2021-03-23

Cuidados naturais para tratar gastrite por H. pylori

Quem sofre de gastrite sabe como seus sintomas podem afetar a qualidade de vida. Existem diversas causas para essa doença tão incômoda: alimentação inadequada, uso prolongado de alguns medicamentos ou disfunção do sistema imune.

Mas a gastrite também pode ocorrer por causa da infecção por uma bactéria chamada Helicobacter pylori (ou H. pylori). Já ouviu falar?

Hoje vamos explicar o que é a H. pylori, como ela causa gastrite e úlceras gástricas e quais plantas medicinais podem ajudar a combater esses problemas. Continue lendo para descobrir!

O que é a bactéria H. pylori?

A H. pylori é uma bactéria que vive no epitélio do estômago ou da parte do intestino chamada duodeno. Ela é a causa mais comum de infecção bacteriana crônica no mundo.

Estima-se que mais de 50% das pessoas têm o estômago colonizado por essa bactéria, que está presente em populações do mundo inteiro. Mas a maioria delas vive sem apresentar sintomas ou problemas.

A H. pylori tem capacidade para viver num meio extremamente ácido. Ela converte a ureia presente no suco gástrico em amônia e gás carbônico, produzindo a energia necessária para sua sobrevivência.

A bactéria adere ao epitélio estomacal ou do duodeno prejudicando a barreira protetora da mucosa e estimulando sua inflamação. Ela pode gerar dores e queimação abdominal e também é considerada um fator de risco para o desenvolvimento de úlceras e câncer.

Por isso, é considerada um fator associado para o desenvolvimento de úlcera gástrica e duodenal, câncer de estômago e linfoma tipo MALT.

H pylori no estomago

Como se pega H. pylori?

Não há consenso científico sobre como ocorre a infecção pela bactéria H. pilory. Existem indícios de que a pessoa se infecta pela saliva ou pelo consumo de água e alimentos que tiveram contato com fezes contaminadas, mas não há nada comprovado.

Quais os sintomas da infecção por H. pylori?

A grande maioria das pessoas infectadas com H. pylori não manifestam nenhum tipo de sintoma durante a vida e não precisam de tratamento.

Mas há aquelas que desenvolvem gastrite ou até mesmo úlcera gástrica ou duodenal e precisam ser tratadas. Nestes casos, alguns dos sintomas mais comuns são:

  • Dor ou sensação de queimação no estômago
  • Sensação de inchaço na barriga
  • Sensação rápida de saciedade (mesmo após comer pouco)
  • Falta de apetite
  • Enjoo
  • Vômito
  • Fezes com sangue e anemia
  • Erosão das paredes do estômago (consequência dos outros sintomas)

Esses sintomas variam de acordo com o quadro causado pela bactéria, podendo ser mais grave ou mais ameno. Eles ocorrem, pois a bactéria destrói a barreira natural que protege as paredes internas do estômago e do intestino, deixando-as expostas aos efeitos do ácido gástrico.

Muitos dos sintomas são os mesmos que o da gastrite causada por outros motivos ou de outros problemas gastrointestinais. Por isso, é importante procurar o médico para fazer o diagnóstico correto e um tratamento adequado.

Homem com h pylori

Leia também:

Informativo: O que é gastrite e o que fazer para aliviar os sintomas

Como saber se tenho gastrite por H. pylori?

Para saber se a causa da sua gastrite é a H. pylori, o médico pode pedir um exame de endoscopia, que também ajudará a avaliar os danos no estômago e duodeno. Ele também pode realizar uma biópsia dessas regiões.

Também há testes menos invasivos feitos com a análise do sangue, fezes e da respiração. Mas estes, em geral, são usados após o fim do tratamento apenas para avaliar se houve a eliminação total da bactéria.

Exame de h pylori

Gastrite e infecção por H. pylori tem cura?

O tratamento para combater a infecção por H. pylori envolve antibióticos e também medicamentos que aliviam os sintomas da gastrite ou úlceras causadas pela bactéria.

Tratamentos naturais para gastrite e H. pylori

Existem plantas medicinais e produtos naturais que trazem bons resultados no tratamento da gastrite e da infecção por H. pylori. Conheça algumas delas abaixo:

Espinheira santa: possui ação antiulcerogênica, diminui a acidez estomacal e alivia as dores estomacais.

Própolis: ação antibiótica.

Guaçatonga: ação cicatrizante.

Alcaçuz: reduz a acidez gástrica.

Zedoária: combate a má digestão, úlcera e gastrite.

Espinheira santa para gastrite

O que comer?

A alimentação é um fator que pode ajudar bastante no alívio dos sintomas da gastrite e da úlcera como também no combate à proliferação da bactéria H. pylori. Confira alguns alimentos indicados:

Alimentos ricos em zinco: carnes magras, gérmen de trigo e grãos integrais facilitam a cicatrização de úlceras e reduzem a inflamação no estômago.

