2024-05-23

Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios!

Conheça nossas fórmulas magistrais para Hibiscus (Hibisco).
Veja nossa lista de opções:
Tintura 60mL,     90 cápsulas de 400mg,     Chá em Sachê Orgânico (10 unid.) Kampo de Ervas,     Tintura 100mL (Kit com 2 frascos),     Chá (sépalas) Orgânico 30g Kampo de Ervas,     90 cápsulas de 400mg (Kit com 2 frascos),     Tintura 100mL,     

O Hibisco é uma opção de chá tão famosa que virou até moda há algum tempo. Mas ele é tudo isso? E serve para quê? Emagrece mesmo? Vamos entender os detalhes do uso medicinal do Hibisco neste artigo, desvendando cada benefício e seus impactos na pressão arterial.

Hibisco ou hibiscus o que e nome cientifico

 

O que é o Hibisco?

O Hibisco que estamos falando não é qualquer hibisco! Na realidade, existe todo um gênero botânico com diversas espécies de hibisco, todas da família Malvaceae. Então o hibisco que você provavelmente já viu em algum jardim dificilmente será o mesmo hibisco de preparo de chás, pois são espécies diferentes — embora sejam próximas.

O nome científico da espécie que vamos tratar aqui é Hibiscus sabdariffa. Existem outros nomes populares bem interessantes, como caruru-da-guiné, caruru-azedo, rosélia, quiabo-azedo e quiabo-róseo. E como qualquer outra planta, o nome varia conforme o país e idioma, lembrando que o Hibisco é nativo da África Ocidental e, durante os séculos XVI e XVII, se alastrou pela Ásia. Para os povos iorubá no sudoeste da Nigéria, o Hibisco é conhecido como ìsápá; já no norte desse mesmo país, os hausa chamam de yakuwa — e são apenas alguns exemplos, pois o continente africano é vasto e existem diversos outros nomes.

Trata-se de um arbusto semilenhoso, ereto ou ramificado. Atinge até 3 metros de altura e seu principal atrativo são suas flores de cor intensa, entre o vermelho e o roxo, em um tom de vinho. Prefere climas tropicais e subtropicais, com solos drenados e ricos em matéria orgânica.

Hibisco flor indicacao

E se você ver o formato do Hibisco para consumo, verá que é diferente das flores abertas da maioria das espécies ornamentais que vemos por aí. Isso acontece porque aproveita-se a flor do Hibiscus sabdariffa ainda em cálice, ou seja, antes de abrir. Seu sabor é ácido, adstringente e bem marcante, por isso alguns de seus nomes populares fazem alusão ao seu sabor azedinho. As folhas também são usadas em algumas culturas, mas é menos comum aqui no Brasil.

E de forma geral, o Hibisco é uma opção muito rica na culinária! Além de aparecer em pratos salgados e até com peixes, essa planta também se torna geleia, bebidas, compotas, corantes, molhos e doces.

Hibisco indicacao onde encontrar

 

O Hanaume, por exemplo, é uma criação nipo-brasileira! O nome vem de "hana" (flor) e "ume" (ameixa). No Japão, consome-se o umeboshi, que é uma conserva de ameixa. E na dificuldade de acesso às ameixas aqui no Brasil, utilizou-se o hibisco — que mantém o sabor azedo e marcante da conserva. Tecnicamente, se aproveitam as sépalas das flores de Hibisco, que são estruturas diferentes da flor em si. Um conjunto de sépalas chama-se cálice! 

E por que Hibisco se chama assim? O nome vem do grego ibískos, mas esse nome, na verdade, se referia à uma planta que tem um nome completamente diferente hoje, a Althaea officinalis, que em português é chamada de malvavisco.

Apesar dessa origem controversa, você pode continuar usando o nome Hibisco ou Hibiscus para encontrar os melhores fitoterápicos e chá aqui na Oficina de Ervas!

Agora que você já sabe mais sobre essa planta, entenda os detalhes de seu uso medicinal com a gente.

 

Hibisco: para que serve

Baixa pressão? Aumenta pressão? O uso medicinal associado ao Hibisco se refere principalmente aos seus efeitos diuréticos e seu potencial antioxidante. Vamos conferir com mais detalhes as características e ações desta planta para entender os seus efeitos.

As partes mais utilizadas são as sépalas da flor. Já seus principais componentes são:

  • Flavonoides (hibiscina, hibiscetina e mais)
  • Polifenóis
  • Antocianinas
  • Vitamina C
  • Ácidos (ácido tartárico, ácido cítrico, ácido málico e ácido hibístico)
  • Mucilagens
  • Glicosídeos
  • Minerais (cálcio, magnésio, cobre, ferro, fósforo, potássio)
  • Vitaminas (A, C)

 

O Hibisco possui ações:

  • Diurética
  • Antioxidante
  • Anti-inflamatória (leve)
  • Anti-hipertensiva
  • Hipocolesterolêmica
  • Laxante (suave)

 

Hibisco beneficios e bom para que

 

Se você tem dúvidas de onde encontrar a melhor opção de fitoterápico manipulado para você, não se preocupe! A Oficina de Ervas tem várias versões para você escolher!

O Hibisco é vendido na forma de cápsulas, chá e tintura! Mas também pode fazer parte de cosméticos, como o nosso Sabonete Gel Esfoliante de Romã, Hibisco e Nozes (ver produto).

 

Quais são as indicações de uso do Hibisco?

O Hibisco tem mais de uma indicação de uso! Vamos ver a lista a seguir:

  • Auxílio nos casos de hipertensão leve a moderada
  • Melhora no controle de colesterol e triglicérides
  • Auxílio sensível a dores reumáticas
  • Efeito ansiolítico leve (pela diminuição de pressão)
  • Auxílio em regimes de emagrecimento
  • Ameniza constipação (sensivelmente)
  • Atenua cólicas e desconfortos gastrointestinais (sensivelmente)

 

A quantidade de polifenóis antioxidantes do Hibisco explica em parte o combate à aterosclerose e a hipercolesterolemia. Considerando a relação entre o estresse oxidativo e problemas cardiovasculares — por exemplo, a aterosclerose — nota-se que as atividades antioxidantes dessa planta beneficiam nosso organismo na prevenção de tais condições cardiovasculares.

A redução de riscos pode ser explicada pela inibição de oxidação de lipoproteínas do sangue, evitando a formação de placas de gordura, e a redução indireta da biossíntese de colesterol. E por ajudar também no controle de pressão arterial, o Hibisco se torna um aliado interessante para a saúde cardiovascular.

Outro aspecto lateral do Hibisco e a diminuição da pressão é a possível ajuda em estados de agitação, nervosismo e ansiedade. Não é a principal indicação do Hibisco, mas ainda pode oferecer um auxílio sensível.

Hibisco aumenta a pressao baixa pressao

 

Dosagem usual recomendada

A dosagem usual depende do quadro da sua saúde — que tipo de condição você está buscando tratar — e a forma que você prefere consumir o Hibisco. Afinal, esta planta permite diferentes usos, por exemplo em cápsulas ou tintura; e há mais de uma condição que ela pode ajudar a tratar. Converse com nossos fitoterapeutas sobre seu caso e não deixe a sua saúde de lado! Entre em contato com um de nossos fitoterapeutas clicando aqui. Assim, ficará mais fácil entender como tomar o Hibisco da melhor forma.

 

Hibisco ajuda a emagrecer?

Uma das grandes dúvidas é se Hibisco emagrece. Afinal, é uma das maiores promessas veiculadas em diversas postagens na internet e indicações muito ousadas em revistas, com propostas de chás emagrecedores ou até quantidade de quilos perdidos por semana. Mas será que queima gordura? Acelera o metabolismo? Vamos explicar com calma:

O Hibisco não possui propriedades específicas que reduzam taxas de lipídios depositados em excesso no tecido adiposo no corpo, apenas melhora sensivelmente controle de colesterol e triglicérides. São gorduras com características diferentes. Não há estudos suficientes em humanos que atestem sua capacidade específica de emagrecer, nem de engordar.

Um benefício é a eliminação de retenção de líquidos através de seu efeito diurético, que pode ajudar na redução de peso — em pessoas que lidam com esse tipo de inchaço. Outro benefício é o colesterol e também a sensação de saciedade que traz o consumo de chás — geralmente mornos, embora o Hibisco também seja consumido gelado. E é claro, o chá de Hibisco também tem zero calorias, o que facilita em uma dieta de déficit calórico.

Sobre o efeito termogênico, que acelera o metabolismo e o gasto calórico, vale o bom-senso: Ainda que seja um ingrediente interessante em rotinas saudáveis e estratégias para emagrecimento, sozinho ele não terá impacto significativo na perda de peso.

Há sim estudos promissores, mas vale lembrar que ainda não há consenso em relação à dosagem e possíveis efeitos colaterais a longo prazo. As pesquisas geralmente envolvem roedores e apresentam lacunas na padronização de extratos, o que dificulta uma conclusão positiva. Afinal, altas concentrações em extratos são bem diferentes de chá e não é indicado o consumo excessivo de nenhum tipo de planta.

Por isso, precisamos reiterar que essa planta sozinha não é capaz de emagrecer o corpo sem uma rotina saudável, envolvendo atividades físicas e também uma relação saudável com alimentos. Seu impacto é indireto.

Recomendamos sempre uma rotina saudável. Você pode conferir mais informações e dicas de ervas usadas para emagrecimento no nosso informativo: É só clicar aqui para conferir 7 Dicas de Emagrecimento Saudável com Plantas.

Hibisco queima gordura ajuda emagrecer acelera o metabolismo

 

Se você quiser saber como emagrecer com Hibisco, lembre-se:

1 - Avalie primeiramente a relação com seu corpo. Será que você não está se comparando com imagens irreais da internet? Ou com corpos que passaram por procedimentos estéticos?

2 - Mantenha uma atitude positiva com seu corpo, não aja contra ele. Por isso, invista em cuidar bem de você com uma rotina de atividades físicas e alimentação equilibrada.

3 - Incorpore o Hibisco na sua nova rotina! Se for optar por chás, prepare para tomar entre as refeições, fazendo uma pausa de autocuidado. Que tal um chá gelado para se refrescar?

4 - Busque sempre a consistência de novos hábitos e não a rapidez! Cuidado com promessas milagrosas demais. Avalie se está na hora de buscar atendimento profissional para te ajudar, seja no apoio nutricional, psicológico e até na investigação de questões hormonais. A obesidade é complexa e deve ser encarada com muito carinho.

 

Hibisco corta o efeito do anticoncepcional?

A hipótese que o hibisco interfere na pílula anticoncepcional é controversa, embora algumas pessoas possam afirmar isso.

Os relatos que indicam a possibilidade de redução dos efeitos de anticoncepcionais e chás geralmente associam o alto consumo de chás diuréticos, acima de cinco xícaras ao dia. Além de não ser o consumo usual — considerando uma xícara de chá 240ml, daria 1,2l por dia de chá por dia — o assunto continua sem evidência sólida porque também há estudos sobre a possível diminuição da fertilidade com alto consumo ou consumo contínuo de hibisco.

Mas, se você não sentir segurança, mantenha o consumo de chá de hibisco abaixo de 5 xícaras ao dia e também alterne com outros chás que não sejam tão diuréticos quanto o hibisco.

Em geral, anticoncepcionais têm seu efeito reduzido/alterado pelo uso concomitante de certos remédios, como:

  • Antibióticos
  • Antifúngicos
  • Antirretrovirais
  • Anticonvulsivantes

 

Outros fatores podem interferir na eficácia de anticoncepcionais, como vômitos, diarréias, alterações no intestino — e é claro, esquecimento. Portanto, avalie se você está passando por algum problema de saúde que impeça a eficácia total do anticoncepcional e opte por outros métodos contraceptivos se não é sua intenção engravidar no momento.

Converse com ginecologistas e lembre-se que preservativos são distribuídos gratuitamente pelo SUS e evitam também DSTs.

Hibisco impede de engravidar infertilidade corta o efeito do anticoncepcional

 

Hibisco impede de engravidar?

Calma! Há estudos que investigam a relação do consumo de hibisco e infertilidade, mas esses estudos geralmente envolvem roedores e também extratos da planta, e não chás. Então não vá tomar chá de Hibisco, cápsulas ou tinturas achando que você não corre riscos de engravidar se não usar nenhum método contraceptivo.

As informações sobre hibisco e infertilidade também são controversas. Os componentes do hibisco possivelmente alteram níveis de estrogênio no corpo, mas a Ciência precisa de mais pesquisas para confirmar se isso afeta negativamente, de fato, a fertilidade — até porque existem também pesquisas investigando fitoestrógenos presentes no Hibiscus sabdariafffa, o que poderia auxiliar na redução de sintomas negativos da TPM, menopausa e possivelmente regular menstruação. Isto é, se não ocorrer o hiperestrogenismo. Mas, nada ainda comprovado com grandes estudos em humanos.

Questões hormonais são complexas. O estrogênio é essencial para o bom funcionamento e qualidade de vida para pessoas do sexo feminino, mas é necessário conferir tanto a deficiência quanto o excesso; pois ambos podem afetar a fertilidade e bem-estar.

 

Hibisco dosagem usual uso medicinal

 

Como fazer o chá de Hibisco?

O método de preparo desse chá é a infusão, que é o método de preparo que utiliza as partes mais delicadas das plantas, como flores e folhas. É uma opção prática e relaxante, principalmente quando consumido quentinho.

Para preparar, basta adicionar água fervente sobre a erva, tampar o recipiente e deixar em repouso por aproximadamente 5 minutos. Depois, basta coar e consumir.

A proporção é de 1g a 3g da erva para cada xícara (240ml) de água. Além da tintura e das cápsulas, nós oferecemos essa opção de chá aqui na Oficina de Ervas!

Dá para tomar gelado também! Basta deixar na geladeira ou adicionar pedras de gelo. É uma alternativa bem refrescante e que costuma envolver outros ingredientes, mas aí vai da sua imaginação, preferência e quais ingredientes você tem em casa.

Algumas pessoas preparam variações do chá de Hibisco, como o hibisco com cavalinha, hibisco com gengibre, hibisco com canela, etc...

Se você tem mais interesse no sabor, essas variações são bem interessantes para deixar a rotina mais diversa e gostosa! Mas atenção: com a cavalinha, é provável que o efeito diurético seja mais intenso.

 

Quando tomar chá de Hibisco?

Não há consenso. Você pode tomar chá de hibisco a qualquer momento. Aqui vão algumas sugestões:

Entre as refeições para se refrescar (caso o chá seja gelado) ou fazer uma pausa. Ajudará na hidratação e também auxilia um pouco na sensação de saciedade.

Antes das refeições, por volta de meia hora antes. Se for um chá morno, tanto o aspecto sensorial do aroma e o calor do chá podem dar uma ajudinha extra na questão entre saciedade e compulsão alimentar — embora não seja um efeito específico do Hibisco.

Depois das refeições. Muita gente opta por chás após se alimentar para dar um conforto extra para o estômago e também para melhorar a digestão. Ainda que o Hibisco não tenha como principal característica o efeito digestivo, ainda pode auxiliar sensivelmente.

Hibisco com cavalinha com gengibre com canela

 

Hibisco: efeitos colaterais e contraindicações

De modo geral, o Hibisco é bem tolerado pelo organismo, sendo uma alternativa popular de chá. Efeitos colaterais, quando ocorrem, variam entre náusea, queda excessiva de pressão e desconfortos gastrointestinais/cólicas. Essas reações estão relacionadas ao consumo de Hibisco em altas dosagens.

Lembre-se de buscar orientação profissional para uma indicação correta e manter o uso de acordo com a posologia recomendada!

Será que existe quem não pode tomar? Veja abaixo cada contraindicação:

  • Não recomenda-se Hibisco a gestantes ou lactantes. Portanto, se você pensa em engravidar ou está na fase de amamentação do seu bebê, não utilize Hibisco.
  • Não é recomendado para pacientes hipersensíveis ou alérgicos aos seus componentes.
  • Não há estudos suficientes atestando o consumo de Hibisco por crianças, então evite.
  • Seu uso concomitante com fármacos anti-hipertensivos não tem estudos suficientes; por isso, se você tem quaisquer questões na sua saúde cardiovascular, avalie com profissionais da saúde antes de começar a usar o Hibisco.
  • Em dosagens seguras, o Hibisco não faz mal para os rins. Como em muitas outras plantas, a toxicidade do Hibisco ocorre se for consumido em doses excessivas.
  • Há o risco de hipotensão devido ao efeito diurético da planta, portanto se você já tem pressão baixa, evite ou mantenha atenção na quantidade consumida. Para quem tem pressão baixa, é possível sentir mais sonolência e tontura.
  • Pacientes que têm recomendação de menor ingestão de líquidos (como pacientes com problemas renais ou obstruções urinárias) devem evitar o Hibisco.

 

Hibisco: preço e onde comprar

Você pode comprar o Hibisco no nosso site, clicando aqui.

Em caso de dúvidas, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

Hibisco onde comprar contraindicacao quem nao pode tomar

 

Referências

https://www.medicalnewstoday.com/articles/318120

https://www.healthline.com/health/pregnancy/hibiscus-tea-pregnancy

https://link.springer.com/article/10.1007/s11130-023-01061-x

https://fertibabyceara.com.br/cha-de-hibisco-aliado-no-emagrecimento-e-vilao-da-fertilidade-compromete-saude-fertil-de-homens-e-mulheres/

https://saude.abril.com.br/alimentacao/9-dicas-para-detectar-fake-news-na-area-da-nutricao

https://madeinjapan.com.br/2013/11/12/hanaume-uma-criacao-da-culinaria-nipo-brasileira/

https://www.ufrgs.br/agronomia/materiais/userfiles/Leticia.pdf

https://tabnut.dis.epm.br/alimento/09311/roselle-hibisco-cru

https://journalhealthscience.pgsscogna.com.br/JHealthSci/article/view/10351

http://ric-cps.eastus2.cloudapp.azure.com/bitstream/123456789/7801/1/tecnologia_em_alimentos_2021_2_daiana_franca_de_brito_steker_hibiscus_sabdariffa_propriedades_beneficas.pdf

Comentários

Vamos lá, seja o primeiro a comentar sobre: Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios!

Deixe seu comentário sobre:
Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios!