Hoje vamos falar sobre como questões emocionais podem nos causar problemas de saúde. O nome do tema? As doenças psicossomáticas!

Questões emocionais podem sim causar dores no corpo e outros problemas de saúde, isto é, o princípio está na nossa mente, e as manifestações acontecem no nosso corpo.

Vamos saber mais sobre isso?

O que é uma doença psicossomática?

As doenças psicossomáticas são aquelas cujos sintomas físicos não são explicados pela medicina, pois a origem deles está em aspectos psicológicos do ser humano.

Os problemas do trabalho te dão dor de cabeça? Discussões de relacionamento, dor de estômago? Falar em público faz suas mãos tremerem, seu corpo suar e o coração disparar? Isso é a confirmação de que sintomas físicos estão diretamente ligados com as nossas emoções.

Quando passamos por algum trauma ou vivemos muito tempo em situações de grande estresse, depressão, tristeza ou preocupação, a pressão psicológica fica tão difícil de suportar que o corpo começa a apresentar sintomas físicos.

Isso acontece com todos nós, mas, por algum motivo, esse mecanismo acaba criando uma doença em algumas pessoas, que vai além dos sintomas passageiros. Essa patologia tem uma manifestação direta no corpo, mas provocada por problemas emocionais.

Quais são os sintomas da doença psicossomática?

Os sintomas mais comuns são causados pelo aumento da atividade nervosa do cérebro e da produção de adrenalina. São os famosos sintomas de nervosismo e ansiedade, como:

Além desses sintomas comuns, que são mais passageiros, há as doenças mesmo, que podem durar até meses se não forem tratadas corretamente:

Como é o diagnóstico da doença psicossomática?

Ainda existe muito preconceito em torno do diagnóstico das doenças psicossomáticas.

Infelizmente, até hoje algumas pessoas têm a ideia errada de que a pessoa com doença psicossomática está simulando ou com “mania de doença”.

É justamente a falta de uma origem física que fez com que a medicina subestimasse esse tipo de doença. Com o passar do tempo, estão surgindo cada vez mais evidências de que o corpo e a mente afetam um ao outro.

Muitas pessoas procuram diversos especialistas mas não conseguem chegar em um diagnóstico, porque, justamente por serem muito especializados, eles não consideram uma visão geral do caso para chegar na causa psicológica. E os próprios pacientes, por apresentarem sintomas físicos, não sabem que a origem pode ser psicológica e, portanto, não procuram um psicólogo ou psiquiatra.

São os profissionais da saúde mental que poderão dar um diagnóstico e um tratamento correto para cada caso. Em algumas pessoas os sintomas podem surgir depois de algum trauma, em outras, os sintomas têm relação com os próprios sentimentos.

Como tratar uma doença psicossomática?

O acompanhamento é necessário porque nem sempre é fácil superar sozinho todas as frustrações e sentimentos negativos que surgem na rotina. Muitos profissionais também usam medicamentos para aliviar os sintomas físicos, para que o paciente consiga focar na cura pela psicoterapia e se sentir bem durante o tratamento.

Nessa parte de aliviar os sintomas, as plantas podem ajudar bastante. Para saber qual seria a melhor para você, fale com um Fitoterapeuta clicando aqui.

Há também várias opções na medicina alternativa que podem ajudar durante o processo de tratamento, como:

Como prevenir uma doença psicossomática?

Para diminuir as chances de desenvolver uma doença psicossomática, é importante ter uma vida saudável, buscar o equilíbrio emocional e o autoconhecimento.

Mesmo assim, a nossa mente é algo complexo, então não conseguimos ter controle completo de nossas emoções e nada impede de sofrermos traumas psicológicos. Por isso, é importante manter a saúde mental fazendo terapias e indo em psicólogos de tempos em tempos.

Buscar o bem-estar e o equilíbrio são as melhores receitas para a saúde e felicidade!

 

- Fontes que usamos neste informativo:

“Está tudo na sua cabeça”: o preconceito contra doenças cuja causa é emocional e não física

Questões emocionais causam dores no corpo e outros problemas de saúde?

