"Especializada em plantas medicinais."

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Plantas Auxiliares no Tratamento da Dengue



PLANTAS AUXILIARES NO TRATAMENTO DA DENGUE

Estamos mais uma vez às portas de uma epidemia da dengue. As pessoas ainda não se conscientizaram dos perigos desta doença, e continuam a olhar de uma forma indiferente aos alertas das instituições públicas responsáveis. Ninguém mais aguenta ouvir aquela eterna pergunta dos repórteres aos técnicos responsáveis: " Quais são as medidas preventivas da dengue?" Todos nós já sabemos de cor e salteado. Mas a população é indiferente a todos os chamados. As imagens mais irritantes são as que vemos os caminhões e funcionários públicos entrarem dentro das casas para recolherem lixos acumulados; de ver pessoas coletando lixo de terrenos baldios ou ainda ver alguns indivíduos jogando lixo nas ruas. Existe um ditado antigo que reza que nós aprendemos pelo amor ou pela dor, e infelizmente, nós brasileiros preferimos aprender pela dor.

E para aliviar a dor dos que estão com dengue podemos indicar algumas plantas. Sabemos que não existe tratamento alopático específico para esta doença, mas algumas plantas podem, sem nenhum problema, auxiliar no alívio dos sintomas abaixo citados.

Talvez o principal sintoma seja as dores no corpo. Algumas pessoas chegam a relatar dores terríveis, como se estivessem " arrancando a carne dos ossos". Para este sintoma podemos indicar uma planta chamada de Alfavacão, cujo nome científico é Ocimum gratissimum. Esta planta é rica em óleo essencial, e dentro da composição deste óleo encontramos uma substância denominada eugenol, que possui uma forte ação antisséptica e principalmente analgésica, auxiliando a amenizar as dores do corpo. 

Outro sintoma relatado é a grande fraqueza. Neste caso pode-se tomar uma alga conhecida com o nome de Chlorella, de nome científico Chlorella pyrenoidosa. Esta alga ajudará a nutrir o organismo dando força e estímulos. A geleia real, que não é uma planta, mas é extremamente importante na recuperação da vitalidade da pessoa debilitada, poderá ser utilizada com a chlorella.

E para auxiliar no fortalecimento das veias e pequenos vasos impedindo a hemorragia, que é a grande preocupação dos agentes de saúde, podemos orientar o uso de Castanha-da-Índia  (Aesculus hippocastanum) ou Hamamelis ( Hamamelis virginiana). 
Com o uso destas plantas podemos amenizar o sofrimento de quem está com esta terrível doença.
                                                     Ademar Menezes Junior
                                                Eng. Agrônomo e Fitoterapeuta 

      

Outras notícias que podem interessar