"A sua saúde em equilíbrio com a natureza."

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Olíbano

ÓLEO ESSENCIAL DE OLÍBANO

Nome científico: Boswellia carterii

Sinonímia científica: N/A

Nome popular: Olíbano, incenso-de-olíbano, frankincense ou galbanum

Família: Burceraceae Parte Utilizada: Resina extraída do tronco

Composição química: hidrocarbonetos terpênicos (p-cimeno, dipenteno, limoneno, alfa e beta-felandrenos, farneseno, alfa-tuyona, mirceno, terpineno), triterpenos (ácido boswéllico, acido 3-oxotirucállico), cetonas (carvona, criptona, isopinocanfona, verbenona) e sesquiterpenos (T-burbunol, copaenol, cembrenol, beta-eleinol, incensol-óxido).

O óleo essencial de Olíbano é extraído por meio da destilação a vapor da resina que extravasa através de cortes feitos no tronco do arbusto. 

Originário de zonas tropicais da Ásia e sub desérticas da África, com solo bem drenado e sol intenso.

Indicações e ação farmacológica

Dentre as propriedades terapêuticas, incluem-se atividade analgésica, anti-inflamatória, expectorante, calmante.

O óleo essencial de olíbano possui ações analgésicas e anti-inflamatórias e, portanto, é indicado para o tratamento de artrite reumatoide e dores crônicas.

O óleo essencial de olíbano também possui propriedade expectorante, e pode ser utilizado no tratamento coadjuvante de doenças do trato respiratório.

Também é muito utilizado para a mente, desacelera a respiração, produzindo sensação de calma. Tende a proporcionar um efeito animador e relaxante na mente. Indicado nos tratamentos de ansiedade e estados obsessivos relacionados ao passado.

É muito usado para a meditação, devido às propriedades psicoativas, além de ser excelente ansiolítico.

Seu uso sobre a pele proporciona vitalidade a peles cansadas e suaviza rugas.

Possui ação cicatrizante em feridas, ulceras.

Toxicidade / Contraindicações

Não é recomendado durante a gravidez e lactação. Não usar puro sobre a pele. Manter em local fresco, ao abrigo da luz.

Dosagem e Modo de Usar

Uso externo: Em emulsão O/A até 2%

Os óleos essenciais são substâncias concentradas e devem ser usados sempre diluídos. Devem ser utilizados sob a orientação de um médico ou terapeuta qualificado.

Sugestões de aplicação:

-Aromatizador (aproximadamente 9 gotas).

-Banhos (até 20 gotas após encher a banheira, dissolvidas em uma colher de sopa de óleo vegetal).

-Compressa (5 a 10 gotas em 1/2 litro de água).

-Inalação (2 gotas em um lenço ou inalador com água).

-Massagem (25 a 50 gotas em 100 ml de óleo vegetal).

-Óleo para rosto e cabelos (1 colher de sopa de óleo vegetal com 01 gota de OE para o rosto, 5 gotas de OE para o cabelo)

-Uso tópico (diluir 5 gotas do óleo essencial em 1 colher de sopa de óleo calêndula).

-Banho de assento (10 gotas em 2 litros de água, dissolvidas em uma colher de café de óleo vegetal)

Referências Bibliográficas

ALONSO, Jorge. Tratado de fitofármacos y nutracéuticos. 1. ed. Rosario: Corpus Libros, 2004.

SIMÕES, CM. & SPITZER, V. Óleos essenciais. In: SIMÕES, C. M. O.; SCHENCKEL, E. P.;

      

 

Outros Produtos Naturais