2021-03-02

Gota: como tratar e prevenir usando plantas medicinais

Você já ouviu falar na doença dos reis? É assim que a gota é conhecida por muitos. Antigamente, as pessoas a consideravam uma doença de gente rica, ou de reis, pois acreditavam que surgia exclusivamente pelo exagero no consumo de comidas e bebidas.

Vários hábitos alimentares contribuem para o aumento do ácido úrico no sangue e, consequentemente, para o surgimento da gota. Mas hoje já se sabe que o funcionamento do organismo na produção e eliminação do ácido úrico tem um papel central em muitos casos.

Neste texto, vamos falar sobre a gota, como tratar e quais plantas medicinais podem ajudá-lo a prevenir e tratar essa doença tão dolorosa. Então, para você que não é rei, mas sofre com gota, continue lendo abaixo.

Gota doenca dos reis

O que é gota?

Gota é um tipo de artrite inflamatória que atinge principalmente as articulações. A doença está associada à elevada taxa de ácido úrico no sangue, isto é, quando a pessoa tem hiperuricemia.

Essa taxa elevada de ácido úrico leva à formação de cristais de monourato de sódio que parecem pequenas agulhas. Elas se depositam sobretudo nas articulações, causando uma dor terrível e em alguns casos o depósito ocorre também sob a pele, nos rins e em outros locais do corpo.

Como funciona a gota

O que causa gota?

A alta taxa de ácido úrico no sangue é uma condição necessária para a pessoa desenvolver gota, porém nem todo mundo que possui a hiperuricemia desenvolve a doença.

A gota é mais comum em homens entre 40 e 50 anos e, principalmente, em indivíduos com sobrepeso e obesos, sedentários e que consomem bebida alcoólica com frequência. As mulheres, em geral, desenvolvem a gota depois da menopausa e com mais de 60 anos, mas é bem menos frequente do que na população masculina.

O que causa o ácido úrico elevado no sangue?

O ácido úrico é uma substância naturalmente produzida pelo nosso corpo e seu nível pode aumentar por diversos motivos como:

  • Produção excessiva pelo organismo.
  • Deficiência na eliminação da substância.
  • Interação com o uso de certos medicamentos como diuréticos e ácido acetilsalicílico.

Então, para prevenir o desenvolvimento da gota o ideal é manter o ácido úrico a níveis adequados no sangue.

Gota e ácido úrico elevado: Como prevenir e tratar?

Quando o problema de produção excessiva ou da eliminação do ácido úrico não é funcional, a pessoa pode adquirir alguns hábitos que ajudam a baixar e controlar os níveis dessa substância.

A ideia é evitar alimentos que levem ao aumento da produção de ácido úrico, por exemplo, os alimentos ricos em purina:

  • Carnes
  • Embutidos
  • Frutos do mar
  • Peixes como sardinha e salmão
  • Miúdos
  • Grãos como feijões, lentilhas, grão de bico
  • Bebidas alcoólicas, principalmente, cerveja e vinho tinto
  • Refrigerantes

Frutos do mar e gota

Também existem hábitos que podem ajudar a prevenir o aumento do ácido úrico e o desenvolvimento da gota, como também prevenir crises de gota para quem já sofre desse mal:

  • Evitar estresse físico.
  • Evitar uso de alguns medicamentos como diuréticos e ácido acetilsalicílico.
  • Realizar atividade física regular.
  • Manter o peso adequado.

Leia também: Sabia que a ansiedade pode estar ligada à dificuldade de emagrecer?

E existem plantas medicinais com ação depurativa que ajudam o organismo a eliminar substâncias indesejadas, como o ácido úrico em alta concentração:

Salsaparrilha para gota

Essas plantas podem ser encontradas aqui na Oficina de Ervas em forma de tintura, extrato fluido, cápsulas ou até mesmo em forma de chá para gota dependendo da necessidade do paciente.

Quais os sintomas de gota?

Conforme explicado acima, o aumento das taxas de ácido úrico no sangue produz cristais de monourato de sódio que se depositam nos tecidos, principalmente, nas articulações. O resultado é inflamação e inchaço, especialmente, nas articulações do dedão, tornozelos e joelhos. A dor chega a ser insuportável.

Gota artrite inflamatoria

O primeiro sintoma costuma ser um inchaço na articulação do dedão do pé e uma dor muito forte na região. Essa crise pode durar de 3 a 10 dias e então melhorar. Já outros sintomas comuns são:

  • Dor intensa que começa durante a madrugada.
  • Inflamação, calor, vermelhidão e inchaço na articulação afetada.
  • Formação de cálculos levando a cólicas renais.
  • Depósitos de cristais de ácido úrico debaixo da pele levando à formação de protuberâncias nos dedos, cotovelos, joelhos, pés e orelhas, chamados de tofos.

É importante que mesmo com a melhora da primeira crise, a pessoa procure ajuda médica. A falta de tratamento da gota pode levar a uma nova crise e a tendência é que o intervalo entre elas diminua e a intensidade da dor aumente cada vez mais.

Quando a pessoa já está sofrendo com as dores da gota, é possível contar com plantas que têm ação analgésica e anti-inflamatória, como:

Sucupira para gota

Essas plantas também estão disponíveis em forma de tintura, extrato fluido, cápsula e chá aqui na Oficina de Ervas.

Como é feito o diagnóstico da gota?

Para diagnosticar um paciente com gota, o médico leva em conta a história clínica do paciente e exames que mostram os níveis de ácido úrico no sangue. Além disso, pode ser necessário fazer exames como radiografias e de dosagem de ácido úrico na urina.

Mao inflamada com gota

Qual o tratamento para gota?

A gota é uma doença sem cura. O tratamento tem o objetivo de diminuir a dor e a inflamação nas crises agudas, além de corrigir os níveis de ácido úrico no sangue para prevenir mais crises e lesões nas articulações. O tratamento inclui os seguintes pontos:

  • Evitar fatores que propiciam a formação de ácido úrico.
  • Aumentar a ingestão de líquido.
  • Usar medicamentos específicos para controlar a dor.
  • Usar medicamentos específicos para reduzir os níveis de ácido úrico.
  • Realizar cirurgia nos casos em que os tofos prejudicam a função articular.

As plantas medicinais já citadas acima podem ajudar no tratamento da gota. E a boa notícia é que não é uma doença incapacitante. Com um tratamento adequado, a pessoa pode ter uma boa qualidade de vida.

Homem bebendo agua para gota

Gota: dicas para quem sofre desse mal

  • Tome bastante água para ajudar o organismo a eliminar o ácido úrico.
  • Evite uma dieta muito calórica, pois a obesidade é um fator de risco para quem tem gota. Além disso, o excesso de peso sobrecarrega as articulações afetadas.
  • Evite alimentos industrializados e aqueles já citados mais acima.
  • Mantenha o tratamento em dia, pois se os níveis de ácido úrico voltarem a subir pode levar à deformação nas articulações.
  • Se os níveis de ácido úrico estiverem controlados, pode-se consumir bebidas alcoólicas e frutos do mar com moderação.
  • Se possível, consulte um nutricionista que lhe indique uma dieta para gota e que o mantenha num peso saudável.

Esperamos que esse informativo tenha ajudado a esclarecer o que é gota e como a fitoterapia pode ajudá-lo a prevenir e tratar essa doença tão incômoda.

Como sempre, se tiver mais dúvidas pode contar com nossa equipe para te ajudar!

Fale com um fitoterapeuta e tenha um atendimento personalizado clicando aqui.

 

Referências bibliográficas

https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/gota/

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/gota/

https://vidasaudavel.einstein.br/dieta-para-reducao-do-acido-urico/

https://medical-dictionary.thefreedictionary.com/Rich+Man%27s+Disease

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/15014182/

Comentários


  • Darcy Moreira Esteves Dias Pereira
    Obrigada pelos email com esclarecimentos leio sempre é muito bom .
    ⇒ Oficina de Ervas:
    Olá Darcy. Fico feliz que goste de nossos informativos e agradeço pelo depoimento. Estamos sempre à disposição.

Deixe seu comentário sobre:
Gota: como tratar e prevenir usando plantas medicinais