeitos terapêuticos mais suaves, o que pode explicar a redução dos efeitos colaterais. Porém, alguns efeitos colaterais não descritos na literatura podem ocorrer;
10- Pessoas com hipersensibilidade às substâncias contidas na formulação não devem ingerir o produto;
11- Em caso de hipersensibilidade, recomenda- se interromper o uso e consultar o médico.

ATENÇÃO:

É permitida às farmácias e drogarias a entrega de medicamentos por via postal desde que atendidas as condições sanitárias que assegurem a integridade e a qualidade dos produtos, conforme legislação vigente.

O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário o direito à informação e orientação quanto ao uso de medicamentos solicitados por meio remoto.

RDC 44 de 17 de agosto de 2009

A dispensação de plantas medicinais é privativa das farmácias e ervanarias, observados o acondicionamento adequado e a classificação botânica e adequada orientação de profissional da saúde.

As embalagens não podem ter alegações terapêuticas.

(Lei 5991/73)

Mais Procurados