O agrião (Nasturtium officinale) é também conhecido por agrião-das-fontes, agrião-do-rio, agrião-oficinal, berro, cardamia-jontana, cardomo-dos-rios, agrião-aquático.
É uma planta semi-aquática, cultivada em terrenos úmidos ou em água corrente, originário da Europa, Ásia e África.
Têm folhas pequenas, arredondadas, de coloração verde-escuro.
Assim como a maioria das verduras de folha, o agrião é um vegetal de baixo teor calórico. Fornece 22 calorias em cada
100 gramas. Ele é considerado uma das principais fontes de vitamina A, essencial para a boa visão e para manter a
saúde da pele. Apresenta ainda vitaminas do Complexo B(responsáveis pelo crescimento), além de grande quantidade de vitamina C.
Tem alto potencial de sais minerais como Iodo, Enxofre, Fósforo e Ferro. Eles são importantes para o funcionamento da glândula tireóide, ajudam na formação de ossos e dentes, evitam a fadiga mental e estão ligados à produção de glóbulos vermelhos do sangue.
O agrião combate a ácido úrico, a tuberculose, o raquitismo, a formação de pedras nos rins, as cistites e ainda os efeitos tóxicos da nicotina. Como um dos produtos mais ricos da natureza, o agrião é digestivo, faz bem ao fígado, é diurético e bom para os diabéticos.
Pode ser usado em xaropes como expectorante, antiasmático e antitussígena.

O agrião (Nasturtium officinale) é também conhecido por agrião-das-fontes, agrião-do-rio, agrião-oficinal, berro, cardamia-jontana, cardomo-dos-rios, agrião-aquático.
É uma planta semi-aquática, cultivada em terrenos úmidos ou em água corrente, originário da Europa, Ásia e África.
Têm folhas pequenas, arredondadas, de coloração verde-escuro.
Assim como a maioria das verduras de folha, o agrião é um vegetal de baixo teor calórico. Fornece 22 calorias em cada100 gramas. Ele é considerado uma das principais fontes de vitamina A, essencial para a boa visão e para manter asaúde da pele. Apresenta ainda vitaminas do Complexo B(responsáveis pelo crescimento), além de grande quantidade de vitamina C.
Tem alto potencial de sais minerais como Iodo, Enxofre, Fósforo e Ferro. Eles são importantes para o funcionamento da glândula tireóide, ajudam na formação de ossos e dentes, evitam a fadiga mental e estão ligados à produção de glóbulos vermelhos do sangue.
O agrião combate a ácido úrico, a tuberculose, o raquitismo, a formação de pedras nos rins, as cistites e ainda os efeitos tóxicos da nicotina. Como um dos produtos mais ricos da natureza, o agrião é digestivo, faz bem ao fígado, é diurético e bom para os diabéticos.
Pode ser usado em xaropes como expectorante, antiasmático e antitussígena.

Eliza Harada

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos