Plugin necessário

Buscar produtos naturais

A Importância da Educação Nutricional na Prevenção da Obesidade Infantil

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

 

A Importância da Educação Nutricional
na Prevenção da Obesidade Infantil
A Educação Nutricional é o método mais seguro para a prevenção da obesidade. (Autor)
Pois a prevalência de excesso de peso aumentou acentuadamente nas últimas décadas, tanto nos países desenvolvidos, como naqueles em desenvolvimento, tornando-se uma grande epidemia mundial (SILVA; ARAÚJO, 2007).
A obesidade infantil cresceu 240% nos últimos 20 anos, de acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (ZAMAI; MORAIS, 2008).
Especialmente no Brasil, há um aumento progressivo da obesidade infantil em todas as classes sociais variando de cinco a dezoito por cento conforme a região estudada. (Autor)
A causa da incidência de obesidade infantil relaciona a alteração do hábito alimentar, ao estilo de vida atual, à inserção da mulher no mercado de trabalho, às refeições fora do domicílio, aos fast-foods, aos rodízios a baixo preço, à ausência dos pais nas refeições, à ansiedade devido ao stress da vida moderna, entre outros (RINALDI, et al., 2008).
Entretanto é fundamental que os responsáveis estejam alerta para o problema e procurem ajuda precocemente, facilitando o tratamento, pois quanto maior a gravidade, menor o percentual de sucesso (RODRIGUES, 2008).
Segundo Carneiro, et al (2008):
A nutrição adequada é um dos fatores de maior impacto na saúde infantil, ressaltando que o déficit nutricional é responsável, direta ou indiretamente, pelo retardo do crescimento e desenvolvimento de crianças até os dez anos.
A família é a primeira instituição que tem ação sobre os hábitos do indivíduo. É responsável pela compra e preparo dos alimentos em casa, transmitindo seus hábitos alimentares às crianças (GAMBARDELLA; FRUTUOSO; FRANCH, 2008).
“Existem evidências de que o desenvolvimento do sobrepeso em fase precoce da vida pode se tornar um importante fator de risco para o aparecimento da obesidade posteriormente” (BARRETO; BRASIL; MARANHÃO, 2007).
Tratar a obesidade é muito difícil e por isso mesmo o mais importante é a prevenção (RODRIGUES, 2008).
As conseqüências das alterações metabólicas que ocorrem nesta patologia podem ser muito extensas e intensas além de muito variadas, atingindo praticamente todos os sistemas orgânicos. Todavia, podem ser reversíveis desde que se consiga a redução de peso e desde que as estruturas orgânicas acometidas não tenham sofrido danos anatômicos irreparáveis. A mobilidade associada à obesidade pode ser identificada já no adolescente (SOARES; PETROSKI, 2003).
Países com altas prevalências de obesidade têm obtido sucesso com a implementação de programas de Educação Nutricional, visando reduzir os fatores predisponentes a este distúrbio em escolares (SANTOS, et al., 2005). 
É importante que todos tenham a conscientização sobre a importância da Educação Nutricional para crianças de zero a seis anos de idade, atuando na prevenção da obesidade.


A Importância da Educação Nutricional na Prevenção da Obesidade Infantil

 
A Educação Nutricional é o método mais seguro para a prevenção da obesidade. (Autor)Pois a prevalência de excesso de peso aumentou acentuadamente nas últimas décadas, tanto nos países desenvolvidos, como naqueles em desenvolvimento, tornando-se uma grande epidemia mundial (SILVA; ARAÚJO, 2007).

A obesidade infantil cresceu 240% nos últimos 20 anos, de acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (ZAMAI; MORAIS, 2008).Especialmente no Brasil, há um aumento progressivo da obesidade infantil em todas as classes sociais variando de cinco a dezoito por cento conforme a região estudada. (Autor)A causa da incidência de obesidade infantil relaciona a alteração do hábito alimentar, ao estilo de vida atual, à inserção da mulher no mercado de trabalho, às refeições fora do domicílio, aos fast-foods, aos rodízios a baixo preço, à ausência dos pais nas refeições, à ansiedade devido ao stress da vida moderna, entre outros (RINALDI, et al., 2008).Entretanto é fundamental que os responsáveis estejam alerta para o problema e procurem ajuda precocemente, facilitando o tratamento, pois quanto maior a gravidade, menor o percentual de sucesso (RODRIGUES, 2008).


Segundo Carneiro, et al (2008):


A nutrição adequada é um dos fatores de maior impacto na saúde infantil, ressaltando que o déficit nutricional é responsável, direta ou indiretamente, pelo retardo do crescimento e desenvolvimento de crianças até os dez anos.


A família é a primeira instituição que tem ação sobre os hábitos do indivíduo. É responsável pela compra e preparo dos alimentos em casa, transmitindo seus hábitos alimentares às crianças (GAMBARDELLA; FRUTUOSO; FRANCH, 2008).“Existem evidências de que o desenvolvimento do sobrepeso em fase precoce da vida pode se tornar um importante fator de risco para o aparecimento da obesidade posteriormente” (BARRETO; BRASIL; MARANHÃO, 2007).Tratar a obesidade é muito difícil e por isso mesmo o mais importante é a prevenção (RODRIGUES, 2008).

As conseqüências das alterações metabólicas que ocorrem nesta patologia podem ser muito extensas e intensas além de muito variadas, atingindo praticamente todos os sistemas orgânicos. Todavia, podem ser reversíveis desde que se consiga a redução de peso e desde que as estruturas orgânicas acometidas não tenham sofrido danos anatômicos irreparáveis. A mobilidade associada à obesidade pode ser identificada já no adolescente (SOARES; PETROSKI, 2003).Países com altas prevalências de obesidade têm obtido sucesso com a implementação de programas de Educação Nutricional, visando reduzir os fatores predisponentes a este distúrbio em escolares (SANTOS, et al., 2005). É importante que todos tenham a conscientização sobre a importância da Educação Nutricional para crianças de zero a seis anos de idade, atuando na prevenção da obesidade.

Simone Barrufaldi Galvão

Nutricionista

Agosto/2010

OE

Formas de Pagamento

Formas de pagamentos aceitas pela Oficina de Ervas: Boleto, Cartões de Crédito e Transferência eletrônica.

Últimas Notícias

Cultivo de Ervas Medicinais do grupo Oficina de Ervas Saiba Mais

A autoestima e a Mulher Saiba Mais

Ver Todas Notícias

Monte sua Receita

Envie sua receita para que possamos fazer um orçamento específico para suas necessidades.

Email:
farmacia@oficinadeervas.com.br
Telefone: 16 - 2133.4455

OE

Manipulação e fitoterápicos!

A sua saúde em equilíbrio com a natureza. Conheça os benefícios que as plantas podem proporcionar e deixe a natureza cuidar de você!

Nossa equipe tem formação para prestar atendimento à sociedade, sobre esse vasto assunto que é a fitoterapia.

leia mais