Para quem vive em regiões onde o inverno é seco, existe um maior risco de contrair gripes e resfriados, além de problemas no sistema respiratório.

A tosse é o principal sintoma e tem causas diversas: asma, bronquite aguda ou bronquite crônica.

Existem diferenças entre essas doenças, apesar de apresentarem sintomas parecidos. De fato são muito parecidas: levam à falta de ar, provocam aquele “chiado” característico no peito, a respiração fica ofegante, difícil e “cansada”.

O QUE É ASMA?

A asma é uma doença inflamatória das pequenas vias aéreas dos pulmões (bronquíolos), de causa ainda desconhecida, mas com importante componente genético. O pulmão do paciente asmático é altamente sensível e desenvolve ataques de broncoespasmo sempre que exposto a determinados estímulos ambientais, como pólen, fumaça, poeira, ácaros, ar frio, etc. Um sinal característico da asma é o sibilo durante a expiração, pois o o ar tem mais dificuldade para sair dos pulmões do que para entrar.

Se você sofre de asma ou de DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), o médico pode recomendar aerossóis e outros medicamentos (por exemplo, corticosteroides) para reduzir a inflamação e a oclusão brônquica. Também pode ser útil em alguns casos, a realização de um programa de exercícios de reeducação respiratória, baseada em exercícios de readaptação física que podem proporcionar algumas vantagens ao paciente. O uso de plantas broncodilatadoras na forma de chá ou xarope também aliviam os sintomas.

O QUE É BRONQUITE AGUDA?

A bronquite aguda é processo inflamatório transitório dos brônquios, vias aéreas mais largas, provocado, habitualmente, por uma infecção de origem viral, como a gripe.

O principal sintoma da bronquite aguda é uma tosse persistente, seca ou com expectoração, que pode durar até 20 dias. Febre não é comum e serve para distinguir o quadro de outras infecções do pulmão, como a pneumonia.

Alguns pacientes podem ter sibilos pelo broncoespasmo, menos intensos que na asma, mas facilmente perceptíveis através da auscultação dos pulmões com o estetoscópio.

O quadro de bronquite aguda é autolimitado (tem prazo para o término de sua duração) e melhora espontaneamente após algumas semanas.

O QUE É BRONQUITE CRÔNICA?

A bronquite crônica é uma doença muito mais grave do que a bronquite aguda. Na maioria dos casos, a bronquite crônica é causada por consumo de tabaco: o tabaco irrita as vias aéreas e provoca a inflamação chamada bronquite crônica. Note também que para os fumantes, ocorre também a DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), que é uma combinação de duas doenças respiratórias, como bronquite crônica e enfisema. A bronquite crônica também pode ser causada por poluição do ar, o que irrita as vias respiratórias e causa inflamação, que é o caso de alguns trabalhadores em canteiros de obras ou em indústrias poluídas. Outras causas como alergias ou infecções recorrentes são também responsáveis pela bronquite crônica.

TRATAMENTO NATURAL PARA BRONQUITE

Dentre os sintomas mais comuns da bronquite, podemos citar falta de ar, tosse seca ou produtiva (nesta sendo acompanhada por expectoração que inicia-se clara e passa para tons amarelados e após esverdeados) e chiado no peito.

Devido ao fato de ser uma doença viral ou bacteriana, a bronquite aguda tem característica autolimitada (tendo prazo para o término de sua duração). Logo, não há um tratamento específico, tudo que pode ser feito é aliviar os sintomas para que o indivíduo sofra menos enquanto acometido pela enfermidade. Nos casos mais simples, sem risco de evoluir para uma pneumonia, pode-se recorrer ao uso de plantas com ação expectorante, antitussígena, analgésica, antialérgica e/ou anti-inflamatória.

CÚRCUMA - Ação antialergênica e anti-inflamatória.

GENGIBRE - Combate tosse seca, melhora sintomas de gripe e resfriado.

ÓLEO DE COPAIBA - Para problemas respiratórios como tosse, bronquite e asma.

PERILLA (LAVANDULIN) - Ação antialergênica, anti-inflamatória, além da inibição da liberação da histamina. Indicado para todos os estados alérgicos, rinites, bronquites, urticárias.

LOBÉLIA - Expectorante, para dispneias, tosses, asma, bronquite, enfisema e insuficiência respiratória.

ALCAÇUZ - Sistema respiratório como antitussígena e expectorante, antigripal, fluidificante das secreções, antialérgica.

AGRIÃO - Expectorante, antiasmático e antitussígena.

GUACO - Indicado para tosse, bronquite, asma, pigarro, rouquidão e inflamação na garganta.

ASSA-PEIXE - Indicado para gripes, bronquites e tosses.

GRINDÉLIA - Expectorante, para asma, bronquite e enfisema pulmonar. Associado à Ipeca e Lobélia na diluição D1, possui ação para tosse seca.

SABUGUEIRO - Indicado para afecções catarrais, febres, resfriados, gripes e tosses em geral.

TANCHAGEM - Para afecções das vias respiratórias e bronquite. Antisséptico nas amigdalites, faringites, aftoses e estomatites.

IPECA - Planta com ação expectorante. Pode ser associado à Lobélia e Grindélia na diluição D1 para tosse seca.

EUCALIPTO - Para problemas respiratórios como gripes, resfriados, sinusites e rinites. Possui ação antisséptica e anti-inflamatória.

ANGICO - Adstringente e anti-inflamatório. No sistema respiratório possui ação expectorante, antiasmático, broncodilatador. Para bronquite e tosses em geral.

JATOBÁ - é indicado para tratamento de bronquite, laringite e asma.

As plantas podem ser usadas na forma de chás ou xaropes. Também podem ser associadas no seu preparo, de acordo com a necessidade de cada um.

Os fitoterapeutas da Oficina de Ervas estão à disposição para orientar (clique aqui) e cuidar da sua saúde de forma simples e natural.

Por: Eliza Tomoe Harada

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Sheila dos Santos Guilherme
Oi.. Tô está asma sempre ainda muito triste
⇒ Oficina de Ervas: Olá Sheila. Trabalhamos com alguns fitoterápicos que podem auxiliar no tratamento da asma. Entre em contato através do e-mail farmacia@oficinadeervas.com.br para que possamos auxiliar. Estamos a disposição.


• ALINE VIANNA MORAES
Tenho duvidas e quero saber quel remedio cura asma?
⇒ Oficina de Ervas: Oi Aline. Muitas vezes a asma tem origem genética, e o que se faz é diminuir os sintomas. Ela piora com o contato a agentes físicos, como poeiras, ar frio, pólen, etc. Os tratamentos podem incluir exercícios respiratórios e uso de plantas broncodilatadoras como o guaco. Nesse momento, como estamos usando as máscaras de proteção contra o COVID, talvez você perceba uma melhora, pois ocorre uma diminuição de contato com os agentes que provocam a inflamação e a alergia. Qualquer dúvida, entre em contato conosco.


• Marco Aurélio Silva Scridelli dellim149@gmail.com
Minha bronquite é alérgica a tempo seco, e já estou sendo afetado
⇒ Oficina de Ervas: Oi Marco. É importante usar um umidificador para minimizar os problemas nesse tempo seco. O uso de máscara ajuda muito e se você estiver usando máscara nesse momento de COVID, perceberá a diferença por causa da proteção contra os pós e porque a máscara mantém a umidade do ar que você respira. Qualquer dúvida, estamos à disposição.


• Vivaldo inacio dos santos
Gostei muito das dicas
⇒ Oficina de Ervas: Olá Vivaldo ficamos felizes em saber que as dicas lhe serviu, caso necessite de alguma informação conte conosco pelo e-mail farmacia@oficinadeervas.com.br


• Oi
Minha filha tem crises respiratórias, pediatra sempre passa bombinha de Aerolín e já é o quarto mês seguido que o problema vai e volta. Existe algum Chá óleo que ajude melhor ao que toda vez bombinha e remédios?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Podemos propor um tratamento, mas para isso precisamos saber a idade da sua filha, que sintomas ela apresenta, qual é o diagnóstico médico (asma, bronquite, alergia, etc), que tratamentos ela já fez e faz atualmente, que medicamentos usa, qual a rotina dela, se tem algum outro problema de saúde, desde quando tem o problema respiratório. Deixo o link para contato: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos