Plugin necessário

Buscar produtos naturais

Kawa Kawa

Compre Kawa Kawa online

Categoria: Fitoterápicos/ Produtos Naturais

Kawa Kawa
Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter
Fórmula Magistral QTD Unitário
90 cápsulas Hipérico E.S. 150mg + Kawa Kawa E.S. 150mg R$ 45,00
90 cápsulas de 350mg R$ 35,00
Tintura 60mL R$ 22,00

Veja para que serve Kawa Kawa

Kawa Kawa (Piper methysticum)
AÇÃO E INDICAÇÃO:
Indicada para tratamento de nervosismo, estresse, insônia e ansiedade. Relaxante muscular leve. Coadjuvante no tratamento da depressão, cefaléias tensionais e enxaquecas.
FORMAS UTILIZADAS:
- Cápsula (pó da planta ou extrato seco)
- Tintura (líquido)

Kawa Kawa (Piper methysticum)

AÇÃO E INDICAÇÃO:

Indicada para tratamento de nervosismo, estresse, insônia e ansiedade. Relaxante muscular leve. Coadjuvante no tratamento da depressão, cefaléias tensionais e enxaquecas.

FORMAS UTILIZADAS:

- Cápsula (pó da planta ou extrato seco)

- Tintura (líquido)

Tags: kawa kawa. piper methysticum. nervosismo. depressão. insônia. ansiedade. estresse. relaxante muscular. cefaléias. enxaquecas.

 

Kawa Kawa

Nome Científico: Piper methysticum
Familia: Piperaceae

Histórico e Curiosidades: Originária da Polinésia (sul do Pacífico), onde era utilizada há centenas de anos em rituais de danças religiosas e cerimoniais, e também como calmante e antiinflamatório. Antigamente, as nativas das ilhas mascavam as folhas e raízes para formar uma massa que cuspiam num vasilhame para então misturar com água, leite de côco e sucos de frutas, coquetel este, que depois de coado, era consumido em ocasiões especiais como casamentos, nascimentos e funerais. Hoje em dia se mantém esta  cultura, exceto que em vez de serem mascadas, utiliza-se a planta pulverizada, embora esta formulação seja menos potente que a anterior. Normalmente uma visita é recebida com uma beberragem feita a base de kawa, como nós recebemos nossas visitas aqui no Brasil com o café. Como o efeito do kawa é sedativo, e muito rápido, auxilia nos relacionamentos entre as pessoas, evitando discuções, brigas e alterações de humor. O primeiro europeu que se referiu ao uso da kava foi um membro do grupo do Capitão James Cook, durante a viagem que realizou nas Ilhas da Oceania em 1775. Esta foi a primeira vez que o homem branco se referiu à bebida a base de kawa. Por volta de 1778, recebeu seu nome científico de Piper methysticum.


Botânica: Planta arbustiva, de folhas cordiformes e membranaceas, de coloração verde escuro brilhante. Sua inflorescencia é típica da família das Piperaceas. Seu caule possui entre-nós curtos e nós salientes, com raízes em formato de cabeleira.

Cultivo e Colheita: Não encontramos muitas informações sobre o cultivo. Mas sua produção se restringe às ilhas do Pacífico, sendo que seu crescimento de cultivo não tem acompanhado o crescimento do seu consumo, o que tem provocado um aumento do preço da droga.


Parte Utilizada: Praticamente a planta toda. Em rituais empregam-se as folhas e as raízes. Já para a produção de medicamentos no ocidente, emprega-se praticamente as raízes e a base do caule.

Princípios Ativos: Encontramos vários ativos importantes, entre eles kavapironas (D e L cavaína, metisticina, ou kavakina, dihidro-metisticina, kavaina, dihidro-kavaina), compostos alfa-pirônicos (yangonina, desmetoxiyangonina), flavokavinas A e B (pigmeentos), alcalóides (pipermetistina), mucilagens, glicosídeos, ácidos benzóico e ácido cinâmico.
 
Ação Farmacológica e Indicações: Melhora o humor e a ansiedade. As kavalactonas promovem um relaxamento da musculatura esquelética, sem afetar os músculos respiratórios. Em animais mostrou efetiva ação ansiolítica, anticonvulsivante, astiespasmódica e relaxante muscular, além de propriedades analgésica e anestésica (semelhante à da cocaína e maior do que a benzocaína). Em humanos provou sua ação ansiolítica, e ação benéfica na indução do sono. Em outros estudos mostrou maior duração da ansiólise que o diazepam.  O Kava é um ansiolítico muito menos sedativo que os benzodiazepínicos, não produzindo sonolência significativa. No sistema nervoso, possui ação ansiolítica, hipnótico discreto melhorando a qualidade do sono, relaxante muscular leve, discreta ação anticonvulsivante, anestésico local, estados de estresse com fadiga e fraqueza, coadjuvante no tratamento da depressão, cefaléias tensionais ou mesmo enxaquecas, alguma atividade antipsicótica. Possui ação bacteriostática e antimicótica.


Efeitos Colaterias: No início do tratamento pode ocorrer cansaço e adinamia. Pode alterar discretamente os reflexos para dirigir ou conduzir máquinas. O consumo constante pode provocar uma coloração amarelada da pele, cabelo e unhas, sempre transitório, melhorando com a suspensão da droga. Evitar em gestantes e crianças com menos de 12 anos por falta de estudos clínicos.

Ademar Menezes Junior

OE

Formas de Pagamento

Formas de pagamentos aceitas pela Oficina de Ervas: Boleto, Cartões de Crédito e Transferência eletrônica.

Últimas Notícias

Lançamento da Linha Toque de Luz, Cristais de Oz Saiba Mais

Cultivo de Ervas Medicinais do grupo Oficina de Ervas Saiba Mais

Ver Todas Notícias

Monte sua Receita

Envie sua receita para que possamos fazer um orçamento específico para suas necessidades.

Email:
farmacia@oficinadeervas.com.br
Telefone: 16 - 2133.4455

OE

Manipulação e fitoterápicos!

A sua saúde em equilíbrio com a natureza. Conheça os benefícios que as plantas podem proporcionar e deixe a natureza cuidar de você!

Nossa equipe tem formação para prestar atendimento à sociedade, sobre esse vasto assunto que é a fitoterapia.

leia mais