"Encontre nas plantas saúde, beleza e harmonia para sua vida."
Parcelamento em até 6X SEM JUROS!

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Você conhece as diferenças entre gripe e resfriado?

Saiba as diferenças entre gripe e resfriado

Todos os anos, com a aproximação do inverno, começamos a nos preocupar em evitar as doenças respiratórias que popularmente chamamos de gripe.

GRIPE

Apesar de usarmos o termo gripe de forma genérica para nos referirmos a sintomas como nariz entupido, espirros e dor de cabeça, a gripe e os resfriados são causados por vírus diferentes e apresentam algumas características que permitem a sua diferenciação.

A gripe é uma infecção respiratória causada pelos vírus da família Influenza. Exitem vários subtipos de Influenza, capazes de provocar quadros de gripes mais ou menos graves. O resfriado também é uma infecção respiratória viral, mas existem dezenas de vírus diferentes que podem provocar o resfriado, como Rinovírus, Adenovírus, Parainfluenza, etc.

SINTOMAS DO RESFRIADO

Seus primeiros sinais costumam ser coceira no nariz ou irritação na garganta, os quais são seguidos após algumas horas por espirros e secreções nasais. A congestão nasal também é comum nos resfriados, porém, ao contrário da gripe, a maioria dos adultos e crianças não apresenta febre ou apenas febre baixa.

É extremamente contagioso e a transmissão é feita através da tosse ou espirro e pelo contato com mãos infectadas.

Os sintomas surgem de 24 a 72 horas após a transmissão do vírus. Costuma durar de 5 a 7 dias.

Pode ocorrer dor de garganta de curta duração nos primeiros dias. A tosse seca pode durar até semanas depois do fim dos sintomas.

O resfriado é contagioso durante apenas os 3 primeiros dias de sintomas.

As complicações são raras e incluem exacerbação de asma e presença de infecção bacteriana associada como sinusite.

SINTOMAS DA GRIPE

Seus sintomas geralmente aparecem de forma repentina, com febre, vermelhidão no rosto, dores no corpo e cansaço. Entre o segundo e o quarto dia, os sintomas do corpo tendem a diminuir enquanto os sintomas respiratórios aumentam, aparecendo com frequência uma tosse seca.

O vírus da gripe não se manifesta apenas na rinofaringe, mas em toda a árvore respiratória, ou seja, na traqueia, brônquios e eventualmente nos pulmões. Portanto, trata-se de uma doença de maior extensão e intensidade, sobretudo para as pessoas debilitadas. A gripe pode causar complicações graves e, eventualmente, morte, o que não ocorre nos casos de resfriados e rinite alérgica.

A gripe tem como principal complicação a pneumonia, responsável por um grande número de internações hospitalares no país.

Os sinais de gravidade da gripe são: dificuldade respiratória, dor torácica para respirar, pressão baixa, alterações da consciência, desorientação, e vômitos persistentes.

GRIPE 1

PREVENÇÃO DA GRIPE E DO RESFRIADO

A gripe e o resfriado são viroses altamente contagiosas. Algumas dicas de como reduzir o risco de transmissão:

- Evitar contato próximo com pessoas contaminas (pelo menos 2 metros).

- Evitar contato direto das mãos com olhos e boca sem antes as terem lavado ou desinfetado.

- Lavar as mãos com água e sabão (ou solução alcoólica apropriada) frequentemente.

- Evitar ficar em ambientes com pouca circulação de ar e com muitas pessoas.

- Fortalecer o sistema imunológico através de boa alimentação e cuidados com a saúde.

- Evitar contato com pessoas contaminadas.

- Para evitar a disseminação, caso seja você a pessoa contaminada, use lenço ao tossir ou espirrar, use máscara descartável, lave ou use álcool gel nas mãos com frequência, evite contatos físicos como cumprimentos, não use talheres, copos e outros objetos compartilhados sem a devida higienização, pois são as gotículas de saliva que carregam os vírus.

FITOTERAPIA NA PREVENÇÃO E ALÍVIO DOS SINTOMAS DE GRIPES E RESFRIADOS

EQUINÁCEA - Estimula de várias formas o sistema imunológico do organismo, que é fundamental para combater as doenças infecciosas. Auxilia no combate a bactérias, fungos, vírus e outros tipos de agentes causadores de doenças.

SUCUPIRA - Possui ação febrífuga, anti-inflamatória, antisséptica nas faringites e amigdalites, expectorante e coadjuvante no tratamento de pneumonias.

GENGIBRE - Para tosse seca, dor de garganta, enjoos e mal-estar causados pelo vírus.

COCO - Melhora as defesas do organismo. Possui ação antiviral.

PRÓPOLIS - Possui ação antisséptica e antibiótica natural, sendo indicado para infecções na garganta.

GUACO - Indicado para tosse, bronquite, asma, pigarro, rouquidão e inflamação na garganta.

ALCAÇUZ EUROPEU - Possui ação antitussígena, expectorante, antigripal, fluidificante das secreções, antialérgica.

EUCALIPTO - Para problemas respiratórios como gripes, resfriados, sinusites e rinites. Possui ação antisséptica, anti-inflamatória.

CÚRCUMA - Possui ação anti-inflamatória, antialergênica, ajuda a combater quadros de sinusite, pode ser associada a outras plantas para o tratamento de quadros de gripes.

ALFAVACÃO - Diminui os sintomas da gripe e resfriado, diminuindo as dores no corpo, cansaço e mal-estar.

PERILLA - Antialérgica, anti-inflamatória, além da inibição da liberação da histamina. Indicado para todos os estados alérgicos, rinites e bronquites.

GRIPE 2

Existem outras plantas ou produtos naturais usados para auxiliar na recuperação dos quadros de gripes e resfriados que podem ser preparados em casa na forma de chás, como a Canela, Limão, Cravo da Índia, Hortelã, Gengibre, Anis Estrelado, Alho, Cebola, Mel, etc.

Vale lembrar que no tempo de nossas avós, eram essas as plantas usadas para cuidar da família, aliadas à canja de galinha, muita água, repouso e carinho.

"A saúde é conservada pelo conhecimento e observação do próprio corpo." (Cícero 106–43 a.C)

Por: Eliza Harada

                    

Outros informativos que podem interessar

  • Momento Resposta

    Pergunta: Estou grávida e gostaria de usar repelente seguro. Resposta: Existem alguns produtos que f ...

  • Momento resposta

    Pergunta: Descobri que a Curcuma pode ser usada externamente, para feridas. Minha mãe é doente e com ...

  • Você já se perguntou se você trabalha muito?

      workaholic. Talvez uma nova expressão seja mais adequada à sua personalidade: worklover! Qual a di ...