"Deixe a natureza cuidar de você."
Parcelamento em até 6X SEM JUROS!

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Vitex para a saúde da mulher

Vitex Agnus castus L. (Verbenaceae) é uma planta nativa da região Mediterrânea até a Ásia Ocidental. É um arbusto ou árvore bastante ramificado, com folhas digitadas, opostas, flores labiadas, violáceas em cachos terminais.

vitex flor

As partes medicinais da planta utilizadas são as folhas secas e fruta seca madura. A fruta é pequena e dura, semelhante a pimenta. Os exatos ingredientes ativos ainda não são conhecidos. Mas os frutos, bem como as folhas contém um óleo aromático com uma variedade única de compostos. Os glicosídeos iridoides (monoterpenos), aos quais podemos incluir agnosídeo, aucubina e eurostosídeo são os ativos farmacológicos em maiores quantidades na planta. Apresenta ainda em sua composição química alguns flavonóides como casticina, vitexina e chryso splenol.

Seu nome científico 'Vitex agnus-castus' vem do latim e quer dizer "cordeiro-casto". Os antigos persas o utilizavam no tratamento de desordens psíquicas que eles acreditavam ser "loucuras". Hoje sabemos que muitas delas eram causadas exatamente pela disfunções dos hormônios no organismo.

vitex arvore

Foi reverenciado como um dos mais úteis medicamentos de todos os tempos, fazendo parte das plantas medicinais oficiais da Antiguidade, e mencionado nos trabalhos de Hipócrates, Dioscórides e Teofrasto. A primeira indicação medicinal específica pode ser encontrada nos escritos de Hipócrates, no 4o século A. C. Sua maior indicação é normalizar a atividade dos hormônios sexuais femininos, e também, na dismenorreia, stress pre-menstrual e outros problemas relacionados com a função hormonal.

Na região do Mediterrâneo, onde crescia naturalmente, Vitex era indicado para doenças como cólicas, gases e outros problemas digestivos. Na Inglaterra, era utilizado para as mesmas doenças, baseado nos escritos dos gregos e romanos e a sua forte reputação foi mantida por séculos. Na Alemanha e França, o vegetal tinha mais popularidade, pois os frutos eram considerados picantes, aromáticos, promoviam boa digestão, eram diuréticos e carminativos, removendo "obstruções intestinais".

O fitoterápico Vitex agnus castus tem sido utilizado, tradicionalmente, para distúrbios menstruais resultantes de uma deficiência do corpo lúteo.

colica

Entre as irregularidades menstruais, podemos incluir dismenorreia (fluxo menstrual doloroso e irregular), hipermenorreia (hemorragia menstrual excessiva), oligomenorreia (menstruação anormalmente escassa), polimenorreia (menstruação anormalmente freqüente), anovulação (suspensão da ovulação), amenorreia primária e secundária.

É indicado também na mastodinia (dor nas mamas) e hiperprolactinemia (excesso de prolactina no sangue).

Em casos de infertilidade, a recomendação é o seu uso por um período de 5 a 7 meses, antes da concepção ocorrer. Nos casos de amenorreia, deverá ser administrado, pelo menos, por um ano e meio. As primeiras indicações da eficácia do tratamento ocorrem em um ou dois períodos menstruais e a cura completa normalmente ocorre após 4 a 6 meses de tratamento.

Contra-indicações

Seu uso está contra-indicado nas seguintes situações:

Tratamento com outras terapias endócrinas (reposição hormonal, anticoncepcionais orais, hormônios sexuais); defeitos metabólicos do FSH; gravidez e lactação.

Precauções e advertências

Recomenda-se continuar o tratamento por várias semanas após melhora dos sintomas.

Interações medicamentosas

Não deve ser usado conjuntamente com outras terapias endócrinas (reposição hormonal, anticonceptivos orais, hormônios sexuais). Pode ter seu efeito diminuído pela ingestão de drogas antagonistas dos receptores dopaminérgicos.

Reações adversas

Ocasionalmente, poderão ocorrer prurido e urticária, dores de cabeça e queixas gastrointestinais. Algumas mulheres relatam aumento do fluxo menstrual durante o tratamento, que freqüentemente é uma indicação de eficácia terapêutica.

Por: Eliza Harada

                    

Outros informativos que podem interessar