Alimentos ricos em probióticos: como o iogurte natural, ajudam a eliminar a bactéria do estômago.

Tomilho e gengibre: têm propriedades antibacterianas.

Banana e batata: ajudam a controlar a acidez e reduzir o desconforto gástrico.

Chá de espinheira santa: reduz a acidez do estômago e é recomendado tomar antes das refeições.

Também é importante se atentar à procedência dos alimentos e à higienização na hora de prepará-los.

Iogurte probiotico para h pylori

E o que não comer?

E existem alguns alimentos que podem piorar os sintomas, por isso é melhor evitá-los:

  • Frutas ácidas como kiwi, laranja, limão, maracujá, etc.
  • Bebidas alcoólicas
  • Bebidas gaseificadas
  • Café, chá mate e chá preto
  • Condimentos ácidos ou picantes
  • Alimentos em conserva, processados e embutidos
  • Carnes gordurosas
  • Frituras
  • Queijos amarelos

Esses alimentos irritam a mucosa gástrica e estimulam a secreção do suco gástrico. Por isso, podem aumentar os desconfortos e dores abdominais, levando à piora do quadro.

E aí? Gostou de saber quais plantas combatem gastrite e H. pylori?

Esperamos que esse informativo tenha te ajudado. Se tiver alguma dúvida, conte com a nossa equipe!

Fale com um fitoterapeuta e tenha um atendimento personalizado clicando aqui.

Mulher feliz sem h pylori

Referências

https://www.tuasaude.com/h-pylori/

https://www.mdsaude.com/gastroenterologia/helicobacter-pylori/

https://drauziovarella.uol.com.br/drauzio/artigos/a-bacteria-que-vive-no-estomago-artigo/

https://aps.bvs.br/aps/o-que-e-helicobacter-pylori/

https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442003000400011

https://pebmed.com.br/como-e-o-manejo-da-infeccao-por-helicobacter-pylori/

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/gastrite/

https://medicoresponde.com.br/como-deve-ser-a-dieta-para-quem-tem-h-pylori/

https://www.tuasaude.com/dieta-para-h-pylori/

Comentários


  • Eliane
    No periodo da tarde, eu sinto que meu estômago fica estufado e no periodo da manhã, logo quando acordo, tenho uma queimação no meio do estômago (5 dedos acima do umbigo) que depois do café da manha passa sem fazer nada.
    Não tenho todos os sintomas descritos acima, mas gostaria de algum complemento para equilibrar ou fortalecer o sistema digestivo. Grata.
    ⇒ Oficina de Ervas:
    Oi Eliane. Sua digestão parece não estar muito eficiente por causa da sensação de estufamento de tarde. O que você pode fazer é usar a Carqueja após cada refeição, durante uns 2 meses. Já a queimação pode ser por um pequeno refluxo e isso pode ser corrigido com a Espinheira Santa antes das refeições. Deixo os links para você ler e qualquer dúvida, entre em contato com nossos fitoterapeutas.
    https://www.oficinadeervas.com.br/carqueja e https://www.oficinadeervas.com.br/espinheira-santa
  • Cecília
    Gostei das informações! Como tive a manifestação da bactéria no ano passado, gostaria de relatar que o sintoma mais relevante pra mim era uma tosse, uma irritação toda vez que eu ia comer! Chegava até a provocar vômito de vez em quando! Fui percebendo que comidas secas e ácidas não desciam mais! Era como se o próprio esôfago estivesse expeli do o alimento que entrava! Fiz o tratamento e passou aquela tosse! Desde então, estou cada dia mais atenta ao modo como me alimento😉
    ⇒ Oficina de Ervas:
    Olá Cecília. A tosse é provocada pelo refluxo e acidez. Por isso, determinados alimentos podem provocar aumento na produção de ácido clorídrico. O esôfago de quem tem refluxo é sempre muito sensível. Passo aqui umas dicas para o seu dia-a-dia: É importante não tomar líquidos durante a refeição. Não deite e nem faça esforço físico após comer. Coma menos nas refeições, mesmo que tenha que repetir mais vezes. Pode elevar a cabeceira da cama com um calço nos pés da cama para evitar o refluxo durante a noite. Evite alimentos de difícil digestão. Estamos à disposição para qualquer dúvida.
  • João Evangelista
    Pela terceira vez consecutiva deu a bactéria no meu estômago. Sempre o médico me passa o H-Pyloripac, mais sempre que repito exame estou com ela novamente. Queria que alguém me indicasse um remédio caseiro pra me curar.
    Será que o chá da Espeinheira Santa é bom pra essa bactéria?
    ⇒ Oficina de Ervas:
    Olá João. Para tratar a gastrite provocada por H. pilory é indicado o uso da Espinheira santa na forma de Extrato Fluido e da cápsula de Própolis em extrato seco de 300mg.

    Espinheira Santa E.F. é a forma mais concentrada. Pode pingar 15 gotas em um pouco de água morna para evaporar o álcool e tomar antes do café, almoço e jantar. Essa planta é analgésica e cicatrizante. Apesar da dor desaparecer em poucos dias, a cicatrização completa ocorre com o uso contínuo de pelo menos 60 dias.

    Propolis E.S. 300mg. Tomar junto com a Espinheira Santa antes do café, almoço e jantar. Esse produto é um antibiótico natural e mata o H. pilory com o uso contínuo de 4 a 6 meses, dependendo do grau de infecção e se já criou resistência com uso frequente de antibióticos.
    Qualquer dúvida, entre em contato com nossos fitoterapeutas. Deixo aqui os links:https://www.oficinadeervas.com.br/espinheira-santa e https://www.oficinadeervas.com.br/propolis
  • Moema Lima
    Tenho dor no estômago quase constante se fico preocupada ou ansiosa por alguma coisa aumenta a dor de ter que apertar o estômago fiz o exame pra ver se estou com H.Pilori estou esperando o resultado na endoscopia apareceu inflamação na mucosa do estômago e o diagnóstico deu Pantogastrite.....estou tomando espinheiros Santa em caps. É Buscopan quando sinto muita dor......
    ⇒ Oficina de Ervas:
    Olá Moema.

    Continue usando a Espinheira Santa todos os dias.
    Você pode estar entrando em contato com os nossos fitoteraputas através do link https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta/?utm_source=site&utm_medium=link-footer&utm_campaign=link&utm_content=footer para maiores informações
  • Clarice
    Faz dois anos que tenho refluxo mas agora acho que está pior pq estou sentindo muita dor e tudo que eu como fico enjoada mas já marquei o exame de endoscopia nessa sexta feira e vai dá tudo certo 🙏 com fé em Deus vou ficar curada e obrigada por a explicação muito bom mesmo ❤️
    ⇒ Oficina de Ervas:
    Olá, Clarice

    Você pode ir usando o Extrato Fluido de Espinheira Santa, que possui ação analgésica e cicatrizante. Caso o exame aponte H. pylori, entre em contato para que possamos sugerir um tratamento complementar ao convencional.

    Para mais orientações, entre em contato com nossos fitoterapeutas pelo link abaixo:

    https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta/

    Veja mais informações sobre a Espinheira Santa:

    https://www.oficinadeervas.com.br/espinheira-santa

    Estamos à disposição
  • Rogério Santos
    Pela segunda vez fui diagnosticado com a bactéria h. pylori. Estamos passando novamente esses sintomas típicos. Gostei muito da matéria sobre a mesma e a gastrite. E tbm as dicas sobre tratamento. Muito obrigado!
    ⇒ Oficina de Ervas:
    Olá, Rogério

    Ficamos feliz que tenha gostado do nosso conteúdo.

    Caso queira mais informações sobre o tratamento complementar para Gastrite e H. pylori, entre contato com nossos fitoterapeutas pelo link abaixo:

    https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta/
    Estamos à disposição
  • Vanda
    Gostei muito dessa oficina de ervas
    ⇒ Oficina de Ervas:
    Olá Vanda,

    Fico muito feliz em saber.
    Você pode entrar em contato com nossos fitoterapeutas para mais informações ou orientação sobre uso de plantas medicinais.

    Temos o Whatsapp também (16) 98234-0111 ou pelo link abaixo.

    https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta/

    Estamos à disposição.
  • Elzilene Valentino da silva
    Boa tarde!! O ano passado fiz uma endoscopia pois sentia dificuldades para engolir. Resultado H.Pylori.Tomei espinheiro santa .Ainda sinto dor ao engolir posso tomar espinheira santa por quanto tempo? E sobre própolis, posso tomar a solução com álcool ou sem? Desde já agradeço a atenção.
    ⇒ Oficina de Ervas:
    Olá Elzilene,

    Para tratar a gastrite provocada por H. pilory é indicado o uso da Espinheira santa na forma de Extrato Fluido e da cápsula de Própolis em extrato seco de 300mg.

    Espinheira Santa E.F. é a forma mais concentrada. Pode pingar 15 gotas em um pouco de água morna para evaporar o álcool e tomar antes do café, almoço e jantar. Essa planta é analgésica e cicatrizante. Apesar da dor desaparecer em poucos dias, a cicatrização completa ocorre com o uso contínuo de pelo menos 60 dias.
    Espinheira Santa Extrato Fluido 60mL = R$ 50,00

    Própolis E.S. 300mg. Tomar junto com a Espinheira Santa antes do café, almoço e jantar. Esse produto é um antibiótico natural e mata o H. pilory com o uso contínuo de 4 a 6 meses, dependendo do grau de infecção e se já criou resistência com uso frequente de antibióticos.
    90 cápsulas de Própolis Extrato Seco 300mg = R$ 62,00

    Para mais orientações clique no link abaixo para falar com nossos fitoterapeutas:

    https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta/

    Estamos à disposição.

Deixe seu comentário sobre:
Cuidados naturais para tratar gastrite por H. pylori