"Especializada em plantas medicinais."
Parcelamento em até 6X SEM JUROS!

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Mucuna pruriens: A medicina Ayurvédica na atualidade

A Mucuna pruriens(L.) DC é uma leguminosa nativa da Índia e Antilhas e todos os seus órgãos possuem valiosas propriedades farmacológicas, tanto que é tradicionalmente usada como planta medicinal para o tratamento de várias enfermidades, que inclui desde doenças parasitárias até distúrbios fisiológicos.

mucuna planta: Está na atualidade

Mucuna pruriens é uma planta medicinal que pertence à família Fabaceae (Leguminosae), subfamília Faboideae e é muito popular na Índia para o tratamento de diversas doenças. Seus nomes populares são Velvet bean, Cowhage, “atmagupta” na Índia e no Brasil é mais conhecida como mucuna-anã ou mucuna rajada. É originária das regiões tropicais da Índia e das Antilhas, é endêmica na Índia, América Central e em regiões tropicais da América do Sul. É um arbusto anual de escalada que pode chegar a mais de 15 metros de altura.

mucuna semente: Está na atualidade

O uso da erva Mucuna pruriens na medicina ayurvedica vêm de épocas de mais de 4500 anos atrás. Seus componentes de princípio são L-DOPA e os alcaloides bioativos mucunine, mucunadina, mucuadinina, prurienina e nicotina como também b-sitosterol, glutationa, lecina, óleos, ácidos venólico e gálico. O L-Dopa é um precursor neurotransmissor, uma droga efetiva para alívio na doença de Parkinson. A semente é um profilático contra oligosperma e é útil no aumento da contagem de esperma, ovulação em mulheres, etc.

Quando a dopamina produzida pelos neurônios são afetados pela doença de Parkinson, resulta em tremores incontroláveis, rigidez dos músculos, dificuldades para falar, escrever e se equilibrar e lentidão de movimentos. A deficiência sub-clínica de dopamina é responsável pelo sentimento de depressão e falta de desejo sexual.

M.pruriens também é usado na medicina ayurvedica, para: restabelecer a libido (junto com Tribulus terrestris) aumentar os níveis de testosterona (como mostrado em um estudo controlado) e dopamina; em casos de esterilidade masculina e feminina (aumentando a contagem de esperma e encorajando a ovulação), melhorar a agilidade mental, coordenação motora e tratar condições de apatia.

Como quase todos os suplementos derivados de plantas, a Mucuna pruriens possui propriedades antioxidantes. Além disso, devido ao fato de ser um legume, possui igualmente valor nutricional. Mucuna pruriens também estimula a deposição de proteínas nos músculos e proporciona aumento da força e massa muscular, e por isso é indicado para esportistas e praticantes de exercícios físicos.

Contraindicações:

• Deve ser evitado por mulheres durante a gravidez. A semente pode causar problemas de nascimento e estimular a atividade uterina.

• Mucuna pruriens mostrou ter a habilidade de reduzir o açúcar do sangue. Aqueles com hipoglicemia ou diabetes devem usar somente sob supervisão médica.

• É contra indicado em combinação com inibidores M.A.O.

Mucuna pruriens possui atividade androgênica, aumentando os níveis de testosterona; pessoas com síndromes andrógenas excessivas devem evitar o uso.

• Mucuna pruriens inibe a prolactina. Caso você tenha uma condição médica resultando em níveis inadequados de prolactina no corpo, não use a menos que sob supervisão médica.

• A semente contém alta quantidade de L-dopa. Levodopa é o medicamento usado para tratar doença de Parkinson. Pessoas com doença de Parkinson devem apenas usar sob supervisão médica ou um indivíduo qualificado.

Dose recomendada: 200mg a 500mg diários, ou conforme recomendação médica.

                    

Outros informativos que podem interessar