"Especializada em plantas medicinais."
Parcelamento em até 6X SEM JUROS!

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Enxaqueca, como evitar as crises.

enxaqueca

A enxaqueca se difere das dores de cabeça comuns por conta de seus sintomas. Em geral, elas vêm acompanhadas de vômitos e só passam após a ingestão de medicamento específico e repouso. É comum durarem horas e acometerem, em sua maioria mulheres.

A predisposição genética também deve ser considerada e investigada em casos de enxaquecas graves. Porém, é importante ressaltar que as cefaleias são multifatoriais, ou seja, podem ser desencadeadas por uma série de fatores.

CICLO HORMONAL NAS MULHERES

Não é raro encontrar mulheres no período da TPM (Tensão Pré-Menstrual) com enxaqueca. Isso acontece pois, nesse período, os hormônios estão trabalhando de uma maneira diferente.

ALIMENTAÇÃO

Os alimentos que causam enxaqueca, geralmente, são aqueles que estimulam o sistema nervoso central, como as bebidas alcoólicas e o café. Outros alimentos que podem estar envolvidos no desenvolvimento das crises de enxaqueca são os alimentos industrializados por serem ricos em aditivos artificiais. (Ex.: adoçantes artificiais, produtos diet ou light, temperos prontos, glutamato de sódio, chocolate, queijos, bebidas estimulantes, refrigerantes, frutas cítricas).

PROBLEMAS DE VISÃO

Há algumas doenças oftalmológicas que, quando não tratadas, podem ser as causas de enxaqueca. Alguns exemplos são a hipermetropia, a miopia e o astigmatismo.

Geralmente, as dores de cabeça têm início após um período de esforço visual (astenopia). Um dos sintomas de outras condições como estrabismos, insuficiências de convergência, uveítes e glaucoma agudo também podem ser a causa da enxaqueca.

Há, por outro lado, a enxaqueca oftálmica ou enxaqueca retiniana, conhecida como aura visual, que é um pouco diferente das enxaquecas comuns por afetar a visão e outros sentidos. Nesses casos, os pacientes relatam enxergarem luzes ou terem a visão embaçada minutos antes de serem acometidos pela enxaqueca.

Apesar do nome, as causas de enxaqueca oftálmica ou enxaqueca retiniana são exclusivamente neurológicas.

COMO PREVENIR A ENXAQUECADormir bem, comer bem

Para prevenir a enxaqueca os neurologistas sugerem em primeiro lugar manter a rotina constante com relação ao número de horas de sono, rotina alimentar com horários regulares e sem exageros.

Por isso as dicas para prevenir a enxaqueca são:

- Não pule refeições. Em geral, períodos prolongados de jejum fazem desencadear uma crise de enxaqueca;

- Acorde e durma em horários sempre semelhantes, especialmente nas férias, se não pretende ter dor de cabeça. É muito comum pessoas que sofrem de enxaqueca terem crises durante as férias ou no fim da semana, quando em geral dormem e acordam mais tarde que o habitual;

- Faça refeições leves, a alimentação deve ser regrada sem exageros alimentares, evitando principalmente chocolate, leite, iogurte e queijo ou outros derivados, assim como alimentos cítricos;

- Mantenha um ritmo de atividade física regular, 2 ou 3 vezes por semana, e de intensidade leve ou moderada. Os exercícios previnem o aparecimento da enxaqueca;

- Evite mudanças de temperatura, como saunas. Grandes altitudes também devem ser evitadas.

ALIMENTOS E PRODUTOS NATURAIS

Os alimentos para enxaqueca devem ser introduzidos na alimentação habitual, pois ajudam a diminuir os sintomas e a prevenir o surgimento de crises.

A alimentação para enxaqueca deve ser rica em alimentos ricos em ômegas 3 (salmão, atum, sardinha ou cavala).

O consumo de alimentos ricos em vitaminas do complexo B, como feijão, lentilha e grão de bico, também ajuda a prevenir a enxaqueca porque atuam à nível cerebral, diminuindo a frequência das crises de enxaqueca.

Chá de gengibre, temperos com gengibre, pois o gengibre tem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a dor.

Chá de flores de lavanda, folhas de maracujá ou erva-cidreira, são calmantes e ajudam a promover o bem-estar.

Tanacetum parthenium é uma planta que ajuda na prevenção de enxaquecas. É anti-inflamatória e antitérmica. Ajuda a diminuir a intensidade e a frequência das crises de cefalEia vascular.

A semente de Girassol possui ação tônica do sistema nervoso e combate enxaqueca. A composição de Alfazema e Girassol na forma de tintura é usada para tratar dores de cabeça.

O Vitex é uma planta que funciona como regulador menstrual, controla sintomas de TPM e enxaqueca menstrual.

Mulungu, Valeriana e Kawa Kawa são plantas que diminuem a ansiedade, melhoram a qualidade do sono e podem diminuir as crises de enxaqueca nervosa.

Plantas com ação digestiva, desintoxicante e protetora do fígado também podem auxIliar quando a enxaqueca é de origem alimentar. São elas a Carqueja, Boldo do Chile, Alcachofra, Cardo Mariano e Dente de Leão.

Identificar as causas de qualquer problema é o melhor caminho para se encontrar o tratamento adequado.

Por: Eliza Harada

      

Outros informativos que podem interessar