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Gabriele Assunção Guimarães
Concordo plenamente e acho até que a maior parte das doenças e sintomas que sentimos são psicossomáticos.
⇒ Oficina de Ervas: Olá Gabriele. Agradecemos seu depoimento, ficamos felizes que tenha gostado de nosso conteúdo, o fazemos com muito carinho. Estamos a disposição.


• Valéria
Tenho varias dores nas juntas , 3 médicos disseram que pode ser fibromialgia, tive 3 avcs no qual os 2 ultimos afetou minha fala e perna direita , estou afastada do meu trabalho desde novembro, vou em vários especialistas, descobri que estou com úlceras no estomago entre outros...um dos especialistas me disse que preciso procurar um psicólogo que trata de doença psicossomática,pois posso me prejudicar mais do que já me prejudique , não sei o que faço 12 98183 5561
⇒ Oficina de Ervas: Oi Valéria. Temos uma equipe de fitoterapeutas que pode te atender pelo email. Para podermos orientar, informe sua idade, que medicamentos toma, como está tratando da úlcera estomacal e das dores, qual a sua rotina, quando teve o AVC, qual a causa dos AVCs, se faz exercícios físicos, se tem colesterol alterado, diabetes, ou outro problema de saúde. Estamos à disposição.


• Maria de Fátima dos Santos
Tenho 44 anos e fui diagnosticada com um probleminha nas duas chamado túnel do carpo Gostaria de saber se esse problema é ocasionado por problemas psicólogo
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Maria de Fátima Geralmente não é psicológico. Clique no link abaixo e entre em contato com nossos fitoterapeutas informando se já está tomando algum medicamento e, se sim, qual (is): https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Rose
Depois de uma crise aguda de ansiedade, começou um zumbido no meu ouvido e evoluiu para hiperacusia. Tenho quase certeza que é psicossomática, pois tenho problemas emocionais desde sempre. Gostaria de saber o que tomar, uma vez que dizem que o ginko biloba não funciona.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Rose. O Ginkgo biloba não vai funcionar mesmo nesse caso, pois ela tem ação em casos de tonturas, labirintite e zumbido, mas não para a hiperacusia. A causa pode ter sido mesmo a crise de ansiedade, pois a hiperacusia pode ser desencadeada por estresse. No entanto, existem outras causas variadas como lesões, dor de ouvido, danos neurológicos, etc. Se você não trata da ansiedade, poderá fazer uso de plantas com ação ansiolítica como o Kawa Kawa, Melissa, Hipérico, Mulungu, entre outras. De qualquer forma, procure um fonaudiólogo para tratar a causa ou diminuir o desconforto. https://www.oficinadeervas.com.br/kawa-kawa https://www.oficinadeervas.com.br/melissa https://www.oficinadeervas.com.br/hiperico https://www.oficinadeervas.com.br/mulungu Se você quiser, entre em contato com nossos fitoterapeutas e informe que tratamento você faz, que medicamentos usa, qual o seu estado atual, qual a sua idade, qual a sua rotina, etc. Assim poderemos entender melhor e te orientar. Deixo aqui o link para contato: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição


• Leandro
Estou desconfiado de que posso estar tendo sintomas psicossomáticos por conta de agressões que sofri. Sinto dores intermitentes nos locais onde fui agredido 5 anos atrás. Estou com uma tendinite crônica no pé no momento, já há 9 meses sentindo dor.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Leandro. Existem plantas que podem aliviar as dores inflamatórias, como a Erva Baleeira, Unha de Gato e Boswellia. Elas podem ser usadas para aliviar as dores. https://www.oficinadeervas.com.br/erva-baleeira https://www.oficinadeervas.com.br/unha-de-gato https://www.oficinadeervas.com.br/boswellia-serrata No entanto, se a causa é de origem psicológica, é aconselhável buscar ajuda de profissional e fazer terapia, caso seja necessário. O tratamento da dor física é tão importante quanto o tratamento da dor emocional. Caso você queira conversar com um de nossos fitoterapeutas e explicar melhor o seu caso, pode entrar em contato pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024 Artigo Hibisco é bom para quê? Desvende os benefícios! 23 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos