CÚRCUMA – NOVAS DESCOBERTAS
Acredito que a cúrcuma, Curcuma longa, conhecida também como açafrão da terra não é novidade mais para ninguém. Principalmente para quem nos acompanha, nestes últimos 10 anos temos falado muito a respeito dos benefícios desta planta. Sua cor alaranjada a dourada nos leva a uma comparação entre dois reinos, o vegetal e o  mineral; ou seja a cúrcuma esta para o reino vegetal assim como o ouro esta para o reino mineral. Esta comparação não foi feita por nós, mas sim por pesquisadores franceses, e serão estas novas abordagens desta preciosidade que vamos relatar neste artigo.
Com relação ao aparelho digestório trabalhos científicos tem mostrado que a cúrcuma apresenta ação contra Síndrome do Colo Irritado, mal do estômago, náuseas, perda de apetite, estimulante do fígado e da vesícula biliar, e portanto ajuda muito a desintoxicação do organismo já que o fígado é o grande orgão responsável por este trabalho. Níveis de colesterol elevado tem sido controlado pelo estímulo à produção e eliminação de bile, lembrando que 70 % da bile é composta de colesterol. Uma forma saudável de redução de taxas de colesterol. Não só preventivo, mas também curativo, a cúrcuma ajuda muito no tratamento de gastrite e até mesmo de úlceras,  através do estímulo da cicatrização como do estimulo da produção da mucosa gastrina.
Sua ação anticancerígena já era conhecida, e cada vez mais estudos vem mostrando esta eficácia, como por exemplo no tratamento de câncer de cólon, estômago, pele, seios, próstata e leucemia, além de novos estudos que estão sendo conduzidos que com certeza irá ampliar esta listagem. Mesmo sem saber exatamente como é a dinâmica dos princípios ativos da cúrcuma, mas já se percebeu que freia o crescimento dos tumores, e atua na produção das citoquinas, que são moléculas proteicas que estão intimamente ligadas ao sistema imunológico. 
Novos estudos contra o Mal de Alzheimer. No caso desta doença, que ainda não se conhece exatamente seu mecanismo no organismo humano, como causas, controle e prevenção; a cúrcuma tem mostrado um caminho. Observações sobre a estatística desta doença, descobriu-se que na Índia, é o pais com o menor índice desta doença, com um índice muito baixo comparado com outros países. Mas na Índia, também é o local onde mais se consome a cúrcuma, e isto começou a despertar a atenção de alguns pesquisadores. O que já se sabe, é que em doentes de Alzheimer, ocorre uma deposição de proteínas bêta-amiloides, formando verdadeiras placas nos vasos sanguíneos do cérebro, dificultando  a alimentação e oxigenação cerebral. Percebeu-se que os curcuminoides, uma classe de princípios ativos da cúrcuma, combate este depósito, ajudando no tratamento preventivo e até mesmo nos casos onde a doença já esteja instalada. 
Sua ação anti-inflamatória já era conhecida, mas atualmente alguns pesquisadores tem comparado seu efeito ao da cortisona, mas sem os efeitos colaterais desta. Seu efeito ajuda a aliviar dores de reumatismo, artrites, dores musculares e tendinites. Até mesmo cólicas menstruais podem ser aliviadas com o consumo de cúrcuma. 
Sua ação antioxidante também já era conhecida e estudada, mas estudos novos tem mostrado que esta ação é mais forte que a própria vitamina E, um excelente anti-oxidante. É importante lembrar que os radicais livres são produzidos em grande volume nos dias de hoje no organismo humano, principalmente quando exposto ao estresse, deixando nosso organismo suscetível a ataques de patógenos e ao surgimento de cânceres.  Portanto a ação anti-oxidante da cúrcuma vem trazer uma prevenção incrivelmente barata, natural e eficaz. 
O seu consumo pode ser como condimento, e neste caso indicamos utilizar diariamente em pelo menos um tipo de alimento de nossa refeição, na forma de chá ou na forma de encapsulado, que é a forma mais fácil de se consumir. Normalmente o consumo de 1 grama de cúrcuma ao dia já nos proporciona uma boa dosagem preventiva de vários males.  
                                                                                Ademar Menezes Junior

A cúrcuma, (Curcuma longa), é conhecida também como açafrão da terra. Para quem nos acompanha, nestes últimos 10 anos temos falado muito a respeito dos benefícios desta planta. Sua cor alaranjada a dourada nos leva a uma comparação entre dois reinos, o vegetal e o mineral, ou seja, a cúrcuma está para o reino vegetal assim como o ouro está para o reino mineral. Esta comparação não foi feita por nós, mas sim por pesquisadores franceses, e estas novas abordagens desta preciosidade serão relatadas neste artigo.

 Com relação ao aparelho digestório, trabalhos científicos tem mostrado que a cúrcuma apresenta ação contra Síndrome do Cólon Irritado, mal do estômago, náuseas, perda de apetite. É estimulante do fígado e da vesícula biliar, e portanto ajuda muito na desintoxicação do organismo, já que o fígado é o grande orgão responsável por este trabalho. Níveis de colesterol elevado tem sido controlado pelo estímulo à produção e eliminação de bile, lembrando que 70 % da bile é composta de colesterol. Não só preventivo, mas também curativo, a cúrcuma ajuda muito no tratamento de gastrite e até mesmo de úlceras,  através do estímulo da cicatrização e da produção da mucosa gástrica.

 Sua ação anticancerígena já era conhecida, e cada vez mais estudos vem mostrando esta eficácia, como por exemplo no tratamento de câncer de cólon, estômago, pele, mamas, próstata e leucemia. Novos estudos tendem a ampliar esta listagem. Mesmo sem saber exatamente como é a dinâmica dos princípios ativos da cúrcuma,  já se constatou que ela paraliza o crescimento dos tumores, e atua na produção das citoquinas, que são moléculas proteicas intimamente ligadas ao sistema imunológico. 

Novos estudos contra o Mal de Alzheimer. No caso desta doença, que ainda não se conhece exatamente seu mecanismo no organismo humano, como causas, controle e prevenção, a cúrcuma tem mostrado um caminho. Estatísticas mostram que a Índia é o pais com o menor índice desta doença, comparado com outros. Mas a Índia também é o local onde mais se consome a cúrcuma, e isto começou a despertar a atenção de alguns pesquisadores. O que já se sabe, é que em doentes de Alzheimer, ocorre uma deposição de proteínas beta-amiloides, formando verdadeiras placas nos vasos sanguíneos do cérebro, dificultando  a oxigenação cerebral. Percebeu-se que os curcuminóides, uma classe de princípios ativos da cúrcuma, combate este depósito, ajudando no tratamento preventivo e até mesmo nos casos de doença já instalada. 

 Sua ação anti-inflamatória já era conhecida, mas atualmente alguns pesquisadores tem comparado seu efeito ao da cortisona, mas sem os efeitos colaterais da mesma. Seu efeito ajuda a aliviar dores de reumatismo, artrites, dores musculares e tendinites. Até mesmo cólicas menstruais podem ser aliviadas com o consumo de cúrcuma. 

Sua ação antioxidante também já era conhecida e estudada, mas estudos novos tem mostrado que esta ação é maior do que da própria vitamina E, um excelente anti-oxidante. É importante lembrar que os radicais livres são produzidos em grande volume nos dias de hoje no organismo humano, principalmente quando exposto ao estresse, deixando nosso organismo suscetível a ataques de patógenos e ao surgimento de cânceres.  Portanto a ação anti-oxidante da cúrcuma vem trazer uma forma de prevenção barata, natural e eficaz. 

O seu consumo pode ser como condimento, e neste caso indicamos utilizar diariamente em pelo menos um tipo de alimento da refeição, na forma de chá ou na forma de encapsulado, que é a forma mais fácil de se consumir. Normalmente o consumo de 1 grama de cúrcuma ao dia já nos proporciona uma boa dosagem preventiva de vários males.  

                                                                             

Por: Ademar Menezes Junior

Deixe seu comentário

Escreva seu nome compelto (ex. Jane Miller)

Comentários

Veja o comentário de outros usuários e deixe o seu comentário também!

• Vilma Ao. Bunizio
Comecei a tomar cúrcuma com piperina em em cápsulas a dois dia será que em cápsulas é tão boa quanto o pó.
⇒ Oficina de Ervas: Olá Vilma. Você pode usar a Cúrcuma com a pimenta preta, para ter um bom efeito. Geralmente, quando se usa em cápsulas, o efeito é melhor se for preparado a piperina (ativo concentrado) junto com a curcumina (Ativo concentrado). Qualquer dúvida, estamos à disposição pelo email farmacia@oficinadeervas.com.br


• JEAN CARLOS LIMA RODRIGUES
ja tiver ulcera a 20 anos atraz, mas foi curado. mas hoje ainda tem gastrite, posso usar cúrcuma todos os dias.
⇒ Oficina de Ervas: Olá Jean. O uso pode ser diário, porem é ideal que tome apos as refeições. Qualquer duvida entre em contato através do e-mail farmacia@oficinadeervas.com.br . Estamos a disposição.


• Silvia
Para gastrite crônica antral leve, qual seria a quantidade diária de cúrcuma em pó e qual seria a melhor forma para preparar e consumir? Obrigada
⇒ Oficina de Ervas: Oi Sílvia. Para esse caso você pode tomar 1 colher de café do pó de cúrcuma misturado em comida, sucos ou chá, ou ma forma de cápsulas de 400mg antes das refeições. Contudo, a experiência que temos é que a Espinheira Santa terá um efeito mais rápido e eficaz, tomando 1 cápsula de 300 mg antes do café, almoço e jantar por pelo menos 60 dias consecutivos. qualquer dúvida, entre em contato conosco pelo email farmacia@oficinadeervas.com.br. Estamos à disposição.


• Edson
Tenho DPOC e me sinto aliviado com a cúrcuma mas tenho histórico de gastrite de antro faz bem pra desinflamar a gastrite a cúrcuma não e anti-inflamatório?
⇒ Oficina de Ervas: Olá Edson. Pode usar a Curcuma como anti-inflamatório na gastrite. Se você quiser acelerar o tratamento, use também a Espinheira Santa em Extrato Fluido. Além de ser cicatrizante, ela é analgésica. Você pode pingar 15 a 20 gotas em um pouco de água morna e tomar antes de cada refeição. qualquer dúvida, entre em contato conosco. Estamos à disposição.


• Daniel Medeiros dos Santos
A cúrcuma é recomendada para quem possue cálculo na vesícula?
⇒ Oficina de Ervas: Olá Daniel. A planta mais indicada para o cálculo de vesícula é a Carqueja:https://www.oficinadeervas.com.br/carqueja. Qualquer dúvida, entre em contato conosco. Estamos à disposição.


• Cícero Pedro da Silva.
Bom Dia! Tenho um paciente mim perguntando se curcuma serve para úlcera, ela é Hiperdia. Ela está tomando chá de espinheira Santa. úlcera no estômago.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Cícero A Cúrcuma pode ser usada. No entanto, a Espinheira Santa é melhor para esse caso, uma vez possui característica adstringente, oferecendo ações cicatrizante e analgésica. O extrato fluido da Epsinheira Santa é mais eficaz do que chá, pois tem maior concentração de ativos. Clique nos links abaixo para ver mais informações e adquirir a Cúrcuma e Espinheira Santa: https://www.oficinadeervas.com.br/curcuma https://www.oficinadeervas.com.br/espinheira-santa Para falar com um de nossos fitoterapeutas é só clicar no link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta/ Estamos à disposição


• Lourdes Codinha
Adorei ler sobre Curcuma .
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Lourdes Ficamos felizes que gostou de nosso informativo. Para dúvidas e orientações clique no link abaixo para falar com um de nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Josilaine
Olá comecei a usar curcuma em cápsulas para psoriase! Está fazendo muito bem! Espero que ajude outras pessoas
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Josilaine Agradeço pelo seu depoimento. É muito importante sabermos dos resultados dos tratamentos. Estamos à disposição para qualquer dúvida. https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta


• Cicleide ribeiro da Silva
Olá boa tarde estou com minha filha doente ela estar com gastrite erosiva emorragica eu posso dar a ela o sumo da espinheira santa ela estar tomando o sco da transsagem uma planta.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Cicleide Pode dar a Espinheira Santa na forma de chá bem forte, várias vezes ao dia. Pode continuar com a Tanchagem também. Dê a Espinheira sempre antes de cada refeição e quando sentir dor. O tratamento é mais eficaz usando o extrato fluido da Espinheira Santa, pois é a forma mais concentrada. Pode pingar 20 gotas em um pouco de água morna para evaporar o álcool e dar para ela antes de comer, pelo menos 3 vezes ao dia. O uso deve ser prolongado, pois a cicatrização é lenta. Ela deve usar por pelo menos 2 meses, mesmo que a dor desapareça. https://www.oficinadeervas.com.br/espinheira-santa Qualquer dúvida, entre em contato com nossos fitoterapeutas. https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Elber de Oliveira Andrade
Gostaria de receber sempre noticias sobre cúrcuma. Ainda não fiz uso, meu genro faz uso e me disse que é bom. Tenho 76 anos e tomo diariamente um comprimido para pressao(Naprix 2,5 mg)após o café de manha, , tomo um comprimido de Somalgim 100 mg após o almoço, à noite tomo um comprimido de rosuvastatina calcia 5 mg e também um comprimidio de cilostazol 100mg. Tudo receita médica. Será que posso passar a usar cúrcuma? Gostaria de uma boa orientaçao de voces. Abraços e obrigado.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Elber. A Cúrcuma é uma planta considerada alimento e por isso você pode usar, mesmo com esses medicamentos que já toma com receita médica. A dosagem pode variar de 600mg a 1.800mg ao dia na forma de pó. Contudo existem outras formas como a curcumina, que é mais concentrada, além de extratos líquidos. https://www.oficinadeervas.com.br/curcuma Caso queira mais informações ou orientações, entre em contato com nossos fitoterapeutas pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Michel
Boa tarde , tenho doença de Still ( família da artrite reumatoide ) , sei que ela ajuda nas dores , ajudaria no Rash também?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Michel. A Cúrcuma é anti-inflmatória e pode ajudar nos processos de inflamação, no entanto ela não é específica para esses problemas. Caso queira alguma informação ou orientação, entre em contato com nossos fitoterapeutas. Informe a sua idade, que tratamentos você faz, que sintomas apresenta, que medicamentos usa, etc. Segue o link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Josiane
Tenho pedra na vesicula , e vesicula preguicosa , a curcuma ajudaria ??
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Josiane Você pode usar a Cúrcuma, pois ela controla o colesterol, que é a fonte de formação das pedras na vesícula. No entanto, há outras plantas mais indicadas para ajudar a fluidificar e liberar a bile. https://www.oficinadeervas.com.br/carqueja Caso queira orientações, entre em contato com nossos fitoterapeutas e informe a sua idade, que sintomas ou necessidades apresenta, que medicamentos usa, etc. Deixo o link para contato: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Rosângela
Olá boa tarde. Tenho pedra na vesícula,fígado gorduroso e anemia hemolitica não e por falta de ferro não . Posso estar tomando cúrcuma em cápsulas. No momento só estou fazendo tratamento para anemia e tomo o remédio ácido fólico. Obrigada .
⇒ Oficina de Ervas: Olá Rosângela, É bem provável que esteja usando imunossupressores para controlar a anemia hemolítica, a Cúrcuma, apesar de ser utilizada em doenças autoimunes ao mesmo tempo aumenta a imunidade. No seu caso é mais prudente usar se o seu médico liberar o uso. https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Ficamos a disposição.


• Heide Rodrigues
Tenho pangastrite, já tomo a cúrcuma para a fibromialgia, ela ajuda na pangastrite tbm ou melhor a espinheira santa? No caso a espinheira seria capsulas ou tintura?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Heide No caso da pangastrite, a melhor opção é o extrato fluido de Espinheira Santa. Para dúvidas e orientações clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Elisângela Rosa
Gostaria de saber se pode tomar curcuma uma vez q se tem a doença de Stil
⇒ Oficina de Ervas: Olá Elisângela, A Cúrcuma pode ser usado, até o momento não tem restrição quanto a portadores da doença de Still. Ficamos a disposição.


• Edson
Bom dia, cúrcuma + piperina pode ser usada por quem tem gastrite?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Edson A Piperina pode irritar um pouco o estômago, portanto nesse caso é melhor usar só a Cúrcuma. Para dúvidas e orientações clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Luciana
Bom dia ,tenho gordura no fígado gostaria de saber se a curcuma mas a pimenta preta serve pra curar?
⇒ Oficina de Ervas: Olá Luciana, A Cúrcuma e a pimenta preta não tem ação suficiente para ajudar em casos de fígado gorduroso. Existem outros fitoterápicos com uma ação mais forte para esse finalidade, por exemplo, Silimarina, Eclipta e outros. Para maiores orientações acesse o link abaixo. https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Maria Dulcinéia
Olá, tenho artrose e túnel do carpo nas duas mãos gostaria de saber se a cúrcuma é bom sei q artrose não tem cura mas será q pode aliviar um as dores.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Maria A Cúrcuma possui ações antioxidantes e anti-inflamatórias. Portanto, ela auxilia nos processos inflamatórios reduzindo as dores. Além da Cúrcuma, poderia usar o UCII, que é colágeno tipo II, ou seja, específico para articulações. Ele age juntamente com o sistema imunológico, protegendo as articulações e cartilagens, além de evitar mais desgaste e retardando o desenvolvimento da artrose. Clique nos links abaixo para ver mais informações das sugestões acima: https://www.oficinadeervas.com.br/curcuma https://www.oficinadeervas.com.br/ucii Para dúvidas e orientações posológicas clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Marcia
Olá! Gostaria de saber se posso fazer chá com espinheira santa e a raiz de açafrão ou existe alguma contraindicação em misturar as duas ervas? Além disso, por quanto tempo o chá pode ser ingerido e qual a dose diária indicada? Obrigada!
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Marcia Pode fazer o uso das ervas, a maneira usual é por infusão, utilizando 1 colher de chá para 200mL de água para dar 1 dose, pode tomar até 3 doses por dia. A cada 3 meses de uso pode fazer uma pausa de 20 dias. Para sua comodidade nós temos a Espinheira Santa e a Cúrcuma em forma de cápsula e outras apresentações: https://www.oficinadeervas.com.br/curcuma https://www.oficinadeervas.com.br/espinheira-santa Qualquer dúvida ou orientação, entre em contato com nossos fitoterapeutas pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição


• Tony
Olá, Boa tarde! Tenho gastrite e colesterol um pouco alta. Posso tomar espinheira santa junto com açafrão?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Tony. Pode tomar as duas plantas juntas sim. A orientação para tratar a gastrite é tomar a Espinheira Santa sempre antes do café, almoço e jantar. Então você poderá tomar as 2 plantas nesses mesmos horários. Caso sua gastrite esteja em estágio agudo, com dores, a orientação é usar o Extrato Fluido, que é mais concentrado. Pingue 15 a 20 gotas em um pouco de água morna para evaporar o álcool antes de ingerir. Geralmente a dor desaparece em poucos dias, mas o tratamento deve ser mantido por pelo menos 60 dias, para que ocorra a cicatrização. Podemos manipular na forma de composto, juntando as 2 plantas num mesmo frasco. https://www.oficinadeervas.com.br/espinheira-santa https://www.oficinadeervas.com.br/curcuma Qualquer dúvida, entre em contato com nosso fitoterapeutas pelo link abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• CLARILDA GERMANO FREITAS
Bom Dia, meu esposo está com gastrite avançada, faço uso da Cúrcuma em pó junto com o arroz a muito tempo, ele adora, más me disseram que tenho que abandonar este hábito, pois faz mal pra ele, isso procede? Dessa forma a Cúrcuma não tem a ação esperada? Se não qual a melhor forma de consumir?
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Clarilda. Ele pode continuar a consumir a Curcuma desta forma, pois seus benefícios continuam os mesmos. Essa planta é usada diariamente na alimentação de alguns povos, como os indianos. https://www.oficinadeervas.com.br/curcuma Com relação à gastrite, apesar da Cúrcuma apresentar uma ação anti-inflamatória, ela não é especificamente usada para tratar esse problema. A planta mais indicada é a Espinheira Santa. https://www.oficinadeervas.com.br/espinheira-santa Ele pode fazer o uso na forma de Extrato Fluido, que é a mais concentrada, pingando 20 gotas em um pouco de água morna para evaporar o álcool e tomando antes do café, almoço e jantar. Esse tratamento deverá ser feito por pelo menos 2 meses, pois mesmo que a dor desapareça logo no início, a cicatrização é mais lenta. É importante observar a causa da gastrite, para que não ocorram recidivas. Tratar a causa é mais importante, pois algumas pessoas apresentam este problema por estresse, alimentação inadequada, nervosismo, uso de medicamentos, fumo, etc. https://www.oficinadeervas.com.br/conteudo/gastrite-nao-aguento-mais Para dúvidas e orientações clique no link abaixo e fale com nossos fitoterapeutas: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Claudia
Olá eu gostaria de saber quais fitoterapicos são mais eficazes para dor de tendinite no ombro. E se existe alguma fórmula composta que possa usar.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Cláudia. A Garra do diabo é um dos fitoterápicos que tem ação para casos de tendinites. Para um atendimento mais personalizado e para entender melhor o seu caso, solicito que entre em contato com os nossos fitoterapeutas pelo link abaixo. https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta Estamos à disposição.


• Nurio
A curcuma+ espinheira santa manta h pilory? Sofro com isso a mais de 6 meses.
⇒ Oficina de Ervas: Olá, Nurio Para tratar a gastrite provocada por H. pilory é indicado o uso da Espinheira santa na forma de Extrato Fluido e da cápsula de Própolis em extrato seco de 300mg. Espinheira Santa E.F. é a forma mais concentrada. Pode pingar 20 gotas em um pouco de água morna para evaporar o álcool e tomar antes do café, almoço e jantar. Essa planta é analgésica e cicatrizante. Apesar da dor desaparecer em poucos dias, a cicatrização completa ocorre com o uso contínuo por pelo menos 60 dias. https://www.oficinadeervas.com.br/espinheira-santa Propolis E.S. 300mg. Tomar junto com a Espinheira Santa antes do café, almoço e jantar. Esse produto é um antibiótico natural e mata o H. pilory com o uso contínuo de 4 a 6 meses, dependendo do grau de infecção e se já criou resistência com uso frequente de antibióticos. https://www.oficinadeervas.com.br/propolis Você pode usar a cúrcuma depois de curar essa infecção, pois os benefícios da cúrcuma são grandes. No entanto, não apresentará a ação antibiótica necessária para o combate do H. pilory resistente. Caso queira mais orientações, entre em contato conosco pelos links abaixo: https://www.oficinadeervas.com.br/fale-fitoterapeuta https://www.oficinadeervas.com.br/zap Estamos à disposição.


Artigo Dilênia ou Maçã de Elefante? Entenda os benefícios do uso medicinal dessa planta! 16 Jul 2024 Informativo A rinite atacou? Entenda os sintomas e como a fitoterapia pode ajudar! 04 Jul 2024 Artigo Margaridão, Titônia ou Mão-de-deus? Entenda os benefícios! 28 Jun 2024 Artigo Capim-limão: benefícios e uso na aromaterapia 25 Jun 2024 Informativo Cirrose e Hepatite: é a mesma coisa? Cuide do fígado de forma mais natural 04 Jun 2024 Artigo Eucalipto: benefícios e propriedades medicinais 29 Mai 2024

Ver Outros Conteúdos