Os típicos Elm são gente de sucesso que trabalha com motivação, de forma exemplar, em coisas que acreditam. Porém, às vezes o peso da responsabilidade os derruba e eles sentem que não conseguirão dar resposta.
São pessoas fortes, altruístas, seguras e confiantes que momentaneamente se sentem inseguras, sem capacidade de realizar suas tarefas cotidianas.
O desequilíbrio costuma aparecer por esgotamento já que, em certas ocasiões, esquecem as suas próprias necessidades pessoais; esquecem que têm limites físicos e que não podem com tudo. Esta pequena crise em que o corpo reclama também os «seus direitos», conduz a uma passageira instabilidade e a sensação de não estar à altura das circunstâncias.
Cedo o estado negativo do Elm é chamado como “os momentos débeis dos fortes”, devido a que os aspectos positivos da flor, revelam pessoas hábeis, eficazes, preparadas e totalmente qualificadas para o trabalho que desempenham mas, em um determinado momento e ante um excesso de responsabilidade, ficam completamente exaustas e sentem-se incapazes de fazer frente nem aos mais pequenos requerimentos cotidianos.
A descrição de Dr. Bach
Para aqueles que estão fazendo bem o seu trabalho, que estão seguindo a vocação de suas vidas e que esperam fazer algo de importância e, muitas vezes, para o benefício da humanidade. De vez em quando, há períodos de depressão, quando acham que a tarefa que empreenderam é difícil demais e acima das forças de qualquer ser humano.
O floral ajuda a dissipar esses sentimentos para que a pessoa possa retomar sua vida livres da ameaça interna de falhar.

Os típicos Elm são gente de sucesso que trabalha com motivação, de forma exemplar, em coisas que acreditam. Porém, às vezes o peso da responsabilidade os derruba e eles sentem que não conseguirão dar resposta.

São pessoas fortes, altruístas, seguras e confiantes que momentaneamente se sentem inseguras, sem capacidade de realizar suas tarefas cotidianas.

O desequilíbrio costuma aparecer por esgotamento já que, em certas ocasiões, esquecem as suas próprias necessidades pessoais; esquecem que têm limites físicos e que não podem com tudo. Esta pequena crise em que o corpo reclama também os «seus direitos», conduz a uma passageira instabilidade e a sensação de não estar à altura das circunstâncias.

Cedo o estado negativo do Elm é chamado como “os momentos débeis dos fortes”, devido a que os aspectos positivos da flor, revelam pessoas hábeis, eficazes, preparadas e totalmente qualificadas para o trabalho que desempenham mas, em um determinado momento e ante um excesso de responsabilidade, ficam completamente exaustas e sentem-se incapazes de fazer frente nem aos mais pequenos requerimentos cotidianos.

A descrição de Dr. Bach
Para aqueles que estão fazendo bem o seu trabalho, que estão seguindo a vocação de suas vidas e que esperam fazer algo de importância e, muitas vezes, para o benefício da humanidade. De vez em quando, há períodos de depressão, quando acham que a tarefa que empreenderam é difícil demais e acima das forças de qualquer ser humano.

O floral ajuda a dissipar esses sentimentos para que a pessoa possa retomar sua vida livres da ameaça interna de falhar.

Por: Eliza Tomoe Harada

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Marco Antônio França de paulA
O floral elm serve para fraqueza física?
⇒ Oficina de Ervas: Olá Marco, O Floral Elm serve para fraqueza física quando ela é provocada pelo estado emocional. É aquela sensação de esgotamento provocado pelo excesso de trabalho ou responsabilidade. O floral pode ser usado nesse caso, tomando 4 gotas 4 vezes ao dia, durante o tempo necessário para a recomposição do equilíbrio. No caso de cansaço físico em que o desgaste inclui também o cansaço mental, falta de memória ou fraqueza muscular, existem fitoterápicos que podem ajudar e até serem usados junto com o floral. São eles o Ginseng coreano, Rhodiola rosea e Aswagandha. Deixo abaixo os links para você ler: https://www.oficinadeervas.com.br/elm https://www.oficinadeervas.com.br/ginseng-coreano https://www.oficinadeervas.com.br/rhodiola-rosea https://www.oficinadeervas.com.br/aswaganda Clique no link abaixo para falar com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta/ Estamos à disposição.


• Neide Fonseca
Adorei o texto, parabéns, intuitivamente peguei ele na semana passada, junto com o Rescue e Mustard me ajudou a me reencontrar, visto que sou muito forte, desde sempre
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Neide Ficamos felizes que nosso informativo foi importante para você. Para dúvidas e orientações clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta/ Estamos à disposição.


Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024 Artigo Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios! 23 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos