"A sua saúde em equilíbrio com a natureza."
Parcelamento em até 6X SEM JUROS!

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Cardo Mariano ou Silimarina? Força para o seu fígado

Cardo Mariano Silimarina 4

O Cardo Mariano é uma planta da família Asteraceae (Compositae) e seu nome científico é Silybum marianum. É originário do Mediterrâneo e foi posteriormente introduzido na América do Norte e, então, na América do Sul. Hoje em dia, cresce espontaneamente no sul do país, sendo cultivada como planta ornamental em Minas Gerais.

Características

Planta herbácea ereta e bianual. Suas folhas são simples, cheias de espinho, de cor verde acinzentada com manchas brancas ao longo das nervuras, podendo atingir até 25cm de comprimento. Possui flores roxas com bracteas terminadas em espinho. As sementes são lisas e variam do branco cinzento ao negro. Seu receptáculo floral é comestível, assim como a Alcachofra.

Para que serve?

Devido à sua ação regeneradora das células hepáticas, o Cardo Mariano é muito empregado para o tratamento de doenças do fígado, como cirrose, esteatose, fibromatose hepática por abuso de álcool, hepatite viral e doenças crônicas do fígado de diferentes origens (matebólicas, tóxicas, alcoólicas e infecciosas). As suas sementes também possuem ação colagoga, sendo usadas para cólicas e problemas uterinos. Foi seu poder hepatoprotetor que fez seu cultivo se disseminar pelo mundo nos séculos XVI e XVII.

 

O que é Silimarina?

O Cardo Mariano é composto por várias substâncias, como flavonóides, óleos essenciais, taninos, histamina e albumina.

A Silimarina é um complexo ativo extraído do fruto do Cardo Mariano, composto por uma mistura de 3 ativos: Silibina, Silidianina e Silicristina. Ela é conhecida por sua forte atividade anti-hepatotóxica, protegendo contra as mais severas necroses hepáticas.

 

Está com dúvidas? Fale com o nosso fitoterapeuta clicando aqui.

 

Por Vitória Emi H M

                    

Outros informativos que podem interessar