"Encontre nas plantas saúde, beleza e harmonia para sua vida."
Parcelamento em até 6X SEM JUROS!

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Sinusite que insiste

A baixa umidade do ar nos dias de inverno traz diversas doenças respiratórias, que são intensificadas com a poluição do ar e queimadas. Uma dessas doenças mais comuns é a sinusite.

O que é realmente a famosa sinusite?sinusite 1

A sinusite é uma inflamação das mucosas nasais e dos seios da face (cavidades paranasais), que ficam ao redor do nariz, dos olhos e das maçãs do rosto.

Ela está relacionada com a obstrução da drenagem das secreções nasais normais, que são produzidas nas cavidades nasais e paranasais. Quando essas secreções não são drenadas, geram um processo de inflamação e tornam-se um meio ideal para vírus, fungos e bactérias.

Quais são as causas?

Existem diversas condições que podem causar a sinusite, como alergias, rinites, odores fortes, gripes, resfriados e agentes infecciosos (bactérias, fungos e vírus).

Um fator que aumenta muito as chances de desenvolver sinusite é o desvio de septo, que é uma característica muito comum e muitas pessoas não sabem que tem.

Outras causas são pólipos nasais, imunidade baixa, traumas na face, alguns agentes químicos, refluxo, alterações de altitude (como andar de avião e mergulhar) e o hábito de fumar.

Existe mais de um tipo de sinusite?

Apesar de ser uma doença só, a sinusite pode ser aguda ou crônica.

A aguda geralmente está associada a um resfriado e dura até, no máximo, 12 semanas. Quando os sintomas da sinusite passam desse tempo, ela já é considerada crônica.

Quando a sinusite com infecção dura mais de duas semanas, pode evoluir para uma meningite, que é uma doença muito séria e letal, por isso é preciso ter cuidado e começar o tratamento enquanto há apenas a sinusite.

E quais são os sintomas?

sinusite 2

Os mais comuns são dor no rosto, nariz entupido, redução do olfato e secreção amarelada ou esverdeada, mas também pode haver mal estar, fadiga e falta de apetite.

Há outros sintomas de sinusite que são menos comuns como dor de ouvido, dores no maxilar superior, tosse, inflamação de garganta, mau hálito e náusea.

Quando há febre, pode ser um sinal de infecção bacteriana, e deve ser tratada imediatamente.

O diagnóstico é feito, normalmente, através desses sintomas descritos pelos pacientes junto com o exame clínico feito pelo médico.

Como posso tratar minha sinusite?

Lavagens nasais com soro fisiológico ou solução salina ajudam bastante. O uso de antibióticos é feito somente quando há uma infecção bacteriana e deve ser indicado pelo médico.

Ingerir bastante líquido (água ou chás) diariamente também ajuda, pois a água é o melhor fluidificante das secreções do aparelho respiratório. Seguindo a mesma lógica, umidificadores de ar vão aliviar os sintomas relacionados à falta de umidade do ar.

Existem várias plantas que podem ajudar no tratamento de sinusite, como Cúrcuma, Sucupira, óleo essencial de Eucalipto, Hydrastis, Equinácea, Gengibre, Própolis, Alcaçuz europeu, óleo de Copaíba e óleo de Alho.

Está com dúvidas? Fale com o nosso fitoterapeuta clicando aqui.

                    

Outros informativos que podem interessar