Plugin necessário

Buscar produtos naturais

Guaco

Compre Guaco online

Categoria: Fitoterápicos/ Produtos Naturais

Guaco
Guaco
Guaco
Guaco
Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter
Fórmula Magistral QTD Unitário
Extrato Fluido 60mL R$ 28,00
90 cápsulas de 300mg R$ 27,00
Xarope de Guaco 250mL R$ 24,50
Xarope Guaco, Tanchagem e Eucalipto 250mL R$ 24,50
Tintura 60mL R$ 19,00
Chá 30g R$ 4,90

Veja para que serve Guaco

Guaco (Mykania glomerata)

AÇÃO E INDICAÇÃO:

Indicado para tosse, bronquite, asma, pigarro, rouquidão e inflamação na garganta.

FORMAS UTILIZADAS:

  • Tintura (liquido)
  • Extrato Fluido (liquido)
  • Chá (rasura)
  • Xarope
  • Cápsula (pó)

Tags: guaco. mikania glomerata. tosse. gripe. resfriado. asma. bronquite. pigarro. rouquidão. inflamação de garganta. dor de garganta. catarro. dilatador dos bronquios. broncodilatador.

 

Guaco

Guaco
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O "guaco" (Mikania glomerata Spreng.) é um tipo de planta medicinal utilizado contra gripe, rouquidão, infecção na garganta, tosse, bronquite. Pertence a família das Compositae e tem sua distribuição como espécie nativa no sul do Brasil, de São Paulo ao Rio Grande do Sul. é uma trepadeira volúvel, glabra. Folhas simples, opostas, ovadas e oblongo-lanceoladas, de base obtusa e ápice agudo, de até 15 cm de comprimento e 7 cm de largura, com três nervuras bem evidentes, pecioladas, carnoso-coriáceas, verde-brilhantes na face superior, mais pálidas na inferior. Flores hemafroditas, reunidas em número de quatro capítulos, uguais entre si, de papus branco e corola tubulosa, de cor branco-creme; capítulos agrupados em ramos espiciformes congestos, ou em glomérulos. Fruto tipo aquênio, glabro. Como composição química, possui compostos sesquiterpênicos, diterpênicos, estigmasterol, flavonóides, cumarinas, resina, tanino, saponina e guacosídeo.

Propriedades medicinais
A ciência já comprovou as propriedades medicinais do guaco e atestou seu efeito broncodilatador e expectorante. No inverno, quando aumenta incrivelmente a incidência de problemas do aparelho respiratório, por conta das gripes e resfriados, o guaco volta a figurar nas receitas caseiras.

A planta também conhecida como erva-de-serpentes, cipó-catinga ou erva-de-cobra, pertence à família das Compostas. O guaco (Mikania glomerata) é originário do Brasil e sempre foi muito conhecido pelos índios brasileiros, que usavam a planta para combater o veneno das serpentes (daí vêm alguns dos seus nomes populares). Ainda hoje, em algumas regiões do Brasil, o macerado das folhas é aplicado em forma de cataplasma sobre picadas de cobras e outros animais peçonhentos. Existe também a tradição de usar a planta fresca e nova (cujas folhas emanam um aroma intenso e agradável) para manter as cobras afastadas.

Cultivo

O guaco é uma planta que se desenvolve bem em locais com clima ameno, como os da região Sul e boa parte do Sudeste. Trata-se de um arbusto lenhoso e cheio de ramos, que cresce como uma trepadeira, embora não tenha garras para se prender e precise de suporte como apoio. As folhas apresentam um tom verde brilhante e são levemente escuras na face superior e mais claras no verso. A floração, de cor branca ou amarelada, surge na forma de pequenos capítulos. É importante lembrar que o guaco só floresce quando cultivado em locais onde possa receber luz solar direta.

Para o plantio, recomenda-se solo arenoso e rico em matéria orgânica. O plantio se faz por estacas de caule que apresentem pelo menos dois nós. Após o enraizamento, a muda deve ser transplantada para um local que lhe sirva de suporte. No caso de optar-se pelo plantio em vasos ou jardineiras, é necessário providenciar um apoio.

Por ser uma planta relativamente rústica, o guaco não exige muitos cuidados. Para garantir um crescimento robusto, é recomendável, por ocasião do plantio, incorporar ao solo uma adubação com húmus de minhoca. Nos períodos de seca é importante estar atento para manter a terra úmida, irrigando sempre que necessário, mas evitando encharcamentos.

Tanto as folhas como as flores podem ser usados com finalidades medicinais. A colheita se dá normalmente seis meses após o plantio, quando é possível colher as primeiras folhas.

Usos e receitas

O uso do guaco como planta medicinal é muito antigo. Em 1870, chegou a ser criado um produto preparado com hastes e folhas da planta - era o Opodeldo de Guaco que durante décadas foi considerado um “santo remédio” contra bronquite, tosse e reumatismo.

Cientificamente já está provado que o guaco apresenta propriedades medicinais expectorantes e broncodilatadoras, sendo indicado no combate à tosse, asma, bronquite, rouquidão e outros sintomas associados à gripes e resfriados. Popularmente, o guaco continua sendo usado para tratar reumatismo, infecções intestinais e cicatrizar ferimentos.

A planta não apresenta princípios tóxicos, entretanto, deve ser usada com cautela, evitando-se todo tipo de excesso. Para o uso em crianças, é recomendável sempre a metade da dose indicada para os adultos.

OE

Formas de Pagamento

Formas de pagamentos aceitas pela Oficina de Ervas: Boleto, Cartões de Crédito e Transferência eletrônica.

Últimas Notícias

Lançamento da Linha Toque de Luz, Cristais de Oz Saiba Mais

Cultivo de Ervas Medicinais do grupo Oficina de Ervas Saiba Mais

Ver Todas Notícias

Monte sua Receita

Envie sua receita para que possamos fazer um orçamento específico para suas necessidades.

Email:
farmacia@oficinadeervas.com.br
Telefone: 16 - 2133.4455

OE

Manipulação e fitoterápicos!

A sua saúde em equilíbrio com a natureza. Conheça os benefícios que as plantas podem proporcionar e deixe a natureza cuidar de você!

Nossa equipe tem formação para prestar atendimento à sociedade, sobre esse vasto assunto que é a fitoterapia.

leia mais