"Especializada em plantas medicinais."
Parcelamento em até 6X SEM JUROS!

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Você já ficou doente sem que a medicina descobrisse a causa?

Você já teve sintomas que os médicos não identificaram?

Ficou sem saber a causa orgânica ou biológica do problema?

Talvez tenha sido uma doença psicossomática. Entenda como elas se manifestam e quais os tratamentos indicados.

Na Antiguidade, o adoecimento era tido como manifestação de forças sobrenaturais. Por isso mesmo, o processo de cura passava muito por rituais religiosos, como é descrito em muitos relatos médicos.

Aos poucos, outras visões foram dando conta da necessidade de um equilíbrio, tratando do corpo e também da alma. Assim, no campo da psicologia, o estudo das doenças psicossomáticas passou a ter importância de grande relevância.

No entanto, o que realmente são as doenças psicossomáticas?

São as doenças que têm um componente psíquico em sua origem. É uma manifestação orgânica, mas provocada por problemas emocionais, como a tensão nervosa, a depressão ou a obesidade, entre outros.

Infelizmente, alguns ainda guardam a ideia errônea de que são pura simulação, ou que se trate de hipocondria, ou seja, mania de doença. Nada disso. A cada dia surgem mais evidências de que corpo e alma estão tão estreitamente ligados, que aquilo que afeta um, acaba afetando, também, o outro.

Assim, os principais sintomas das doenças psicossomáticas incluem:

  • * Aumento dos batimentos cardíacos;
  • * Dor no peito e palpitações;
  • * Tremores;
  • * Suor excessivo;
  • * Boca seca;
  • * Dor no estômago;
  • * Náuseas;
  • * Dor nas costas;
  • * Insônia;
  • * Respiração rápida.

 

Normalmente, estes sintomas são provocados pelo aumento da atividade nervosa no cérebro e no aumento da produção de adrenalina.

Além destes sintomas, os pacientes com doenças psicossomáticas também podem apresentar piora dos sintomas de doenças crônicas, como psoríase, problemas de estômago ou hipertensão arterial, especialmente durante episódios de estresse ou ansiedade.

O diagnóstico dessas doenças fica complicado quando há dificuldade em admitir que a origem pode ser emocional e não física.

Mas sabia que você pode prevenir as doenças psicossomáticas?

Para diminuir as chances de uma doença psicossomática, é importante buscar o equilíbrio emocional, o autoconhecimento e ter uma vida saudável.

Para iniciar as mudanças necessárias, você pode começar analisando suas crenças e padrões de pensamento, pois pensamentos positivos facilitam a cura de doenças e emoções.

Em casos de doenças psicossomáticas já instaladas, usamos tratamentos com medicamentos (químicos ou fitoterápicos) para aliviar os sintomas físicos, mas somente isso não levará à cura. É preciso tratar também a mente e a alma. Sessões de psicoterapia, uso de florais, aromaterapia, técnicas de relaxamento e meditação, autoconhecimento, mudança de hábitos e de postura mediante problemas da vida, são apenas algumas das opções necessárias para se chegar à cura.

Portanto, buscar o bem-estar e o equilíbrio são as melhores receitas para a saúde e felicidade!

Por: Eliza Harada

      

Outros informativos que podem interessar