"Conheça os benefícios que as plantas podem fazer por você."

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Menta

Menta (Mentha piperita)

Como podemos falar de plantas medicinais e não falar da tão famosa menta, ou melhor, das tão famosas mentas, pois são dezenas de espécies, variedades e híbridos. Inclusive esta é uma grande dificuldade, a correta identificação botânica. Há alguns anos atrás, conversando com o Professor Panizza, quando ele ainda trabalhava no Instituto de Biociências da USP em São Paulo, ele disse que havia somente um especialista botânico no gênero Mentha que vivia na Inglaterra e, periodicamente, vinha ao Brasil para fazer as identificações das exsicatas que ficavam depositadas nos herbários. Por aí já deu para perceber o quanto é difícil identificarmos estas plantas. Imagine os apuros que passo quando alguém chega na farmácia trazendo um raminho de uma menta e pergunta "que planta é esta?". Aqui vamos tratar da Mentha piperita, conhecida já há muitos anos, e muito empregada como alimento, condimento e planta medicinal. Tem sua origem na região balcânica, principalmente na região da Grécia e de lá foi difundida para várias regiões, inclusive o Brasil.

Planta rasteira, chega a até 30 cm de altura, se multiplica por estolões e sementes, o caule é de cor arroxeada, tem folhas pequenas de cor verde escuro e de intenso aroma característico. Seu sabor também é bem característico e muito forte, daí o nome piperita, pois chega a queimar a boca se estiver muito aromática. Suas flores são de coloração rosa claro a púrpura.

São cultivadas normalmente em canteiros, necessitam de muito esterco e muita água, e não suportam calor intenso. Após a colheita, que ocorre a cada 3 ou 4 meses, entramos com uma cobertura de esterco bem curtido, e com uma cobertura de palhadas. O comércio de plantas medicinais aceita como droga toda a parte aérea, tanto as folhas como o caule, mas acontece que grande parte dos princípios ativos está nas folhas e não no caule. Por isto, como produtor, procuramos entregar no mercado somente as folhas, para que as pessoas possam obter os melhores resultados com sua erva.

Sua ação terapêutica é extensa, como antiespasmódica, antiinflamatória, antiviral e até mesmo auxiliando o combate de úlceras. Possui ação anti-séptica muito boa e analgésica. É uma planta muito utilizada para combater estado gripal, infecção na garganta, náuseas, gases estomacais e intestinais. Pode ser utilizada para combater vermes e protozoários, como ameba e giárdia.

Os árabes costumam beber muito chá de menta durante as refeições e mesmo durante o dia. Em lojas nos países árabes, é muito comum servir um copo de chá quente aos fregueses. Durante as refeições ajuda muito os processos digestivos e no calor apresenta uma ação refrescante.
Em cosmético também pode ser empregada. Experimente, por exemplo, tomar banho em um dia quente com um sabonete com menta. Você irá se sentir muito mais refrescado.


Ademar Menezes Junior
      

 

Outros Produtos Naturais