A Embaúba (Cecropia spp), é também chamada de embaúva, umbaúba, imbaúba, ambaíba, pau-de-preguiça,árvore-da-preguiça, pau-de-lixa, umbaúba-do-brejo, caixeta-do-campo, figueira-de-sururinan, ibaíba, ibaítuga, torém, umbaubeira, ambahi, ambaitinga, ambati, ambaigba.
É originária da América do Sul (abundante na região amazônica e na mata atlântica, e presente em todos ecossistemas do país).
Árvore silvestre, chega até 15 metros de altura, com tronco esbranquiçado e ereto, e folhas lobadas presentes apenas no ápice. Presente em solos úmidos e em clareiras de matas, onde realiza os primeiros estágios de regeneração da mata. Pioneira, cresce e se reproduz rapidamente, completando seu ciclo e morrendo muitas vezes em menos de 10 anos. Madeira leve devido ao crescimento muito rápido.
Estudos científicos comprovaram os usos medicinais das embaúbas, tradicionalmente realizados através do chá das folhas secas caídas.
Pioneira e rústica, ideal para inicio de reflorestamento. Os frutos são comestíveis e muito procurados pelas aves, bugios, morcegos e servem também de alimento a várias espécies de peixes, como o pacu, a piracanjuba e outros. A madeira pode ser empregada como flutuadores em jangadas e embarcações em geral, para confecção de salto de calçados, brinquedos, lápis, palito-de-fósforo, forros e pasta celulósica. A casca é dotada de fibras muito resistentes utilizadas diretamente como embira, bem como para a confecção de cordas rústicas. As folhas, muito ásperas, são utilizadas como lixa de madeira, além de constituir-se no único alimento do bicho-preguiça. Suas raízes, folhas, flores, cascas, frutos e brotos são utilizados localmente com fins medicinais. Suas folhas e frutos são usados no tratamento da diabete, sendo úteis também contra a tosse e bronquite. Aumenta a energia do músculo cardíaco sem multiplicar os batimentos do coração. O suco obtido da raíz é um poderoso diurético. 
A Embaúba é usada na fitoterapia como Hipotensora (auxilia no controle da pressão alta), cardiotônica e diurética.



A Embaúba (Cecropia spp), é também chamada de embaúva, umbaúba, imbaúba, ambaíba, pau-de-preguiça,árvore-da-preguiça, pau-de-lixa, umbaúba-do-brejo, caixeta-do-campo, figueira-de-sururinan, ibaíba, ibaítuga, torém, umbaubeira, ambahi, ambaitinga, ambati, ambaigba.

É originária da América do Sul (abundante na região amazônica e na mata atlântica, e presente em todos ecossistemas do país).

Árvore silvestre, chega até 15 metros de altura, com tronco esbranquiçado e ereto, e folhas lobadas presentes apenas no ápice. Presente em solos úmidos e em clareiras de matas, onde realiza os primeiros estágios de regeneração da mata. Pioneira, cresce e se reproduz rapidamente, completando seu ciclo e morrendo muitas vezes em menos de 10 anos. Madeira leve devido ao crescimento muito rápido.

Estudos científicos comprovaram os usos medicinais das embaúbas, tradicionalmente realizados através do chá das folhas secas caídas.

Pioneira e rústica, ideal para inicio de reflorestamento. Os frutos são comestíveis e muito procurados pelas aves, bugios, morcegos e servem também de alimento a várias espécies de peixes, como o pacu, a piracanjuba e outros. A madeira pode ser empregada como flutuadores em jangadas e embarcações em geral, para confecção de salto de calçados, brinquedos, lápis, palito-de-fósforo, forros e pasta celulósica. A casca é dotada de fibras muito resistentes utilizadas diretamente como embira, bem como para a confecção de cordas rústicas. As folhas, muito ásperas, são utilizadas como lixa de madeira, além de constituir-se no único alimento do bicho-preguiça. Suas raízes, folhas, flores, cascas, frutos e brotos são utilizados localmente com fins medicinais. Suas folhas e frutos são usados no tratamento da diabete, sendo úteis também contra a tosse e bronquite. Aumenta a energia do músculo cardíaco sem multiplicar os batimentos do coração. O suco obtido da raíz é um poderoso diurético. 

A Embaúba é usada na fitoterapia como Hipotensora (auxilia no controle da pressão alta), cardiotônica e diurética.

Eliza Harada

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Magda Helena Soares Macedo
Sou hipertensa há mais de 20 anos e controlo com vesicatório de anlodipino 5mg pela manhã e losartana porásdica 50mg a noite. Gostaria de tentar um tratamento natural e ouvi um biólogo terapeuta de fitoterápicos dizer que a Embaúba é muito eficaz. Podes me dar uma avaliação? Att
⇒ Oficina de Ervas: Olá Magda. A Embaúba é indicada para controlar a pressão alta, mas como você já faz uso de medicamentos, não poderá fazer a substituição sem o acompanhamento médico. Caso a sua pressão ainda esteja subindo, mesmo com o uso dos medicamentos, poderá tomar o chá ou a tintura da Embaúba em horários diferentes do medicamento, mas com acompanhamento e medição da pressão. Caso tenha interesse em fazer a substituição de algum dos medicamentos, seu médico poderá fazer o acompanhamento, pois deverá levar em consideração a sua idade, fatores de risco, alimentação, rotina, hereditariedade, etc. Deixo o link: https://www.oficinadeervas.com.br/embauba Qualquer dúvida, entre em contato conosco. Temos o Whatsapp também (16) 98234-0111 ou pelo link abaixo. https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta/ Estamos à disposição.


• Iolanda Bernadete Lopes Ruggiero
Posso usar a embaúba para pré diabetes, quanto para Hipertensão? Qual a melhor forma para se usar q seja mais eficaz: chá ou extrato? Obrigada
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Iolanda Existem plantas mais especificas para pré diabetes, como o Melão de São Caetano e Pata de Vaca. Todas as apresentações tem efeitos, porém além do extrato ser mais cômodo a forma de extrato é mais concentrada. Clique no link abaixo para mais informações das plantas mencionadas: https://www.oficinadeervas.com.br/melao-de-sao-caetano https://www.oficinadeervas.com.br/pata-de-vaca Qualquer dúvida, entre em contato com nossos fitoterapeutas pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Kátia Regina de Jesus da Silva
Bom dia. Solicito informações sobre a embaúba. Ela possui ácido acetilsalicílico?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Kátia Não há ácido acetilsalicílico no fitocomplexo da Embaúba. Entre em contato com os nossos fitoterapeutas através do link abaixo para obter maiores informações . https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Ou através do WhatsApp (16) 9.8234.0111. Estamos à disposição.


Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024 Artigo Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios! 23 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos