GUARANÁ

NOME BOTÂNICO

Paullinia cupana H. B. K.

FAMÍLIA

Sapindaceae 

PARTE UTILIZADA

Semente

HISTÓRICO

Arbusto de ramos escandentes ou trepadores, de crescimento vigoroso, podendo seus ramos atingir até 10 m de comprimento. As flores são pequenas, de cor creme e pouco vistosas. Os frutos são cápsulas globosas, de cor vermelho-viva, que se abrem quando ainda na planta, expondo as sementes de cor preta brilhante. Cada fruto produz até 9 sementes, mas só uma se desenvolve. É nativo da região Amazônica.

CONSTITUINTES

Xantinas: cafeína, traços de teobromina e teofilina. Minerais: cálcio, ferro, fósforo, magnésio e potássio. Flavonóides: catecol e epicatecol. Flavonóides: catecol e epicatecol. Outros: guaranina, saponinas, colina, resina, mucilagem, taninos catéquicos, amido.

AÇÃO

É indicado como estimulante do Sistema Nervoso Central além de diminuir a fadiga.

PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS

Das três xantinas mencionadas (cafeína, teobromina e teofilina) a cafeína é a que possui uma ação estimulante mais potente, além disso, ela relaxa a musculatura dos vasos sanguíneos periféricos e contrai a musculatura dos vasos cerebrais; é um diurético de curta duração e aumenta a secreção gástrica. O uso do guaraná mantém o nível do glicogênio hepático e inibe a formação da enzima MAO que acarreta a depressão.

INDICAÇÕES

O guaraná pode ser recomendado na astenia, depressão nervosa, favorece a atividade intelectual, dispepsias, flatulências, fermentações anormais e diarreia, prevenção da arteriosclerose, tromboembolismo e cefaleias.

CONTRA INDICAÇÕES

É contraindicado em estados de ansiedade, hipertireoidismo, hipertensão arterial, arritmias, taquicardia, úlcera péptica ativa, gastrite e síndrome do cólon irritável.

EFEITOS COLATERAIS

Insônia, nervosismo, taquicardia, ansiedade, diarreia e irritação gástrica são efeitos secundários percebidos pela ingestão de Guaraná. O efeito excitante sobre o SNC pode em alguns casos simular quadros de crises de hipertiroidismo.

USO DURANTE GESTAÇÃO / LACTAÇÃO

Não recomendado seu uso sem orientação médica.

PRECAUÇÕES

Não exceda a dose diária recomendada. Este produto é um suplemento nutricional que não deve substituir uma dieta variada e equilibrada. Manter fora do alcance das crianças.

Como com qualquer suplemento nutricional, consulte o farmacêutico ou um profissional de saúde antes de usar.

INTERAÇÕES

Recomenda-se não associar a outras drogas com xantinas (Café e Erva Mate, por exemplo), pois o efeito estimulante pode ser potencializado, e deve ser tomado de forma descontínua.

DOSAGEM / MODO DE USAR

Pó: 0,5 a 2 g ao dia.

DURAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO

Não determinado

SUPERDOSAGEM

Acima de 2g ao dia não é recomendado.

PRECAUÇÕES DE ARMAZENAMENTO

Armazenar preferencialmente em recipientes herméticos, ambiente seco e arejado, ao abrigo da luz solar.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ALONSO J. Tratado de Fitofármacos y Neutracéuticos, 1°ed, Argentina, 2004.

ÁVILA, L. C. Índice terapêutico fitoterápico – ITF. 2 ed. Petrópolis, RJ, 2013

TESKE, M.; TRENTINI, A. M.M. Herbarium compêndio de fitoterapia. 3 ed. Curitiba, 1997.

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos