FÁFIA

 

NOME BOTÂNICO

Pfaffia sp

 

FAMÍLIA

Amaranthaceae

 

PARTE UTILIZADA

Raiz

 

HISTÓRICO

Arbusto de 1 a 1,5 m com ramos nodosos nas articulações e folhas opostas. Também conhecido como paratudo pelos nativos que lhe atribuíram várias propriedades medicinais. Nasce em todo Brasil, junto ao curso dos rios, especialmente nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Goiás.

A fáfia é conhecida comercialmente por “ginseng brasleiro”, por sua raiz assumir aspectos humanóides coo ocorre com a raiz do ginseng asiático.

 

CONSTITUINTES

Vitaminas A, B, C, D, E, F; ácido pfáfico; fasfosídeos; estigmasterol; sitosterol; alantoína; sais minerais (P, Ca e K); aminoácidos; mucilagens e saponinas

 

AÇÃO

Tônico para o organismo em geral, imunoestimulante, cicatrizante e anti inflamatório.

 

PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS

Pela ação das saponinas como diminuidoras da tensão superficial, as demais substâncias que fazem parte da formulação ficam com suas ações facilitadas.

Fortalece o coração, melhorando o processo circulatório. Aumenta o número de glóbulos vermelhos e a taxa de hemoglobina.

É hipoglicêmico e potencializador da ação da insulina.

Estimula e tonifica o organismo, eliminando a fadiga física e mental, aliviando estados de estresse e depressão. Melhora as funções do cérebro, contribuindo para maior clareza do procedimento mental.

Nos casos de intoxicação crônica, possui ação antitóxica.

A alantoína presente em sua composição possui ação cicatrizante e regeneradora celular.

Em pesquisas recentes verificou-se que o ácido fáfico tem efeito inibitório sobre o crescimento de células tumorais “in vitro”. Mostrou também algum efeito analgésico.

 

INDICAÇÕES

Auxilia no tratamento de irregularidades circulatórias, estresse, anemia, diabetes e astenia.

 

CONTRA INDICAÇÕES

Até o momento não consta contra indicações.

 

EFEITOS COLATERAIS

Não foram relatados em literaturas nas doses terapêuticas recomendadas.

 

USO DURANTE GESTAÇÃO / LACTAÇÃO

Não recomendado seu uso sem orientação médica

 

PRECAUÇÕES

Não deve ser usado por pessoas hipertensas sem orientação médica.

Apesar de não registrado em literatura podem ocorrer distorções nos resultados de análise para determinação de ferro sérico.

Na forma farmacêutica de pó deverá ser ingerido dissolvido em água ou leite.

 

INTERAÇÕES

Não é recomendado a combinação da fáfia com medicamentos que contenham sais de ferro.

 

DOSAGEM / MODO DE USAR

Pó: 5 a 10 g / dia

 

DURAÇÃO DA ADMNISTRAÇÃO

Pode ser usado por um período de 3 a 12 meses, havendo relatos de pessoas que fazem uso da fáfia há vários anos sem efeitos colaterais.

 

SUPERDOSAGEM

Quando ingeridos acima de 10 g pode ocorrer nervosismo, hipertensão, erupções na pele, diarréia e insônia.

 

PRECAUÇÕES DE ARMAZENAMENTO

Armazenar preferencialmente em recipientes herméticos, ambiente seco e arejado, ao abrigo da luz solar.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

STUART, M. Enciclopédia de hierbas y herboristeria. Barcelona: Omega, 1981. 303 p.

CRAVO, A.B. Frutas e ervas que curam. São Paulo: Hemus, 1984. 379 p.

SANGUINETTI, E.E. Plantas que curam e sua influência astral. Porto Alegre : Rigel, 1989. 85 p.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Medicinal plants in China : a selection of 150 commonly used species. Geneva : W.H.O., 1989. 331 p. (Série Westrn Pacific Series, 2).

BENNET, N.S. Ginseng. São Paulo : Global, 1983.

OLIVEIRA, F.; AKISUE, G.; AKISUE, M.K. Contribuição para o estudo farmacognóstico do ginseng brasileiro “Pfaffia paniculata (Martius) K” . Anais Farm. Quim., São Paulo, v.20, n. 1/2, p.261-276, jan./dez. 1990.

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Frederico
5 a 10 gramas mesmo? Comprei um frasco de 60 cápsulas que contém 45mg por cápsula, orientando a tomar 2 por dia (isso dá 90mg por dia) mas não tenho sentido tanta diferença.
⇒ Oficina de Ervas: Olá Frederico. Talvez você tenha comprado 45mg da planta na forma de extrato seco, e assim o ativo está na forma concentrada. Se a planta não estiver na forma de extrato seco, realmente a dosagem está muito baixa e você não sentirá seus efeitos. Qualquer dúvida, entre em contato conosco pelo email farmacia@oficinadeervas.com.br. Estamos à disposição.


Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024 Artigo Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios! 23 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos