Alfavacão

Conheça nossas fórmulas magistrais para Alfavacão. Veja nossa lista de opções:
Tintura 60mL,   90 cápsulas de 250mg,   

Nome Botânico do Alfavacão: Ocimum gratissimum L.

Família: Labiatae

Partes Utilizadas do Alfavacão: Folhas/flores

Histórico do Alfavacão

Origem provável da África e Ásia Ocidental, sendo conhecida e usada desde a antiguidade, tendo sido introduzida no Brasil pela colônia italiana. Muito usada como tempero.

Também conhecida por: Alfavaca-cravo, príncipe-cheiroso, alfavaca-cheiro-de-anis, manjericão, basílico-sagrado, erva-real, manjericão-dos-cozinheiros, basílico-grande, Swwet basil, Tulasi (Sânscrito) e Luo Le (Chinês).

Constituintes

Óleo essencial (0,5 a 1%) - Estragol ou metilchavicol, linalol, cineol, eugenol, acetato de linalilo, ocimeno, geraniol, cânfora, metil-cinamato, pineno e timol

Saponinas

Flavonoides

Ácido cafeico

Ação

Reduz glicemia

Anti-inflamatória

Antiespasmódica

Estomáquica

Carminativa

Broncodilatador

Antialergênica

Antigripal

Antitussígena

Sedativa

Analgésica

Febrífuga

Propriedades Farmacológicas do Alfavacão

Reduz a glicose urinária e a glicemia de jejum e pós-prandial, reduz níveis de colesterol sanguíneo, possui propriedade anti-inflamatória em casos de asma.

Indicações de uso do Alfavacão

Sistema digestivo – carminativa, digestiva, estomáquica, antiespasmódica, antiulcerogênica

Sistema nervoso – ansiedade, insônia e antidepressiva leve.

Sistema respiratório – gripes com cefaleia, antiasmática, broncodilatador, tosse alérgica, gripes e resfriados.

Geral – Estimulante do organismo como um todo, refazendo processos de grande desgaste energético, antisséptico, analgésico, anti-inflamatório, febrífugo.

CONTRA INDICAÇÕES

Evitar uso em gestantes, crianças menores de 6 anos, pessoas com gastrites e úlceras gastroduodenais, síndrome do cólon irritável, colites, hepatopatias, epilepsia, Parkinson e hipoglicemia.

EFEITOS COLATERAIS

Na gravidez pode provocar efeito mutagênico.

Hepatotóxico em doses elevadas

Hipoglicemia em pacientes sensíveis

PRECAUÇÕES

Usar as dosagens recomendadas.

DOSAGEM / MODO DE USAR

Pó: 20 a 40 mg/Kg/dia

Tintura: 1 a 4 gotas/Kg/dia

DURAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO

Pelo tempo que se fizer necessário.

PRECAUÇÕES DE ARMAZENAMENTO

Conservar em lugar seco, ao abrigo de luz e longe de insetos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Agrawal, P., et al. - Randomized placebo Controlled, Single-Blind trial of Holy Basil. Leaves in /patients with Non-Insulin- Dependent Diabetes Mellitus; Int. J. Clin. Pharmacol. Ther 34: 406-09,01996

Bézanger-Beauquesne, L; Pinkas, /m. Torck, M; Trotin, F. - Plantes Medicinales des Regions Tempérées. Paris: Maloine, 1980, p.335.

Fitomed. Sistema de Información em Fitomedicina. Cuba: Informed, 1997

 

 


 

Alfavacão (Ocimum gratissimum)

Antigamente quando uma pessoa ficava resfriada e com muitas dores no corpo, a planta que os mais velhos indicavam era o chá de alfavacão, pois além de combater o resfriado em si, também dava alívio às dores do corpo. De sabor agradável, quando bem quente e adoçado com mel, proporciona um alívio quase que imediato ao doente. Você ainda pode incrementar o seu chá com um pouco de limão cravo, um pouco de canela ou então com alguns dentes de alho. O resultado será fantástico.

Mas alfavaca e alfavacão é a mesma planta? Não, a alfavaca ou manjericão é o Ocimum basilicum, e o afavacão é o Ocimum gratissimum. São plantas bem parecidas, e com muitas indicações semelhantes. O alfavacão possui folhas grandes, medindo até 10 cm de comprimento por 2 a 3 cm de largura, de coloração verde escura, apresentando bordos serrilhados. A planta pode atingir até uns 2 metros de altura e sua origem é tida como sendo do Oriente, mas com ampla distribuição pelo Brasil. Seu caule pode se tornar muito grosso e lignificado, suportando bem as podas. Sua multiplicação se dá por estaquia ou por sementes. Suas flores são de coloração branca levemente arroxeada, distribuídas em inflorescência tipo racemos paniculadas.

Seu aroma é muito parecido com o cravo, daí o seu nome popular em algumas regiões de alfavaca-cravo. Este aroma agradável se deve à presença de um componente de seu óleo essencial, o eugenol, que está presente com uma concentração de até 70%. O eugenol, que também está presente no óleo essencial de cravo, possui excelentes qualidades terapêuticas. Possui ação anti-séptica e analgésica, por isto é indicada nos casos de resfriado com dor no corpo. Só para ter uma idéia de seu efeito analgésico, o eugenol é usado ainda hoje nos consultórios odontológicos, juntamente com o óxido de zinco para fazer os curativos nos dentes. Além de fazer uma assepsia na cavidade, também auxilia a diminuir a dor.

Popularmente as mães utilizam o alfavacão em seus filhos não só na forma de chá, mas também na forma de banhos. Depois de um dia com muito esforço físico, em que a musculatura se apresenta toda dolorida, experimente preparar um banho de banheira e coloque algumas folhas de alfavacão na água bem aquecida. Entre e fique com o corpo mergulhado por uns 20 a 30 minutos. Você sentirá aos poucos um relaxamento incrível, e grande parte de suas dores desaparecerá.

Também possui ação carminativa, diurética e sudorífera. Em algumas regiões também é muito empregado como calmante em casos de nervosismo e até mesmo de paralisia.

Muitas doceiras do nordeste brasileiro utilizam ferver a água com as folhas do alfavacão antes de preparar os seus doces, pois isto proporcionará um sabor leve e gostoso do cravo. Experimente! Você irá aprovar.



Ademar Menezes Junior

Comentários


  • Valnir kraemer
    Como se consome em forma de chá ou não modo de preparo ou como usar inatura
    ⇒ Oficina de Ervas: Olá Valnir. Pode preparar o chá com as folhas frescas ou mesmo as folhas desidratada. Pode usar em cápsulas também, tomando 3 vezes ao dia. Se quiser usar a tintura, pode pingar de 25 a 30 gotas em um pouco de água para tomar. A ação é a mesma para qualquer forma de uso. Qualquer dúvida, pode entrar em contato pelo whats (16) 98234-0111. Estamos à disposição.
  • Maria de Lourdes da Costa
    Exelente Gratidão
    ⇒ Oficina de Ervas: Olá Maria de Lourdes. Fico feliz que tenha gostado do informativo. Estamos sempre à disposição. Feliz Ano Novo.
  • Claudia
    Tomo sertralina. Já alguma contra indicação? Grata.
    ⇒ Oficina de Ervas: Olá Claudia. Na literatura não consta contra indicação ou interação com o medicamento faz uso. Deve evitar uso gestantes, crianças menores de 6 anos, pessoas com gastrites e úlceras gastroduodenais, síndrome do cólon irritável, colites, hepatopatias, epilepsia, Parkinson e hipoglicemia.Qualquer duvida entre em contato através do e-mail farmacia@oficinadeervas.com.br . Estamos a disposição.
  • Ana theresa
    Minha horta está cheia de alfavaca, ia cortar porque não sabia em que usar, resolvi pesquisar e tive uma surpresa incrível. Vou cultivar alfavaca e distribuir a quem precisa . Obrigada por me ajudar.
    ⇒ Oficina de Ervas: Olá Ana. Que bom que você gostou de nosso informativo. Seu depoimento é muito importante para nós, para que possamos saber se o nosso trabalho está sendo efetivo. Nossa missão é levar informação para que as pessoas possam aprender a se cuidar. Estamos a disposição.
  • Deize
    Eu tenho um pê e ia cortar, mas fiz uma pesquisa primeiro, ainda nem
    ⇒ Oficina de Ervas: Olá Deize. Que bom Deize que te ajudamos de alguma forma, ficamos muito felizes.Qualquer duvida, estamos a disposição.
  • Onofre A Monteiro
    Conheço a planta e tenho certeza de sua ação anti-inflamatória e expectorante.
    ⇒ Oficina de Ervas: Olá Onofre.Que bom que teve oportunidade de conhece-la, ficamos felizes com seu depoimento. Abraços .
  • Liana pacheco costa
    Sabe onde posso comprar uma muda ou semente?
    ⇒ Oficina de Ervas: Liana, talvez consiga em uma casa que venda artigos para agricultura ou ate mesmo encomendar nas lojas que vendem plantas e flores.
  • Luzia Deriggi
    Olá . Acabo de saber dos benefícios do alfavacão. tenho um pé na horta e gostaria de saber se quem tem um aneurisma na aorta abdominal poder fazer uso do chá.. Agradeço a atenção pois não gostaria de usar se fizer mal a meu esposo..
    ⇒ Oficina de Ervas: Oi Luzia. Não há estudos de interação medicamentosa do alfavacão com medicamentos ou problema de aneurisma. Em casos como esse, é melhor comunicar ao médico ou evitar o uso de qualquer produto, mesmo que seja natural. Estamos à disposição.
  • Jaine Alves de oliveira dos Santos
    Amei essas super dicas quero seguir essas dicas sempre
    ⇒ Oficina de Ervas: Oi Jaine. Que bom que gostou de nossa matéria. Estamos sempre à disposição.
  • Eliza
    Queria entender... Se ela é boa para problemas digestivos e é antiulcerogênica, porque é contra indicado para quem tem gastrite ou úlcera gastroduodenal?
    ⇒ Oficina de Ervas: Olá Eliza. Essa planta é muito rica em óleos essenciais, e pode provocar algum desconforto em casos de úlceras e gastrites. Alguns estudos mostram que ela pode ajudar, pois elimina os gases e ajuda na digestão. Já outros, mostram que não é recomendada, mas tudo depende de forma de uso e dosagem. Por esse motivo, é sempre bom conversar com um profissional da área. No caso de gastrite e úlcera duodenal, a planta mais indicada é a Espinheira santa. A indicação do alfavacão para esse problema nem seria cogitado, já que há risco de um efeito colateral. No entanto, os estudos e as pesquisas estão sempre acontecendo e atualizando informações. Entre em contato conosco sempre que precisar. Estamos à disposição.
  • Nara Cristina
    Sempre achei que fosse só para fazer banho pra gripes e resfriados. Até hj, com 50 anos. No quintal do meu pai tem muitos pés e estão altos e frondosos. Uma amiga me pediu e perguntei pra que ela utilizaria. Então por curiosidade vim pesquisar e me surpreendi.....sofro de insônia e dores de cabeça, sempre tivemos em casa e NUNCA utilizei. Agora vamos fazer bom uso deles. obgda
    ⇒ Oficina de Ervas: Nara, pode utilizar por via oral também preparando o chá. Para maiores informações entre em contato pelo e-mail farmacia@oficinadeervas.com.br
  • Rozimar
    Muito bom. Sempre tomo o chá. Minha mãe desde pequeno já fazia eu tomar para gripe e resfriado. Como sou asmático, também faço uso deste chá. Sinto muito bem. Obrigado por muitas outras informações. Será que serviria para alergia? Sou muito alérgico, renite.
    ⇒ Oficina de Ervas: Oi Rozimar. Essa planta é muito boa para o sistema respiratório, no entanto ela não tem ação antialérgica. As plantas mais usadas para casos de rinite são a cúrcuma longa e a perilla. Temos um spray nasal para esse caso também. Deixo o link: https://www.oficinadeervas.com.br/spray-nasal. Qualquer dúvida, entre em contato conosco. Estamos à disposição.
  • Flavio
    Bom dia. É possível comer a folha crua? Ou refogada quente, misturada com outros alimentos? Obrigado
    ⇒ Oficina de Ervas: Oi Flávio. Essa planta tem cheiro de cravo da índia. Encontrei indicação para uso culinário, mas nunca testei. Olha a informação que achei: É uma planta com diversas aplicações na área da culinária, é utilizada em molhos de macarrão, pizzas e temperos para churrascos. Os ramos ainda verdes são usados em saladas, ou, secos, como condimento. Se você é produtor dessa e outras ervas condimentares, entre em contato conosco, pois temos uma indústria de alimentos que busca produtores com certificação orgânica. Agradeço por seu comentário, pois fez aumentar o nosso conhecimento. Abraços.
  • Alcione
    Pode ser cultivada em vasos pequenos?
    ⇒ Oficina de Ervas: Olá Alcione. Essa planta forma um arbusto de médio porte, até 2m de altura e precisa de local aberto e ensolarado. Talvez você consiga cultivar em vaso grande, pois as folhas são grandes, atingindo 10cm de comprimento. Toda planta medicinal ou aromática tem seus efeitos potencializados quando cultivados em ambientes propícios para o seu desenvolvimento pleno. Estamos à disposição.

Deixe seu comentário sobre:
Alfavacão