Malva sylvestris: para que serve

Flores são sempre muito agradáveis e várias delas são poderosas aliadas da nossa saúde. É o caso da Malva! Apreciada por sua beleza, esta planta também oferece benefícios anti-inflamatórios e adstringentes, sendo uma escolha importante na odontologia para os cuidados bucais. Vamos desvendar mais detalhes? Neste artigo, vamos entender para que serve a Malva e seus usos medicinais.

 

Comprar Malva

Malva: o que é e para que serve

A Malva é uma flor conhecida há muito tempo pela humanidade, pois existem indícios de seu consumo por seres humanos no ano 3000 a.C, na Síria. Não é possível afirmar com toda a certeza se nestes registros arqueológicos os humanos estavam mais interessados em apenas se alimentar da planta — que é comestível, se cultivada de maneira segura — ou se seus benefícios para a saúde já eram amplamente buscados. Gregos e romanos, durante a Antiguidade Clássica, citam características emolientes e laxantes leves da planta.

O nome popular desta planta você já conhece: Malva. Por ser uma espécie que se espalhou com facilidade na Europa, Oriente Médio, Oeste da Ásia, Norte da África — e mais recentemente na América — possui outros nomes populares em idiomas diferentes, como mallow em inglês e mauve des bois em francês. Já o nome científico desta planta é Malva sylvestris, da família Malvaceae.

As partes mais utilizadas dentro da fitoterapia são as folhas e flores, e seus componentes em geral são:

 

A Malva possui ações:

 

A Malva é vendida na forma de cápsulas, tintura e enxaguatório bucal!

 

Comprar Malva

Quais são as indicações de uso da Malva?

Afinal, Malva é bom para que? De maneira geral, a Malva é muito utilizada para inflamações e afecções bucais, como:

Também há relatos de seu uso medicinal no tratamento de gastrite. Embora ela possa apresentar benefícios, existem outros fitoterápicos indicados para quadros de gastrite, como a Espinheira Santa (ver produto) e a Guaçatonga (ver produto). Caso você queira conferir mais informações sobre gastrite, leia nosso informativo “Gastrite: sintomas, causas e como tratar com ervas medicinais" clicando aqui.

Os efeitos antimicrobianos e anti-inflamatórios da Malva ainda estão sendo estudados pela Ciência, mas já existem evidências importantes de seus mecanismos de funcionamento. Por exemplo, as antocianinas são pigmentos naturais associados com atividades antioxidantes e inibitórias da proliferação de bactérias. Cabe aqui dizer também que a Malva merece mais pesquisas para que todos os seus mecanismos de ação sejam identificados e não descarta-se um funcionamento sinérgico.


Dosagem usual recomendada

A dosagem usual depende do que você necessita da Malva e a forma que você prefere consumi-la. Afinal, é diferente usá-la em cápsula ou tintura. Converse com nossos fitoterapeutas sobre seu caso e não deixe a sua saúde de lado! Entre em contato com um de nossos fitoterapeutas clicando aqui.


Comprar Malva

Enxaguatório Bucal de Malva Composto

Este enxaguatório bucal formulado pela Oficina de Ervas é justamente a opção certa para o tratamento de afecções bucais, como inchaços, feridas e aftas. Ele é composto por outros ingredientes que visam potencializar as propriedades adstringentes e antissépticas da Malva:

Você pode comprar o Enxaguatório de Malva Composto Clicando aqui.

Comprar Malva

Malva: efeitos colaterais e contraindicações

De modo geral, o consumo de Malva é bem tolerado, pois tratava-se de uma opção que também é alimentícia. Efeitos colaterais variam entre náusea e vômito. No entanto, existem precauções e recomendações importantes:

 

Comprar Malva

Malva: preço e onde comprar

Você pode comprar a Malva no nosso site, clicando aqui.

Em caso de dúvidas, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

Bibliografia

https://hortodidatico.ufsc.br/malva/

https://www.gov.br/saude/pt-br/acesso-a-informacao/participacao-social/consultas-publicas/2017/arquivos/MonografiaMalva.pdf

https://www.scielo.br/j/rbpm/a/JWz4bHGFFrTPLSftR4XsFGF/?lang=pt

https://www.researchgate.net/profile/Leticia-Stefenon/publication/346881286_Aspectos_gerais_e_bucais_da_Sindrome_de_Marfan/links/60e43afd458515d6fb0276ef/Aspectos-gerais-e-bucais-da-Sindrome-de-Marfan.pdf

https://academic.oup.com/jpp/article/64/2/172/6135243?login=false

https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0278691510001614

 

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Djine Klein
Sofro de fibromialgia há muitos anos, e sempre tive problemas de constipação intestinal, e meu metabolismo tem sido indiferente a todas indicações médicas para o problema. Nos últimos anos fui diagnósticada com intolerância a lactose, em seguida gluten. Por volta dos 20 passei a dormir somente 4h por noite ou menos, sempre muito agitada. Evacuar sempre foi um drama, mas cansada de tanto procurar médicos por causa das cólicas. Há 4 anos comecei a ter pesadelos e lesões ósseas, há dois faço tratamento com ansiolicos, melhorei um pouco ficando mais calma, mas as cólicas, a constipação e pesadelos continuam e estou cada vez com mais restrições alimentares e mesmo morando sozinha e não permitindo entrar nada de gluten em casa ainda sim vivo me contaminando, fico zonza, não consigo me concentrar em nada até limpar o organismo do gluten. O milagre, há 2 meses descobri a malva sylvestris, tem me ajudado muito, hidrata as fezes, com o chá (tenho que ferver) alivia muito o desconforto do inchaço abdominal hediondo, estou tomando diariamente, mas ainda não tenho nenhuma informação sobre, posso me intoxicar com uso em demasia???
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Djine A cada 3 meses de uso, pause 20 dias e repita o ciclo. Qualquer dúvida, entre em contato com nossos fitoterapeutas pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos