"Deixe a natureza cuidar de você."

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Coco

Cocos nucifera

Família: Palmaceae

Outros nomes populares: coco, coqueiro, Kokospalm (alemão), coco (espanhol), noix de coco (francês), coconut (inglês), palma de cocco (italiano).

Histórico: As origens do coqueiro são controvérsias, há indícios de que ele surgiu na Ásia, Oceania ou África. O fato é que devido à baixa densidade de suas sementes, o coco se espalhou através de correntes marítimas, pelo litoral de diversos países tropicais.
O coqueiro é um grande palmeira, de estipe solitário, que chega a atingir 30 metros de altura. Suas folhas são grandes e pinadas, com até 6 metros de comprimento. Delas se extraem fibras rústicas e fortes, utilizadas em diversos produtos artesanais e industriais, como escovas e capachos. As inflorescências paniculadas, são belos cachos pendentes, de cerca de 1 metro, carregados de numerosas e pequenas flores brancas ou amareladas. As flores masculinas abrem-se em momentos diferentes das femininas, na mesma palmeira, possibilitando a polinização cruzada.
Os frutos são do tipo drupa, apresentam formato globoso a ovóide e epicarpo (casca) de coloração verde, amarelo ou vermelho, de acordo com a variedade. Quando maduros os frutos tornam-se castanhos e deles podemos extrair uma deliciosa e nutritiva amêndoa (endocarpo). Protegida por uma casca lenhosa, esta amendoa tem cerca de 1 cm de espessura, cor branca, e pode ser consumida crua ou na preparação de inúmeros pratos culinários, entre doces e salgados. Os cocos, quando imaturos, apresentam amêndoa mole e pouco desenvolvida, mas contém água-de-coco em maior quantidade e qualidade. Uma solução nutritiva e refrescante, muito explorada economicamente. O mesocarpo, parte fibrosa do fruto é utilizada na fabricação de substratos para plantas epífitas, como orquídeas. É esta a parte utilizada na preparação da tintura, para uso medicinal como antiviral.

Parte utilizada: casca do fruto.

Ação: No sistema imunológico melhora as defesas do organismo de forma significativa. Combate gripes, resfriados e pneumonias virais, pois possui ação antiviral. Também usado no tratamento de hepatites.

Efeitos colaterais: não encontrado em literatura.

Posologia: Tintura (1:5) 1 a 4 gotas/kg/dia em 3 a 4 tomadas. Decocto a 5% - 10mL/kg/dia em 3 a 4 tomadas.  Aumentar a frequencia de tomadas em caso agudos.


Eliza Tomoe Harada

      

 

Outros Produtos Naturais