Nativo da Índia e da Ásia Menor, desde a Antigüidade popular como especiaria, erva medicinal e tempero, o feno-grego, ou trigonela, hoje é cultivado em quase toda a Bacia do Mediterrâneo, na Índia, no Paquistão, no Marrocos e na Argentina. Seu nome em latim,foenum-graecum, significa “feno-grego”; já o nome trigonela faz referência à forma triangular de sua flor amarelo-pálida. Seus grãos eram usados picados pelos gípcios, no unguento que preparavam para embalsamar os mortos. Ainda no antigo Egito, as mulheres cozinhavam o Feno Grego em leite, dando maciez e frescor à pele quando friccionada.

Na Índia, onde o seu uso é muito freqüente, os grãos, depois de tostados, são usados no cozimento de legumes ricos e feculentos, passando um leve sabor amargo e um cheiro pronunciado. Grãos germinados podem ser comidos como salada. Para fazer o cemen, especialidade usada na culinária dos povos que habitam a Capadócia, mistura-se feno-grego moído na hora com pimentões vermelhos e alho.

Conheça nossas opções para consumir o Feno Grego.

Foram os antigos gregos que acharam por acaso uma semente curativa no monte de feno. Conta a história que os agricultores gregos, na esperança de tornar seu feno, embolorado e rançoso, mais palatável para seus cavalos, temperavam a coisa com punhados de uma plantinha verde que tinha cheiro de aipo. Os animais doentes, principalmente aqueles com estômagos inflamados e intestinos irritados, logo mostravam sinais de estarem melhores e passavam a ter bom apetite. Espalhou-se que aquela mistura de plantas era a melhor maneira de levar uma vaca ou cavalo ao feno e fazer com que comessem. Logo, a mistura de feno veio a ser chamada Greek hay, que quer dizer feno grego, que mais tarde ficou consagrado o nome: feno grego (fenugreek). Não levou muito tempo para que os doutores começassem a separar a planta para descobrir o que a fazia tão atraente. Quando retiraram as sementes carnudas da planta de sua vagem estreita e as mergulharam na água, as sementes se tornaram pegajosas e grudentas. Talvez, pensaram os doutores, essas sementes façam a mesma coisa quando atingem o estômago e talvez, só talvez, devam suavizar e curar os tecidos inflamados. Nada de talvez. As sementes do feno grego fazem exatamente isso e muito mais. De fato, as pesquisas posteriores demonstraram que essa sementinha tem alguns dos usos mais diversos sobre a face da terra. Um dos principais usos do feno grego é como limpador eficiente da zona de excreção. Essa zona inclui os sínus, os pulmões, os rins e os intestinos. Muitas doenças agudas e crônicas são agravadas por uma zona excretora obstruída. Doenças relativas a problemas respiratórios (tal como a bronquite crônica), além da diverticulite e da prisão de ventre, foram relacionadas com uma ou mais dessas áreas obstruídas pelo muco tóxico e pesado.

Indicações e Ações Farmacológicas: O Feno Grego é indicado nas anemias, na perda de peso, nas dispepsias hiposecretoras, na obstrução intestinal, na gastrite e na diabete.

Topicamente é usada na acne, nas faringites, nos eczemas, nos furúnculos, vulvovaginite, abscessos (PR, 1998).

Apresenta ação emoliente pela presença de mucilagens dentre seus constituintes.

Aumenta o apetite e é indicado como coadjuvante em tratamentos onde queira o aumento de peso do paciente. É digestivo, antianêmico, hipoglicemiante suave, hepatoprotetor, anti-inflamatório e antisséptico (PR, 1998).

Toxicidade/Contra-indicações: Devido à droga reduzir a absorção intestinal dos glicídios, é necessário que haja um controle da glicemia e as doses de insulina nos pacientes com diabete insulinodependentes (PR, 1998).

É contra-indicado o uso na gravidez, devido à presença de cumarinas e alcalóides.

Por: Eliza Harada

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Ana Maria Fernandes
Gostei imenso da vossa pesquisa em torno desta "iguaria". Tenho usado e senti que se aproxima muito do "caril". Gosto de saber da sua ação anti-inflamatória. Me esclareceu muitíssimo. Obrigado‼
⇒ Oficina de Ervas: Olá Ana Maria. Fico muito feliz que tenha gostado de nosso informativo. Nossa missão é levar o conhecimento sobre as plantas medicinais, resgatando o conhecimento que foi perdido e buscando informar sobre as novas pesquisas. Estamos sempre à disposição.


• emily
Adorei! Quantas informações maravilhosas! comprei as sementes para usar como tempero, mas já vi que as utilidades são muitas!
⇒ Oficina de Ervas: Olá Emily. Que bom que você gostou das informações. O seu uso como condimento enriquece o sabor dos pratos, além dos benefícios para a saúde. Estamos sempre à disposição.


• Antenor Figueiredo
Feno grego ajuda a melhorar colesterol, sistema cardiovascular e baixa glicemia, além d fazer emagrecer!
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Antenor Realmente o Feno Grego é um fitoterápico muito rico e cheio de benefício. Clique no link abaixo para mais informações e adquirir o Feno Grego: https://www.oficinadeervas.com.br/feno-grego Para dúvidas e orientações, clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Paulo
Preciso me comunicar com vocês; porém no privado. Pode ser?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Paulo. Para falar com nossos fitoterapeutas clique em um dos links abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta https://www.oficinadeervas.com.br/zap Estamos à disposição.


• Luciana
Bom dia. Quero saber se o feno grego é bom para crescer cabelos? Se é mito ou verdade? Obrigada
⇒ Oficina de Ervas: Bom dia Luciana Há controvérsi nos estudos que existem a respeito. Alguns indicam que o Feno Grego pode auxiliar no tratamento da calvície, mas ainda sem estudos conclusivos, outros descrrevem não ser comprovada sua eficácia para esssa finalidade. Para uma orientação mais personalizada, esclarecimentos ou orientações, entre em contato com um de nossos fitoterapêutas através dos links: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta https://www.oficinadeervas.com.br/zap Estamos à disposição


Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024 Artigo Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios! 23 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos