"A sua saúde em equilíbrio com a natureza."

Digite o que procura abaixo
ou entre em contato conosco.

Saw Palmeto

A Saw Palmetto (ou Sabal), de nome científico Serenoa repens, é uma palmeira de pequeno porte de hastes espinhosas e serreadas, que alcança no máximo 4 metros de altura. Também conhecida como Sabal, esta pequena palmeira é originária dos Estados Unidos, mais precisamente da região que vai do Texas até a Carolina do Sul. A Saw Palmetto possui várias propriedades medicinais advindas de seus pequenos frutos de cor preto-azulados.

Os nomes populares da espécie são: serenoa (espanhol), sabal (francês), saw palmetto (inglês), sägepalme (alemão).

Constituintes químicos do Saw Palmetto

Seus principais constituintes químicos são: ácidos graxos, carotenos, ácido cáprico, ácido caprílico, ácido capróico, ácido laúrico, ácido palmítico, ácido oléico, lípase, arabinose, galactose, resina, saponinas esteroidais, beta-sitosterol, cicloartenol, lupenona, lupeol, estigmasterol, taninos.

Saw Palmetto é uma erva que ajuda os homens a manter a saúde da próstata. É muito popular em toda a Europa pela sua capacidade de aliviar os sintomas associados à hiperplasia prostática benigna (BPH), também conhecida como aumento da próstata. No EUA, onde os medicamentos são o padrão de tratamento para problemas da próstata, o Saw Palmetto está ganhando popularidade após vários estudos recentes mostrando que a erva proporciona, em curto prazo, alívio dos sintomas urinários e de outros sintomas da BPH, bem como alívio da inflamação da próstata e redução da proliferação celular.

É indicado também para queda de cabelos, desordem dos sistemas genital e urinário, impotência sexual e para aumentar a libido. Alivia a micção noturna frequente, aumenta o jato urinário, alivia a inflamação da próstata e trata as infecções do trato urinário.

Efeitos colaterais e contraindicações do Saw Palmetto

Os efeitos colaterais decorrentes do uso da Saw Palmetto são raros, porém algumas pessoas apresentaram alterações no paladar (como, por exemplo, gosto amargo), diarréia ou prisão de ventre, dores de estômago, náuseas, vômitos. O uso desta pequena palmeira é contraindicado para mulheres grávidas, lactantes e pessoas com hipersensibilidade à planta.

Dosagem usual: 160mg do extrato seco 2 vezes ao dia, após as refeições por tempo prolongado (6 a 12 meses), com intervalos de descanso a cada 3 meses.

      

 

Outros Produtos Naturais