"Conheça os benefícios que as plantas podem fazer por você."

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Zimbro

Zimbro (Juniperus communis)

Esta é uma planta praticamente desconhecida pela população brasileira. Poucos já ouviram falar sobre os frutos de junípero no preparo de bebidas ou como condimentos de alguns pratos de carnes de sabor forte, como as de caças ou mesmo a de suínos.

O junípero é um pinheiro nativo do norte da Europa, de regiões bem frias. É uma arbórea de pequeno porte, de tronco ereto e lignificado. Suas folhas são de coloração verde escuro, formando uma escama, parecida com as folhas da araucária. Seus frutos são verdes inicialmente, e à medida que vai amadurecendo vai se modificando para uma coloração anil, chegando até a cor preta. Este processo de amadurecimento pode chegar até três anos.

O nome de zimbro, tem origem indo-européia, significando "junco". Já o nome junípero, deriva da palavra holandesa genever, que acabou dando origem à palavra gin. Isto mesmo, o junípero é a planta utilizada para aromatizar o gin, aquela bebida alcoólica destilada de cereais. O grande volume dos frutos vai para as indústrias de gin, e uma pequena parcela vai para o mercado de especiarias.

Na Europa antiga, o junípero era utilizado para mascarar o aroma de carnes passadas. Era considerada uma planta mágica, sendo utilizada para afugentar demônios e espíritos malignos. Tanto é que seus frutos eram queimados nos quartos de enfermos, isto para defumar o ar e para afugentar as energias negativas. Como possui uma grande ação anti-séptica, servia não só para limpar o ambiente, mas também acabava atuando no doente quando este aspirava sua fumaça.
Empregam-se seus frutos como condimento e para tratamento ou prevenção de algumas doenças. Já a sua madeira é muito empregada no preparo de defumados. Além de conservar os embutidos e os presuntos, vai dar um sabor bem característico, que por sinal é muito agradável.

O junípero possui ação digestiva, tônica, carminativa, estimulante, diurética, e também pode ser utilizada para reumatismo e halitose. Vamos então preparar um delicioso elixir de zimbro. Esmague 240 g de frutos de zimbro, adicione 375 g de água, 300 g de álcool neutro a 60ºGL, 6 g de sementes de anis estrelado e 3 g de canela. Deixe em maceração por 10 dias sem agitar. Filtre e coloque em uma garrafa adicionando meio quilo de açúcar. Tome meio cálice antes das refeições para aumentar o apetite e auxiliar nos processos digestivos. Se tomado após a refeição irá auxiliar a digestão e também irá facilitar a eliminação de gases estomacais, normalmente responsáveis por cólicas.

Para o preparo de um molho de zimbro coloque os frutos secos em uma panela, cubra com água e deixe cozinhar até que os frutos fiquem bem tenros. Esmague a polpa e adicione o equivalente a 3 vezes o peso da polpa em açúcar. Bata a mistura vigorosamente e deixe esfriar. Coloque em pequenas porções na mesa para as pessoas se servirem. Acompanha muito bem carnes de sabor forte, como javali, capivara e suínos. Experimente preparar este molho e servir junto com o tender no final do ano. Você verá a surpresa das pessoas ao descobrir seu delicioso sabor e seu aroma perfumado. Normalmente encontramos os frutos secos de zimbro na sessão de condimentos dos supermercados ou então em farmácias especializadas em ervas. Não deixe de experimentar o zimbro, você ficará espantado com sua grande capacidade digestiva e anti-espasmódica.

Ademar Menezes Junior

      

 

Outros Produtos Naturais