Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Erva de Santa Maria

Fitoterpicos/ Produtos Naturais

Frmula Magistral QTD Unitrio
Xarope Erva de Santa Maria Composto 250mL R$ 31,50
Tintura 60mL R$ 20,00
Ch 30g R$ 4,00
  
      

Veja para que serve Erva de Santa Maria

Erva de Santa Maria (Chenopodium ambrosioides)

AÇÃO E INDICAÇÃO:
Anti inflamatória nos traumas e contusões (uso interno e externo). Ação vermífuga e antiparasitária da pele (escabiose, piolhos, carrapatos, etc).

FORMAS UTILIZADAS:
- Tintura (líquido)
- Chá (rasura)
- Cosmecêuticos

- Xarope Composto (vermífugo)

Erva de Santa Maria

 

Chenopodium ambrosioides é o nome científico da Erva-de-santa-maria. ela é também popularmente conhecida por: ambrósia, ambrósia-do-méxico, ambrosina, anserina-vermífuga, apazote, caacica, canudo, chá-da-espanha, chá-do-méxico, chá-dos-jesuítas, cravinho-do-campo, cravinho-do-mato, erva-ambrosia, erva-das-cobras, erva-de-bicho, erva-do-méxico, erva-formiga, erva-formigueira, erva-lombrigueira, erva-mata-pulga, erva-pomba-rola, erva-santa, erva-vomiqueira, lombrigueira, mastruço, mastruz, mata-cabra, mata-cobra, mata-pulgas, matruz, menstruço, mentraz, mentrei, mentrusto, mentruz, pacote, quenopódio, trevo-de-santa-luzia, uzaidela.
Encontra-se facilmente na Amazônia, Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica.
O óleo essencial desta planta está incluído na farmacopéia da Espanha, México, Portugal, Argentina, Índia, Itália e Turquia. É uma das 71 plantas medicinais listadas pelo Ministério da Saúde como de interessa ao SUS. É muito utilizada na medicina popular como vermífuga, estomáquica, cicatrizante, sudorífica, anti-séptica tópica, béquica, antipalúdica, diaforética, diurética, amebicida, tônica, aromática, antiulcerosa, antifúngica, sedativa, carminativa, anticancerígena, purgante, eupéptica, estimulante, peitoral, antigripal, emoliente, emenagoga, antiasmática, antiespasmódica, antiinflamatória, antinevrálgica e anti-hemorroidária. As folhas são usadas, em forma de cataplasmas, contra tumores. O cozimento das folhas, com sal, desincha pernas gotosas, atua em afecções da pele, edemas, cólicas e dores de estômago. Utilizada também contra varizes, cãibras, traumatismos ósseos, picadas de animais peçonhentos afecções da pele, distúrbios renais, dores de estômago, tuberculose, angina, infecções pulmonares, contusões, tremor da vista, afecções discrósicas do aparelho digestivo, espasmos musculares, palpitações do coração, má circulação, equimoses, dispepsias, insônia, corrimento vaginal, úlcera,s varizes, hemorragia interna, ancilostemose e no tratamento da doença conhecida como dança-de-são-guido.
Observação: Em alta dose é extremamente tóxica, podendo causar a morte. Por isso recomenda-se o uso externo. Uso interno com cautela.
Na Colômbia, as folhas são utilizadas como condimento. As espigas são comestíveis, usadas como temperos e em guisados e sopas. 
É uma planta insetífuga, e em áreas rurais varrem-se as casas com os ramos da planta, sendo também colocada seca sob colchões, lençóis e travesseiros. O cozimento das folhas produz um inseticida natural, sendo preparado na proporção de 3 partes para cada 1.000 partes de água. Este inseticida pode ser utilizado com sucesso contra a Scrobipalpula absoluta (traça do tomateiro), e Spodoptera frugiperda (lagarta do cartucho do milho). É uma espécie amplamente utilizada como vermífuga para animais, e as fumigações são aplicadas como inseticida doméstico, sendo extremamente útil para afugentar pulgas, percevejos, baratas e demais insetos.

Chenopodium ambrosioides é o nome científico da Erva-de-santa-maria. ela é também popularmente conhecida por: ambrósia, ambrósia-do-méxico, ambrosina, anserina-vermífuga, apazote, caacica, canudo, chá-da-espanha, chá-do-méxico, chá-dos-jesuítas, cravinho-do-campo, cravinho-do-mato, erva-ambrosia, erva-das-cobras, erva-de-bicho, erva-do-méxico, erva-formiga, erva-formigueira, erva-lombrigueira, erva-mata-pulga, erva-pomba-rola, erva-santa, erva-vomiqueira, lombrigueira, mastruço, mastruz, mata-cabra, mata-cobra, mata-pulgas, matruz, menstruço, mentraz, mentrei, mentrusto, mentruz, pacote, quenopódio, trevo-de-santa-luzia, uzaidela.

Encontra-se facilmente na Amazônia, Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica.

O óleo essencial desta planta está incluído na farmacopéia da Espanha, México, Portugal, Argentina, Índia, Itália e Turquia. É uma das 71 plantas medicinais listadas pelo Ministério da Saúde como de interessa ao SUS. É muito utilizada na medicina popular como vermífuga, estomáquica, cicatrizante, sudorífica, anti-séptica tópica, béquica, antipalúdica, diaforética, diurética, amebicida, tônica, aromática, antiulcerosa, antifúngica, sedativa, carminativa, anticancerígena, purgante, eupéptica, estimulante, peitoral, antigripal, emoliente, emenagoga, antiasmática, antiespasmódica, antiinflamatória, antinevrálgica e anti-hemorroidária. As folhas são usadas, em forma de cataplasmas, contra tumores. O cozimento das folhas, com sal, desincha pernas gotosas, atua em afecções da pele, edemas, cólicas e dores de estômago. Utilizada também contra varizes, cãibras, traumatismos ósseos, picadas de animais peçonhentos afecções da pele, distúrbios renais, dores de estômago, tuberculose, angina, infecções pulmonares, contusões, tremor da vista, afecções discrósicas do aparelho digestivo, espasmos musculares, palpitações do coração, má circulação, equimoses, dispepsias, insônia, corrimento vaginal, úlcera,s varizes, hemorragia interna, ancilostemose e no tratamento da doença conhecida como dança-de-são-guido.

Observação: Em alta dose é extremamente tóxica, podendo causar a morte. Por isso recomenda-se o uso externo. Uso interno com cautela.

Na Colômbia, as folhas são utilizadas como condimento. As espigas são comestíveis, usadas como temperos e em guisados e sopas. 

É uma planta insetífuga, e em áreas rurais varrem-se as casas com os ramos da planta, sendo também colocada seca sob colchões, lençóis e travesseiros. O cozimento das folhas produz um inseticida natural, sendo preparado na proporção de 3 partes para cada 1.000 partes de água. Este inseticida pode ser utilizado com sucesso contra a Scrobipalpula absoluta (traça do tomateiro), e Spodoptera frugiperda (lagarta do cartucho do milho). É uma espécie amplamente utilizada como vermífuga para animais, e as fumigações são aplicadas como inseticida doméstico, sendo extremamente útil para afugentar pulgas, percevejos, baratas e demais insetos. Ação inseticida também para piolho.

Eliza Harada

Erva de Santa Maria (Chenopodium ambrosioides)AÇÃO E INDICAÇÃO:Anti inflamatória nos traumas e contusões (uso interno e externo). Ação vermífuga e antiparasitária da pele (escabiose, piolhos, carrapatos, etc).FORMAS UTILIZADAS:- Tintura (l...

Outros Produtos Naturais