2021-08-18

Trevo Vermelho: para que serve e como tomar

Conheça nossas fórmulas magistrais para Red Clover/Trevo vermelho.
Veja nossa lista de opções:
60 cápsulas Red Clover E.S. 350mg,     30 cápsulas Red Clover E.S. 500mg,     60 cápsulas Red Clover E.S. 500mg,     

Apesar de seu nome sugerir o contrário, o trevo vermelho em nada parece um trevo comum de cor vermelha. Na verdade, suas características são outras: Essa planta é uma herbácea perene e a sua flor tem tons de rosa e lilás. Leia neste artigo o que é o trevo vermelho, para que serve, como tomar e onde comprar.

 

O que é o trevo vermelho?

O Trifolium pratense - da família Fabaceae - é conhecido por outros nomes populares (além de trevo vermelho), como trevo-do-prado, trevo-violeta, red clover (em inglês) e trevo-de-vaca, crescendo na África Ocidental, no oeste da Ásia e da Europa.

A espécie Trifolium pratense faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil.

Ele é um grande atrativo para agentes polinizadores como as abelhas, além de conferir maior riqueza ao solo atuando como um fixador de nitrogênio.

Por sua beleza, serve de flor ornamental, sendo muito utilizado em arranjos florais.

Já seu uso medicinal é particularmente útil para o corpo feminino, pois o trevo vermelho possui substâncias chamadas de isoflavonas, que se assemelham a um hormônio feminino — estrogênio — e que apresentam benefícios para terapias de reposição hormonal, porém com menor chance de desenvolvimento de câncer, se comparada a terapias de reposição hormonais convencionais.

Vamos conhecer então mais detalhes do Trevo Vermelho e seus benefícios!

 

Trevo vermelho: para que serve

O período da menopausa na mulher acarreta mudanças hormonais e emocionais, e é também quando as chances de osteoporose aumentam. Portanto, é importante que busquemos alternativas saudáveis para aliviar sintomas como ondas de calor e que não acarretem em consequências graves a longo prazo, como o desenvolvimento de câncer.

As isoflavonas presentes no trevo vermelho vêm recebendo atenção por ter afinidade química com o estrogênio, sendo consideradas um fitoestrogênio. O estrogênio é um hormônio que acompanha a mulher durante muitos anos de sua vida e prepara ciclos ovulatórios, ajuda o coração e mantém os ossos fortes. Porém, esse hormônio cai durante a menopausa e é por isso que muitas mulheres buscam a reposição hormonal. O Trevo Vermelho, portanto, é uma alternativa mais natural.

As partes utilizadas desta planta para a produção de extratos são as flores e as folhas. Seus principais componentes são as isoflavonas, como:

  • Formononetina
  • Biocanina A
  • Genisteína

Ele também possui outros componentes, como:

O trevo vermelho possui ações:

  • Anti-inflamatórias
  • Expectorantes
  • Antioxidantes

 

E é vendido principalmente na forma de cápsulas de extratos secos, que oferecem a comodidade de serem consumidos na dose correta e de maneira prática ao longo do dia, seja em casa ou no trabalho.

Vale lembrar que o trevo vermelho não reverte laqueadura. Existem informações pela internet sobre o uso do trevo vermelho para reverter laqueadura, mas elas são falsas. A laqueadura só pode ser revertida com uma cirurgia de reversão. Além disso, há casos em que não é possível reverter.

Trevo vermelho para menopausa

E quais são as indicações de uso do trevo vermelho?

Por mimetizar o estrógeno, as isoflavonas têm a capacidade de:

  • Diminuir sintomas da menopausa

  • Reduzir níveis de osteoporose

  • Reduzir colesterol

  • Ser uma alternativa à terapia hormonal convencional

  • Prevenir câncer de próstata e de mama em homens

  • Diminuir riscos de problemas cardiovasculares

Trevo vermelho: efeitos colaterais e contraindicações

Não existem indicações de toxicidade aguda ou efeitos adversos graves, mas o trevo vermelho pode causar reações, como:

  • Erupção cutânea
  • Mialgias
  • Cefaleias
  • Náuseas

Ele é contraindicado em caso de hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula, para mulheres grávidas, lactantes e para crianças. O fitoterápico também é contraindicado para pacientes com úlceras pépticas, câncer e disfunções hemostáticas.

É aconselhável descontinuar o uso 14 dias antes de procedimentos dentários ou cirúrgicos.


Dosagem usual recomendada

A dosagem usual de trevo vermelho é de 500 a 1.000 mg do extrato seco ao dia, correspondentes a 40 a 80 mg de isoflavonas.

É importante que tanto o consumo quanto a dosagem do Trevo Vermelho sejam indicadas e autorizadas por um médico, pois assim, o paciente terá a orientação correta e poderá prevenir quaisquer efeitos negativos ao organismo. Vale lembrar que a dosagem varia de acordo com as necessidades e condições do paciente em questão.

 

Trevo vermelho: preço e onde comprar

Você pode comprar o Trevo Vermelho no nosso site, clicando aqui.

Em caso de dúvidas, você pode falar com nossos fitoterapeutas, clicando aqui.

Trevo vermelho red clover

Bibliografia

https://sapientia.ualg.pt/bitstream/10400.1/12582/1/Isoflavonas%20-%20tese_26_12_2018.pdf

https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/194297

https://revistas.unipar.br/index.php/saude/article/view/5870

https://www.healthline.com/nutrition/red-clover#downsides

https://bdtd.ibict.br/vufind/Record/URGS_72b99cb8df27909e94784ea297d34ab3

http://rmmg.org/artigo/detalhes/1472

Comentários

Vamos lá, seja o primeiro a comentar sobre: Trevo Vermelho: para que serve e como tomar

Deixe seu comentário sobre:
Trevo Vermelho: para que serve e como tomar